~Queen_Wolf

Queen_Wolf
Eu sou fofa, e daí?
Nome: Julie
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 20 de Maio
Idade: 14
Cadastro:

Minha ficha - Our Curse Is Our Power - Interativa.


Postado

Nome Completo:
Raven O'Brien.

Idade:
17 anos.

Personalidade:
Raven é uma garota quieta, fria e bastante irônica, não costuma falar muito com as pessoas, sempre quieta em algum canto, escondida. Todos a acham estranha, principalmente pela sua aparência peculiar, a maioria acha que ela usa lentes de contato, mas, isso não os impedem de se manterem afastados. Não tem amigos e não conversa com ninguém, dificilmente sorri, sempre com a mesma expressão de tédio no rosto.
Raven não gosta muito de trabalhos em grupo, prefere fazer tudo sozinha, sem se importar se a pessoa levará o crédito ou não. Não é facilmente manipulável e dificilmente muda de opinião. Ela é extremamente inteligente e observadora, apesar de ser quieta, seus olhos sempre estão percorrendo o lugar, atenta a qualquer detalhe diferente. Consegue trabalhar muito bem sobre pressão.
Apesar de não parecer, é engraçada quando quer, também sabe ser amigável, mas prefere optar por não ser. Ela prefere ficar o dia inteiro dormindo e a noite toda acordada, é uma "criatura noturna".

Gosta:

Desenhar.
Cantar.
Frio.
Dormir.
Estrelas e a lua.
Noite.
Silêncio

Não gosta:
Ser incomodada.
Perder alguém.
Dia.
Sol.
Suar.
Calor.
Caçadores de poder. (Possui um ódio mortal por eles)

História:
Sua vida nunca foi um mar de rosas, seu pai era uma pessoa horrível e sempre chegava bêbado em casa, batia em sua mãe e nela, Raven escondia sua irmã mais nova, Emily, e como seu pai estava muito bêbado ele nunca a achava, então ele não batia nela. Sua mãe era uma pessoa bondosa e carinhosa, amava tanto o marido que não conseguiria o abandonar e nem denúncia-lo.
Quando os poderes de Raven começaram a despertar, sem perceber roubava as memórias das pessoas quando ficava irritada ou sentia alguma emoção forte, as memórias inicialmente apareciam como sonhos, mas, aos poucos começaram a aparecer em tempos indefinidos, isso fazia ela agira de forma estranha, chorar, gritar, entrar em desespero entre as pessoas, o que fez com que começarem a se afastar cada vez mais dela. Os caçadores de poder logo começaram a desconfiar da garota e a seguiram, assim que viram sua mãe comprovaram sua suspeita,a mãe de Raven podia controlar qualquer tipo e planta, ela já havia se encontrado com eles antes e por pouco conseguiu escapar.
Em um dia comum sua casa foi invadida, seu pai não impediu a entrada dos homens. Emily estava escondida dentro de um dos armários e havia sido pega, mesmo com sua mãe tentando impedir, ela foi morta de forma brutal e cruel. Enquanto segurava os caçadores com raízes de plantas, Lyn (Mãe de Raven) mandou Raven correr e de forma alguma olhar para trás. Ela correu e assim que saiu da casa, fez a pior escolha que poderia ter feito: Ela olhou para trás.
As raízes antes controladas por sua mãe, se tornaram cinzas, reduzidas á pó, sua mãe, ensanguentada e de olhos arregalados olhando para o agressor, de sua boca saia sangue e uma faca havia sido cravada em seu pescoço, atrás dela havia um homem, o homem que mais desprezava no mundo, seu próprio pai. [/color]

Medos:
Ela tem medo de perder quem mais ama.
Ficar presa em lugares pequenos.
Roubar memórias importantes de alguém que ama.
Seu pai.[/color]

Talentos:
Raven consegue roubar a memória de alguma coisa da pessoa. Ela pode "roubar" a memória da pessoa, antes ela não sabia controlar, ao roubar uma memoria, a pessoa a perde e não consegue te-la novamente de forma alguma, mas, Raven fica com a memória e a emoção que ela sentiu naquele momento, é como se ela tivesse passado por essa memória. Ela pode apagar a memória de alguém também.
[/color]
Qualidades:
É extremamente habilidosa com qualquer tipo de arma.
Canta muito bem, sua voz é doce e aveludada.
Sabe muito lutar muito bem, aprendeu para poder se proteger.

Defeitos:

Não demonstra seus sentimentos com facilidade.
Não confia nem um pouco em si mesma.
Péssima em se esconder.

Aparência:

Sempre foi considerada estranha devido a cor de sua íris ser branca, seus cabelos são brancos com as raízes levemente cinzas, eles são longos e cacheados, sua pele é pálida, possui cílios longos. Na maioria das vezes esta usando algum batom de tom escuro e uma sombra normalmente preta e branca. Seios medianos, pernas torneadas, tem um corpo consideravelmente bonita.

Roupas(Opcional):




Costuma usar roupas de tom escuro, prefere utilizar tênis do que saltos.

Vai querer par? Prefere que eu escolha ou você?
Vou, pode ser você, tanto faz.
No início ela não gosta muito dele, mas começa a se acostumar com seu jeito e vai se apaixonando aos poucos. Não sabe muito bem o que sente desde o início e ele acaba a ajudando a descobrir cada vez mais sobre esses "estranhos" sentimentos. No relacionamento deles, ela não é como um chiclete, gosta de ter um tempo para si mesma e deixá-lo mais "confortável" com isso. Costuma o chamar de "idiota" frequentemente, se preocupa muito com ele e preferia morrer do que perde-lo. Sente muito ciúmes dele, quando o vê com outra garota é como se a matasse com o olhar e se acontecer algo mais entre eles, até mesmo um abraço, é capaz dela começar a ignorá-lo, como se ele não existisse.

Frase e/ou musica que define seu personagem:
Demons_ Imagine Dragons




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...