~gothamcity

gothamcity
;this machine kills fascists
Nome: 弗拉维亚
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 6 de Fevereiro
Idade: 5
Cadastro:

Youth


Postado


oh darling, i'm your b e s t nightmare...

my youth is yours

Nome completo:
Eileen Ducke
Apelido:
Lee — por conta de sua descendência asiática.
Idade/Aniversário/Signo:
17 anos | 20 de novembro | Escorpiana
Nacionalidade:
Alemã
Orientação sexual:
Pansexual
Quer par?:
Sim
Gênero:
[] Masculino [x] Feminino [] Outro
Aparência:

Os seus cabelos são lisos, castanhos escuros facilmente confundidos com a cor preta, que vão até seus ombros. Os mesmos nutrem um perfume de flores, cheirando a uma mistura de flor de cerejeira com orquídeas. Os seus pequenos olhos possuem a mesma cor que seu cabelo. Sua pele é um pouco pálida à luz do sol mas fica mais amorenada na opacidade, sem qualquer defeito sendo totalmente deleitante e afável. Com sobrancelhas bem desenhadas, finas e escuras, cílios delicados não tão grandes, mas ao mesmo tempo não tão pequenos bastante escuros genuinamente. Uma boca delicada e bem rosada, dentes brancos e perfeitamente alinhados e que sempre carrega um grande sorriso sarcástico. Suas bochechas são afagáveis, e têm um rosado natural. É uma menina bem baixa, tendo um pouco mais de 1,63 de altura, é magra, pesa 53 kg bem distribuídos pelo seu corpo. Suas pernas são elegantes, coxas médias e firmes, bumbum empinado e intitulado o ponto forte do seu corpo, e seios pequenos, proporcionais para a sua estrutura. Os seus pés e mãos ténues e pequenas com as unhas bem cortadas com uma cintura fina.
Photoplayer:
Ahn Heeyeon, a Hani da girlgroup sul coreana Exid.
Personalidade:
Uma perfeita vadia. Lee é o que chamamos de caso perdido, pois a garota nunca vai mudar seu jeito de ser, por mais que tente. Ela é completamente mesquinha e arrogante, nunca se importando com o sentimento dos outros ou com suas opiniões, Lee só se importa com seus próprios interesses. São poucos os corajosos que se aproximam dela, pois a mesma te recebe com quatro pedras na mão, pronta para te rebaixar e te humilhar.
Egoísta e narcisista, são as palavras que a melhor definem. Para Lee, as outras pessoas não são nada comparadas a ela. Sempre faz comentários ridículos sobre a aparência das pessoas ao seu redor, sempre frisando a sua beleza estonteante. O seu pensamento egocêntrico já lhe rendeu muitos inimigos, que a mesma os despreza com facilidade.
Se tem algum objetivo traçado, ela não medirá esforços e passará por cima de tudo e de todos para conseguir o que quer. É uma garota muito determinada e corajosa, que sempre está a dois passos adiante. Gosta de ser vista como a líder, o que na maioria das vezes acaba ocorrendo, pois Lee sempre tem que tomar partido das decisões.
Ela é o que podemos definir de alguém duas caras. Uma hora ela pode ser a sua melhor amiga, na outra ela estará fofocando seus segredos para todos. Lee não é alguém confiável, pois nunca se sabe o que a garota fará a seguir.
Apesar de toda essa pose e aparência confiante, Lee é uma garota sensível. No fundo, odeia ser do jeito que é, e gostaria de mudar, porém não consegue. Ela queria poder ser mais alegre, mais comunicativa, mais querida por todos. Porém, as circunstâncias a fizeram ser alguém fria e manipuladora, que todos desprezam e mantém distância.
História:
Lee é filha de uma artista coreana e um empresário alemão. Ela nasceu numa noite fria de Berlim, o dia mais feliz da vida de sua mãe. Seu pai tinha suas desconfianças sobre a paternidade de Lee, pois sua mulher o havia traído alguns meses antes do anúncio da gravidez. Por dois anos, se manteve distante da filha, até ver seus traços no rosto da garotinha.
Lee cresceu num ambiente familiar estranho. Sua mãe parecia ter medo do próprio marido, e seu pai só conversava com a garota para dizer o quanto o mundo era cruel, e que ela deveria dar o seu melhor e mostrar o seu potencial. A cada dia, pensamentos egoístas e narcisistas eram implantados e alimentados por seu pai na mente da menininha, que cresceu acreditando fielmente neles.
Com quinze anos, Lee teve a infelicidade de presenciar a cena em que seu pai batia em sua mãe. A garota partiu em defesa da mãe, mas foi duramente ameaçada a ter o mesmo destino se interferisse. Por mais dois anos a garota aguentou ouvir os gritos de dor, até que sua mãe viera a falecer por conta da brutalidade do marido. Seu pai, aquele que amava e confiava plenamente, se mostrou ser alguém sádico e desprezível, alguém que Lee não reconhecia. Foi então que decidiu aceitar a viagem, pronta para se tornar outra pessoa, alguém completamente diferente daquela pessoa que seu pai induzira a ser.
Gostos: Doces | Dias chuvosos e nublados | Frio | Passar madrugadas acordada | Ler | Coisas fofas | A cor vermelha | Estrelas | Ficar sozinha | Coisas coloridas e chamativas | Rock clássico e indie
Desgostos: Invasão de privacidade | Comida apimentada | Pessoas sem personalidade | Coisas sem graça | Falta de atenção | Lerdeza | Calor | Mentiras
Qualidades: Atenciosa | Sinceridade | Inteligência | Determinação | Senso de liderança | Companheirismo
Defeitos: Narcisismo | Arrogância | Falsidade | Insegurança | Egoísmo
Fobias: Talassofobia | Aracnofobia | Claustrofobia
Medos: De ser rejeitada | De não ser a mais importante | De decepcionar
Traumas: Ver seu pai bater em sua mãe | Quando se afogou numa praia, ainda quando era pequena
Cicatrizes?
Não
Tatuagens/Piercings?
Não
Vícios?
Cigarros, chicletes e café.
Tipos de roupa:
Casual



Formal



Pijama



Banho



Celular:

Como reagiu ao ver o que tinha feito?
Não acreditou no que estava fazendo, e começou a rir. Estava feliz e assustada ao mesmo tempo, mas a adrenalina em suas veias a impediu de voltar, pois gostava da sensação de perigo que o desconhecido causava.
Como reagiu a ser convidado(a)?
Em suma, pensou em recusar. Mas pensou melhor, vendo que aquela era sua oportunidade de se tornar alguém melhor.
Como reagiu longe da família?
Ficou muito bem, como não ficava a anos. Lee tinha certeza de que onde quer que estivesse, sua mãe estaria com ela.
Como age com:
Park Dahyun:
Nunca falou com a garota, então é ela em seu canto e Lee no seu. Ela não gosta de interagir com as pessoas, e para Lee, Dahyun não significava nada.
Kim:
Não se dão muito bem, mas não é aquele ódio mortal como muitos dizem. Kim na verdade nem queria convidá-la, mas por fim, não pôde deixar a oportunidade passar. Lee prefere manter distância, mas Kim sempre a acaba provocando.
Amigos/Amigas:
As poucas amizades que Lee cultiva são tratadas com o maior carinho. São poucos aqueles que vêem seu lado amoroso, e seus amigos são os privilegiados. Ela se mostra ser alguém divertida e companheira, diferente daquela Lee que despreza a todos.
Par:
Lee não é a pessoa mais romântica do mundo, mas sabe agradar alguém. De início, se mostra indiferente e fria, mas é apenas uma maneira de se proteger e camuflar seus verdadeiros sentimentos. Gosta de fazer a pessoa amada rir, mesmo que a piada seja completamente idiota, e é capaz de fazer tudo pela pessoa.
Um namoro sério ou sexo casual?
Sexo casual
Doces ou salgados?
Doces
Comida apimentada ou azeda?
Azeda
Suco ou refrigerante?
Refrigerante
Cigarro ou bebida alcoólica?
Cigarro
Noite ou dia?
Noite
Frio ou calor?
Frio
Plantas ou flores?:
Flores
Curiosidades:
• Ela é diabética, mas come doces mesmo assim.
• Vive com chicletes na boca, fazendo bolhas com a mesma o tempo inteiro. Isso virou sua marca registrada.
• Suas bandas favoritas incluem The Clash, The Beatles, Sleeping With Sirens, Foster The People e Franz Ferdinand.
• Desde que presenciou a brutalidade de seu pai, ela não confia em homem nenhum.
• Costuma xingar em alemão.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...