~Neivbo

Neivbo
Nome: Luiza Carvalho de Souza Pestana
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Teresopolis, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 17 de Novembro
Idade: 19
Cadastro:

Personagem - Focus


Postado

FICHA


Nome: Alexandra Fontebelle

Significado: Significa "protetora do homem" ou "defensora da humanidade".

Apelido: Alex

Codnome: Guri

Idade: 22 anos

Nacionalidade: França, Bordeaux

Aparência:









Descrição da aparência:

Ela é um pouco mais alta do que a maioria das garotas. É magra, com porte físico forte, mas ainda com as curvas que a diferencia dos meninos (quando trabalha, ela usa roupas largas para esconder tais curvas). Tem cabelos castanho escuro e cheios. Sobrancelhas grossas, e longos cílios que emolduram os olhos castanho claro. Rosto fino, com traços fortes e brutos. Tem arranhões por todo corpo. Por casa da aparência, é muito confundida com um rapaz.


Photoplayer: Rachele Schank

Personalidade:

Alex é a definição de elegância, serenidade e sutileza. É uma pessoa que nunca perde a pose. Tem movimentos lentos e graciosos e quase nunca bruscos e barulhentos. Alguém que gosta de uma boa xícara de chá e uma boa conversa. É uma pessoa centrada e firme. Sempre pensa antes de agir e nunca deixa que a situação a sua volta afete sua calma e elegância. Uma pessoa de movimentos delicados e rápidos quando preciso. Observadora. Apesar de sua habilidade de conversação, nunca se mete em uma discussão, apenas quando ela é solicitada para apartar. Alguém que sempre evita, na medida do possível, um confronto com alguém. É paciente, nunca se importando em explicar, se necessário, mil vezes ao um não entendedor. Nunca eleva a voz, mantendo-a sempre baixa e morna. Uma pessoa gentil e de presença materna.
Porém, quando tem que trabalhar, sua personalidade tem que ser deixada um pouco de lado, e substituída pela qual usa em serviço, quando se transforma em um rapaz. A elegância, a calma e a sutileza permanecem, mas com um acréscimo a mais. Ela "vira" uma pessoa sedutora, de lábia infalível. Mas não a culpe! Ela apenas tem que garantir o pão do dia e, convenhamos, ela não desgosta do trabalho.
Alex não é manipuladora, mas quando é preciso, ela usa seu talento sedutor masculino para convencer alguém e conseguir o que quer. Só usa esse "talento" quando é extremamente necessário, mas é inegável o talento que tem. Apesar de tudo, ela não é homossexual, ficando até bem nervosa na presença de algum homem que demonstre interesse nela.


Sexualidade: Feminina

Opção sexual: Heterossexual

História:

Alex morava em Bordeaux, na França. Foi criada pelo tio, Evan Fontebelle, irmão mais novo de seu pai desaparecido. Sua mãe e seu pai se casaram muito novos ao mando da família, para que, assim, as duas famílias mais reconhecidas - e temidas - no ramo empresarial pudessem, enfim, consolidar o reinado. Porém, Hanna Bernard - a nova Srª. Fontebelle (ou Rainha Fontebelle, como era conhecida pelos sócios e rivais da empresa) - não aguentava mais a pressão imposta pela família, e tudo piorou quando descobriu que estava grávida da primeira filha. A nova princesa do reino dos Fontebelle. Apesar da filha saudável que gerara, Hanna entrou em depressão e se isolou em um quarto separado do marido.
Alex cresceu bem e saudável, porém, seu pai, o Rei, não estava feliz em saber que a herdeira legítima de todo o seu "reinado" era uma frágil garotinha, e bem... como sabia que não teria como "gerar" outro herdeiro, só lhe veio apenas uma opção: A princesinha da família Fontebelle seria transformada em um rapaz. A genética ajudara: a garota tinha traços brutos e fortes, como os do pai. Se não fosse pelas curvas que começavam a aparecer, e pelo cabelo longo que tinha, qualquer um que não a conhecesse poderia logo chamá-la de rapaz. Então a transformação foi feita, e logo nos primeiro anos de vida, a princesa Alexandra Fontebelle, com seus 6 anos de idade, havia se transformado no príncipe Alexander Fontebelle, o novo herdeiro (MENINO!) do reinado de negócios mais influente do país.
Então Alex viveu assim. Sendo tratada como menino pelos sócios que visitavam sua casa, e até mesmo pelo pai, sendo lembrada que era uma menina apenas nos momentos sozinhas, em que podia ver seu corpo crescer, e pelas empregadas, que ainda a tratavam como uma princesinha a qual havia nascido pra ser. Porém, apesar de tudo, ela não se incomodava em ser confundida e tratada como um garoto. Para ela isso era considerado um desafio a qual valia a pena passar pela família.
Porém, quando a rotina lotada de aulas dos mais variados tipos lhe subia pela cabeça e parecia fazê-la explodir, Alex visitava sua mãe em seu quarto, que a essa altura parecia que estava em estado vegetativo. Hanna falava com ninguém, e era tratado como uma doente. Entretanto, sempre que sua agenda cheia lhe permitia, Alex ia se deitar ao lado da mãe e lhe contava como fora seu dia. E em dias em que as empregavas diziam que ela estava mal, Alex se esgueirava na noite pra ir até o quarto da mãe para lhe contar histórias.
Um dia, após feito seus 13 anos, seu pai havia sumido. Ninguém da casa sabia onde ele estava. E assim foi, semanas de busca e ninguém o encontrava. Rumores diziam que Christopher Fontebelle, o Rei, havia ficado louco com a pressão dos negócios e fugido. Outros diziam que havia encontrado se apaixonado por outra mulher, e fugido com ela, ou que havia sido morto por um concorrente e seu corpo havia sido deixado nos buracos mais profundos e escuros da cidade. Das três, podia se dizer que, ao menos a última não era verdadeira, pois até mesmo nos lugares que não eram buracos, ele foi procurado. Não importasse a forma, o que importava é que ele havia realmente fugido.
Apesar da maturidade e seriedade para uma criança de sua idade, Alex ainda não estava pronta para dirigir os negócios da família, e a única solução encontrada foi chamar o caçula da família Fontebelle, Evan, para redigir os negócios da família. Evan era um aventureiro, nunca havia se importado com riquezas ou patrimônio. Acreditava que viver a vida era apenas viver a seu modo, então imagine a cara de desgosto no primeiro dia em que chegou à fortaleza Fontebelle! E logo ele, que sabia NADA de como administrar o próprio dinheiro, imagine um IMPÉRIO de negócios! Sua salvação, nas primeiras semanas, foi o conhecimento de uma jovem promissora no assunto, mas que por algum motivo, agia com uma maturidade maior que a do próprio tio. E então o velho jovem Evan estabeleceu uma nova meta: retirar daquela criança-adulto todo o aprendizado prematuro que recebera. Depois, é lógico, de estabilizar os negócios da família. O que não deu muito certo: A empresa havia falido, apesar dos sábios conselhos de Alex, os quais Evan tinha sempre a cara de pau de não aderir. Com o dinheiro que restara, que apesar de não muito, era o suficiente para três pessoas (Hanna, Evan e a própria Alex) sobreviverem por um tempo. Logo, eles se mudaram para uma cidade onde lá se estabelecem até hoje. Alex (já com 15 anos), assim com Evan, teve que procurar um emprego para o qual pudesse ajudar na renda da família, e seria injusto dizer que tais aulas massacrantes que tivera serviram para nada. As aulas de línguas e instrumentos a ajudaram a conseguir um bom emprego em um café da cidade. E mais: Graças aparência masculina, ela conseguiu como garçom! No começo, era indiscutivel o quanto lhe era incomodo o assédio das clientes (e dOs clientes) e como ela era enferrujada na parte em "retribuir", de forma elegante e sofisticada, tal assédio [Nota: Já assistiu Amnésia? Se não, ela é tipo o Ikki (até na forma como trata os clientes, mas isso não é "natural dela". Se não, pense em um café maid com homens shuahsuhaus ou pense em Kaichou-wa Maid-Sama, nos episódios em que a Misaki se veste como homem e recebe e dá aquela atenção aos clientes shuashush tipo isso)


Família:

PAI



Nome: Christopher Fontebelle

Idade: 40 anos

Aparência:



Profissão: Ex-Empresário.

Personalidade: Um homem muito sério e sem humor. Bastante rígido e perfeccionista. Negócios sempre em primeiro lugar! Não é muito de falar ou de se socializar com alguém fora do ramo de negócios. Falava com Alex apenas o necessário.

Relação: Sua relação com seu pai nada mais era do que mera formalidade. Não conversam coisas pessoais. Apenas dirigem a palavra um ao outro quando se trata de assuntos de estudo. Mas ela não guarda rancores, e o ama mesmo assim.

Vivo o Morto? Desaparecido.


MÃE



Nome: Hanna Fontebelle

Idade: 39 anos

Aparência:



Profissão: Não tem

Personalidade: Era uma pessoa triste e de mal com a vida. Tinha muitos pensamentos negativos e suicidas. Sempre se deixava ser manipulada pela família, tornando-se infeliz.

Relação: Sua mãe é doente desde que Alex se entende por gente. Nunca conversou com ela, muito menos sabe como é sua voz. Mas ainda sim a ama. Tenta ser o mais cuidadosa possível com ela e é super protetora quando alguém estranho aparece. Lave as mãos antes de tocar em Hanna Fontebelle! Alex se certificará que você fará isso!

Viva ou morta? Viva


TIO



Nome: Evan Fontebelle

Idade: 30 anos

Aparência:



Profissão: Professor de Geografia
Personalidade: Alguém auto astral e sempre de bem com a vida. Uma pessoa "de boas". Estar com ele é como recarregar as energias! Porém, apesar disso, às vezes ele é bem crianção e infantil, parecendo ser mais um adolescente do que um adulto.

Relação: Está mais para mãe e filho. Até parece que é Alex quem é a responsável por ele. Apesar disso, eles se amam e vivem sempre em discussões saudáveis - devida a constante infantilidade do tio. Ela puxa sua orelha quando é necessário, mas inveja sua capacidade de fazer piadas inteligentes.

Vivo ou Morto? Vivo

Par? Sim! Fique a vontade para escolher :3

Gosta:
- Chá
- Dias frios.
- Coisas retrô
- Tocar violoncelo
- Gatos (tem taques de fofura)
- Piadas bem feitas (ela tenta criar, mas ninguém as entende)
- Olhos claros.

Desgosta:
- Insetos
- Barulhos agudos e constantes.
- Que a cutuquem
- Covardia.
- Calor
- Coisas amargas
- Cachorros
- Contato físico

Medos:
- De ser responsável por afundar o nome da família na lama.

Traumas:
- Quando teve que abandonar sua casa em Bordeaux, deixando tudo o que conhecia para trás. Não quer que isso aconteça novamente.
- Não gosta de contato físico por conta de seu segredo

Fobias:
- Cães
- Gansos

Manias:
- Estala a lingua quando está pensativa
- Bagunça o cabelo quado irritada
- Estala os dedos quando ansiosa

Hobbies :
- Tocar violoncelo
- Estudar

Habilidades:
- Fala quatro línguas: inglês, francês, alemão e romeno.
- Tem o poder da palavra! Consegue discursar muito bem! Consegue convencer qualquer pessoa.
- Pela estatura e porte físico, ela é uma pessoa bem ágil e elástica.
- Pensa rápido e não cede à pressão.
- Bom porte físico

Qual seu objetivo na vida? Reabrir a antiga empresa do seu pai e torná-la, novamente, uma das mais influentes e bem sucedidas do país.

Fraquezas:
- Psicológica: Doença da mãe
- Física: Pele sensível e cheia de arranhões

Qualidades:
- Boa conselheira e ouvinte. Quase como uma mãe.
- Paciente.
- Pensa rápido e é bem inteligente.

Defeitos:
- Faz péssimas piadas. Ri das mais toscas.
- Muito ingênua. Acredita fácil nas pessoas. Acha que todas são/podem ser boas.
- Exige muito de si mesma.

Amigos e inimigos: Esperarei mais fichas <3

Segredo: MP

Como trata:

Par: No começo ela será bem estranha. Mas conforme ela for criando confiança, será alguém amável e carinhosa, com muito amor para dar! Meio tímida, claro, pois não está acostumada em ser tratada como mulher, mas fará o possível para melhorar. Será um pouco ciumenta, mas quem não é?

Amigos: Adora estar do lado de cada um deles. Fará o possível ara ajudá-los e não deixará ninguém machucá-los. Ela é considerada a "mãe" do grupo, por geralmente ser a mais sensata, além de aconselhar e sempre ouvir o que eles têm a dizer. Tenta sempre fazê-los rir, mas nunca tem muito sucesso, pois suas padas são péssimas.

Inimigos: Mesmo sendo da linha inimiga, tentará ser compreensível. Óbvio que se pisarem no seu pé, ela se tornará mais séria e fria, sempre querendo alfinetar e provocar. Mas ainda sim teria um pézinho mais no sentimental do que no racional, tentando resolver os problemas com chá e uma conversa.

Chefes: Os tratará com respeito, mas tentará ao máximo não ser vista como uma empregada, e sim como uma amiga ou alguém de confiança. Será fiel e escudeira.

Algo mais?
- Ela fazia faculdade de administração.


Personagem de AHS: Elsa


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...