~mmbenetti

mmbenetti
Harém é minha paixão
Nome: Mislaine Benetti
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Jacarei, São Paulo, Brasil
Aniversário: 19 de Setembro
Idade: 31
Cadastro:

ChanSooHun


Postado

ChanSooHun

Trecho de ChanSooHun

No mar de dor Kyungsoo sentiu braços frios o erguer e então o vento ao redor indicou que alguém corria com ele. A voz baixinha, mas sem sentido denunciava Sehun e ao saber que estava com ele ao menos a dor se tornou suportável, se morresse pelo menos estaria nos braços do seu protetor.
Outra onda de cólica lhe tirou os pensamentos e quando voltou a respirar sentiu uma mudança sutil, algo o tocava e não eram mãos, então uma picada e depois outra lhe arrancou da dor o jogando em outra, menos dolorosa que aos poucos foi se amainando até se tornar apenas um incomodo que no entanto não o deixava abrir os olhos, uma força estranha o puxava para baixo e mesmo não sentindo mais seu corpo, ele sabia que não podia despertar, nem se mexer, estava sendo sugado e levado para longe do próprio corpo, estava flutuando, perdido em lugar nenhum e ficou assim, em transe por um tempo que imaginou que jamais ia acabar. E então, do nada, parou.
Kyung não soube quando abriu os olhos, mas ao fazer ele os fechou quase no mesmo instante e ofegou, seu coração começou a bater frenético e achou que ia ter um ataque até que se sentiu cercado de novo embora não tocado e todo o desespero passou. Ele tentou abrir os olhos mais uma vez e o que viu o chocou.
Sehun tinha seus olhos cinza brilhantes e agora em um desconhecido tom quase metálico sobre si, sem camisa e com sangue escorrendo pelo canto da boca onde dois caninos afiados tocavam o lábio inferior. Chanyeol ofegava ao seu lado também, sobre a imensa cama negra desconhecida e estava na mesma situação, seus olhos escuros brilhavam, seus caninos brancos e afiados estavam à mostra e sangue cobria todo o seu peito nu. Os dois pareciam horripilantes e lindos, quase como dois guerreiros assassinos e só quando Soo piscou de novo é que se moveram.
_Como está dor?
A voz de Chanyeol soou contida e mais grave do que o normal. Kyung respirou fundo.
_Passou. O que aconteceu?
_Vamos discutir isso depois.
E Sehun veio até ele e o ergueu. Só então notou que estava nu, coberto de sangue e estranhamente quente.
_Mas o que...?
_Shiiii.
Ele o carregou para um banheiro conjugado onde uma banheira coberta de água fumegante já estava pronta. Ele lhe colocou com cuidado e Soo fechou os olhos diante do prazer. Então ouviu ruídos e voltou a abrir os olhos.
Ambos os homens entravam na banheira também e enquanto Chanyeol veio ao seu lado e o ergueu até que Kyung ficasse entre suas pernas e encostado em seu tórax, Sehun se colocou a sua frente e começou a banhá-lo com cuidado. Tentou quase desesperadamente não pensar que estava na banheira com eles, todos nus e sendo lavado pelas mãos de Sehun enquanto Chanyeol acariciava seus ombros e pescoço, o calor os envolvia como um manto pacifico.
_Tem certeza que não sente mais nada?
A voz de Channie ao seu ouvido soou ansiosa, Kyung deixou-se cair mais nele não resistindo as caricias.
_Não, mas eu não entendo...
_Vamos te explicar, Kyungsoo, mas depois, primeiro deixe que cuidemos de você, essa noite vamos apenas cuidar de você, juntos.

Fanfic Yin and Yang


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...