~mmbenetti

mmbenetti
Harém é minha paixão
Nome: Mislaine Benetti
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Jacarei, São Paulo, Brasil
Aniversário: 19 de Setembro
Idade: 31
Cadastro:

Overdose


Postado

Overdose

_Kai... Kai, venha comigo.
Ele escutava a voz dela em sua mente o chamando e de repente se imaginou estendendo a mão, só que ele realmente tocou em uma pele macia. Despertou de súbito.
Sua mão tocava o pescoço dela, ela que estava debruçada sobre ele com uma vela em uma das mãos enquanto a outra tocava seu peito, seus cabelos longos soltos caiam sobre ele como uma cortina e ela sorria.
_Você dormiu aqui a noite toda.
Ela falou baixinho, sorrindo.
Kai perdeu a mente naquele segundo em que seus olhos acompanharam cada palavra de seus lábios, se sentia embriagado mesmo que ainda sonolento, seu sangue passou a correr sôfrego, quente e sua respiração se alterava irreversível. Estava tonto com o perfume dela, ela cheirava a uma mistura de flores doces que podia viciá-lo, ele sabia disso. Tão perto, tão perto... Era tudo em que sua mente pensava naquele momento.
Ele precisava dela, ele a queria... Ela seria sua overdose?
Ele se ergueu e fez o que estava inconscientemente desejando, cobriu sua boca com a dele, puxando-a para seu corpo e fazendo com que a vela caísse e a única chama de luz de fosse. Ele não precisava de luz, ele precisava apenas dela. E a boca feminina era tão macia, tão quente, tão frágil que ele sabia que estava ficando bêbado de êxtase, uma voz resmungava em sua cabeça como um refrão insistente “Eu não posso parar... Eu não posso parar”.
Ele a puxou mais para si, circulou seus braços pela cintura dela de forma mais firme e aprofundou o beijo até que ambos necessitassem de ar desesperadamente. Mas ele não a libertou, não podia, não queria. Só se afastou milímetros para que ela respirasse antes de deitá-la na esteira e voltasse a beijá-la da maneira que queria, e ele a queria muito, intensamente, como um louco.
_Kai...
Ela chamou quando ele lhe deu mais um segundo para respirar.
Ele fechou os olhos desesperado por controle. Tocá-la tinha sido perigoso, ela era um vício perigoso... Mas ele não podia parar a si mesmo. Ele precisava dela e o por que, não fazia a mínima ideia.
_Kai... Respira.
Ela lhe disse calma, serena, tranquila. Ele assentiu.
Entretanto, não se afastou, não podia, o lugar dela era com ele e mesmo sabendo que provavelmente agia como um atacante enlouquecido ele não se controlava, era como se estivesse intoxicado pela presença dela, principalmente ali, sozinhos, na escuridão do fim da noite.


Fanfic A terceira filha

Escutando: Overdose - Exo

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...