• Humanity Against Attacks •


Postado




•••

ωє ωıłł ωıη

•••



Mostrar Spoiler: τнє cяαzy sqυα∂ łєα∂єя's sση



ησмє:
Takeshi Zoë



ı∂α∂є:
17 anos



αραяêηcıα:
Takeshi é um rapaz fisicamente muito desenvolvido para a pouca idade que possui com seus exatos 1,94 m de altura e 64 kg.
Sua pele é branca, levemente bronzeada por causa da exposição ao sol durante os treinamentos e esta carrega algumas cicatrizes em sua extensão, prova do empenho do rapaz para aprender a manusear com perfeição todo tipo de lâmina, além do DMT.
Seus cabelos são lisos, com leves ondulações em seu comprimento, e possuem um tom que, dependendo da iluminação, pode parecer loiro acobreado ou castanho claro, e este quando solto alcança suas omoplatas, porém ele sempre os usa em um rabo de cavalo mal feito.
Seus olhos são fendados, quase felinos, emoldurados por cílios longos e espessos e donos de orbes cor de âmbar, e seu rosto possui traços firmes, mas muito bem desenhados, com um nariz reto e afilado, bochechas levemente proeminentes e lábios finos e rosados.
Seu corpo, como já mencionado, possui um porte atlético, totalmente proporcional à sua altura, e todos seus músculos bem definidos, mas sem exageros; ombros largos, braços fortes, tórax firme, abdômen definido, bumbum modesto e coxas levemente fartas.



















ρєяsσηαłı∂α∂є:
Apesar de aparentar ser uma pessoa reservada e muito intimidadora à primeira vista por causa de seu tamanho, Takeshi é um rapaz extremamente simpático, descontraído, gentil e animado, exatamente como a mãe, porém é igualmente sincero, genioso, impulsivo e imprevisível.
Costuma dizer e fazer o que lhe vem à cabeça, e às vezes arruma grandes confusões por causa da sua falta de tato e de seu péssimo hábito de reagir primeiro e pensar depois, mas com o tempo de convivência se nota que isso é apenas a falta de jeito dele com certas situações.
Ele é perspicaz, decidido e objetivo, e se esforça bastante para conseguir aquilo que almeja, independente do que for.
O rapaz também é muito brincalhão, dono de um humor involuntário e desinibido que abrange desde coisas leves, como piadas sobre coisas que acontecem no dia a dia, até coisas vulgares, ou mesmo até o famoso “humor negro”.
Ele não costuma perder a calma e o bom humor por qualquer motivo, apesar de parecer ser uma pessoa explosiva, porém mentiras, grosserias, falsidade e violência desnecessária são coisas que realmente o irritam.
Aliás, ele também não é amigável com todos que se aproximam de si. Seu lado intuitivo e seletivo são bem presente em seu dia a dia, então ele sempre analisa as pessoas que se aproximam de si, e simplesmente é hostil e direito com as pessoas com quem seu gênio não se bate.
E esse seu lado instintivo se aflora ainda mais quando ele está fora dos muros, durante uma expedição, onde seu modus operandi é observar, montar estratégias e executar o planejado com o menor número de baixas possível, e quem sabe conseguir capturar novas "cobaias".
Sim, como Hanji, ele é totalmente apaixonado por experimentos científicos estranhos e em estudo aprofundando do comportamento de titãs, mas ao contrário da mãe, ele leva isso com muita seriedade e sempre cobra muito de si mesmo em relação à novas descobertas, além de também trabalhar na aréa de desenvolvimento de novas armas e em possíveis melhorias no desempenho do DMT (Dispositivo de Manobra Tridimensional).
Ou seja, Takeshi pode ser descrito como uma pessoa muito animada, com um senso de humor exótico e uma natureza que pode ser definida como impossível de prever; compreensivo, paciente e, por ser observador e analítico, muito perceptivo porém igualmente impulsivo e com muita dificuldade em se expressar, e é também um ótimo ouvinte, se considera um bom conselheiro, é um amigo extremamente leal e um soldado excepcional.




нısтóяıα:
Qualquer semelhança entre a líder do esquadrão da divisão de reconhecimento e comandante interina Hanji Zoë e Takeshi não é mera coincidência, afinal ele é o filho único da cientista maluquinha que comanda a pesquisa sobre os titãs, mas há um porém nessa história.
Ele não é filho biológico de Hanji, mais exatamente, Takeshi foi uma das várias crianças que perderam suas famílias no ataque dos titãs ao muro em Shinganshina.
Ele passou por tempos difíceis após o ataque, e teve que presenciar várias coisas que não faz questão de lembrar até o dia em que seu caminho se cruzou com o de Levi Ackerman, Erwin Smith, Mike Zacharias e Hanji Zoë.
Ele, sem querer, foi pego pelos quatro durante a sua fuga após roubar comida, e estes tiveram que tomar o garoto sob sua tutela para impedir que ele fosse castigado pelos comerciantes da região.
Eles iriam levá-lo para Trost, e lá o entregariam para que a Polícia Militar desse jeito nele. Porém durante o percurso, que duraria três dias, Hanji notou que ele era muito inteligente, além de ter uma estrutura física além do esperado para a idade, e isso fez com que ela se interessasse por ele, por isso não perdeu a chance de testar o pequeno, o colocando em variadas situações para ver como ele reagiria, e se impressionou com os resultados.
Takeshi, por sua vez, apesar de agir de forma desconfiada e hostil, ficou extremamente impressionado ao descobrir quem eram aquelas quatro pessoas, afinal não imaginava que encontraria com eles até o dia em que pudesse fazer parte da Tropa de Exploração.
Sim, desde essa época, tudo o que ele tinha em mente para seu futuro era que queria lutar contra os malditos titãs com a equipe do homem mais forte da humanidade, o famoso Capitão Levi.
Foi por isso que ele se empenhou para passar nos testes de Hanji, só não imaginava que fosse desenvolver uma grande admiração por aquela que todos consideram louca, e seu sentimento foi recíproco, já que Hanji também se apegou à ele de uma forma que nem ela soube explicar, mas disse aos companheiros que era instinto materno.
Após a chegada em Trost, ainda passaram-se dois meses até que ela pudesse adotar o garoto, que mudou de nome por motivos óbvios, adotando o sobrenome de Hanji, e desde então foi aprendiz dela.
Os laços dos dois se estreitaram tanto com o passar do tempo que hoje nem dá para acreditar que eles não compartilham o mesmo DNA, já que são muito parecidos tanto em personalidade a quanto em aparência, porém Takeshi é notavelmente brilhante, tanto como pesquisador e cientista quanto como soldado, sendo que só não foi um dos melhores alunos em classificação por que ele odeia esse tipo de coisa, mas ele sabe manusear o DMT tão bem quanto os dois melhores alunos que se formaram consigo.




∂ıƒıcυł∂α∂єs:
• Ele não sabe se expressar direito, e sempre acaba criando problemas por se expressar mal ou por entender errado certas situações.
• Não sabe trabalhar bem em equipe.
• É demasiadamente sincero, fala exatamente o que pensa, sem se importar se aquilo vai ser levado como crítica construtiva ou como ofensa, e às vezes age por impulso.
• Não gosta de receber ordens.




qυαłı∂α∂єs:
• Apesar de não gostar de demonstrar, ele é excepcionalmente inteligente e tem memória fotográfica.
• É muito hábil com armas brancas, principalmente espadas, katanas e adagas.
• Domina cinco tipos de artes marciais: Kendô, Aikido, Karatê, Jiu Jitsu e Krav Magá.
• É um ótimo estrategista, ou seja, durante um combate, ele sempre observa o oponente e analiza todas as possibilidades antes de responder aos ataques, dificilmente perde em combates one-a-one e, quando trabalha em equipe, raramente tem baixas.
• Apesar de ser muito alto, seu corpo é rápido e ágil, além de ser mais forte do que aparenta.




gσsтσs:
• Armas brancas
• Artes marciais
• Combates
• Desafios
• Livros
• Música
• Café
• Bebidas alcoólicas
• Pessoas exóticas
• Desenhar
• Cozinhar
• Fazer jardinagem
• Observar as estrelas
• Sair em expedições
• Estudar titãs
• Manusear seu DMT




∂єsgσsтσs:
• Mentira
• Falsidade
• Grosseria
• Injustiça
• Violência desnecessária
• Desordem
• Poluição sonora
• Lugares cheios
• Pessoas convencidas
• "Rótulos"
• Receber ordens
• Ser interrompido
• Não poder fazer nada
• Perder pessoas por incompetência
• Ter sua inteligência subestimada
• Perder




яєłαçãσ cσм σs мємвяσs ∂α єqυıρє:
Inicialmente, a relação dele com os demais não será tão boa, já que ele sempre é sincero demais e não mede palavras, o que faz com que os outros o achem arrogante, grosso e insensível, mas com o passar do tempo eles vão notar que Takeshi tem dificuldades em se expressar (Como o Sai, de Naruto Shippuden), então tudo vai ir se ajeitando.
As coisas vão melhorar à medida que ele for aprendendo a controlar sua língua e a confiar em seus companheiros de equipe, assim como em seu líder, de quem não tinha uma boa impressão no início. (Ele achava o filho de Levi muito convencido.)




яєłαçãσ cσм σ ραя:
Takeshi é uma pessoa sincera e direta, bem se vê, então seu par terá que saber lidar com seu gênio forte ou os dois viverão em pé de guerra.
Independente disso, o garoto não se importa em demonstrar que faz o estilo Don Juan; ele é cortês, gentil e sedutor ao extremo com seu par, sempre agindo como um perfeito cavalheiro ao abrir portas, puxar a cadeira para que sua "ojou-chan" sente e levando café da manhã na cama.
Mas ele também não deixa de jogar olhares cheios de malícia, fazer gestos insinuantes e falar coisas em duplo sentido no ouvido dela, apenas para ver sua garota constrangida.
Inesperadamente, ele também tem seu lado romântico, que gosta de coisas como andar de mãos dadas, comprar presentes para sua garota, sair com ela para passear ou simplesmente ficar em casa com ela, para ler um livro qualquer que os dois gostem enquanto estão abraçados na cama.
Quanto ao ciúme e a superproteção, ele não é de fazer escândalos nem de ficar sufocando seu par, pelo contrário, ele gosta de vê-la se divertindo com seus amigos, isso por que ele confia totalmente nela.
A única coisa que ele exige de sua namorada, além de amor e carinho -por que sim, ele tem um lado muito manhoso e carente-, é sinceridade, já que ele não tolera mentiras e traições.




ραя:
Ainda não definido.



αłgσ мαıs?
• Tem manias estranhas como ficar encarando as pessoas sem nenhum motivo aparente, ler de cabeça para baixo e falar sozinho.
• Possui duas fobias: Monofobia (fobia de se sentir sozinho) e Cinofobia (fobia de cachorros), e seus ataques de ansiedade recorrentes desses medos irracionais são realmente engraçados, já que ele deixa sua aparência madura de lado e age como uma criança amedrontada.
• Ele é intolerante à mentiras, não importa seu grau ou motivo, e fica extremamente magoado quando alguém mente para sí.
• Não gosta de admitir, mas gosta muito de coisas e pessoas fofas.
• É viciado em cubos de açúcar, e sempre tem um saquinho cheio deles na bolsa, mas ironicamente, ele não gosta de doces.
• Gosta de fazer jardinagem, ou seja, cuidar de flores e plantas, podá-las e plantar frutas e vegetais. É algo incomum, mas ele tem isso como uma terapia. Tem uma estufa atrás do QG.







Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...