~santan-

santan-
H E L L
Nome: — [𝚍]𝚒𝚊𝚗𝚊𝚋𝚒𝚗𝚑𝚊 ✡ ℒύcιfєя ❥ ❝S A N T A N❞ ★ 𝔈𝔰𝔱𝔯𝔢𝔩𝔞 𝔡𝔞 𝔐𝔞𝔫𝔥𝔞̃
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Florianopolis, Santa Catarina, Brasil
Aniversário: 1 de Junho
Idade: 16
Cadastro:

▂ ▃ ▄ ▅ ▆ ▇ █❝𝒜𝓁𝒾𝒸𝑒 𝒮𝒶𝒸𝓇𝒾𝒻𝒾𝒸𝑒❞❣ █ ▇ ▆ ▅ ▄ ▃ ▂


Postado



❝Elogios não me elevam...
Críticas não me rebaixam...
Sou o que sou e não o que acham...❞



BASICO

𝙻𝚎𝚞 𝚊𝚜 𝚛𝚎𝚐𝚛𝚊𝚜 𝚎 𝚊𝚜 𝚒𝚗𝚏𝚘𝚛𝚖𝚊ç𝚘̃𝚎𝚜?
Sim, li!


𝙵𝚊𝚟𝚘𝚛𝚒𝚝𝚘𝚞?
Favoritei


𝚂𝚊𝚋𝚎 𝚚𝚞𝚎 𝚜𝚞𝚊 𝚙𝚎𝚛𝚜𝚘𝚗𝚊𝚐𝚎𝚖 𝚝𝚎𝚖 𝚞𝚖 𝚐𝚛𝚊𝚗𝚍𝚎 𝚛𝚒𝚜𝚌𝚘 𝚍𝚎 𝚖𝚘𝚛𝚛𝚎𝚛, 𝚜𝚎 𝚜𝚞𝚒𝚌𝚒𝚍𝚊𝚛, 𝚎 𝚌𝚘𝚒𝚜𝚊𝚜 𝚙𝚒𝚘𝚛𝚎𝚜, 𝚝𝚞𝚍𝚘 𝚏𝚛𝚞𝚝𝚘 𝚍𝚊 𝚖𝚒𝚗𝚑𝚊 𝚖𝚎𝚗𝚝𝚎 𝚖𝚊𝚕𝚞𝚌𝚊?
Sim, eu sei. Sou maluca de nascença, pode vir!


𝙿𝚘𝚜𝚜𝚘 𝚖𝚊𝚗𝚍𝚊𝚛 𝙼𝙿, 𝚙𝚊𝚛𝚊 𝚙𝚎𝚛𝚐𝚞𝚗𝚝𝚊𝚜 𝚜𝚘𝚋𝚛𝚎 𝚊 𝚟𝚘𝚝𝚊ç𝚊̃𝚘 𝚍𝚎 𝚚𝚞𝚎𝚖 𝚜𝚎𝚛𝚊́ 𝚊 𝚙𝚛𝚘́𝚡𝚒𝚖𝚊 𝚊 𝚖𝚘𝚛𝚛𝚎𝚛 𝚘𝚞 𝚚𝚞𝚎𝚜𝚝𝚒𝚘𝚗𝚊𝚖𝚎𝚗𝚝𝚘𝚜 𝚜𝚘𝚋𝚛𝚎 𝚊 𝚜𝚞𝚊 𝚙𝚎𝚛𝚜𝚘𝚗𝚊𝚐𝚎𝚖?
Claro! Estou sempre livre


PERSONAGEM

𝙽𝚘𝚖𝚎
Aisha Therese Morgenstern


𝙸𝚍𝚊𝚍𝚎
18 anos | geminiana


𝙰𝚙𝚎𝚕𝚒𝚍𝚘𝚜
Angel — usado normalmente apenas quando querem irritá-la. Foi dado por um de seus amigos devido à sua beleza angelical. Ela, definitivamente, odeia. O apelido pegou e quem gosta de vê-la com raiva a chama assim.

Tessie — este é pessoal. Dado por seu pai, não gosta quando outras pessoas o utilizam. Quase ninguém tem consciência deste, já que seu pai se encontra morto e esse apelido era utilizado quando a garota era criança. As vezes, raramente, gosta de ouvi-lo, pois lembra da suavidade que ele era pronunciado na boca do pai.

Ashe — utilizado por seus amigos, em geral, ela é chamada assim, não sendo nem Aisha nem Therese. Gosta bastante, pois além de ser uma abreviação de seu nome, esse apelido lhe é bonito ao seu ponto de vista.

Baixinha — referente à sua baixa estatura para a sua idade. É usado por desconhecidos quando querem se referir à ela. Odeia, pois não é por quê é baixa que se torna motivo para risos e piadinhas.

Lady Satanás — Lúcifer é referido como um dos mais belos anjos, o anjo caído mais famoso da história, o duas caras. Aisha possui uma aparência angelical, mas seu coração guarda uma personalidade forte e reservada.


𝙰𝚙𝚊𝚛𝚎̂𝚗𝚌𝚒𝚊





𝙳𝚎𝚜𝚌𝚛𝚒ç𝚊̃𝚘 𝚍𝚊 𝚊𝚙𝚊𝚛𝚎̂𝚗𝚌𝚒𝚊
Para quê maquiagem quando nasceu abençoada por Aphrodite? Os traços delicados de seu rosto revelam um alma gentil e sensível, seu rosto sendo de um formato redondo. Os cabelos são de uma tonalidade dourada, parecendo fios de ouro quando vistos pela iluminação solar. Formam ondulações nas postas, possuindo um leve cheiro azedo de limão — ela gosta, sempre foi mais fã de limão do que de doces —. As sobrancelhas são castanhas e levemente grossas, estando sempre com os pelinhos arrumados. Os cílios são longos e finos. O nariz é arrebitado, sendo um traço incrivelmente bonitinho em seu rosto. Os olhos são uma verdadeira mistura de emoções. Normalmente estão da coloração de uma safira, mas podem apresentar-se azul acinzentados, como nuvens carregadas de chuva. No seu caso, são lágrimas. A boca é pequena, perfeita para o seu rosto. Os lábios são rosados e levemente carnudos, mas nada extravagante; dentes brancos e bem alinhados. Ela é uma garota considerada ''tábua''. Os seios, as coxas e as nádegas são pequenos para a sua idade, não cresceram praticamente nada desde seus quinze anos. Ela é magra e baixa para a sua idade, algo que influencia na sua pose de boneca de porcelana. Pesa 55kg e mede 1,61m.


𝙽𝚘𝚖𝚎 𝚍𝚊 𝚙𝚎𝚛𝚜𝚘𝚗𝚊𝚐𝚎𝚖 𝚍𝚎 𝚚𝚞𝚎𝚖 𝚙𝚎𝚐𝚘𝚞 𝚊 𝚊𝚙𝚊𝚛𝚎̂𝚗𝚌𝚒𝚊
Chitoge Kirisaki


𝙿𝚎𝚛𝚜𝚘𝚗𝚊𝚕𝚒𝚍𝚊𝚍𝚎
❝𝒜𝓅𝓇𝑒𝓃𝒹𝒾 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓊 𝓃𝒶̃𝑜 𝓅𝑜𝓈𝓈𝑜 𝑒𝓍𝒾𝑔𝒾𝓇 𝑜 𝒶𝓂𝑜𝓇 𝒹𝑒 𝓃𝒾𝓃𝑔𝓊𝑒́𝓂. 𝒫𝑜𝓈𝓈𝑜 𝒶𝓅𝑒𝓃𝒶𝓈 𝒹𝒶𝓇 𝒷𝑜𝒶𝓈 𝓇𝒶𝓏𝑜̃𝑒𝓈 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝑔𝑜𝓈𝓉𝑒𝓂 𝒹𝑒 𝓂𝒾𝓂 𝑒 𝓉𝑒𝓇 𝓅𝒶𝒸𝒾𝑒̂𝓃𝒸𝒾𝒶, 𝓅𝒶𝓇𝒶 𝓆𝓊𝑒 𝒶 𝓋𝒾𝒹𝒶 𝒻𝒶ç𝒶 𝑜 𝓇𝑒𝓈𝓉𝑜.'' — 𝔚𝔦𝔩𝔩𝔦𝔞𝔪 𝔖𝔥𝔞𝑘𝔢𝔰𝔭𝔢𝔞𝔯𝔢❞

Não adianta negar; a primeira coisa que seu cérebro pensará ao vê-la será: alerta, garota gentil, sensível e chorona. Apesar dessa fajuta impressão, é óbvio que, ao conhecê-la melhor, não é nem um pouco disso. Com uma personalidade reservada, Aisha geralmente é vista sozinha, apenas com um livro na mão. Ela troca facilmente a companhia de alguém por um bom livro. Completamente típico de sua parte. Sua busca por conhecimentos não tem fim. A garota lê mais e mais, temendo não saber o suficiente para alguém de sua idade. Detesta pessoas que tentam uma proximidade com ela; gosta de ficar sozinha e pronto, aprenda a lidar com isso.
Gosta muito de privacidade, apesar de não demonstrar isso. Não tem problema com pessoas jogando suas objeções em suas costas, mas detesta jogar os seus nas costas dos outros. Ela nunca se abre com ninguém, enquanto todos se abrem para ela. Não gosta de sentir um empecilho na vida dos outros. Aisha acha que não é o suficiente, nada que os outros esperam dela, e isso é um dos motivos de ser tão fechada com seus sentimentos. Suas respostas são curtas e diretas, não gosta de enrolação e acha uma completa perda de tempo. Difícil arrancar alguma resposta longa dela, além de frases monossilábicas ou grossas. É preciso muita insistência com essa garota.
Não sabe lidar com as próprias emoções, quanto mais a dos outros. Costuma dizer respostas curtas, grossas, frias e com sarcasmo pingando. Sua impulsividade gera brigas e constrangimento, pois não consegue manter a boca fechada; fala demais, ofendendo algumas pessoas, e parece não se importar com os sentimentos alheios. Diferente de outras pessoas, não é clara como cristal. Reprime suas emoções, tendo dificuldades de envolver romanticamente ou afetivamente com alguma pessoa.
Com pouca paciência para regras, jogos ou apostas, detesta pessoas que venham fazer piadas para cima de si. Com isso, age agressivamente, e apesar de sua baixa estatura, a expressão ameaçadora faz qualquer um tremer. Também odeia assuntos fúteis, como aqueles que as garotas falam sobre garotos ou maquiagens. Prefere perder seu tempo com coisas mais úteis, como livros ou esportes, e por isso, sempre teve uma melhor relação com garotos. Também, é sonhadora, desprendendo-se da realidade e se desinteressando pela mesma. Prefere viver no seu próprio mundo, onde não existe essa coisa de amor, ódio, assassinatos.
Ela é uma fria observadora. Tem a sensação de não fazer parte dele, e sim ser apenas uma mera estátua para enfeitá-lo. Seus olhos pegam cada detalhe das pessoas, as analisando de um jeito rude e indiferente. A pessoa em questão pode lhe pegar a observando, mas Aisha não se importa, sustentando o olhar. Geralmente, não é ela quem desvia primeiro, e sim a outra pessoa, que se sente intimidado com a compactante massa de sentimentos que são possíveis ali ver; seriedade, sarcasmo, impulsividade. Uma pessoa reservada de corpo e alma.
Aisha cobra muito de si mesma. Evita ao máximo o vazio que sente dentro de si, mesmo que seja inútil. Quanto mais tenta ignorá-lo, mais ele cresce, corroendo toda a sua alma. As vezes, tenta sorrir de forma sincera ou compartilhar alguma memória ou sentimento com alguém, mas não sente... nada. Nada que lhe diga que sinta, realmente, algum sentimento considerado humano. Amor, afeição, tudo isso fora embora na sua infância traumática. Para ela, seu único mecanismo de defesa que restou foi o sarcasmo, agressividade verbal ou física. Se isola no seu próprio mundo, escondendo seu estresse mental e psicológico, mas não a raiva que a corroe.


𝙷𝚒𝚜𝚝𝚘́𝚛𝚒𝚊
Dia primeiro de junho, às 10:19 da manhã, nascia uma pequena garota na casa dos Morgenstern. Estes, sendo incrivelmente religiosos, não queriam ir à um hospital para o parto ocorrer sem muitos riscos. A casa era no meio de uma floresta, então não podiam usar internet ou eletrônicos. A luz se baseava à velas e sol.
Charlotte Nightshade, uma mulher que herdara a fortuna de sua família extremamente católica, tivera uma criação considerada ''das cavernas''. Aprendera que deveria ser submissa ao marido, responder as suas vontades, não criticá-lo, e dar herdeiros homens. A sua primeira gravidez, depois de se casar com James Morgenstern, foi naquela mesma casa, onde dera certo e nasceu a primeira criança; Sebastian.
Mas, a segunda, onde nasceria a pequena Aisha, dera errado. A criança nasceu prematura, com seis meses, estando na posição errada. Mas, mesmo assim, os Morgenstern não quiseram e não podiam chamar alguma ambulância, o que gerou na morte da mãe. Felizmente, a criança nasceu, sem nenhum problema de saúde.
James guardou rancor de Aisha. Gostava de machucá-la, verbalmente e fisicamente, fazendo-a se sentir um estorvo. A única educação que receberia eram os professores que seu pai de vez em quando chamava para lhe dar aula. A casa Morgenstern, por ser longe da cidade, era revestido no estilo aristocrata. Sendo extremamente ricos, era normal que gostassem de esbanjar riquezas. Poucas vezes recorriam à cidade, sempre chamavam entregadores para levar o necessário. Cultivavam plantas, como árvores frutíferas e flores. Diversas flores, naquele grande jardim.
E, foi lá que encontrou uma flor diferente. Uma rosa, especificamente. Ela nunca vira uma flor tão linda quanto aquela. Mesmo morando praticamente em uma floresta, com um jardim artificial e um natural ao lado, nunca vira algo tão bonito quanto aquilo que estava destinado à leva-lá a desgraça.


𝙳𝚎𝚜𝚐𝚘𝚜𝚝𝚘𝚜
Verão | calor | chá | bebidas quentes | calor | pop | livros históricos | gatos | bonés | vermelho | laranja | amarelo | ficar parada por muito tempo | preconceito | falsidade | infidelidade | deslealdade.


𝙶𝚘𝚜𝚝𝚘𝚜
Café | refrigerantes | bebidas geladas | frio | inverno | outono | astronomia | era medieval | livros ficcionais | ler | doces | capuzes | vestidos medievais | paisagens | quadros | arquitetura | mitologia romana | mitologia grega | mitologia egípcia | mitologia nórdica | corvos | raposas | lobos | coiotes | chacais | linces | animais sobrenaturais | praticar esportes | pégasus | cavalos | cachorros | jogos estratégicos | olhos azuis | rock | músicas de rock clássico | casacos com capuz | cabelos curtos | roupas simples | branco | azul | preto | dourado | pergaminhos | objetos antigos | prata | verde.


𝙼𝚊𝚗𝚒𝚊𝚜?
Revirar os olhos — é normal vê-la revirando os olhos. Normalmente é quando alguém fala alguma coisa idiota, óbvia ou muito desnecessária | Franzir e arquear as sobrancelhas — quando em dúvida ou confusa com alguma frase, franze ou arqueia as sobrancelhas. É tão fácil confundi-la, mas tão fácil, que as sobrancelhas dela estão quase sempre franzidas | Sorrir de lado — quando ouve algo que ela ache engraçado. Quando consegue identificar o sarcasmo ela sorri de lado, achando graça | Batucar os dedos — quando está nervosa, ela sempre batuca os dedos em uma estrutura sólida. É extremamente irritante, aquele som ritmado | Apertar os olhos — quando está desconfiada com algo, aperta os olhos, tentando identificar algum traço de mentira na fala da pessoa | Olhar para o chão — antes de mentir. Quem a conhece muito bem sabe quando ela está mentindo por causa disso


𝙼𝚎𝚍𝚘𝚜, 𝚏𝚘𝚋𝚒𝚊𝚜, 𝚎𝚝𝚌?
Aracnofobia — medo de aranhas | ablepsifobia — medo de ficar cego | agrafobia — medo de abuso sexual | aletrorofobia — medo de galinhas | aicmofobia — medo de agulhas | amnesifobia — medo de ter amnésia | coulrofobia — medo de palhaços | escopofobia — medo de estar sendo observado


𝙿𝚊𝚛


𝚁𝚎𝚕𝚊ç𝚊̃𝚘 𝚌𝚘𝚖 𝚘 𝚙𝚊𝚛
Quase não se falariam. A garota detesta ficar muito tempo parada, enquanto o garoto passa a maior parte do tempo parado. Aisha o chama de mimado insuportável, enquanto ele a chama de patricinha irritante. Com esse apelido que Shuu lhe deu, ela se irrita ainda mais, se segurando para não bater nele. Sabe que é um vampiro, um masoquista sádico, e por isso, gosta de manter certa distância dele em algumas situações. Aisha o despreza, este loiro sendo um dos maiores alvos de seus ataques de ódio e raiva.


𝚁𝚎𝚕𝚊ç𝚊̃𝚘 𝚌𝚘𝚖 𝚘𝚜 𝚘𝚞𝚝𝚛𝚘𝚜 𝚂𝚊𝚔𝚊𝚖𝚊𝚔𝚒𝚜

Reiji valoriza as regras e Aisha as despreza. A partir dai, não há nada que possa vir de amizade desses dois. O fato dele querer sempre manter a casa organizada a irrita profundamente, pois não gosta de pessoas tão arrumadinhas assim. A arrogância dele é o mais lhe irrita, ao ponto de ignorar o fato dele ser um vampiro e bater no rosto dele. Com certeza, esse é o único dos irmãos que a odeie para valer, ao ponto de viver fazendo comentários maldosos ao seu respeito.



O único dos irmãos com quem tem uma relação considerada normal. Ambos são solitários e tachados como agressivos ou sádicos, por tanto se viram um no outro. Fora difícil para essa amizade se desenvolver, pois Subaru não confiava nela e ela não confiava nele. Quando estão juntos, sem mais ninguém por perto, eles não conversam; ficam observando o silêncio que paira entre eles. Talvez possa ser meio doentio na visão de outras pessoas, mas Aisha o trata como um irmão que deve ser protegido.



Aisha o vê como um garoto solitário procurando atenção, mas não sabe como a obter e provoca e faz travessuras com as outras pessoas. Alguns o chamam de rebelde, ela o chama de narcisista. Por mais que ele peça para chamá-lo com respeito, ela debocha dele e cria apelidos ridículos, apenas para sentir o gostinho que é irritá-lo. Uma de suas atividades favoritas é comer a comida dele, pois gosta de vê-lo irritado e tentando matá-la. Se há algo que os ligue, é o amor pelos esportes.



Aisha o odeia. Laito a detesta. A garota acredita que o vampiro não expõe sua verdadeira personalidade, se escondendo na imagem de pervertido. Mas, mesmo que tente, não consegue gostar dele. Ele a provocava bastante, mas a única coisa que ganhava de volta era um soco na cara ou ofensas. Laito e Reiji estão competindo o primeiro lugar dos irmãos que mais odeia Ashe.



Aisha acha o garoto muito perturbado. Kanato acredita mesmo que Teddy possua algum tipo de vida? Ela acha isso incrivelmente idiota. Psicótico, mimado e infantil, é assim que Ashe possui uma visão dele. Mantém uma boa distância, mesmo que pareça que Kanato possua um rastreador para saber onde ela está. Sabe que põe medo nela, mesmo que pouco, e aproveita disso.


𝚁𝚎𝚕𝚊ç𝚊̃𝚘 𝚌𝚘𝚖 𝚊𝚜 𝚘𝚞𝚝𝚛𝚊𝚜 𝚐𝚊𝚛𝚘𝚝𝚊𝚜
Mínima. Não gosta de nenhuma delas, e elas não gostam de Aisha. Por mais que o jeito solitário de Ashe faça o coração de algumas das garotas se apertar, a garota faz o máximo para esconder isso e as trata com repugnância. Se fosse para ter uma amiga, ela tentaria ser gentil, mas isso é impossível para ela. Por mais que tente, Aisha está longe de ser alguém com quem você compartilharia confidências.


𝙲𝚘𝚖𝚘 𝚊𝚐𝚒𝚛𝚒𝚊 𝚜𝚎

𝙳𝚎𝚜𝚌𝚘𝚋𝚛𝚒𝚜𝚜𝚎 𝚚𝚞𝚎 𝚚𝚞𝚎𝚖 𝚎𝚜𝚝𝚊́ 𝚖𝚊𝚝𝚊𝚗𝚍𝚘 𝚊𝚜 𝚘𝚞𝚝𝚛𝚊𝚜 𝚐𝚊𝚛𝚘𝚝𝚊𝚜 𝚎𝚜𝚝𝚊́ 𝚎𝚗𝚝𝚛𝚎 𝚎𝚕𝚊𝚜 𝚜𝚎𝚒𝚜?
Provavelmente agiria com as próprias mãos. Mesmo sendo uma suspeita, assim como todas as outras, Aisha agradece o fato de não confiar em nenhuma delas, e por isso não se magoou com o fato da possível traição. Para Ashe, todas aquelas garotas são fracas, e por isso não vê nenhuma delas matando alguém.


𝙳𝚎𝚜𝚌𝚘𝚋𝚛𝚒𝚜𝚜𝚎 𝚚𝚞𝚎𝚖 𝚎́ 𝚘 𝙿𝚎𝚜𝚊𝚍𝚎𝚕𝚘?
Confrontaria essa pessoa cara-a-cara. O fato dela poder ser mais forte, inteligente e estrategista não é nada comparado à raiva que ela sente dessa garota. A ameaça estaria estampada no rosto e nas palavras de Aisha, e mesmo que isso pudesse gerar sua morte, ela não se importaria. Quem mandou tentar dar uma de espertinha pra cima dela?


𝚂𝚘𝚗𝚑𝚊𝚜𝚜𝚎 𝚌𝚘𝚖 𝚘 "𝙿𝚊𝚒́𝚜 𝚍𝚊𝚜 𝙼𝚊𝚛𝚊𝚟𝚒𝚕𝚑𝚊𝚜"?
Buscaria uma resposta lógica para isso. Não era normal sonhar com o País das Maravilhas, era? As coisas que aconteciam lá... eram tão sádicas, repugnantes, nojentas. Aisha, a garota indiferente à sentimentos, não conseguia manter os olhos abertos para aquela atrocidade.


𝙼𝚞́𝚜𝚒𝚌𝚊 𝚝𝚎𝚖𝚊 𝚍𝚎𝚕𝚊 𝚎 𝚍𝚘 𝚙𝚊𝚛

𝒫𝑜𝓇𝓆𝓊𝑒 𝓋𝑜𝒸𝑒̂ 𝑒́ 𝑜 𝓅𝑒𝒹𝒶ç𝑜 𝒹𝑒 𝓂𝒾𝓂
𝒬𝓊𝑒 𝑒𝓊 𝑔𝑜𝓈𝓉𝒶𝓇𝒾𝒶 𝒹𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝓅𝓇𝑒𝒸𝒾𝓈𝒶𝓇
𝒫𝑒𝓇𝓈𝑒𝑔𝓊𝒾𝓃𝒹𝑜 𝒾𝓂𝓅𝓁𝒶𝒸𝒶𝓋𝑒𝓁𝓂𝑒𝓃𝓉𝑒
𝒜𝒾𝓃𝒹𝒶 𝓁𝓊𝓉𝑜 𝑒 𝑒𝓊 𝓃𝒶̃𝑜 𝓈𝑒𝒾 𝓅𝑜𝓇 𝓆𝓊𝑒̂
𝒮𝑒 𝑜 𝓃𝑜𝓈𝓈𝑜 𝒶𝓂𝑜𝓇 𝑒́ 𝓉𝓇𝒶𝑔𝑒́𝒹𝒾𝒶, 𝓅𝑜𝓇 𝓆𝓊𝑒 𝓋𝑜𝒸𝑒̂ 𝑒́ 𝓂𝑒𝓊 𝓇𝑒𝓂𝑒́𝒹𝒾𝑜?
𝒮𝑒 𝑜 𝓃𝑜𝓈𝓈𝑜 𝒶𝓂𝑜𝓇 𝑒́ 𝒾𝓃𝓈𝒶𝓃𝑜, 𝓅𝑜𝓇 𝓆𝓊𝑒 𝓋𝑜𝒸𝑒̂ 𝑒́ 𝓂𝒾𝓃𝒽𝒶 𝓁𝓊𝒸𝒾𝒹𝑒𝓏?
Clarity — Zedd




𝐿𝑒𝓂𝒷𝓇𝑜-𝓂𝑒 𝒹𝑒 𝒶𝓃𝑜𝓈 𝒶𝓉𝓇𝒶́𝓈
𝒜𝓁𝑔𝓊𝑒́𝓂 𝓂𝑒 𝒹𝒾𝓈𝓈𝑒 𝓆𝓊𝑒 𝑒𝓊 𝒹𝑒𝓋𝑒𝓇𝒾𝒶 𝓉𝑜𝓂𝒶𝓇
𝒞𝓊𝒾𝒹𝒶𝒹𝑜 𝓆𝓊𝒶𝓃𝒹𝑜 𝓈𝑒 𝓉𝓇𝒶𝓉𝒶 𝒹𝑒 𝒶𝓂𝑜𝓇
𝐸𝓊 𝓉𝒾𝓋𝑒
Impossible — James Arthur



𝐸𝓊 𝓉𝑒𝓃𝒽𝑜 𝒻𝑜𝑔𝑜 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒸𝑜𝓇𝒶ç𝒶̃𝑜, 𝓃𝒶̃𝑜 𝓉𝑒𝓃𝒽𝑜 𝓂𝑒𝒹𝑜 𝒹𝑜 𝑒𝓈𝒸𝓊𝓇𝑜
𝒱𝑜𝒸𝑒̂ 𝓃𝓊𝓃𝒸𝒶 𝓋𝒾𝓊 𝓅𝒶𝓇𝑒𝒸𝑒𝓇 𝓉𝒶̃𝑜 𝒻𝒶́𝒸𝒾𝓁
𝐸𝓊 𝓉𝑒𝓃𝒽𝑜 𝓊𝓂 𝓇𝒾𝑜 𝒸𝑜𝓂𝑜 𝒶𝓁𝓂𝒶 𝑒 𝒷𝒶𝒷𝓎 𝓋𝑜𝒸𝑒̂ 𝑒́ 𝓊𝓂 𝒷𝒶𝓇𝒸𝑜
𝐵𝒶𝒷𝓎, 𝓋𝑜𝒸𝑒̂ 𝑒́ 𝓂𝒾𝓃𝒽𝒶 𝓊́𝓃𝒾𝒸𝒶 𝓇𝒶𝓏𝒶̃𝑜
Drag Me Down — One Direction



𝑀𝒶𝓈 𝓃𝒶̃𝑜 𝓉𝑒𝓃𝓉𝑒 𝒾𝓇 𝑒𝓂𝒷𝑜𝓇𝒶 𝓈𝑒𝓂 𝓈𝑒 𝒹𝑒𝓈𝓅𝑒𝒹𝒾𝓇
𝒮𝑒 𝓅𝒶𝓇𝓉𝒾𝓇 𝑒𝓊 𝓈𝑒𝒾 𝓆𝓊𝑒 𝓃𝒶̃𝑜 𝓋𝒶𝒾 𝓋𝑜𝓁𝓉𝒶𝓇
𝒫𝑜𝓇 𝒾𝓈𝓈𝑜, 𝓂𝑒 𝒶𝒷𝓇𝒶𝒸𝑒
𝐸 𝒹𝑒𝓅𝑜𝒾𝓈 𝓅𝑜𝒹𝑒 𝒾𝓇 𝑒𝓂𝒷𝑜𝓇𝒶
Pode Ir — Fake Number


𝙰𝚕𝚐𝚘 𝚊 𝚖𝚊𝚒𝚜?


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...