~Empedernida

Empedernida
Auden - Lua Miá
Nome: 》{ണi}ℓℓene《 м¡łłε ✧ [ℳ𝓲𝓵]𝓀𝓈𝒽𝒶𝓀𝑒 ✧ Milмɪᴀᴜ ↫ 𝔉00+bies ↠ Lɑurɑ ✧ Cατ
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Sapiranga, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 2 de Março
Idade: 15
Cadastro:

Nerve


Postado

ᘉᕮᖇⅤᕮ




Ela é o mistério da noite, mas também a luz do dia.




Arden Cho as Ivory Grant


⊿ ɳσɱε ૮σɱρℓεƭσ ◺
Ivory Phoebe Broullette Grant


⊿ αρεℓเ∂σ ◺
Ivy para quase todo mundo e Phoe para a família.


⊿ เ∂α∂ε ◺
17 anos


⊿ ɳα૮เσɳαℓเ∂α∂ε ◺
Americana


⊿ ∂αƭα ∂ε ɳαร૮เɱεɳƭσ ◺
30/12 – Capricorniana


⊿ αρα૨êɳ૮เα ◺
(Arden Cho)




Ivory tem muito cabelo, tanto que dá inveja em muitas pessoas, longo, grosso, liso (um pouco ondulado nas pontas) e castanho escuro, às vezes quase que preto, natural, pois Ivory ama seu cabelo e não consegue nem pensar em pintá-lo. Seus olhos, assim como o cabelo, são castanhos tão escuros que parecem preto, “puxados” são o que a faz parecer mais ainda mais com os coreanos. Ela não sabe se puxou isso do pai ou da mãe, pois nunca os conheceu, mas gosta disso nela. Seus cílios são pequenos, mas grossos, como o cabelo. Seus lábios são naturalmente rosados e o inferior é relativamente mais que o superior, seu sorriso é largo e contagiante, leva as pessoas a sorrirem de volta. É magra, nada de curvas exageradas e sensuais, sua pele é um pouco pálida e amarela.




⊿ ρε૨รσɳαℓเ∂α∂ε ◺



Ivory não é do tipo oito ou oitenta, ela nunca chega ao "oitenta", se cala antes disso. Dificilmente explode, mas nada a livra de, às vezes, quando isso acontecer acabar dando uns berros. Depois de gritar ela se isola, não fala mais do que “Obrigado” e “Por favor”, além de “Sim”, “Não” e “Talvez”. Quando fica nervosa ela respira fundo e distrai a própria cabeça, ela gosta de praticar autocontrole, para em horas como essa, conseguir se controlar. Se ela tiver que faz algo, como um desafio, ela não se permite pensar, vai e faz, porque se ela pensar demais acaba desistindo e Ivory odeia desistir. Ivory não chama muito atenção, sempre quieta no seu canto procura não ser notada, por isso dificilmente lembram do nome dela, ou rosto. Se em alguma época da sua adolescência isso a machucou, hoje já está acostumada, vê isso como um presente. Não ser notada abre diversas possibilidades, ser assim fecha algumas portas, mas como ela gosta de pensar: sempre há uma janela.


É uma menina sorridente e extrovertida, e passar horas com conversando com a mesma jamais será monótono, ela é ótima em puxar assuntos e mantê-los. Dificilmente começa um dialogo, geralmente fica quieta no seu canto por medo de ser rejeitada de algum modo, mas assim que passa cinco minutos com uma pessoa, já começa a se soltar e ser ela mesma. Ivory cativa e encanta as pessoas com seu jeito inocente, mas perspicaz de ser. Ela brilha, irradia vida e esconde tristezas. Ela não gosta de discutir assuntos, gosta de debater e conversar sobre eles, quando vê que tudo já está há um passo de virar uma briga séria, deixa o outro falando sozinho ou apenas solta um “Aham, tá” e muda de assunto.



Sua risada é tão ou até mais contagiante que seu sorriso, do tipo de risada que mesmo que você consiga resistir por alguns minutos, logo acabará rindo junto. Uma risada boa de ouvir, não muito alta e escandalosa. Tem costume de rir em momentos inapropriados e se alguém mandá-la ficar quieta, é aí sim que ela começa a ter um ataque de riso. Ela na maioria das vezes tenta esconder o rosto ou começa a se mexer desconfortavelmente mente e passar a mão no cabelo, e se alguém estiver prestando atenção nela enquanto está prestes a ter um ataque, começa a falar sobre coisas aleatórias, tentando desviar seu pensamento daquilo que a faz querer rir.



O jeito delicado e bem feminino dos seus gestos faz com que todos pensem que ela é frágil, mas Ivory passa longe disso. Faz boxe desde o quinze anos e sabe se defender muito bem, além de que não pensa duas vezes em meter a mão na massa e fazer trabalhos que são considerados “masculinos”. Se tem algo que ama é surpreender as pessoas. É aquela amiga mais louca que encoraja os amigos para fazer qualquer loucura, mas se der problema, sempre tenta se esconder atrás dos mesmos. É o tipo mãezona do grupo, dá conselhos, ajuda, zoa, brinca e briga quando necessário. Sempre diz para os amigos que se precisarem ligar para ela as três da manhã, provavelmente ela vai atender o telefone xingando tudo e todos, mas depois vai prestar atenção e fazer tudo o que estiver ao seu alcance para ajudar a outra pessoa.


Ama estar cercada por pessoas que a inseriam no assunto mesmo que saibam que ela, no inicio, só dirá poucas palavras, pessoas que tentam sempre manter um dialogo até que a garota se solte e tome as rédeas da conversa. Gosta de estar entre amigos e dar risada por qualquer bobagem, apesar disso não gosta de ir a festas ou qualquer coisa relacionada a sair de casa. É o jeito dela mesmo, e a maioria das pessoas já está acostumada. Ivory não é nada boba e tem plena noção de que sua presença calma faz com que as pessoas não vejam nada de ruim e malicioso nela, por isso ela, se quiser, consegue quase sempre persuadir os outros. É só por o cabelo atrás dá orelha, encolher os ombros, fingir que está envergonhada e pronto. Ela tem aquela presença tão calma e confortável que quando pede algo a alguém, dificilmente vai receber um não. É uma garota carismática.




Vive em um mundo aparte,dificilmente fica ligada nas coisas até que chamem a atenção dela, por isso se você estiver atrás de uma opinião carinhosa, não pergunte a ela em momentos como esse. Pois ela mal vai ter saído do próprio mundinho e vai ser sincera de verdade, sem perceber. E se perguntar “Como eu estou com esse vestido?” se prepare para um ouvir “Ele é lindo, mas te deixa gorda” solto com tanto descaso que ela só percebera o que fez quando ver seu olhar magoado e então vai encolher os ombros e se desculpar, realmente arrependida por não ter medido as palavras. Tem pessoas que pensam que fala essas coisas por maldade, se aproveitando da situação para ferir a amiga, mas não é verdade, ela faz na mais pura inocência e desatenção, sem parar para rever as palavras antes da solta-las. Não gosta de pessoas que se enrolam, sempre vai direto ao ponto, sendo direta e espera o mesmo das pessoas.



Ela tem costume de deixar tudo pra ultima hora e odeia isso, mas quando não tem nada para fazer, sempre acaba adianto as coisas. Mas quando se trata de escolher algo, ela pensa duas vezes e então faz a escolha, no mesmo dia, porque sabe que se enrolar demais não vai mudar a indecisão dela, só piorar. Sua frase favorita é “Ai, eu sou muito indecisa” e a segunda é “Eu avisei”, ela ama dizer que avisou, mesmo que nem tenha avisado nada. Ivory está em busca de uma liberdade que desconhece, tem sede de se arriscar, de sentir adrenalina, de se por em risco e não faz ideia de onde esse sentimento surgiu ou porque de ainda sentir isso, mas sente e quer ser livre, de seja lá o quê que prende ela.




Ivory é ótima em dar conselhos, ela diz "você pode fazer duas coisas" e então falo o correto e provavelmente o “errado” que a pessoa vai fazer, e diz que independente do que ela escolher, Ivy ainda estará ali por ela. O que com que as pessoas sempre procurem ela. Ela diz o que você quer ouvir, mas também é franca e verdadeira, dizendo na sua cara que você fez mesmo algo errado. É ótima em guardar segredos porque se você não tocar no assunto, ela logo esquece. Não tem preconceito, costuma aceitar as pessoas como elas são, provavelmente seja pelo fato de seus dois pais serem gays. Não gosta de mudanças radicais sobre as quais não exerce controle, goste de tudo aos poucos. Não insista querendo descobrir seus sentimentos trancafiados, mas procure entender todos que ela demonstra. Gosta de pessoas que conseguem ler suas entrelinhas ou, ao menos, se esforçam o suficiente.





Ivy sempre acaba perdoando quando mentem pra ela, mas não consegue aceitar traição (seja qual for o tipo) e odeia que omitam coisas para ela. Prefere nem saber se forem lhe contar apenas metade. Gosta de saber de tudo ou nada. Gosta de ter por completo ou prefere nem ter. Ela gosta de desafiar e ama ser desafiada, quer ver ela fazer algo? Aposte com ela, ela não resiste a apostas, mas agora se você mexer com o orgulho dela, Ivy topa um desafio por mais louco que seja, gritando que é por sua honra.


⊿ ɦเรƭó૨เα ◺



Ivory nunca chegou a conhecer seus pais verdadeiros e nunca sentiu essa falta exagerada que a maioria as crianças adotadas parecem ter, foi deixada no orfanato quanto tinha dois anos, mas só foi adotada aos oito, então lembra de toda sua infância no orfanato e lembrar das noites em que crianças eram adotadas e ela ficava, faz com que ame ainda mais seus pais que a adotaram mesmo com traços tão diferentes das outras crianças.



Ivory nunca foi aquelas garotas revoltadas, sempre foi animada e tentava deixar todas as outras criancinhas felizes e seguras, fazia todos rirem e não economizava nas piadinhas. Inclusive foi no orfanato que recebeu o nome Ivory, pois seu nome verdadeiro sempre foi Phoebe. Depois de ser adotada pelos seus pais, Galileu e Frank, eles adicionaram Ivory ao nome da garota, como um presente de boas vindas.


No inicio Ivy estranhou ter dois pais e nenhuma mãe, mas logo se acostumou e hoje em dia está acostumada a ver pessoas julgando seus pais, isso não a faz perder a cabeça, faz com que ela apenas se sinta enjoada, as pessoas deviam cuidar de suas vidas e deixar seus dois pais, que se amam muito, serem felizes. Na época do fundamental Ivy sofreu preconceito diretamente, mas ela nunca ligou, se entristecia, mas seus pais sempre davam um jeito de deixá-la bem. Agora, já no chamado colegial, ela tem ótimos amigos, maduros para alguns quesitos e infantis para outros, mas que respeitam sobre tudo os outros.


Foi o melhor amigo e primo de Ivy, Gabriel, que apostou com ela que a menina não teria coragem de entrar em algo tão incerto como Nerve, ela odeia ser desafiada, odeia que as pessoas digam que não conseguirá fazer algo e aí mesmo que resolve fazê-lo. Por isso não pensou duas vezes em participar de Nerve, entretanto se arrependeu segundos depois, sabe-se Deus o que irão mandá-la fazer.


Ao contar isso para Gabriel, o garoto não soube muito o que dizer, então fez uma surpresa, dentro de um potinho onde deveria constar calmantes ele encheu de balas de goma e um papelzinho com uma frase que ela repete sempre que fica nervosa em meio a um desafio “Se divertida, passe dos seus limites, veja tudo como um desafio consigo mesma, mas não deixe que mudem seus princípios” ele ainda terminou com “Você vale a pena Phoe.” que obviamente ela não repete para si mesma porque seria ridículo.


Para ela Gabriel é seu irmão adotivo, assim como seus pais adotaram-na, ela adotou ele. Gabriel é sobrinho de Galileu e Frank e desde que Ivory foi adotada e apresentada para a família Broullette-Grant, ambos viraram melhores amigos. No mesmo dia em que se entrou em Nerve, Ivy ficou desesperada ao pensar que havia cometido um grande erro e logo apenas após conversar com Gabriel, foi falar com os pais e contar o que fez. Eles não gostaram nada e até pensaram em colocá-la de castigo, mas depois de uma conversa perceberam que a filha precisava de experiências e que esse era um bom jeito dela criar momentos, por isso prometeram que se algo saísse do controle de algum modo interfeririam, mas deixaram que a filha fizesse todas essas coisas. Quando a chamaram para conversar sobre a decisão deles, ela praticamente entrou na sala se defendendo, pronta para discutir, mas ficou surpresa ao receber uma resposta do tipo "Tudo bem, você escolheu isso e irá arcar com as consequências, mas qualquer coisa, estaremos aqui", naquele dia ela entrou totalmente relaxada no quarto, se sentindo, pela primeira vez, independente.



⊿ ʝσɠα∂σ૨ σµ σɓรε૨ѵα∂σ૨? ◺
Jogador


⊿ ɠσรƭσร: ◺
Estudar – Livros – Poemas – Músicas – Tocar violão – Compor músicas – Cantar – Caminhar – Acordar cedo – andar a cavalo – neve – flores – frio – chocolate – café – mirtilos e amoras – dançar


⊿ ∂εรɠσรƭσร: ◺
Calor – Pessoas suadas – traição – mortes – carência – pesadelos – injustiças – desigualdade social – preconceito de todos os tipos – Gritos – Tédio – Ficar envergonhada


⊿ ∂εƒεเƭσร: ◺
Social – preconceito de todos os tipos – gritos – tédio – ficar envergonhada – as vezes um pouco mimada – sincera demais – teimosa – as vezes sarcástica repentinamente – confia facilmente nas pessoas – dependente – indecisa – quieta – fechada – perfeccionista – liberal – curiosa – imperativa


⊿ φµαℓเ∂α∂εร: ◺
Leal – amigável – verdadeira – gentil – educada – boa aluna – ótima – sincera – ágil – inteligente – perspicaz – realista – convincente – boa conselheira e ótima ouvinte – é original em tudo que faz – criativa – pacienciosa – persistente – compreensiva – analítica e observadora – animada – justa – corajosa


⊿ ɦαɓเℓเ∂α∂εร: ◺
Cantar – dançar – cavalgar – boxe – desenhar – tocar violão – boa com espadas – toca piano (mas odeia) – desenha bem, mas apenas coisas bobas, não consegue se ver levando isso para frente – é rápida


⊿σ૨เεɳƭαçãσ รεאµαℓ: ◺
Heterossexual


⊿ƒαɱíℓเα: ◺


⊿ Galileu Broullette (Chris Hemsworth, 45, detetive)

Cabelos loiros compridos e olhos azuis chamativos, mais alto que Frank e mais “fácil de lidar” que o marido. Não há duvidas para quem conhece o casal que Galileu, apesar de ser o mais quieto é também o mais fácil de se lidar, acaba sempre fazendo as vontades de Ivory, basta ela fazer uma carinha fofa. É apegado a filha adotiva e mataria qualquer um para manter sua segurança. É bem humorado e na maior parte do tempo se comporta como um amigo e não pai de Phoe. Ivy ama o trabalho do pai e adora xeretar em suas coisas sempre que pode, infelizmente não nasceu com um QI tão elevado como o do seu pai adotivo.


⊿ Frank J. Grant (Jon Hamm, 40, advogado)

Cabelos pretos sempre bem alinhados, olhos azuis frios e cortantes, sorriso de lado com um quê de cafajeste que foi um dos motivos para ter chamado a atenção de Galileu. Frank faz o estilo advogado malvado e nem sempre consegue deixar de ser assim em casa, é mais severo em suas opiniões e traça objetivos para a filha, enquanto Galileu apoia a garota em relação a qualquer coisa, Frank foca no futuro da filha, sempre cobrando dela o melhor. Apesar de não demonstrar a todo instante Frank ama muito Phoe e ela sabe disso, o que faz com que queira de bom grado sempre orgulhar o pai, mesmo que as vezes se sinta um pouco sufocada com tantas expectativas da parte dele.


⊿ ∂εรεʝα ρα૨? ◺
Sim


⊿ ૨εℓαçãσ ૮σɱ ρα૨: ◺


No inicio não aceitaria que está apaixonada, mas depois de um tempo iria acabar aceitando a ideia, se ele já estiver apaixonado por outra pessoa, ela provavelmente vai se afastar e apesar de ficar bem triste, vai começar a andar com outras pessoas para se distrair. Todo mundo se apaixona várias vezes, todos mundo tem no mínimo uma desilusão amorosa e a grande maioria das pessoas sobrevive. Com ela não vai ser diferente. Eventualmente ela irá amar outra pessoa.

Entretanto, se ele estiver desimpedido, irá querer passar momentos com ele e fazer com que se apaixone por ela também, fará de tudo para que o sentimento seja reciproco, provavelmente vai corar por coisas idiotas e irá se odiar por isso. Vai acabar, em algum momento, fazendo papel de boba, irá tropeçar, arrotar e espirrar na frente dele e então ficará completamente sem jeito, mas vai tentar agir naturalmente e desviar a atenção para outra coisa.

Provavelmente será em meio a uma briga que ela vai acabar admitindo o que sente para ele, porque ela jamais faria isso por conta própria estando em sã consciência. Ah, e provavelmente eles brigariam bastante porque ela é muito teimosa e não muda de ideia facilmente, tende a defender seu argumento até o fim, mesmo que saiba que está errada.


Irá zoar muito ele, fazer piadinhas e irritá-lo bastante, quer ter cumplicidade, um entenderá os sinais do outro, códigos, olhares e essas coisas. Alguém que saiba zoar com ela e que leve as coisas bobas na brincadeira, mas que saiba a hora de ser sério. Mas Ivory tem um defeito que vai além da sua personalidade forte: ela não gosta de enrolar, não gosta de demorar muito em algo, se ela achar que está sendo enrolada, se houver a mínima possibilidade do cara jamais querer ela, vai desistir na primeira oportunidade, infelizmente Ivory não luta pelas pessoas, acha que devem permanecer porque querem, não porque ela quer que fiquem. Então, ela vai deixar esse sentimento de lado se achar necessário. Uma droga, mas ela simplesmente não irá lutar pelo amor dele por muito tempo.



⊿ εรƭเℓσ ∂σ ρε૨รσɳαɠεɱ: ◺












⊿ ૨εℓαçãσ ૮σɱ αℓℓเรσɳ: ◺

Nunca tiveram muito contato, as conversas não passam de cordialidades bobas, Ivory é muito tímida. Penso que se em algum momento viessem a ser amigas, no começo seria aquela amizade meio "cara, te odeio", mas no final, quem sabe salvariam a vida uma da outra se necessário.


⊿ ρσ૨φµε εรƭá ʝσɠαɳ∂σ ɳε૨ѵε? ◺

Uma aposta entre ela e Gabriel. O garoto disse que ela jamais teria coragem de entrar e participar de algo tão incerto como Nerve, como ela odeia que digam que não consegue fazer algo, apostou com o mesmo que aguentaria.


⊿ α φµαℓ ƭเρσ ∂ε ∂εรαƒเσ ∂εรเรƭเ૨เα? ◺

A partir do momento que envolvesse pessoas que não tem nada a ver com Nerve ela já ficaria com um pé atrás, mas provavelmente continuaria, desistiria sem pensar duas vezes se envolvesse morte. Ela desistiria sem pensar e não voltaria atrás por nada.


⊿ ૮เεɳƭε φµε รεµ ρε૨รσɳαɠεɱ αɠσ૨α ɱε ρε૨ƭεɳ૮ε ε ρσ∂ε૨εเ ƒαƶε૨ ∂ε φµαℓφµε૨ ૮σเรα ૮σɱ εℓε? ◺
Aham.


⊿ αℓɠσ α ɱαเร?◺
Ela faz alguns covers com os amigos, mas não mostra para muitas pessoas, pois tem vergonha. Acho que é só.






Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...