~Mike-

Mike-
Lost Boy.
Nome: Michael
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 3 de Março
Idade: 18
Cadastro:

Caleb Dawkins - Heroes.


Postado



Nome:
Caleb Dawkins

Codinome de herói:
Nero (Significa gênio em finlandês)

Idade:
18 anos.

Aparência:
[Robert Sheehan]





Caleb tem cabelos grandes e encaracolados de cor preta, sobrancelhas grossas e olhos grandes e verdes. Seus lábios são moderadamente cheios. Tem um metro e setenta e cinco de altura e é bastante magro. Não possui muitos músculos em seu corpo, visto que ficava escondido atrás de livros e mais livros, mas seus braços possuem algumas curvas. Sua pele é branca e livre de sinais ou marcas.

Se pudesse fazer faculdade, seria de que?
Física, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica.

Personalidade:
Num primeiro contato, Caleb costuma ser um tanto tímido. Fica quieto, observando as coisas e pessoas, e só fala quando lhe dirigem a palavra. Porém, quando ele percebe que alguém está tentando fazer amizade, acaba se tornando uma pessoa bem extrovertida, além de ser bastante engraçado e espontâneo. Nesses casos, tem sempre um sorriso no rosto e um bom humor quase impossível, pois quando muitos estão estressados, ele consegue manter-se alegre. Sua aparência não é nada intimidante, nem mesmo quando está sério, o que faz com que seja uma pessoa de fácil aproximação. É gentil com todo mundo, até mesmo com pessoas que não gosta. Ele entende que só porque não gosta de alguém, não precisa lhe tratar mal. Também é difícil as pessoas conquistarem sua confiança, visto que ele sempre procura enxergar todas as possibilidades sobre tudo.
Carinhoso, adora surpreender seus amigos com abraços e outras demonstrações de afeto. E não pode negar, tem ciumes das pessoas que gosta. É atencioso e protetor, muitas vezes tornando os problemas dos seus amigos seus. Ele não liga muito para o que as pessoas sentem em relação a ele, muitas vezes se alguém não quer falar com ele, irá respeitar e se afastar. Não irá invadir o espaço de uma pessoa que não o quer por perto. Porém, com as pessoas que gostam dele, ele costuma ser bem invasivo. É um garoto extremamente romântico, além de filosófico, tudo para ele precisa ter um significado.
É um rapaz paciente e otimista, mesmo quando as coisas seguirem um caminho ruim, ele acredita que podem melhorar. Porém ele é uma pessoa bem sensível e sentimental, simples palavras podem lhe machucar, mas mesmo assim ele fingirá que tudo está bem. Ele nunca conta quando está magoado e somente pessoas que o conheçam bem sabem reconhecer as sutis diferenças em seu ser, quando é o caso. Além disso, ele é uma pessoa insegura e de auto-estima baixa.
Porém quando o assunto é sua inteligência, não existe nenhuma insegurança em seu vocabulário. O garoto é um gênio, segundo muitos de seus professores. Desde pequeno tinha facilidade com as matérias da escola e muitas vezes só precisava ouvir as coisas uma vez para aprendê-las, até mesmo corrigia os professores quando eles erravam. Ele era um aluno exemplar e amado por muitos professores, pois além de ser inteligente, tinha opinião própria e não lhe faltavam argumentos para defender seu ponto de vista. Além disso, tinha um relacionamento íntimo com bibliotecas e livros, este que se mantém até os dias atuais. Ainda criança gostava de ler livros destinados a adultos e com temas complexos que nem mesmo os próprios adultos entendiam.
É uma pessoa curiosa e que não poupa esforços para sanar as curiosidades, seja lá que tipo forem. Por vezes vai se encrencar por buscar respostas sobre coisas das quais não deveria saber. Porém ele é uma pessoa que age de acordo com a razão, diferente da maioria, o que faz dele um líder natural. É uma pessoa que se impõe, ele deixa claro aquilo que acredita e pensa, e se recusa a fazer as coisas que não quer. É um tanto competidor, gosta de testar seus limites e de ultrapassa-los e quando sente que está numa competição, isso pode acabar subindo a sua cabeça e fazendo com que se entregue por inteiro a ela. É um tanto teimoso e sempre acha que está certo, se alguém quiser fazê-lo mudar de ideia em relação a algo, é melhor ter argumentos para isso, caso contrário ele manterá sua posição.

Poder:
▸ Super inteligência/ Absorção de conhecimento: É a capacidade de possuir um QI muito acima do normal e absorver conhecimento de outras pessoas, através do toque, podendo tanto memorizar qualquer coisa como relacionar tudo o que ele se lembra, criando novas teorias.
▸ Manipulação de energia cinética: É a capacidade de absorver, gerar e manipular energia cinética, podendo disparar raios de energia ou moldar objetos a partir dela, tais como armas brancas, que além de perfurar, queimam, e escudos. Também é possível energizar um objeto para que ele exploda depois de um período de tempo. Além disso, pode absorver a energia de forma a usar em seu próprio corpo, desde para acelerar a cura de ferimentos a se tornar consideravelmente mais rápido e forte. Com a evolução de seus poderes, torna-se capaz de absorver outros tipos de energia, como a elétrica, a nuclear e outras, e converter no tipo de energia de sua escolha.
▸ Perfeição Artística: é a capacidade de realizar todos os meios artísticos de modo totalmente perfeito, chamando atenção pelo feito. Consegue tocar qualquer instrumento, compor ótimas músicas e tem uma bela voz. Consegue dançar qualquer ritmo de modo perfeito. Desenha, escreve, esculpe e pinta com perfeição. Atua e dissimula como um ator profissional. Resumidamente, consegue fazer muito bem tudo que envolva arte.

Família:
▸ Christina Dawkins - Mãe - 39 anos - Música (Morta)


▸ Adam Dawkins - Pai - 42 anos - Músico e Vendedor de carros


História:
Para a maioria das pessoas, Caleb tinha uma vida maravilhosa. Seus pais eram músicos, a mãe tocava saxofone e o pai piano, que se conheceram ao dividirem um palco num show de Jazz. Para Adam, Christina tocava como um anjo tocaria, se existissem. Era algo de outro mundo, ninguém nunca o encantou tanto como ela havia feito. Assim como a melodia dos instrumentos, um completava ao outro. Não demorou muito para que os dois iniciassem um relacionamento. Eram jovens e ainda tinham muito o que aprender, mas estavam sempre querendo dar um passo a mais para frente e poucos anos depois de se conhecerem, já moravam juntos.
A ideia de serem pais os agradava muito e quando souberam da gravidez de Christina, comemoraram como nenhum outro casal o havia feito. Porém, os dois nunca tiveram uma renda fixa ou empregos fixos, tocavam em bares, restaurantes e festas apenas quando eram chamados. Não poderiam ter um filho correndo o risco de não haver dinheiro para sustentá-lo, então Adam largou sua banda e passou a integrar uma equipe de vendedores de carros em uma concessionária. Enquanto isso, Christina se preparava para se dedicar totalmente ao bebê em sua barriga.
Desde que nascera, Caleb sempre foi muito apegado a mãe. E quando ela começava a tocar seu saxofone, era como se ele estivesse flutuando em meio a nuvens. Sabia que queria ser como ela. Ainda criança, com cerca de cinco anos, pegava o instrumento escondido e arriscava algumas notas. Para ele, tudo o que tocava era um monte de notas desafinadas, nunca chegaria aos pés da mãe. Mas quando ela o pegou tocando, ficou tão impressionada que não conseguiu ficar brava. Ela sabia, de alguma forma, que ele era como ela, uma mutante. Talvez tivesse herdado seu poder de Perfeição Artística, o qual nunca contara a ninguém. Ainda naquela época, ele demonstrava talento no piano de seu pai, lia todo tipo de partitura e sua mãe ficava cada vez mais encantada.
Mas a música não era somente sua área de destaque, na escola e em casa, o garoto surpreendia as pessoas com conhecimentos acerca de assuntos complexos para crianças de sua idade. Foi então que sua mãe começou a desconfiar de que sua mutação ia além da Perfeição Artística. Sempre que o pegava lendo livros, estes que eram destinados a adultos, pensava no quanto aquela criança era genial.
Aos dez anos o menino já resolvia equações complexas, muitas delas nenhum adulto conseguia. Por vezes ele escapava de sua aula para assistir através da janela das salas, a aula de turmas avançadas. Naquela idade, lia vários livros de astronomia, física e outras diversas matérias. Tinha até mesmo suas próprias teorias. Além disso, já falava vários idiomas fluentemente, como Grego, Latim e outros. Naquela época, Christina já havia conversado com ele sobre mutações e o aconselhara sobre se manter discreto, mas era impossível para Caleb, sempre que era pego assistindo aulas avançadas, os professores se impressionavam com as respostas e anotações que ele havia feito em seu caderno. Para protegê-lo, sua mãe resolvera tirá-lo da escola e contratar um professor particular.
Caleb sempre teve mais interesse pela física e pela engenharia mecânica. O garoto construía os próprios brinquedos e tinha até algumas bugigangas. Até mesmo consertava os aparelhos eletrônicos que tinham em casa. Sua mãe ficava sempre mais surpresa com a inteligência do garoto, mas sabia que cedo ou tarde teria de contar ao marido que enquanto ele trabalhava fora o dia todo, o filho era um gênio dentro de casa. Ele não era muito próximo do filho e só sabia que o filho era um aluno destaque em sua antiga escola. Quando Christina contou, o homem ficou em choque, mas seu amor pelo filho continuava o mesmo e o aceitava mesmo sendo um mutante. Foi naquele momento que Christina contou que também era uma mutante, chocando o marido mais uma vez, mas fazendo-o entender de onde vinha tanta perfeição em tudo o que a esposa fazia.
Porém, havia algo que seus pais não sabiam acerca de sua mutação. Naquela época, Caleb começou a notar novos fenômenos em seu corpo. O primeiro, foi quando um de seus projetos explodiu depois que ele colocou-o sobre uma mesa. Ele havia notado que uma coloração vermelha brilhava no objeto, antes de explodir. E aos poucos foi entendendo o que acontecia consigo, porém havia momentos em que o descontrole era inevitável, por isso seus estudos se focaram em entender ao máximo seus poderes e outras mutações e em como controlar seus poderes, até mesmo a construir aparelhos para suprimi-los.
Não tinha nenhum amigo, visto que só ficava em casa, então todos os seus aniversários eram comemorados apenas com sua mãe e seu pai, em casa, mas no último seu pai havia ficado preso no trânsito, deixando Caleb sozinho com a mãe. Em seu aniversário de dezoito anos, quando agradecia a mãe com um abraço, pelo presente que ela havia lhe dado, Caleb foi surpreendido por um grito agonizante da mãe. Quando se afastou, viu o pescoço da mulher, onde antes seus braços estavam, completamente queimado, de uma forma tão intensa que a pele se tornou preta e pedaços dela caíam. Sua mãe caiu inconsciente e Caleb, assustado e muito nervoso, se jogou próximo ao corpo e constatou que ela não respirava mais.
O episódio mexeu muito com Caleb. Matar a própria mãe o destruiu e ele só conseguia pensar no olhar que seu pai lhe daria, na reação dele, no quanto o odiaria por ter feito aquilo. E ainda se sentia culpado, o que só fez com que a ideia de fugir de casa e nunca mais voltar fosse a melhor opção. Ele o fez, deixando tudo para trás e aquele dia se tornou o pior de sua vida, nunca mais comemoraria seu aniversário e ainda odiaria aquela data pelo resto da vida.
Com suas economias conseguiu sair da cidade, porém não sabia exatamente onde estava. Teve que dormir na rua algumas noites, até que uma mulher apareceu e, estranhamente, sabia de tudo o que havia acontecido com ele. Ela ofereceu ajuda, um abrigo numa mansão com outros mutantes, lá seriam ajudados a controlar os poderes que tinham. Como seu cérebro trabalhava em uma velocidade muito acima do normal, em menos de um minuto havia pensado em todas as possibilidades de como aquilo poderia dar errado, mas nenhuma delas era pior do que morar na rua e passar fome, então aceitou ir.

Gosta:
▸ Ler histórias em quadrinhos e livros.
▸ Tocar instrumentos.
▸ Estudar.
▸ Desenhar.
▸ Assistir a séries e filmes.
▸ Jogar vídeo-games.
▸ Observar as estrelas.
▸ Computadores e outros aparelhos eletrônicos.
▸ Ouvir músicas.
▸ Peças de teatro.
▸ Animais.
▸ Desvendar enigmas.
▸ Explorar novos lugares.
▸ Comidas de outras culturas.
▸ Jogos de raciocínio e estratégias, como de tabuleiros e cartas.

Não gosta:
▸ Lugares fechados e apertados.
▸ Pessoas convencidas demais.
▸ Pessoas egoístas.
▸ Aranhas.
▸ Mar.

Par:
Você decide.

Melhores amigos:
Você decide.

Medos/traumas:
Tem medo do escuro, embora seja algo bobo, na realidade ele tem medo do que pode se esconder no escuro. Tem medo do mar, pois ele não sabe nadar. Tem medo de falhar em algo que cause a perda de pessoas que ele ama.

Traje de herói:

As partes que brilham, no uniforme do Caleb, não brilham, são simplesmente listras pretas.

Se houver uma guerra, você vai ser do tipo:
B- Que quer que os mutantes e humanos se entendam e que conviviam pacificamente.

Símbolo:


Algo mais?
▸ Caleb é bissexual, mas tem mais atração por garotos.
▸ As luvas de seu traje foram projetadas para suprimir e redirecionar a energia, assim facilitando o controle. Por esse motivo ele costuma estar sempre com elas, até mesmo dormindo.


▸ Signo: Peixes.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...