~MrsCasmurro

MrsCasmurro
Bia
Nome: Ana Beatriz
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Salvador, Bahia, Brasil
Aniversário: 23 de Novembro
Idade: 19
Cadastro:

Singularidades


Postado

Judy Hepburn
Nome completo:
Judith Hepburn

Apelido:
Judy

Apelido de mau gosto:
Xerox, ela se irrita facilmente quando é chamada assim.

Idade:
18 anos

Cidade natal:
Nova Iorque, EUA

Aparência:
Judy possui olhos amendoados assim como a cor de seus cabelos, estes entretanto estão sempre pintados de loiro, são de comprimento médio, escorridos e uma franja que praticamente cobre suas sobrancelhas bem definidas. Tem 1,57 de altura e é bem magra, o que a faz parecer frágil.





Photoplayer:
Carlson Young

Habilidade singular:
Judy pode gerar cópias ilimitadas de si mesma, ela se autoduplica quando deseja e pode descartar a copia quando quiser também. Ela tem uma habilidade chamada empatia, que serve para mante-la conectada a suas cópias. Fisicamente ela e suas cópias são muito fortes e resistentes.

É novato ou veterano na academia?
Veterana

Sexualidade:
Heterossexual

Personalidade:
Judy é uma menina extremamente egoísta e custa aceitar as coisas de outro jeito além do dela, teimosia é a palavra que melhor define sua personalidade. Quando invoca com algo é quase impossível convencer do contrário.
É muito bonita, e sabe disso. Usa de seu charme para conseguir o que quer e quem quer, entretanto quando é contrariada faz um enorme drama. Porque ela é assim, exagerada mesmo, do tipo que faz um redemoinho em um copo d'água. Drama é com ela mesmo.
Com toda a sua prepotência ainda se mostra uma pessoa esforçada. Trabalha pelo que quer e é muito dedicada e determinada, é admirada pela força e coragem. Também está disposta a defender alguém que goste muito, mesmo que goste de poucas pessoas. Afinal, não é fácil suportá-la.
Arrogante, vingativa, simpática. Sim, simpática. Judy ganha qualquer um com seu sorriso doce, mesmo que por vezes falso. A primeira vista é um amor, mas restam poucos amigos quando são forcados a conviver com seu temperamento forte.
Esta sempre de ótimo humor, sorrindo e pregando peças em seus amigos, e em não amigos também, adora piadas de duplo sentido e é a rainha do sarcasmo. É uma ótima conselheira para os amigos por ser bem pé no chão e responsável.
Essa é Judy, extremamente astuta e ágil, as vezes difícil de conviver, outras vezes não conseguimos ficar longe dela.

Qualidades:
É eloquente, carinhosa, comunicativa e inteligente. Têm muita energia e vitalidade.

Defeitos:
É superficial e egoísta. Tende ao nervosismo e a tensão, pode ser calculista e teimosa.

Medos/fobias:
Altura e pássaros

Número do quarto – feminino:
13

Cor(es) favorita(s):
Verde e roxo

Par?:
Sim, a autora escolhe

História antes de chegar à academia:
Judy é a filha mais velha de um casal de classe média, ela teve uma vida basicamente normal e sem muitas singularidades. Bom, excluindo o fato do seu irmão mais novo possuir habilidade de se regenerar, a família era como qualquer outra de Manhattan. Aos quinze sua mãe foi morta durante um assalto e seu pai entrou numa terrível depressão, ela e o irmão passaram a morar com a avó paterna. Mary Hepburn vivia na área rica de NY e era uma renomada estilista, não aprovava o casamento do único filho e por isso não tinha muito contato com os netos até então. Só aceitou cuidar deles na esperança de "salvar" a família. Judy e John passaram a conviver com a elite e obedecer as ordens imposta pela avó.
Seu pai foi internado em uma clínica de reabilitação por conta da depressão e os problemas de alcoolismo que ele desenvolveu após a perda da mulher. Judy e o caçula sempre iam o visitar, mas certa vez foram abordados no caminho, este foi o gatilho para Judy desenvolver os seus poderes, o medo e o trauma de perder a mãe em um assalto a fez criar várias cópias dela mesma fazendo os dois bandidos fugirem aterrorizados.
Os irmãos guardavam o segredo de seus poderes por medo de sofrer represarias da severa avô, mas não durou muito tempo. Ao descobrir que os netos "não eram normais" Mary tratou de mandá-los para a academia afim que oculta a parte "imperfeita" da família.

Gosta de:
falar, ler, fazer muitas coisas ao mesmo tempo, usar seus poderes para atentar os outros, química, ver filmes/séries de suspense e batata frita.

Não gosta de:
ficar sozinha (e ela usa seus poderes para evitar isso), se sentir atada a uma situação ou lugar, de esperar, chocolate e frio.

Matéria em que se destaca:
Estratégia e Uso da Lógica

Matéria em que tem dificuldade:
Cura e Trabalho em Equipe

Como se relaciona com:

- Amigos: Apesar de ter fama de mandona é uma boa amiga para aqueles que gosta, sempre os defendendo e fazendo de tudo para ajudá-los. É também a conselheira oficial deles, sempre disposta a ouvir os problemas, e dar a opinião dela no assunto, é claro.

- Inimigos: Judy perde toda a sua educação quando se ver em confronto com alguém que não gosta. Grita, xinga, é uma exímia barraqueira. E mesmo quando a pessoa está no canto dela, se ela não for com a cara não perderá a chance de alfinetar.

- Professores: Judy é a aluna 'padrão' sempre prestando atenção nas aulas e tirando excelentes notas, é a clássica puxa saco e favorita de muitos professores. Claro que sempre tem um que não vai com a cara dela e a mesma tenta conquistar.

- Louis Patrick Handler: Louis é uma das pessoas que mais tem afinidade em toda a acadêmia, seu jeito bem humorado a conquistou desde o primeiro momento. São grandes amigos e Judy admira o seu jeito estável totalmente oposto ao dela. Se os seus amigos recorrem a ela quando precisam de conselhos é ao Louis que Judy corre.

- Nicholas Emmett Dickens: Nik e Judy não são muito próximos, ela não tem nada contra mas também nada a favor.


John Hepburn
Nome completo:
Jonathan Hepburn

Apelido:
Jonh

Apelido de mau gosto:
Jonny esponja (já que a estrela do mar é o animal com a maior capacidade de se regenerar), ele não se importa muito com isso.

Idade:
17

Cidade natal:
Nova Iorque, EUA

Aparência:
Jonh herdou do pai os intensos olhos castanhos e a espessa sobrancelha. Os cabelos são castanhos e sempre mal penteados. É relativamente magro, mas possuí os -poucos- músculos bem definidos em seus 1,70 de altura.





Photoplayer:
Dylan O'Brien

Habilidade singular:
Ele pode regenerar-se, recuperar-se rapidamente de ferimentos, o que é perfeito para ele já que Jonh deve ser a pessoa mais desastrada deste mundo.

É novato ou veterano na academia?:
Veterano

Sexualidade:
Heterossexual

Personalidade:
Espontâneo e despreocupado são sem dúvidas a palavra que melhor descreve Jonh, simplesmente porque o céu pode está desabando e ele vai fazer alguma piada em relação a isso. Provavelmente vai ser aquele tio do "pavê ou pra comer?" Suas piadas fora de hora e de humor duvidoso pode tirar muita gente do sério mas ele não parece se importar, a coisa da noção não veio no pacote Jonh de ser.
Mas pode ter certeza de que se ele magoou alguém foi sem querer mesmo, tá pra nascer alguém com o coração mais bondoso que ele, sempre vendo o melhor lado das pessoas, mesmo que nem sempre exista... Nem por isso ele deixe de falar umas verdades, é o tipo sincero exagerado e por vezes fala algo que possa parecer cruel, mas não para ele.
Aliás, ele não se magoa fácil, justamente pela sua falta de noção acha sempre que as pessoas estão brincando assim como ele. A pessoa pode discutir com ele que no outro dia ele vai está tratando como se nada tivesse acontecido
Jonh também é muito ligado a esportes e apesar de ter um péssimo equilíbrio e noção de espaço, esses defeitos não se mostram presente quando ele está jogando futebol.

Qualidades:
Tem uma visão positiva da vida, acredita que tudo vai dar certo. Não abre mão da alegria e generosidade.

Defeitos:
É irresponsável e descuidado.

Medos/fobias:
Palhaços e cobras

Número do quarto – masculino:
112

Cor(es) favorita(s):
Vermelho e azul

Par?:
Sim, a autora escolhe

História antes de chegar à academia:
Jonh é o filho mais novo de um casal de classe média, ele teve uma vida basicamente normal e sem muitas singularidades. Bom, excluindo o fato de desde os quatro anos possuir habilidade de se regenerar, a família era como qualquer outra de Manhattan. Aos quatorze anos sua mãe foi morta durante um assalto e seu pai entrou numa terrível depressão, ele e a irmã passaram a morar com a avó paterna. Mary Hepburn vivia na área rica de NY e era uma renomada estilista, não aprovava o casamento do único filho e por isso não tinha muito contato com os netos até então. Só aceitou cuidar deles na esperança de "salvar" a família. Jonh e Judy passaram a conviver com a elite e obedecer as ordens imposta pela avó.
Seu pai foi internado em uma clínica de reabilitação por conta da depressão e os problemas de alcoolismo que ele desenvolveu após a perda da mulher. Certa vez em uma de suas visitas com a irmã, foram abordados por dois bandido, até então ele achava que era o único da família a possuir uma habilidade mas logo o da irmã foi descoberto.
Os irmãos guardavam o segredo de seus poderes por medo de sofrer represarias da severa avô, mas não durou muito tempo. Ao descobrir que os netos "não eram normais" Mary tratou de mandá-los para a academia afim que oculta a parte "imperfeita" da família.

Gosta de:
Festas, correr, jogar futebol, acompanhar esportes e musicais da Broadway

Não gosta de:
Mau humor, regras, comidas gelada e preconceitos.

Matéria em que se destaca:
Combate Não-Singular

Matéria em que tem dificuldade:
História das Singularidades e Poderes:

Como se relaciona com:

- Amigos: É sincero ao extremo, mesmo que involuntariamente, aliás como já foi comentado Jonh não tem a famigerada noção. Ele é bastante espontâneo com seus amigos, sempre brincando com todos.

- Inimigos: Ele não é de ter muitos inimigos, até porque a pessoa perderia a paciência ao tentar um confronto com ele. É do tipo que rir de tudo e não leva nada a sério.

- Professores: Carrega a fama de irresponsável e isso não agrada em nada seus professores que vivem lhe dando broncas, ele é claro reage como sempre: soltando piadinhas.

- Louis Patrick Handler: Eles seriam ainda mais amigos se não fosse o jeito perfeccionista que o Louis possuí e que Jonh do sério, no mais são bons amigos e costumam se divertir juntos.

- Nicholas Emmett Dickens: Jonh acha que Nicholas não vai muito com a cara dele e por mais que tente algum contato o garoto permanece no seu canto e quase nunca ri/entende suas piadinhas.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...