~SugarBabyBitch

SugarBabyBitch
Be Fox! Wah! Wah!
Nome: [/𝓗]unter (✨𝒯𝒽𝑒 𝒟𝒶𝓃𝒹𝑒𝓁𝒾𝑜𝓃✨)
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 2 de Setembro
Idade: 14
Cadastro:

Os Sobreviventes


Postado




『Nome Completo』

Daniel Corand Grayson

『Apelidos』

Dan: Apelido que carinhosamente sua irmã o apelidou, ele ganhou esse apelido, pois quando pequeno sua irmã não conseguia falar Daniel e começou a chama-lo por Dan, e acabou que alguns familiares aderiu o apelido.

Cody: Diminutivo do seu segundo nome, ele foi apelidado assim pelo seu melhor amigo e depois de tanto as pessoas ouvirem o amigo de Daniel o chamarem de Cody, acabaram pegando o costume de chama-lo de Cody, em algumas situações as pessoas o apresentam como Cody e não como Daniel.

『Idade e Data de Nascimento』

30 anos || 23 de Julho de 1986

『Sexualidade』

Heterossexual

『Aparência』

Daniel é um homem de pele clara rosada. Um rosto quadricular, com traços fortes e definidos. Sobrancelhas grossas e não definidas, possui olhos verdes e cílios pequenos e finos que rodeiam seus pequenos olhos. Daniel possui os traços dos lábios finos e o lábio carnudo e rosado, Dan possui a mandíbula funda. Daniel possui seus cabelos castanhos escuros curtos, num corte popadour, sempre penteados de maneira bagunçado.
Possui 1,80 de altura, que ele considera uma altura mediana. Possui um porte físico forte, com direito a músculos, abdômen sarado e á pernas torneadas.













Paul Wesley


『Personalidade』
Daniel é um homem introvertido, não que ele seja tímido ou algo do tipo, ele só não gosta e não quer ter muito contato, interagir ou conversar com as pessoas que ele não tem muita afinidade, ele é o típico homem que gosta de ficar isolado ou somente com as pessoas que ele gosta. Cdoy é do tipo que observa mais e fala menos, é mais de ficar no seu canto isolado, ele é do tipo de pessoa que quando alguém pergunta alguma coisa á ele, ele só assenti ou dá respostas curtas como, "sim", "não", "uhum", etc.
Daniel é muito sério, ele parece que não consegue sorrir ou rir de alguma coisa facilmente, ele é do tipo quando alguém conta uma piada e todo mundo está rindo, ele é a pessoa que está séria e com uma cara de poucos amigos. Ele está mais do que acostuma em ouvir as pessoas o chamarem de chato ou sem graça, mas ele não dá a mínima.
um dos adjetivos que descreve bem Dan é grosso, ele é uma pessoa rude, que sempre está dando mal resposta em todo mundo, poucas pessoas escapa de seus argumentos grossos e ríspidos poucas pessoas mesmo. Daniel sempre tem um argumento bem bolado e ríspido para sair distribuindo para as pessoas que ele acha que merece, as vezes ele não é grosso por querer, as vezes ele está tão acostumado a ficar na defensiva e ficar dizendo comentários grosseiros, que as vezes é involuntário.
Apesar de ser perfeccionista, não quer dizer que seja perfeito. Ele tem os seus defeitos e estes podem ser muito irritantes. Ele acha que ninguém consegue fazer as coisas com tanta ordem e eficiência quanto ele. E o que irrita é que muitas vezes ele tem razão! Daniel detesta quando é criticado abertamente. Se ele errar, diga-lhe com muito tato para não perder a amizade (ou a afinidade). Quando se trata de admitir que está errado, esta ele parece sofrer um bloqueio mental. Ele tem mais facilidade para criticar os defeitos nos outros do que para aceitar os seus próprios. Não que ele ache que é perfeito. Daniel sempre é muito critico com relação a sua aparência, trabalho, alimentação e no amor, claro.
Não espere ver Cody tendo sonhos, ilusões ou fantasias sobre as pessoas mesmo quando está amando. Ele é muito “pé no chão” e muito prático para se deixar levar por sonhos. Ninguém consegue ser tão pratico quanto ele. Nem mesmo o amor ou a amizade consegue cobrir os olhos de Daniel e impedir que ele veja os defeitos e falhas das pessoas.
Dan é muito detalhista, ele consegue ver detalhes que poderia passar despercebido por um especialista, ele presta atenção em tudo no mínimos dos detalhes. Cody diz que consegue aprender e conhecer melhor as coisas e as pessoas observando-as, observando cada detalhe, movimento, atitude, ele consegue fazer um perfil de uma pessoa com base somente em suas observações, algumas vezes podem está erradas, mas é em poucos casos.
Daniel é uma pessoa muito perfeccionista, ele não se contenta com o simples para ele tem que está em perfeito ou algo bem perto de ser perfeito. Cody é tão obcecado por perfeição que nenhum erro passa despercebido por ele por mais pequeno que esse erro seja. Dan sempre busca perfeição em tudo, no trabalho, organização, na aparência, na alimentação, resumindo em tudo. Para ele não existe meio termo, não existe "está mais o menos", para ele ou está perfeito ou está péssimo.
Daniel é um homem muito inteligente, ele era o "nerd" da sua escola e o queridinho dos professores, aquele que lembra o professor que tem tarefa porque ele fez. Como havia dito antes ele é muito curioso, desde pequeno, então ele sempre teve uma enorme curiosidade por saber quando ele sabia de algum assunto ele gostava de aprofundar nele, de saber mais, ele pesquisava, lia livros e jornais sobre o assunto, até ele saber tudo ou pelo menos quase tudo, e como ele tinha uma ótima memória ele aprendia rapidamente. Com Cody nunca tinha que explicar a mesma coisa duas vezes, já na primeira ele entendia. Ele tem um raciocínio rápido, quando fazem uma pergunta para ele, e ele sabe a resposta ele já responde com a maior facilidade, e se ele não sabe ele pesquisa para saber.
Sinceridade, um dos pontos mais fortes de Cody, ele sempre foi muito franca com todo mundo, sem rodeios ele ia direto ao ponto. Ele sempre foi sincero com todo mundo, ele sempre dizia o que pensava e o que sentia, mas ele sempre expõe sua sinceridade de maneira sútil e educado, para que ele não magoasse ninguém, mas o erro dele foi sempre achar que as pessoas iriam expor suas sinceridades de maneira sútil como ele, mas não, ele sempre recebia verdades de maneira rude e desrespeitosa, e acabava magoado, algumas vezes ele prefere que as pessoas guardem o que sente e suas opiniões para elas mesmas para não machucarem outras pessoas. Daniel é sincero, mas isso não quer dizer que ele não mentiu alguma vez ou não vai menti, mas mentir não é um ato que ele comete constantemente, ele só vai mentir se for mesmo necessário.
Nunca deixe Cody percebe que ele está te irritando pois se ele perceber que certas atitudes ou ações que ele anda tomando estão incomodando alguém ele vai continuar a fazê-las só para irritar mais, para verem as pessoas explodirem de raiva.
Daniel é uma pessoa que não se estressa facilmente, chega irritar o jeito que ele fica calmo em situações em que qualquer um explodiria de raiva e ódio. Daniel é calmo pois ele acredita que se você se irritar, você não vai pensar direito e vai acabar tomando decisões que você pode se arrepender ou podem te prejudicar futuramente. Poucas coisas e pessoas tem o dom de tirar Cody do sério, mas são poucas mesmo, por isso é tão raro vê-lo irritado. Dan não se preocupa com praticamente nada, por isso não se estressa tão facilmente, muitas pessoas dizem que é porque ele não se importa com alguém ou alguma coisa para se preocupar, mas na verdade ele só não quer um motivo para ficar estressado. Ele pode ser calmo, mas adora ver as pessoas com ódio ou ver brigas e discussões.
Daniel adora ajudar as pessoas, seja com dinheiro, com alimento, etc, desde que esteja dentro do seu alcance. Cody ajuda várias organizações e projetos como, Humane Society, a Cystic Fibrosis Foundation e a The Nomad Organization, que são projetos que promovem educação, comida e remédios para as crianças na África. Ele não se importa em ajudar as pessoas demais e fazer papel de "trouxa", ele pelo menos fez o papel de uma bom cidadão.
Uma dos maiores defeitos e qualidades de Cody é que ele não se esquece de nada, se você fez alguma mal á ele ou o prejudicou de alguma forma, pode ter certeza que ele não se esqueceu disso e irá usar isso de alguma forma contra você. Além dele não esquecer de nada ele é bem rancoroso, então pode ter certeza que se você vacilou com ele, Dan não perdoou, pois ele não perdoa quase nada.


『Gostos』
-Café
-Dormir
-Filmes de terror
-Cigarros
-Pizza de Brócolis com queijo
-Chuvas
-Frio
-Futebol
-Desenhar
-Dormir
-Sorrisos
-Gatos
-jornal


『Desgostos』
-Séries
-Livros
-Músicas altas
-Chá
-Doces
-cachorros
-Bebidas Alcoólicas
-Calor
-Festas
-Escuro
-Motos
-Viajar de avião
-Piadas
-Injustiças


『História』
Daniel era de uma família simples e humilde do Texas, ele vivia numa fazenda junto com sua mãe, seu pai, sua irmã e seu irmão. Não podemos dizer que ele tinha uma infância normal, já que ele nunca tinha tempo para brincar, pois como era o irmão mais velho, então ele tinha que estudar de manhã, a tarde ajudar seu pai a cuidar da fazenda, cuidar do seus irmãos e depois ajudar sua mãe na cozinha, e o tempo que sobrava ele fazia os deveres de casa e ajudava seus irmão a fazerem os deveres, mas apesar dessa vida corrida ele era bastante feliz.
Aos 16 anos Daniel se mudou para Nova York junto com seus dois melhores amigos, Lucy e Matt, eles conseguiram uma bolsa de estudo numa escola particular da cidade após fazerem uma prova, na verdade eles fizeram várias provas, mas só conseguiram passar nessa, a escola tinha um ensino médio, mas para eles qualquer ensino era melhor do que o da escola deles. O sonho de Daniel sempre foi se tornar um médico cirurgião, mas isso mudou quando durante um assalto seu amigo Matt foi morto. Depois do ocorrido Lucy e Daniel voltaram para o Texas e terminaram o ensino médio na escola de lá mesmo, com certa dificuldade, pois o ensino de lá era um pouco atrasado. Quando Daniel concluiu o ensino médio voltou para Nova York para cursar a Academia de Policia do Departamento de Nova York (NYPD), no começo foi bastante difícil já que ele era o mais novo entre os outros, e os outros conheciam melhor a cidade, as gangues e criminosos, e para piorar o Cadente que ficava a frente da academia, vivia em cima dele, mas isso acabou contribuindo para que ele se desenvolvesse mais.
Depois de se tornar oficialmente um policial que foi com 29 anos, ele se casou com Amélia, uma ex mulher de um traficante da região, eles "tiverem" dois filhos, um menino e uma menina, mas o menino acabou morrendo dois dias após o seu nascimento, pois seus pulmões não tinham se desenvolvido. A garotinha foi chamada de Debra em homenagem a mãe de Amélia que faleceu em decorrer de um câncer. Quando Deb, Apelido de Debra, completou 6 meses, a mãe dela foi assassinada a mando de seu ex marido que não aceitou o fim da relação. Quando Daniel perdeu a esposa entrou em uma profunda depressão, deixou Debra morando com seus pais no Texas e começou a beber e fumar, ele bebia tanto que chegou a entrar em coma alcoólico três semanas seguidas, mas ele entrou numa clínica de reabilitação e superou a morte da esposa e seu vício. Depois de sair da clínica ele trouxe Deb para morar novamente com ele, ele teve outros relacionamentos, mas nenhum durou, ele se tornou um bom policial, um ótimo na verdade, porém se tornou bastante frio, só as pessoas bem, mas bem próximas á ele conseguia ver seu lado "carinhoso", se podemos chamar assim.
Quando houve o ataque, Daniel estava na delegacia para buscar alguns documentos antes de viajar com Deb para o Texas, para passar suas férias com sua família, ele ficou confuso, achando que aquilo não passava de alguma brincadeira, mas essa ideia saiu de sua cabeça quando ele viu um dos policiais que estava lá sendo atacado, ele ficou nervoso e atirou por tudo que era lado, ele pegou sua filha e se escondeu com ela na sala de evidências, e lá ficou até cair a ficha do que estava acontecendo. Ele pegou a arma que ele levava consigo e abriu a porta e atirou em alguns os zumbis que estava no hall da delegacia e trancou todas as portas após atirar em alguns e esfaquear outros. Ele pegou algumas caixas de munição para a pistola que ele carregava que estavam na delegacia e um rádio, e voltou para a sala de evidências onde tinha deixado Debra e ficou lá até amanhecer.


『País / Cidade de onde veio 』
Dallas, Texas

『Quando, onde e como ouviu a mensagem que Joe transmitiu no rádio? Como foi a viagem até encontrá-lo?』
Ele ouviu a mensagem enquanto estava trancado na sala de evidências, enquanto estava tentando se comunicar com os outros policiais, ele acabou pegando a frequência da mensagem de Joe. Como ele estava sem rumo e sem nenhum rumo para seguir ele decidiu ir ao encontro de Joe, ele pegou um dos carros que ficavam no pátio onde eles aprendiam carros multados ou que transportavam drogas. A viagem até encontra-lo foi muito turbulenta eles tiveram que abastecer o carro num posto no meio do nada e quase foram mortos por zumbis, eles assaltaram uma loja de conveniência, e viu um homem ser devorado por zumbis enquanto eles iam embora sem ajuda-lo, Daniel fica melancólico só de lembrar os gritos de horror do homem e de sua filha chorando, mas tirando isso a viagem foi tranquila.

『Familiar, amigo(a), namorado(a) que vai perder durante o Apocalipse:』

Regina Morgan Grayson | 50 anos | Mãe | Dona de Casa

Lisa Edelstein
Daniel sempre foi o filho obediente que nunca desacatou ou desrespeitou nenhuma ordem de sua mãe, ele sempre foi bastante atencioso e amoroso com ela, claro que do jeito introvertido e indireto dele. Mas apesar de ter uma boa relação com sua mãe e um enorme respeito, ele não era tão próximo dela, tipo ele não costumava conversar muito sobre ele ou se abrir com ela, quando sua mãe perguntava sobre o seu dia a resposta dele sempre foi "normal" ele nunca aprofundava mais do que isso.

Harrisson Bennet Grayson | 57 anos | Pai | Fazendeiro

Hugh Laurie
Eles desde sempre foram muito próximos, Daniel sempre teve um confiança enorme em seu pai, diferente da relação que ele tem com sua mãe, ele conversava abertamente sobre tudo com seu pai, garotas, sexo, bebidas e drogas. Mas mesmo eles sendo tão próximos, tendo liberdade para brincar e zoar um ao outro, Daniel nunca perdeu o respeito com seu pai.

Olivia Grayson | 21 anos | Irmã | Estudante

Odette Annable
Daniel nunca foi muito próximo de sua irmã, mas tinha um enorme carinho por ela, sempre que ela precisava de um apoio ou desabafar Daniel sempre esteve presente, mesmo não entendendo seus problemas. Ele era do tipo protetor que ficava na defensiva quando sua irmã tocava no assunto garotos e sexo, ou quando ela saia para festas e bailes.

Jared Grayson | 25 anos | Irmão | Engenheiro

Zach Roerig
Os dois tinham personalidades similares, tirando que que Jared era o esquentadinho e o rebelde da família, depois do pai, Jared era o familiar que Daniel era mais próximo. Os dois tinham liberdade para conversar sobre qualquer assunto, brincar e zoar um com outro, etc. Mas eles discutiam muito por conta de Jared desrespeitar os pais e sempre arrumar brigas por motivos fúteis, mas tirando isso os dois possuíam uma boa relação.

Debra Moriarty Grayson | 1 ano | Filha | [..?..]

Daniel é muito protetor com Deb, ele vive em cima dela 24 horas por dia, além de ser muito cuidadoso, ele protege e cuida dela como se ela fosse a última joia existente no mundo, ele só sai de perto da garota quando ela dorme, e ele espera ela dormir, e ainda vai de meia e meia hora olha-la dormindo para ver se está tudo bem. Como todo pai ele ama e mima muito ela e faz de tudo um pouco para vê-la feliz.

Troian Moriarty Lancaster | 29 anos | Enfermeira

Torrey DeVitto
Daniel era muito amoroso e carinhoso com Troian, ele acha que ela era a única que conhecia esse lado dele. Ele confessa que era um pouco ciumento, pois ela foi o primeiro relacionamento sério dele, ele teve outros relacionamentos, mas nenhum deles ele apresentou para a família ou pediu oficialmente em namoro ou casamento. Troian fazia Daniel feliz, muito feliz na verdade, fazia ele enxergar o lado positivo da vida e fazia ele enxergar o lado carinhoso e carismático que existia nele. Como todo casal eles discutiam, porém rapidamente se resolviam, nenhuma das discussões que eles tinham era muito séria de um ter que dormir no sofá ou ficar emburrado ou bravo com o outro.


『Quer ter par?:』
Não, mas eu aceito que ele pegue alguns personagens.

『Como é sua relação com seu par?:』
Ele só vai pegar, então não há necessidade de relação, eu acho, mas se precisar você me avisa

『O que fazia antes do Apocalipse Zumbi?:』
Ele era um policial do departamento de Nova York

『Arma:』
pistola 380 taurus cromada 21 tiros


Ele conseguiu a arma junto com seu distintivo, quando se formou na academia de Policia do Departamento de Nova York.

Faca 708 Tática Militar De Combate

Ele ganhou essa faca de presente do seu primo, Josh, Ele disse que essa faca era do pai dele que era um soldado aposentado e deu essa faca para ele achando que ele iria se tornar um soldado também, e como ele estava cursando a faculdade de Medicina, não teria utilidade para ele, então ele deu a faca para Daniel no dia em que ele se formou quando eles foram para um bar comemorar.

『Objeto pessoal precioso:』
A sua aliança de casamento que até hoje ele nunca tirou e a aliança de sua esposa que ele sempre leva no bolso de sua camisa


『É uma pessoa racional, ou age por impulso?:』
Ele é bastante racional

『Sabe que, a partir do momento em que enviar esta ficha, seu personagem me pertence e eu posso fazer o que quiser com ele?:』
Yes!

『Sabe que seu personagem pode morrer?:』
Sim! :(

『Frase-chave:』
I’m a survivor, I’m not gon’ give up!





『Nome Completo』
Amethyst Amelia Marshall

『Apelido』
Amy:Apelido derivado de seu primeiro nome, que ela recebeu de sua mãe. Ela particularmente odeia esse apelido, mas não censura as pessoas por a chamarem de Amy, porém ela só aceita que as pessoas mais próximas á ela a chamem por esse apelido.

Lady Ambrosia:Não é bem um apelido, e sim um codinome que ela usa. Lady significa algo como "Senhora" e Ambrosia era o sobrenome de solteira de sua mãe.

『Idade e Data de Nascimento』
7 de junho de 1990 | 26 anos

『Sexualidade』
Bissexual

『Aparência』
Dona de madeixas compridas que seu comprimento vai até a altura de seus seios, com suaves ondulações seu cabelo para sociedade é considerado ondulado mesmo que as vezes por conta da chapinha seu cabelo esteja liso, a coloração de seu cabelo é loiro baunilha que é um tom platinado de loiro só que mais escuro. Suas madeixas são volumosas e sedosas e essa maciez acaba provocando leveza em seus cabelos oque ocasiona movimentos suaves assim mostrando a todos o cabelo saudável e forte que possui.





Seu formato de rosto é oval com traços bem marcados dando assim a ela uma afeição mas séria e sensual, sua pele é clara mas não pálida possuindo algumas pequeninas manchas amarronzadas e pretas em todo seu rosto e corpo, as maçãs de seu rosto são bem aparentes e possui um tom rosado dando a impressão de que ela esteja corada. Seu nariz é longo e fino sendo considerado arrebitado, ele é proporcional ao seu formato de rosto. Seus lábios possuem traços finos porém são carnudos, seus dentes são esbranquiçados e possui um sorriso bastante tentador. Seus miúdos olhos possuem um tom castanho médio, seus cílios são pequenos e não são alongados, suas sobrancelhas são definidas e grossas possuindo uma coloração loira escura.





Seu corpo é avantajado sendo bastante admirado, seus seios são pequenos e firmes, suas nádegas são avantajadas e empinadas, suas pernas e coxas são grossas e malhadas, sua cintura é fina e seus quadris são avantajadamente largos, sua barriga é chapada.





Iggy Azalea

『Personalidade』
Amy é uma mulher um pouco materialista, ela é do tipo que se importa com poucas pessoas mas poucas pessoas mesmo, ela liga muito para os bens materiais joias, dinheiro, roupas, carros, etc, são coisas que ela valoriza muito até mais do que algumas pessoas, isso pode parecer arrogante mas ela acha melhor ter dinheiro e objetos de luxo, do que pessoas que a amem, porque ela pode nunca levar os seus bens materiais para o túmulo mas os seus objetos nunca vão magoa-la iguais as pessoas a magoa.
Amy é extrovertida e brincalhona, uma pessoa sociável que não importa onde ela esteja ela quer fazer amizade e puxar conversa com todo mundo, por isso ela faz amigos facilmente. Timidez não é algo dela, ela não tem vergonha de expor o que pensa, de seus gostos e sonhos, e até mesmo de quem ela está gostando quando ela quer ficar com alguém, ela não costuma pedir para alguma amiga ou amigo falar com o individuo antes, ela mesmo vai e toma iniciativa. Amethist vive pregando peças em seus amigos ou fazendo os mesmo pagar vergonha, falando algo vergonhoso sobre seu amigo alto e em publico, dançando em público, etc. Amy é a colecionadora de piadas, todos os dias tem uma piada diferente para contar seja idiota ou engraçada, ela também coleciona muitas histórias hilárias como o dia em que ela caiu na frente da pessoa que ela gostava ou quando ela bateu o carro que ela tinha acabado de ganhar ou a primeira vez que ela fumou maconha no casamento de seus pais.
Amy é uma mulher muito sarcástica, quase que o sarcasmo faz parte dela já que na maioria das respostas ou comentários que ela faz ela usa o sarcasmo, e ela acostumou tanto a usar o sarcasmo e ironia como resposta que as vezes é automático. Chega a irritar como ela consegue ser tão sarcástica, mas ela não se importa, muitas das vezes Amy usa o sarcasmo como modo de defesa, quando entra em uma discussão com alguém, quando quer irritar alguém, o que na maioria das vezes dá certo, mas ela usa também para zombar de alguém ou para acalmar uma situação.
Um dos maiores defeitos de Amy é ser absolutista, ela não aceita e não consegue aceitar outras opiniões que são diferentes da dela. Quando alguém vem opinar qualquer coisa para ela, ela ignora completamente, ela simplesmente não liga para as opiniões alheias e diferentes da dela, para ela o que importa e o que conta mesmo e sua própria opinião.
Amethyst não consegue se satisfazer com o que tem, ela sempre quer e sempre vai querer mais, e mais. Quando Amy coloca na cabeça que quer determinada coisa seja ela lícita ou ilícita, ela não vai medir esforços para conseguir, essa determinada coisa, um bom exemplo disso é o dinheiro, mesmo Amy tendo muito dinheiro ela não consegue se saciar com que ela tem, pois ela sempre quer mais e mais.
Mesmo Amy sendo uma mulher fina que usa de um vocabulário de palavras rebuscadas e educadas, essas palavras costumam vir com uma borda cortante. Ela é uma pessoa muito grossa, mas seu vocabulário fino e sofisticado "disfarça" essa sua grosseria.
Uma mulher inteligente e estrategista, ela possuí um raciocínio rápido e lógico, dificilmente ela erra em alguma questão ou em qualquer coisa, ela quase sempre tem razão. Ela é uma pessoa que por meio de sua inteligência consegue ser bem prática e estratégica, conseguindo sair de um conflito ou por uma situação difícil facilmente e ilesa, ela é uma pessoa que consegue aplicar os meios disponíveis ou explorar condições favoráveis com vista a objetivos específicos para sair de ciladas e enrascadas. Ela é muito “pé no chão” e muito prática para se deixar levar por sonhos ou fantasias, ela é muito lógica, ela não se deixa levar por expectativas ou esperanças, ela vai mais na lógica.
Amy é muito “pé no chão” e muito prática para se deixar levar por sonhos. Ela vive evitando que abstrações ou fantasias intervenham em sua conduta. Amethyst encara conflitos e situações difíceis com realismo, ela é muito apegada ao concreto, aos fatos, coisas que foram comprovadas. Amy é do tipo que se alguém falar para ela "unicórnios existem" ela vai dizer que não existem, dizer que enquanto não acharem um fóssil de unicórnio ela vai continuar acreditando que não existem, ela nunca vai acreditar em nada sem provas concretas. Amethyst sempre odiou ficção, conto de fadas, etc, pois o realismo dela era tanto que era impossível para ela gostar de histórias de príncipes encantados, princesas, fadas, bruxas, etc.
Mesmo ela tendo essa personalidade difícil, ela é uma mulher carinhosa e atenciosa, porém só com as pessoas que são próximas á ela, como família e amigos, e também ela não é de demonstrar esse carinho, ela demonstra ajudando, protegendo e defendendo, aliás, isso é a atitude que ela mais comete proteger, Amy é capaz de tudo para proteger quem ama, tudo mesmo.


『Gostos』
Festas | Bebidas Alcoólicas | Club de Strip | Dinheiro | Joias | Cocaína | Jornal | Sexo | Carros | Praia | Calor | Armas | Cigarros | Basquete | Batons | Seu cabelo | Dançar | Piadas | Viajar | Poker | Apostas

『Desgostos』
Policiais | Chá | Doces | Regras | Frio | Chuvas | Chorar | Ser Subestimada | Livros | Filmes de romance | Amendoim | Mentiras | Traições | Perder | Sermões | Estar errada | Acordar cedo | Músicas clássicas e Country | Insetos | Gatos.

『História』
Amethyst era de uma família simples e muito humilde, seu pai era um guarda de uma fabrica e sua mãe uma doméstica, eles viviam num bairro pobre da cidade de Orlando, além dela, seus pais tiveram 2 filhos, ambos meninos. Amy não teve uma das melhores infâncias do mundo, já que sofria bullying na escola, por ter uma condição mais baixa do que os de seus colegas, isso fez com que ela criasse um desejo enorme de ser rica e famosa, mas ela percebeu que realizar esse "sonho" talvez seria impossível, pois ela não tinha nenhum talento, não sabia cantar, desenhar, pintar, e dançar não era um de seus maiores talentos. Como ela percebeu que por meio do talento não conseguiria chegar á tão cobiçada fama, ela começou a se esforçar no estudos, e foi graças á esse esforço que ela conseguiu ganhar uma bolsa de estudos para uma escola particular e alguns cursos.
Aos seus 16 anos Amy se mudou para Nova York, contra a vontade dos pais e dos irmãos, pois lá ela achava que teria mais oportunidades de estudos e tudo mais, porém não foi bem isso que aconteceu, já que a escola que ela pretendia estudar acabou fechando por problemas financeiros, ela não queria voltar para casa de seus pais, por que isso mostraria que eles estavam certos e ela iria parecer uma fracassada, então ela teria que achar uma forma de ganhar a vida para se sustentar e sustentar seu apartamento, então ela fez o que a maioria das garotas sem condições fazem quando não possui muitas opções, não virou uma garota de programa e sim uma strip, ela começou a trabalhar numa boate ganhava um salario baixo, mas dava para se sustentar.
Foi nessa boate que um ano depois ela conheceu seu marido, Frances, que era uma dos clientes mais fieis da boate e também um dos maiores traficantes, os dois começaram a namorar e quando Amy completou 19 anos ele a pediu em casamento, mesmo sendo bizarro e um pouco incomum ela se casou com ele. Porém o casamento não durou muito tempo, já que 7 meses depois Frances acabou sendo baleado em uma troca de tiros contra policia e veio a falecer. Amy ficou abalada e pegou um ódio tremendo dos policiais, ela acabou assumindo o lugar do marido no tráfico, se tornando uma das maiores traficantes da região, e foi assim que ela ganhou tudo o que sonhava na infância fama e dinheiro, no tráfico ela ficou conhecida como Lady Ambrosia, codinome que ela mesmo escolheu, ela abriu seu próprio club de Strip aumentando assim seus lucros. Ela já foi presa muitas vezes, mas sempre acabava saindo meses depois ou até no mesmo dia que foi presa, ela sempre conseguia pagar fiança, saia por faltas de provas ou porque era crimes leves.
Quando tudo ocorreu o desespero e o medo tomou conta dela, ela estava na cadeia quando tudo ocorreu, já que foi presa por dirigir embriagada e por portar ilegalmente uma arma, ela estava dormindo numa cela quando viu um policial ser morto por outro, o desespero foi tamanho que ela derrubou a porta da cela, ela se desesperou tanto que quando foi tentar pegar arma que ficava no cinto do policial acabou levando o cinto junto, com tudo que estava nele, que no caso era a arma e a chave de uma viatura, ela dirigiu desesperadamente até a sua boate e lá ficou escondida até ouvir a chamada de Joe.


『País/ Cidade de onde veio』
Orlando, Estados Unidos

『Quando, onde e como ouviu a mensagem que Joe transmitiu no rádio? Como foi a viagem até encontrá-lo?』
Quando Amy estava dentro da boate, chorando desesperadamente achando que era a única que tinha sobrevivido, teve a ideia de pegar seu celular para tentar ligar para alguém, então ela foi com um pouco de receio e medo até a viatura, tendo alguma esperança de que sua bolsa estivesse na viatura, porém ela não a achou em lugar nenhum, então ela ficou chorando no banco de trás do carro, até que viu o rádio comunicador, ela começou a apertar e mexer em alguns botões aleatórios e depois de algum tempo em que ela já estava perdendo a esperança, ela conseguiu sincronizar o rádio no mesma frequência que a do Joe e conseguiu escutar a mensagem que ele transmitiu ela até chorou de tão feliz que ela estava de saber que existia outros sobreviventes além dela. Após ouvir a mensagem ela pegou o carro e foi para o lugar que Joe disse onde estaria, no caminho até o lugar aconteceu alguns imprevistos como, o pneu do carro furou e ela teve que parar no meio da estrada, quase foi morta por zumbis quando parou num supermercado para comer alguma coisa, mas tirando isso a viagem foi tranquila, ela ficou bastante aliviada quando encontrou Joe, que estava na companhia de uma jovem loira e um garoto.

『Familiar, amigo(a), namorado(a) que vai perder durante o Apocalipse』

Mãe

Elizabeth Taylor Marshall | 41 anos | Empregada Doméstica
Podemos dizer que as duas tinham uma boa relação, apesar de não serem tão próximas. A mãe sempre fez de tudo para que ela tivesse um futuro promissor, mesmo não tendo muito dinheiro investia tudo o que tinha em materiais para ela ter uma boa educação, Amy até se sente mal por ter mentido para sua mãe, dizendo que estava estudando e que a escola era maravilhosa, quando na verdade estava dançando em um palco e usando drogas no intervalo, mas ela compensava enviando dinheiro para família, foi a maneira que ela achou para se redimir com eles. Mas acabou dando em nada já que quando ela se casou sua mãe acabou descobrindo que ela tinha parado de estudar, e ficou bastante decepcionada, mas acabou superando isso ou pelo menos fingiu que superou.

Pai

Dexter Balvin Marshall | 45 anos | Segurança
A relação deles era um pouco conturbada, pois quando ela decidiu que iria para Nova York contra vontade dele, ele parou de falar com ela, e quando falava eles acabavam discutindo, e tudo piorou ainda mais quando ele descobriu que ela parou de "estudar" (que foi o que ele achou que ela estava fazendo antes de se casar com Frances), então ele nunca dirigiu nenhuma palavra a ela e proibiu que ela fosse para casa da família, então ela só se comunicava com eles por mensagens ou telefonemas.

Irmão

Liam Marshall | 19 anos | Estudante
Eles tem uma relação de respeito, um não trata o outro com falta de educação ou com agressividade. Eles só se falam quando é necessário, e mesmo não sendo próximos e não demonstrando, Amy ama seu irmão.

Irmão

Louis Marshall | 17 anos | Estudante
Os dois são muito unidos, Amy tem uma confiança enorme no seu irmão, a relação deles além de envolver respeito, envolve amizade e companheirismo.

Marido

Frances Rostova North | 29 anos
Frances não era um dos homens mais carinhosos e atenciosos do mundo, mas ele era um bom marido, sempre fazia de tudo para ver Amy feliz, vivia comprando a ela roupas, joias e carros. Apesar das muitas discussões, eles se davam muito bem, eles nunca foram um casal que mentiam um para outro, eles conversavam abertamente sobre qualquer assunto e resolviam juntos qualquer problema. Mesmo Amy nunca ter demonstrando o tamanho amor que ela sentia por ele, ela o amava, mais do que ela imaginava, e ela agradece muito á ele, por ter ajudado ela quando ela mais precisou.

Melhor Amiga

Krista Gonzalez Moriarty | 27 anos | Dançarina
Krista era uma das garotas que trabalhava na boate em que Amy trabalhava quando tinha 16 anos, foi ela que apresentou o lugar para ela e lhe disse qual era as ordens e regras, ela era a única amiga de Amethyst naquele lugar. Quando Amy se casou foi ela que foi a madrinha e também foi ela que apresentou Amethyst para Frances. Depois que Amy ficou rica e abriu a própria boate contratou Krista para administrar o lugar e o que as aproximou ainda mais.
As duas não se consideram amigas e sim irmãs, apesar das personalidades diferentes e algumas discussões elas se dão muito bem, Krista sempre apoia e ajuda Amethyst no que ela precisar e visse versa. As duas são inseparáveis faz praticamente tudo juntas, vão para festas, usam drogas, bebem até vão presas juntas, elas já até perderam a conta de quantas vezes foram presas, pois foram tantas vezes e por motivos tão distintos. Uma sempre protege a outra não importa como elas vão fazer para proteger, elas são capazes de tudo para proteger uma a outra.


『Quer Ter Par ?』
Sim

『Como é sua relação com seu par?』
Ela pode amar intensamente, mas não espere ela ser muito carinhosa e romântica, porque isso não faz o seu estilo. Ela é um pouco mais fechada e reservada quando se trata de uma relação amorosa, ela não é de demonstrar muito o que sente, mas isso não significa que ela não sinta nada por seu companheiro (a). Amy gosta de dar um espaço ao seu parceiro (a), e espera que ele (a) de o mesmo espaço para ela, Amethyst quer dar ao seu cônjuge liberdade para conversar com quem quiser, ir para onde quiser, mas não quer de jeito nenhum que minta para ela, pois se mentir para ela uma vez, vai ser a primeira e a última. Amethyst trata seu par como se fosse seu amigo, a diferença é que com par ela transa com o amigo não, ela brinca, zoa, faz piada, tem liberdade para falar de qualquer assunto com ele (a), e ela quer que seu par tenha essa mesma liberdade que ela tem com ele (a), que brinque, que zoe e converse sobre qualquer assunto com ela, por isso ela evita se envolver com pessoas fechadas e sérias demais.

『O que Fazia antes do Apocalipse Zumbi?』
Amethyst era dona de uma boate e chefe de um cartel de drogas.

『Armas』

Pistola Desert Eagle

Como havia descrito na história ela conseguiu a arma, quando arrancou do cinto de um policial, que estava na delegacia em que Amy estava presa.

Pé de Cabra

Ela encontrou o pé de cabra dentro da viatura que ela roubou para fugir da delegacia, ficava debaixo do banco do passageiro.

『Objeto pessoal precioso』
Um pingente de ouro com pingente de cruz, que ela ganhou de sua mãe quando foi para Nova York.


『É uma pessoa racional, ou age por impulso?』
Age por impulso

『Sabe que, a partir do momento em que enviar esta ficha, seu personagem me pertence e eu posso fazer o que quiser com ele?』
Sim

『Sabe que seu personagem pode morrer?』
Sim

『Frase-chave:』
I’m a survivor, I’m not gon’ give up!.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...