~Crystin

Crystin
[/queen]
Nome: 彡*.¸𝒚𝒂𝒔𝒎𝒊𝒏 ≠ 𝓂𝓎𝓃 ≠ 𝑐𝑟𝑦𝑠*:. ❝𝔀𝓪𝓵𝓭𝓸𝓻𝓯⇆lightwood̶❞
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

[clarissa for sc]


Postado

Ela tem dois caminhos que se confundem quase sempre. De um lado, sonha em chegar lá – mesmo que não saiba exatamente onde é esse lugar. Acredita que mais importante que o caminho são as pessoas que encontra no meio dele. Para o barco, dá carona, gosta de companhia. Seu jeito é meio à luz de velas quando o sol desaparece no horizonte. Ama como se houvesse amanhã, como se fosse durar uma vida inteira porque ela tem esperança. Pra ela não acaba, não se finda, não vai sumir num piscar de olhos. Pensa que o mundo inteiro se resolve num abraço, muito mais que num beijo. E envolve, se envolve, é sempre num cruzar de braços. Mal dá pra ver que ela é cheia de abismos, que por dentro ainda existe alguma coisa que não a deixa sossegar. Continua nadando.Se alguma coisa a machuca, prepara-se pra mudar de rumo. Já te contei que existem dois caminhos pra ela, e que eles se confundem. Nada pra baixo com toda a força do mundo quando tem que nadar. Mergulha com tudo, ela é intensidade pura. Vai no fundo do oceano e não prende o ar, não precisa disso. Se mistura com as ondas e vem de forma violenta. Te acerta ainda na praia e toda a tranquilidade de antes se transforma num turbilhão. Mas foi você quem provocou isso, foi você que pediu pra ver. Ela escapa como se tivesse guelras.Ela se recusa a largar sua moradia. Seu corpo, sua casa. Quem tenta violar suas regras encontra placas de aviso na surdina, na calada da noite, em toda janela que deixa aberta. Algumas setas, alguns alvos. Ela não quer que você chegue perto, não quer que você entre. Melhor se afastar, melhor deixar pra lá. Ela parece frágil feito líquido, transparente feito água, mas você já conseguiu enxergar as profundezas de qualquer mar? Não, nem vai enxergar as dela. Ela não deixa.Sonha com um mundo que ainda não existe, sonha com alguém que ainda não existe, sonha com tudo. Seria capaz de viver nos sonhos e construir sua vida neles. E constrói, na verdade. Tudo em volta dela é sonho, tudo em volta dela é algo que você não consegue ver. Ela vê. Ela enxerga coisas que ninguém enxerga o tempo todo. Talvez porque essas coisas estejam dentro dela, dentro dos tesouros perdidos num naufrágio submerso, e não nas coisas que você jura que vê na superfície.

Ela é de peixes e não decidiu ainda se quer sushi ou lasanha. Não sabe se prefere cinema ou balada, cabelo curto ou comprido, pagaria alguém para tomar todas as decisões caso fosse possível. Não a peça em casamento, ela irá dizer talvez. Não a deixe escolher um restaurante porque você irá passar fome, deixe uma roupa separada caso você queira sair rápido, caso contrário você perderá a noite esperando que ela decida entre o vestido azul marinho ou preto.

Ela demora para entender a piada, por vezes pede explicação, sempre a última a dar risada e a primeira a beber no jogo do pi na sueca, tem dificuldade com matemática e se perde nas aulas de história, escolhe inconscientemente um caderno com desenhos no canto das páginas, assim ela fica os contornando durante a aula. Vive em outra galáxia e ali ela se sente bem, diz que espera o pior, mas se enche de expectativas sempre. Acredita na bondade humana mesmo que a humanidade prove diariamente e constantemente que essa bondade é quase inexistente, provavelmente na galáxia que ela vive todos os caras são fiéis e as amigas são verdadeiras.

Ela dorme nos teus braços quando recebe cafuné, se enrola toda no cobertor como se aquele fosse o último e mais importante cobertor do mundo. Quer ser médica para cuidar dos mais velhos, pediatra para cuidar das crianças, ama ambos e não sabe por qual tem mais carinho, se identifica com as crianças e inveja a sapiência dos mais experientes. Ela é do tipo que pede carinho, se encosta no teu peito, rouba seus casacos e ficaria deitada o dia inteiro na cama se a mãe deixasse.

1-15

Se perde com a quantidade de séries que vê, Gossip Girl, The Vampire Diaries, Pretty Little Liars. Ama filmes de comédia, romance e terror, só vê os de ação porque tem uns caras gatos sem camisa. Não consegue esconder o sorriso quando recebe elogios e muda de assunto quando começa a ficar sem graça. Ama estar acompanhada, mas às vezes prefere ficar sozinha, ela precisa ficar sozinha para pensar, gosta de garantir que a sua vida não tenha conflitos.

Ela ama um amor para a vida inteira, sonha com as eternidades, sonha com um outro mundo, sonha com o cara que ainda não veio e espera o príncipe encantado, mesmo que le venha com barba mal feita e no lugar do cavalo haja um metrô. Eu já disse ela vive com as cabeças nas nuvens. Ela prefere abraços à beijos e porta o melhor abraço já experimentado nessa Terra. Para ela o abraço é o caminho para a paz mundial, abraços e chocolate. Se todos recebessem diariamente um abraço e um pedaço de chocolate a humanidade viveria em paz. E com diabetes. Ela não pensa nas consequências, ela resolve o problema.

Ela é daquelas que vai te encontrar no metrô e vai imaginar um passado e um futuro ao seu lado. Vai perguntar seu nome e já vai pensar em quem vai levar as crianças para a escola, eita menina que pensa grande e vai longe. Ela dá asas a essa imaginação que ela tem de sobra. Mas não se ache muito especial, porque ela tem esse pensamento leve de tudo para tudo na vida, então pra ganhar mesmo o coração dela tem que fazer a diferença, o que poucos fazem. Quem a olhar de longe vai achar que ela tem o coração aberto demais, mas ela é uma das poucas pessoas que acredita no amor verdadeiro da sua forma mais pura então não vê problemas em chegar acreditando que vai dar certo, porque diferentes de tantas que tem medo, ela se joga de cabeça porque sabe que uma hora vai encontrar e não se importa em quanto tempo vai levar.

Ela não faz parte dos joguinhos, nunca foi fã deles, ela nunca viu problema em falar logo de cara que está afim de alguém ou que precisam marcar de se ver, qual o problema? As pessoas ficam tão interessadas no joguinho da conquista que perdem tempo demais enquanto poderiam estar juntas, certo? Quem disse que não pode chamar antes dos minutos? Ou se mostrar interessado? Pra ela não tem esses problemas, quando ela quer ela vai atrás e isso a torna diferente de todas as outras, porque essa menina faz de tudo pro que quer, independente do que seja. Ela sorri pro mundo, não gosta de perder tempo com coisas que não acha útil, pra ela quanto mais rápido melhor. E sofre de ansiedade, sofre por fazer um planejamento inteiro na cabeça e acabar não seguindo nem a primeira coisa do que pensou.

Se engana quem a acha frágil por ter um coração aberto, ela sofre sim, chora, mas supera. Ela não guarda rancor nem se fecha. Aprende com cada tombo que leva e não se deixa abalar. Ela se veste pra batalha e vai mais uma vez, só que por um caminho diferente. Sabe a luz no fim do túnel? É ela, que vê sempre algo em que se pode agarrar, não se sente sozinha pois sabe que não está. Simpática, fácil de lidar, daquelas que você sabe que pode contar a qualquer hora que ela estará lá para oferecer suporte. As vezes coloca as dores dos outros acima da sua e finge a si mesma que não tem problemas, mas tem e é relutante em pensar que as vezes precisa largar o orgulho e pedir ajuda.


Ela é desligada no seu próprio mundo, porque sonha demais, quer demais, deseja demais. Ela é como um peixe e gosta de ficar no seu canto, ter o seu espaço e nadar nas suas próprias ondas, ela é intensa, verdadeira demais consigo mesma para se deixar levar por quaisquer influência. Ela é pisciana, rapaz e tem dentro dela o seu próprio mar que não vai pensar duas vezes em te deixar nadar dentro dele, mas desde que aceite tudo o que ela tem oferecer profundamente pra não se afogar, porque seu mar não é calmo, mas ja diziam “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, e pra ela, ou é tudo ou nada.

Ela é de peixes, e de humanas, não ouse a dar uma conta matemática na mão dela para ela resolver, talvez ela prefira morrer. Nunca sabe qual sabor de sorvete escolher, ela odeia tomar decisões, sejam elas consideradas fáceis ou difíceis, pra ela sempre é complicado demais, e olha não se atreva a pedir pra ela escolher entre cinema ou balada, ela vai ficar horas escolhendo, e depois vai se arrepender por ter escolhido o cinema, talvez por ser calmo demais, acostume se ela sempre se arrepende. Ela demora horrores para entender a piada alheia, as vezes até dias, e as delas, nem peça, são as piores. Ela é sentimento e muitas vezes só consegue pensar com o seu coração. Acredita fielmente no bem, e que o mundo e as pessoas ainda tem jeito, esperança não lhe falta. Ela ama como se não houvesse amanhã, e se entrega em qualquer que seja o relacionamento que se encontra, e é extremamente intensa e verdadeira, prefere se machucar do que machucar os outros, nunca faz com os outros o que não quer que não façam com ela. Quer ser psicologa pra cuidar dos sentimentos, quer ser atriz para fazer as pessoas rirem, quer ser medica pra curar as pessoas, quer ser escritora pra tocar no coração das pessoas. Ela gosta mesmo é de espalhar amor por aí, de sentir que serviu pra algo, que fez o bem ou que mudou a vida de alguém, ela ama ver o sorriso na boca das pessoas. Ela faz de tudo pra que as pessoas sempre estejam felizes, há quem diga que ela é boba, eu não diria isso, de boba ela não tem nada.

Vive em um mundo imaginário, mas sempre sabe muito bem o que está acontecendo no mundo real. Ela dá os melhores conselhos, tem amigas que dizem que ela é sua psicologa particular. Se ela está com problemas, procura soluções. Se ela sofre, sofre intensamente, mas sabe que o sol vai voltar amanhã, se ela caí, ela procura um jeito de se levantar. Ela idealiza um mundo particular, onde tudo de ruim não exista. Ela sonha com alguém que a faça transbordar, ela gosta mesmo é de se inundar, não vá querer completa la não, ela não quer ser metade de ninguém. Ela nunca esquece dos momentos bons, ela guarda cada um deles no coração, já os momentos ruins, abstrai. Ela faz tudo com o coração, sem pensar nas consequências, bom, ela sempre resolve. Ela é extremamente criativa, quem tem ela nunca caí na monotonia. Acredite, ela não não vive em um mundinho cor de rosa, o mundo dela é colorido, e ela só quer colorir seu mundo também. Ela quer que todo mundo enxergue o mundo com seus olhos. Ela se perde em filmes e séries, e deseja viver dentro de uma, ela gosta da ideia de ter uma vida com todos sentimentos possíveis, ela quer mesmo é sentir. Ela ama ter alguém ao seu lado, mas também não descarta a ideia de que as vezes é melhor estar só do que mal acompanhada. Ela sonha, com um mundo melhor, com mais amor, com alguém que permaneça. Ela chora, ela ri, ela canta, ela dança, ela se decepciona, ela se ilude, ela é rude as vezes, ela idealiza, ela quer curtir, ela quer a tranquilidade, ela tem ciumes, ela quer ser amada, ela é muitas em uma.

Ela é de Peixes e sua casa é uma louca mistura de sentimentos, seu lar é seu grande e aberto coração. Casa na beira do abismo, que por vezes é fundo, nublado e sombrio. Abismo de amor que invade seu lar e que a convida a se jogar. Vai descalça e de batom vermelho. Lá vai ela, com sua coragem, novamente se encontrar. Se joga na vida. Quando ela se encontra, enfim, ninguém poderá lhe deter.

Não prenda a mulher de Peixes, deixa ela se soltar! Ela ama as águas da vida, ama o sorriso de um estranho que ela acabou de se esbarrar. Tudo é motivo pra imaginação, encanto e angústia, por que não? Mesmo que tenha um pé no chão, pisciana adora olhares, pois foi em olhares que ela aprendeu a confiar. Ela adora o olhar que devora, que lhe estremece só de imaginar. Venera o olhar devoto que lhe diz verdades, mesmo que a boca nem chegue a falar.

Ela tem um olhar que disfarça, mas não deixa esconder a lágrima quando já não dá pra segurar. Ah, pisciana… ela não sabe simular. Quem poderá lhe entender? Às vezes nem ela mesma, se quer saber! Nem sempre ela quer ser vista. De certo, ela só quer descansar. Descansar das utopias e labirintos que criou. Se esconder e esquecer-se de quem não foi capaz de lhe perceber, e distorceu, e magoou, e infringiu as regras de sua própria ilusão. Por fora, sua casca-sorriso lhe faz parecer racional. Não fosse a sua doce distração escondida num suspiro, não fosse seu silêncio em meio a uma grande multidão. Mas é preciso muita razão pra não enlouquecer no meio de tanta emoção.

De repente, em um dia, a chuva lhe convida pra sair, fugir de um mundo que lhe parece tão seu. Ela quer ser vista, ela quer fazer você lembrar. É aí que sua arte vem. Faz de seus dons um espelho, um reflexo daquilo que viveu. Escreve pra renascer, canta pra encantar, dança pra seduzir, ou, simplesmente, pra se libertar. Ai de quem abrir o coração, porque ela, sem qualquer convite poderá entrar. Te incendiará com paixões, te fará ansiar por mais, e quando você acordar de manhã cedo, ela poderá não estar mais lá.

E é aí, que você hesita e percebe que ainda não a perdeu. Sim, se fizer por merecer, em breve, ela há de regressar. É que ela é de Peixes e no meio da noite, ela precisa sair e sonhar. Não prenda a mulher de Peixes, deixa ela se soltar!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...