~Nary-

Nary-
Nome: Giraffa ❀ Naiara ❀
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São José dos Pinhais, Paraná, Brasil
Aniversário: 4 de Setembro
Idade: 14
Cadastro:

X Ficha x [ S e r v a m p ]


Postado

Nome:
Mika Shirosaki. Significa "Bela Fragrância".

Idade Aparente:
17 anos aparentes de idade.

Aparência:
[ Kurumi "Nightmare" Tokisaki - Date a Live ]








Tem cabelos negros, os quais estão constantemente presos, um rabo de cada lado da cabeça, sendo de corte irregular; o direito menor que o esquerdo. Utiliza uma franja a qual tampa sua testa.

Seus olhos.. Ah, seus olhos. Por algum motivo, seu olho esquerdo é um tanto diferente. Sendo a íris amarelada, seu olho é como um relógio. Mas, com os ponteiros parados. Há horas em que eles se movem; não é algo que ela consiga controlar. Pelo menos, que ela tenha aprendido a controlar. Seu olho direito é vermelho, sendo normal.

Tem a pele branca, estatura mediana e curvas bem distribuídas. Seu animal é o coelho.

Personalidade:
Ela utiliza muito bem da ironia e do humor negro. Nos piores momentos está lá para te "animar" com suas palavras incentivantes. Tem a boca suja e não se importa em ser sincera quanto à tudo, mesmo sabendo que, talvez, vá ferir sentimentalmente alguém com suas palavras. Para ela, o que mais importa é falar a verdade.

Pervertida, está sempre pensando "besteiras" e analisando o corpo das pessoas, mesmo que não fale. Se ela encara alguém em silêncio e parece estar pensativa, certamente está analisando o seu corpo. E não é no sentido "acho que você tem que emagrecer", é no sentido "uou, você ficaria ótimo sem roupa".

Defende seus ideias com tudo o que pode e quando discordam dela e ela acha que está certa, irá buscar provas até no quinto dos infernos para provar que está certa; é extremamente teimosa. Não gosta de assuntos não resolvidos. Se ela tem algo contra alguém, ela apenas diz.

Pode ser um tanto assustadora pois, quando se interessa por uma pessoa, prefere observá-la por um bom tempo antes de tentar uma aproximação direta. Sim, ela se torna stalker do alguém pelo qual se interessou, ou simplesmente está constantemente tentando saber mal sobre este alguém. Também há momentos em que pode parecer um pouco sadista quanto aos seus inimigos. Quando se tratam pessoas que fizeram mal para si ou para pessoas próximas, não há dó nem piedade.

Não confia facilmente nas pessoas, mas, quando se adquire sua confiança, ela se torna extremamente leal. Pode parecer que não liga para nada nem ninguém -e não liga para alguns, realmente-, mas apenas não consegue demonstrar afeto. É, simplesmente, algo difícil para ela. Vez ou outra ela faz um esforço, mas o máximo que sai é um comentário aparentando segundas intenções.

Pecado:
Gostaria que o pecado fosse Luxúria ou Insanidade.

Historia:
Algo que marcou sua história... Talvez, seu primeiro amor. Sim, a que todos consideram insensível, "brutamontes", já se apaixonou. Não, não foi por um ator pornô. Nem por um modelo que expôs seu abs e ela se apaixonou por seu abs e não exatamente por ele. Fora apenas um simples estudante. Quase invisível dentre a multidão de pessoas nas calçadas, ela o viu. Na verdade, ele a viu. Mas, para ele, ela provavelmente era apenas um coelhinho perdido num beco, o qual precisava de ajuda. Ele a alimentou e cativou, mas depois, a deixou lá.

Ela, literalmente, passou a ser uma stalker do garoto. O seguia para todos os lugares, conheceu seu passado e o que queria para seu futuro. Até que ele a percebeu quando saía de uma loja de conveniência. Eles conversaram, e, no fim, acabaram se tornando amigos. Ele a achara engraçada e suas roupas eram demasiadamente interessantes, então, marcou um encontro. E assim, eles se aproximaram.

Mas, quando ele descobriu seu segredo... Bom, ficou assustado. A afastou. Se afastou. Fugiu e nunca mais voltou. Suas últimas palavras foram "se eu te ver de novo algum dia, te denunciarei!". Obviamente ela não tinha medo de polícia nenhuma, mas seu coração quebrado a impediu de dizer quaisquer coisa e voltar a vê-lo ou tentar se explicar. Tentou esquecê-lo, mas, anos depois, acabou voltando. Descobriu que ele estava extremamente doente e provavelmente tinha poucos dias de vida. Decidiu salvá-lo, assim, ele se tornou um subclasse. Claro, ambos continuam tendo uma ótima relação de amizade mesmo depois de tudo; afinal, ela o salvou da dor, do sofrimento, do medo. Ele a segue fielmente, pois sabe que deve muito à sua "heroína".

Roupa:


Gosta:
Pessoas pervertidas como ela;
Comidas amargas;
Coisas fofas, incluindo pessoas;
Frio;
Neve;
Livros;
Chuva;
Humanos (principalmente de observá-los, no sentido ruim);
Stalkear;
Música;
Humor negro.

Desgosta:
Doces;
Pessoas sérias de mais;
Calor (ela diz que o único lado bom do calor é a vontade que todos sentem de ficar nus, ainda mais quando fazem isso -apesar de que nunca fizeram, pelo menos não em sua presença-);
Que contrariem-na;
Ter de esperar;
Tocar em assuntos passados e já resolvidos;
Brigas não resolvidas, ou até mesmo que nunca foram declaradas;
Silêncio.

Manias:
Quando tudo está silencioso, costuma batucar um ritmo qualquer com os dedos, pés, apenas para não ficar no completo silêncio;
Fazer caretas aleatórias quando pensativa;
Analisar o corpo de qualquer um, mesmo quando já o fez várias vezes;
Tocar as pessoas, literalmente. Mesmo sem perceber, já está o fazendo, sendo, vez ou outra, atrevida o suficiente para tocar em partes... Inapropriadas;
Balançar as pernas, movimentá-las ou movimentar os braços quando entediada.

Par:
Azusa Mukami.

Relações:
Outras Servamps, outros SubClasses e outros Eves que não te pertencem
Sendo servamp, outros Eve's ou subclasses, se não tem uma relação consigo ou com alguém que lhe seja próximo, ela está alheia. Não é que ela não ligue, mas simplesmente não se relaciona a não ser que se interesse ou seja necessário; ou até mesmo que seu Eve a peça para fazer. Como já dito na personalidade, ela é extremamente sincera; isso é quase como um defeito, e um que afasta algumas pessoas. A maioria, para ser exato.

Par
Está sempre procurando a oportunidade para abusá-lo, seja um apertão aqui ou ali ou abraçá-lo daquele jeito quero-te-esmagar,coisa-fofa. Apesar de não demonstrar, desde o início se interessou. Pode-se perceber, quando as perseguições estilo stalker iniciaram. Claro, ela é discreta o suficiente para que poucos percebam; às vezes, ninguém percebe. Afinal, quando Mika deseja, ela pode ser sorrateira. Ela é até um pouco menos sincera e mais amorosa com o par, o motivo que dá pra isso é "estou dando um desconto, contanto que ele me deixe apertá-lo, em qualquer lugar", apesar de que ele não deixe, ela faz mesmo assim.

Seus SubClasses
Não tem muitos, pois acha um tanto incômodo; ela não quer manter vivo alguém que não quer permanecer vivo. Seria mais fácil simplesmente matá-lo para acabar com seu sofrimento logo, é o que ela pensa. Mas pensa melhor sempre e acaba adicionando mais um aos seus subclasses ao invés de assassinar alguém que não fez nada para ela. Acima de tudo, se for pra salvar alguém, que este alguém vá ter algo melhor após ser salvo. Apesar de não deixar os traços de ironia e sinceridade para trás, seus subclasses são algo um tanto precioso para ela. Não é como se fossem algo reciclável que, se for inútil, que jogue fora. Cada um tem sua utilidade; mesmo que sua utilidade seja inútil, ela prefere que todos se sintam especiais de algum modo.

Seu Eve
Tem uma relação um tanto estranha com sua eve. Parecem se odiar quando na verdade confiam uma na outra mais do que em qualquer um. São como amigas confidentes e cães e gatos, ao mesmo tempo. São completamente contrárias mas ainda assim, sentiriam falta uma da outra se um dia, se separassem-se.

Arma:


Algo Mais?
Não.

Sobre seu Eve


Nome:
Aiko Shirosaki. Significa "Criança Amada".

Aparência:
[ Megurine Luka ]






Idade:
20 anos de idade.

Historia:
Aiko nunca conheceu a mãe. Foi criada unicamente pelo pai, que sempre fora considerado louco por todos, acreditando que seres sobrenaturais existiam. A garota acabou sendo arrastada para o "negócio" do pai, e, quando ele morreu, ela se efetivou nisso. Assim, conheceu Mika. Para ela, foi um de seus dias mais felizes. Finalmente, havia provado para si mesma e -indiretamente- à todas as pessoas que duvidavam de seu pai, que ele não era louca.
Mika achou interessante o fato de por anos ela ter se esforçado tanto para encontrar algo. Com algumas semanas, já tinham um contrato feito. E este durou por muito tempo, inabalável, conectando uma alma pervertida e um tanto maligna com uma inocente e benévola.

Personalidade:
É uma garota calma, inocente e educada. Normalmente está quieta e inexpressiva, mas se juntá-la com alguém próximo de si, ela desanda à falar. Talvez seja por conta de sua timidez, mas ela realmente só fala quando necessário quando entre desconhecidos. É bondosa e gentil; com um grande coração, é sensível e normalmente chora por tudo.]

Sua calma é inabalável; mesmo em situações difíceis em que a maioria está desesperado, ela se mantém inabalável. Claro, ela tem seus momentos difíceis, como todo mundo. Mas estes são raros e presenciados por poucos. É inteligente e seu forte são estratégias; ela não serve para o campo de batalha.

Par dela:
(Não sei com quem exatamente poderia juntar ela então deixarei vazio por ora ~)

Relação com sua Servamp:
Sendo contrárias, tem lá seus problemas de relacionamento. Mas, em geral, se dão extremamente bem e são muito próximas, confiando uma na outra demasiadamente. Mika está sempre fazendo piada com ela, principalmente quanto ao seu corpo, elogiando-a com ironia.

Relação com seu Par:
--x--

Relação com o Par da Servamp:
A relação entre eles, pelo menos da parte de Aiko. Tem um pouco de medo que algum dia dê uma crise de ciúmes em Mika e acabe sobrando para ela, mas não tem nada contra o garoto, tem algo contra o fato de Mika ser ciumenta e possessiva. Por isso mantém uma relação restrita à cumprimentos educados e diálogos curtos.

Algo mais?
Sua arma, como Eve, é uma caneta capaz de escrever ou desenhar ou quaisquer coisa, onde quer que for, até mesmo no ar. Não há nada de extraordinário, mas é de acordo com suas habilidades.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...