~Nataori

Nataori
Daddy's lil Monster
Nome: Luan
Status: Usuário Veterano
Sexo: Masculino
Localização: Uberlandia, Minas Gerais, Brasil
Aniversário: 14 de Novembro
Idade: 18
Cadastro:

Ficha - Fuga Impossível


Postado



Cruciatus

➤ Nome completo: Patrick Thomas Jones

➤ Apelido na prisão: Trick (Que pode ser tanto o diminutivo de seu nome, como "truque" em inglês)

➤ Idade: 25

➤ Signo: Gêmeos

➤ Photoplayer:Cameron Monaghan



➤ Personalidade: Patrick é um tipo de pessoa no mínimo autentica. Fala de modo elegante, quando não tem modos algum, se irrita tão facilmente quanto se esquece que estava irritado, age tão por impulso quanto raciocina minunciosamente suas ações. Gosta de brincadeiras, vive pela diversão, tem sangue frio e odeia mentiras mais do que tudo. Não segue uma religião, se considera um rebelde sem causa e pode muitas vezes agir como uma criança minada quando não consegue o que quer. Odeia se sentir preso,não sabe ficar quieto, não tem nenhum remorso em ser sarcástico e não perderia a chance de matar alguém mesmo que so por diversão. Na maior parte do tempo parece apenas um idiota que faz tudo sem pensar e sem motivo, um engano, pois sua inteligência é de fato sua arma de peso, ele sabe atuar como ninguém, sabe ser o idiota e o esperto na mesma moeda, por isso é extremamente difícil engana-lo ou perceber quando é ele quem esta te manipulando.

Mostrar Spoiler: ➤ Aparência:









➤ Descrição: Tem por volta dos 1,78 de altura , cabelos na cor cobre, lisos, geralmente jogados para trás durante o tempo em que esta preso, embora anteriormente fossem cuidadosamente penteado para lado,seus olhos são verdes,pele branca, porém levemente bronzeada pela luz solar e corpo "definido" embora não faça o estilo "monstro".

➤ Como foi parar na cadeia: Foi denunciado por seu namorado para a policia devido o assassinato de seus pais.

➤ Vida fora da cadeia: Costumava ser um grande frequentador de festas, gosta de ouvi pessoas se divertindo, beber, esquecer que havia outro dia, simplesmente viver, como ele próprio diz. Entretanto era alguém de responsabilidade, fazia alguns bicos para conseguir dinheiro e dividia uma pequena casa com seu namorado, Kevin. Sua vida apenas não era completamente normal devido aos pequenos surtos de agressividade que as vezes possuía e pelo temperamento instável.

➤ Relação com ele mesmo: Por incrível que pareça, ele não tem se quer um problema com ele mesmo. É vaidoso, mas gosta da própria aparência, um pouco instável, mas acha isso divertido, além disso não é o tipo de pessoa que liga muito para o sofrimento ou que faz algo que não quer fazer.

➤ História: Patrick nasceu em uma família muito religiosa (protestante), dona não apenas de muitos templos em sua cidade natal, como também de uma empresa lucrativa na área de alimentação. Foi criado sobre as rédeas curtas de seu pai pastor,muito bem educado nas melhores escolas que o dinheiro podiam pagar, se não fosse contra as leis de Deus, ele podia ter tudo o que quisesse. O problema é que ele queria muito mais do que o dinheiro era capaz de pagar, queria o afeto de seus pais, queria poder ir as festas de seus amigos, queria passar ao menos um ano completo em casa e não trancafiado em um internato.
Mas ele foi capaz de manter sua raiva guardada por muitos anos, ate que descobrisse que sua "família perfeita" não passava de uma piada sem graça.
Primeiramente ele descobriu que seu pai desviava o dinheiro dos dízimos de suas igrejas e usava o dinheiro para financiar o trafico em sua cidade, depois descobriu que sua "querida e exemplar" irmã mais velha escondia a gravidez de seus pais e pretendia abortar o bebe e por fim, descobriu que sua mãe traia seu pai sob o teto dele com outra mulher, uma das serviçais da casa.
Aquilo foi mais que o suficiente para fazer Patrick se rebelar. No começo não passou de uma mudança brusca de comportamento, o menino sempre educado e que sempre abaixava a cabeça tornou-se um arrogante, teimoso que não abaixava o tom nem mesmo quando apanhava do pai, depois disso começou-se os xingamentos, as palavras sarcásticas, os surtos de raiva. Nesse ponto ele já havia sido expulso de 4 escolas, começou a se envolver com os mesmo traficantes a quem seu pai financiava a cometer pequenos furtos por pura diversão, começou a ingerir álcool e drogas, mas foi obrigado repentinamente a parar quando seu pai " se cansou de ser chantageado" e lhe enfiou em uma clínica de reabilitação.
Um ano se passou então e Patrick sentia um ódio crescente correr por suas veias, a cede de vingança tomando o lugar de todos os seus vícios anteriores.
Com 18,anos ele deixou a clinica, mas decidiu não voltar para a casa de seus pais. Sua irmã havia ido para a faculdade, sua mãe e seu pai perdoaram "um a ofensa do outro" e permitiram prosseguir a vida naquele lar cheio de mentiras para o qual Trick não voltaria.
Sua vida então foi regada a festa, bares, homens, mulheres, cigarro, bebida e as medicações que tomava para manter sua mente em ordem, ou apenas para esquecer que tinha uma mente as vezes.
Entretanto, um dia quando saia aos beijos com Kevin, seu atual namorado, acabou se deparando com seus pais, que acabavam de sair de um jantar de negócios. Thomas, seu pai, pirou ao perceber o "estado" de seu filho e como o bom velho preconceituoso que era ele tirou o cinto para dar uma "correção". Patrick se deixou apanhar em silencio, apenas pedindo a Kevin que fosse embora e não visse aquilo.
Apos a surra que o deixou muito machucado, Patrick olhou nós olhos de seu pai e perguntou se " já era o suficiente", o homem lhe disse que ele voltaria para casa com eles e para o sua geral, Patrick concordou, entrando silenciosamente no carro.
A viagem ate a casa da "família" do tranquila, mas não tão tranquila quando a noite, por naquele mesmo dia Patrick executou seus pais, os matando envenenados com o próprio jantar, o jovem observando os corpos caídos na mesa enquanto saboreava pela ultima vez o delicioso suflê feito por sua mãe.
No dia seguinte, ele simplesmente pegou suas coisas e deixou a casa, como se nunca estivesse estudo ali antes. Contou tudo a Kevin, que no primeiro momento achou ser apenas mais uma das piadas sem graça de seu namorado, mas que se assustou ao ver a noticia sobre a morte de seus sogros no jornal dois dias depois.
Kevin esperou que Patrick saísse para seu recém conquistado emprego como vendedor de perfume e discou o numero policia, a denuncia anônima sobre a morte do casal Jones sendo feita em meio a lagrimas de medo.
Naquela noite quando Patrick voltou, as viaturas já lhe esperavam na porta da casa que dividia com Kevin.
Em resumo, foi julgado e preso. Agora tenta lidar com a vida sendo novamente trancafiado.

➤ Hobbies:

- Frequentar festas.
- Jogar xadrez.
- Praticar tiro ao alvo.
- Fazer exercícios.
- Escrever poemas.
- Ler livros.
- Escutar musica.
- Dormir.
- Sair com os amigos.
- Arrumar a casa.

➤ Gostos:

- Cobertores quentes.
- Musicas agitadas.
- Programas de humor.
- Comida apimentada.
- Fazer pegadinhas.
- Confusão.
- Filmes de ação.
- Pesquisar sobre torturas medievais.
- Literatura.
- Jogos de logica.
- Suéter.
- Coturno.
- Uniformes policial.
- Pessoas bonitas.
- Sinceridade.
- Teatro.
- Dançar.

➤ Desgostos:

- Tomar sol.
- Dias de neve.
- Chá.
- Orações.
- Gente silenciosa.
- Musica clássica.
- Que lhe digam o que fazer.
- Estar preso.
- Cheiro de cigarro em outras pessoas.
- Mentirosos.
- Coisas "perfeitas".
- Ordem.
- Colchões duros .
- Jogos em time.
- Quando não entendem suas piadas.
- Ser ignorado.
- Sua família.

➤ Manias:

- Sempre que acorda dá um " carinhoso" bom dia dando beijo na bochecha de seus parceiros de cela, as vezes ate tentando faze-lo com os policiais.

- Arquea a sobrancelha e sorri sempre que consegue o que quer.

- Movimentar as mão exageradamente enquanto fala, principalmente quando quer explicar um raciocínio.

➤ Vícios:


Cigarro


Medicação

➤ Medos:

- Não poder ser ele mesmo.
- Morrer.
- Não saber o que fazer.
- Ser esquecido.

➤ Relação com os outros prisioneiros: É ou de amor, ou de ódio. Esta sempre fazendo brincadeiras de mal gosto e adora provocar seus companheiros na prisão, seja quem for, ele não é o tipo que tem medo de ninguém. Não fica um segundo quieto e muito menos perde tempo com brigas, preferindo apenas soltar seus comentários mais venenosos e sarcásticos como arma. Ele quer mais é ver o circulo pegar fogo e não hesitaria em criar confusão apenas por estar entediado.

➤ Vai querer fazer parte de alguma gangue, se sim por que: Provavelmente não, ele gosta de fazer media com todos e não se "isolar" com apenas um grupo de pessoas.

➤ Música que define sua vida.



➤ Quer par: Eu não acho tipo, muito importante que ele tenha um, mas sim, eu gostaria kkkl

➤ Relação com seu par: Provavelmente vai ser carinhoso com ele, do tipo de adora dar abraços apertados e certamente vai ser uma das poucas pessoas para quem seus surtos nunca serão direcionados, entretanto, provavelmente seu par vai sofrer mais que todos em suas mãos com suas brincadeiras idiotas.

➤ Mataria alguém: Sem pensar duas vezes.

➤ O quê pretende fazer da vida caso o plano de fuga tenha sucesso: Primeiramente ele quer deixar a prisão e encontrar Kevin e depois de mata-lo por ter tido a coragem de denuncia-lo, ele arrumaria um modo de fugir do país, para qualquer lugar onde com documentos falsos e uma vida nova, ele pudesse viver longe de todas as mentiras em sua vida.

➤ Tem alguém do lado de fora esperando por ele:


Sua sobrinha, ele não deixou que a irmã abortasse a garotinha, que foi dada a um orfanato, o grande sonho de Patrick era poder adota-la, por isso ele sempre a visitava e levava presentes.



Kevin também o espera sair, embora não imagine a cede de vingança de Parick.

➤ Tem consciência que seu personagem pode morrer: Toda ~

➤ Favoritou: Sim ~~

➤ Vai comentar em todos os capítulos: Yeps :3

➤ Algo mais: Nops ~~



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...