~Nataori

Nataori
Daddy's lil Monster
Nome: Luan
Status: Usuário Veterano
Sexo: Masculino
Localização: Uberlandia, Minas Gerais, Brasil
Aniversário: 14 de Novembro
Cadastro:

~Nataori - Livro de Visitas

2 mensagens no livro

~heyahe

Usuário: ~heyahe
Usuário
16,5,1,3,5
📌 Olá, com licença.
Como já de praste, venho aqui lhe divulgar as minhas fanfics, ambas de grupos sul-coreanos (B.A.P ou Best Absolute Perfect e EXO). Elas são projetos extremamente difíceis de se escrever pois tratam de assuntos muito polêmicos, dessa forma, ficaria imensamente grata caso desse-me uma chance.



Sinopse
Em meados dos anos 1990, na miséria que era a Coreia do Sul após a guerra, a onda das drogas finalmente atingiu ao país, levando a uma certa epidemia nas principais periferias. Com o tráfico tendo se tornado extremamente abundante, os compradores e revendedores passaram a se aglomerar em locais escondidos para, caso sejam encontrados, tenham uma forma de se defender. Um desses grupos era o de Jung Daehyun, um rapaz boca suja e pansexual que vive com mais quatro garotos; Bang Yongguk, um mulherengo viciado em sexo, Moon Jongup, um anti-social palerma com dificuldade de raciocinar, Kim Himchan, um psicopata alucinógeno, e Choi Junhong, o único não drogado que vive uma vida normal acompanhado dos amigos. Viciado em heroína, Daehyun decide que irá largar a droga, porém, para o seu ilustre prazer, isso se demonstra mais difícil do que poderia imaginar após conhecer Yoo Youngjae.

LINK

--------



Sinopse
Do Kyungsoo é maçom desde que se entende por gente, e um completo fiel à religião, presente em absolutamente todos os rituais e seguindo perfeitamente as regras de não sair de sua casa sem a presença e ou vigilância de outro membro da maçonaria. Desta forma, Park Chanyeol, seu namorado, encontra-se desesperado por não conseguir ter privacidade com o futuro noivo na rua, querendo de todas as formas adentrar à maçonaria, uma vez que já fora convidado. Portanto, havia um porém: Chanyeol era ateu, e a primeira regra dos maçons é a de ser obrigatório crer em qualquer tipo de Deus. Empenhado, Park decide que crerá em algo, mas a loucura da solidão e a escuridão poderiam mudar profundamente o seu caminho.

LINK

Espero que goste e até mais!

--------------------

~taequila

Usuário: ~taequila
Usuário
A usurpadora das fanfics
“Às vezes, eu te odeio quase por um segundo. E depois, eu te amo mais.”

Olá, o inverno está indo embora outra vez, e os dias estão um tanto mais quentes, assim como Kyungsoo que se sente capaz de derreter a cada mínimo toque de Jongin em sua pele. Com todos os beijos que não deveriam trocar, e todos os segredos que eles aprisionam cada vez mais fundo em seus corações.
Porque Kyunngsoo ama Jongin a cima de qualquer coisa, além de todas as barreiras, através de todos os riscos. Mas Jongin só pode fazê-lo no silêncio das luzes apagadas, onde ninguém é capaz de ver ou saber.

[Kaisoo | EXO | Longfic |Drama]


Como algumas pessoas já sabem, dia 20 de Agosto sai minha próxima fanfic, Paradoxal, e eu gostaria te ter como um dos meus leitores nessa nova história apaixonante que estou fazendo para vocês. E para deixar um gostinho, aqui vai o trailer maravilhoso feito pela equipe Derpop.





Porque cada mínimo pedaço de Soo era bordado pela alegria de Jongin; e cada um de seus sorrisos só existiriam a partir do mais velho; e todos os dias, ele amaria Jongin por completo, mesmo que sem ter para si uma única e pequena parte do que ele era.
Kim Jongin era o paradoxo imperfeito que se fazia a razão para alimentar aquele sentimento que nunca seria correspondido. Era uma pequena antítese que Do Kyungsoo aplicaria em cada sentença de sua vida.



Obrigada pela atenção, e espero nos vermos dia 20 com o lançamento do prólogo; Antítese.

Beijinhos,
Lai <3

--------------------
Deixe sua Mensagem

Para ter acesso a todas as funções disponíveis no Spirit, é necessário que você esteja cadastrado no nosso site e esteja logado no sistema.

Para isto, Cadastre-se ou faça seu Login!