~Natssu

Natssu
Haha, this is about u, ily
Nome: ❝Marshmallow❞ ⛇Snow⛇ ✬Star✬ ♥Trouxa♥ ◑Evee◐
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Registro, São Paulo, Brasil
Aniversário: 22 de Junho
Idade: 66
Cadastro:

Slave Toy - Flicha


Postado

Slave Toy - Flicha

Eu amo você ღ (Não me julgue ;-;)

— ♦FICHA:

►Nome Completo :
✎Ela se chama Misaki Hanna.
Hanna significa flor e Misaki beleza a florescer, sendo assim, quando o nome dela é pronunciado por completo, o significado fica Bela flor a florescer


►Apelidos :
✐As amigas dela costumam chama-la de Mimi ou Misa-chan
Os familiares a chamam de Minna (Junção dos dois nomes dela), esse apelido foi dado pelo irmão dela.
O par dela, costuma a chamar de Toy, por que ela é o brinquedinho dele.
Quando Karl a chama para alguma coisa, ele a chama de Nana, um apelido que ele deu a ela.


►Idade
⌚Tem 16 anos.
Ela nasceu em 22 de junho de 2000.
O signo dela é câncer.


►Aparência :






❀Ela tem longos cabelos negros e lisos, que batem em seus joelhos, sempre estão soltos, raramente presos. Seus olhos são grandes e cinzas. Nariz levemente arrebitado. Bochechuda, quando fica com vergonha, as bochechas dela ardem muito, mas, só tomam um tom meio rosado. Tem algumas leves sardas cinzas, quase imperceptíveis. Pele branca, macia e leitosa (Menos nas pontas dos dedos, que estão cheios de calos por causa do trabalho). Tem peitos volumosos, bunda grande e durinha. Suas coxas são mais grossas do que a da maioria das garotas. Tem lábios levemente rosados, finos e bem carnudos. Tem 1,60 de altura e pesa 35. (Se eu esqueci alguma coisa, ou algo não ficou muito detalhado, avisem!)

►Personagem que retirou a aparência:
🎶A aparência que eu usei pertence a Mio, do anime K-on.


►Personalidade:
♘Ela é um pouco tímida, mas, sem exageros. Ela raramente gagueja, já que quer passar uma de durona. Responsável, sempre está dizendo coisas como ”Primeiro, faça o que precisa, depois, descanse”, apesar que, se alguém pedir para ela fazer um trabalho que não foi designado a ela, ela faz. Por que? Por que ela faz amizades e confia muito facilmente nas pessoas. Quando alguém fala coisas sem sentido, ela dá um facepalm e ri. Ela é sempre quem costuma animar as outras garotas. Extremamente gentil e amável, sempre ajuda quem precisa. É medrosa, tem medo de quase tudo. É madura, sempre dá conselhos para as mais novas. Pensa nas mais novas como irmãs caçulas, sempre cuida, assumi a culpa por elas. Organizada, sempre deixa tudo em seu devido local. Ela não sabe muito bem como reagir a ameaças, sendo assim, ela apenas assenti e sai correndo. Apesar disso tudo, ela tem um coração muito mole e se magoa facilmente. Chora até por um passarinho morto. Uma pessoa tranquila, raramente fica irritada, mas, quando fica...Corra, pois, ela sabe manusear uma faca muito bem. Ah, lembra que eu disse que ela raramente gagueja? Então, nas únicas ocasiões que ela gagueja, é por que vai falar algo de extrema importância. Não consegue desfaçar o que está sentindo, sempre demonstra. Ela não é muito inocente, mas, também não é muito maliciosa. Entende? Brincalhona, sempre faz brincadeiras para animar as outras quando estão tristes. Percebe as coisas muito facilmente. Ela é discreta, não gosta muito de chamar atenção. É considerada por alguns, um pouco fofa, por causa da sua personalidade. Sabe muito bem cuidar de machucados, por causa de Ritsu. É inteligente, sempre tirou boas notas sem estudar muito. É esperta, percebendo as coisas muito rápido. Sempre está fazendo coisas fofinhas para as outras garotas, como desenhos e coisas assim. Ela é bem obediente, porém, odeia se sentir inferior . Desastrada, quase sempre tropeça no próprio pé. É extremamente ciumenta, podendo até fazer sua própria mão sangrar de raiva.

►História:
🌙Primeiro, devemos entender a história da mãe, do pai dela.
A mãe dela era uma prostituta, conheceu o pai dela em uma de suas rotinas de trabalho, mas, ele começou a ir vê-la todos os dias, sem pedir o pacote completo, ela se sentiu muito feliz á ver que alguém se importava com ela... Ela se apaixonou por ele, e ele por ela, porém, ele era casado... Mas, continuaram esse romance, sem ligar para nada... Foi assim que Nizumi nasceu, ela escondeu isso dele, e parou de encontra-lo quando a barriga ficou visível, ele a procurou... E, se sentiu muito feliz quando a achou em um hospital, com o garoto de cabelos negros nas mãos, havia puxado ela, mas, ainda assim, ele estava feliz.
Ela se impressionou com aquilo...
Voltaram a se encontrar...Com o pacote completo todas as noites (Nizumi ficava na casa dela, com uma babá de 93 anos).
Foi assim que Hanna nasceu... Ele, começou a perder aquela alegria, sendo que ela, continuava muito feliz...
O pacote completo começou a ficar menos...Usado. (Hanna ficava junto com seu irmão e a babá)
...Alguns anos depois, as gêmeas nasceram...Ele fugiu assim que soube, não iria conseguir sustentar... Mas, aquilo doeu muito...
Ela chorou muito, muito mesmo...Não entendia por que ele fez isso... Agora, ela tinha 4 crianças para cuidar, um emprego horrível e ninguém para ajudar a criar...

Agora, vamos para a história de Hanna
Hanna nasceu em uma família grande, com a mãe, um irmão mais velho e duas irmãs caçulas, que eram gêmeas. Nunca conheceu seu pai (Que provavelmente, estava com outra mulher). A mãe dela não tinha muitos condições de criar seus filhos, mas, fazia o que podia, muita vezes, ficava sem comer para poder dar comida aos filhos.
Na escola, Hanna passava a maior parte do tempo sozinha, até que, conheceu Ritsu, uma garotinha extremamente fofa e amável. Elas desenvolveram uma amizade linda. Já que Hanna sofria bulling (Antes de Ritsu chegar), quando Ritsu chegou, ela a defendeu das pessoas que faziam bulling com ela, muitas vezes, adquirindo machucados. Hanna sempre cuidava de Ritsu. O que fortalecia muito mais a amizade das duas.
Em casa, Hanna passava a maior parte do tempo, junto ao irmão, cuidando da casa e das irmãs caçulas. Eles se divertiam muito, sendo assim, tinham um vinculo forte. Quanto a mãe deles... Por trabalhar muito, não era muito presente na vida dos filhos, mas, sempre conversa com eles quando tinha tempo. Seus filhos amavam quando isso acontecia. Para ajudar nas despesas, ela vendia alguns doces com as frutas que nasciam em seu quintal, era pouco dinheiro, mas, já ajudava.
Tudo estava bem, tudo corria perfeitamente bem, todos estavam felizes, até que...
Quando Hanna completou 06 anos, uma crise econômica apareceu, sua mãe foi demitida de todos os empregos que tinham.
Isso foi horrível, para a família toda. Quando Ritsu viu Hanna triste, ela tentou anima-la, mas, ela só queria ficar no cantinho e chorar.
Umas três semanas depois, quando Hanna e seu irmão estavam cuidando das gêmeas, sua mãe cruzou a porta, ela estava com um olhar triste, olhou para Hanna e disse ”Por favor, filha... Foi pelo bem da familia...Espero que entenda...” Sua mãe começou a chorar, Hanna não entendia direito o que estava acontecendo, mas, ela abraçou seu irmão e disse ”Tudo bem, mamãe, se for pela família, eu não me importo” Hanna começou a chorar também, seu irmão estava confuso. Sua mãe disse ”Amanhã...Um homem vira te buscar...Vá com ele...”
“Ir? Ir para onde?”
“Apenas...Vá”

Hanna não entendia, mas, não tinha outra opção senão a aceitar, seu irmão estava preocupado e confuso, mas, não dirigiu a palavra á ela pelo resto do dia.
No dia seguinte, ela foi a escola e disse a Ritsu que iria para algum lugar com um homem, Ritsu achou estranho e ficou muito triste. Então, ela deu um presente para Hanna, esse presente era um colar, um colar da amizade, Hanna ficou com uma metade e Ritsu ficou com a metade, e disse que aquele colar iria ligar uma a outra, que, toda vez que uma tocasse no pingente, a outra também tocaria, isso deixou Hanna mais feliz, mas, ao mesmo tempo, mais triste. Pensou em fazer um desenho de despedida para cada um da sua família... E ela fez.
Quando chegou em casa, seu irmão estava chorando, sentado no sofá, sua mãe não estava em casa, e havia um homem que ela nunca vira. Ele apenas disse que ela devia ir com ele, Hanna estava com medo, mas, aceitou, ela perguntou se podia dizer tchau á família, ele disse que sim, mas, que ela deveria ser breve.
Primeiro, se despediu das gêmeas, que tinham 3 anos na época, não entendiam o que estava acontecendo, mas, apenas falaram tchau e perguntaram quando ela iria voltar... Ela entregou o desenho e sorriu, sem dizer nada.
Depois, se despediu da mãe, foi apenas um adeus, sem abraços, sem choro, sem beijos, mas, deixou o desenho do lado dela.
Quando foi se despedir do irmão, chorou muito e o abraçou muito forte, tirou o desenho do bolso e entregou, dizendo a seguinte frase
“Irmão...Não se esqueça de mim...”
“Nunca me esquecerei...E, para você não se esquecer de mim...” Ele pegou um pequeno ursinho de pelúcia feito de trapos de trás dele e entregou pra ela “Não está perfeito...Mas...Eu tentei...”
“Chega de melação”
O homem disse, pegando a mão dela bruscamente e a puxando para fora.
”Mas...E minhas coisas?” A garota olhava para sua casa
“Você não precisa mais delas, ganhara coisas novas”

Desde então... A vida da garota não tem sido mais a mesma...
Ps. Desculpe se ficou muito grande ou sem sentido. ;-;


►Personagens que participaram da história:
👫 Pai – Nishijima Yoongi -Tem 40 anos – Ele é gerente de banco – Não tem nenhuma relação com Hanna, já que nunca a conheceu, porém, Hanna sonha em encontra-lo um dia.


👫 Mãe – Yummi Hanna – Tem 39 anos – Está desempregada – Não era muito presente na vida da filha, mas, sempre tentou se aproximar, o que as vezes, dava certo, as duas se amam muito. Quando ela meio que vendeu a filha, ela mesma ficou muito triste por ter feito isso, mas, Hanna entendeu e não ficou com muita raiva dela. Quer reencontra-la.

”Por favor, filha... Foi pelo bem da família...Espero que entenda...”
Sua mãe começou a chorar, Hanna não entendia direito o que estava acontecendo, mas, ela abraçou seu irmão e disse
”Tudo bem, mamãe, se for pela família, eu não me importo”
Hanna começou a chorar também, seu irmão estava confuso. Sua mãe disse
”Amanhã...Um homem vira te buscar...Vá com ele...”
“Ir? Ir para onde?”
“Apenas...Vá”


ღIrmão – Nizumi Hanna – Tem 18 anos – Faz alguns bicos por aí, mas, não tem nenhum emprego de verdade – Ele e Hanna tem uma ótima relação, sempre faziam brincadeiras um com um outro, se amam muito. Contavam da vida um do outro, sendo assim, eles sabem muito um do outro. Fariam tudo um pelo outro.

Quando foi se despedir do irmão, chorou muito e o abraçou muito forte, tirou o desenho do bolso e entregou, dizendo a seguinte frase
“Irmão...Não se esqueça de mim...”
“Nunca me esquecerei...E, para você não se esquecer de mim...” Ele pegou um pequeno ursinho de pelucia feito de trapos de trás dele e entregou pra ela “Não está perfeito...Mas...Eu tentei...”


ღIrmãs gêmeas – Ariel Hanna (De olhos fechados) e Sam Hanna - Tem 5 anos – Estudantes – Elas não lembram muito da Hanna, mas, sempre escutam o irmão falando dela, sendo assim, mesmo sem conhece-la, gostam dela. Hanna, pensa nelas a todo o instante, sempre sorri quando lembra delas.

Primeiro, se despediu das gêmeas, que tinham 3 anos na época, não entendiam o que estava acontecendo, mas, apenas falaram tchau e perguntaram quando ela iria voltar... Ela entregou o desenho e sorriu, sem dizer nada.


∞Melhor Amiga – Ritsu Kircheinn – 16 anos – Estudante – São muito amigas, as duas tentam se contatar toda hora, porém, raramente conseguem, elas querem muito se ver novamente, porém, não tem como fazer isso. Toda vez que Hanna fica com medo, ela chama o nome de Ritsu. Costuma contar as coisas que acontecem com ela, tocando no pingente.

No dia seguinte, ela foi a escola e disse a Ritsu que iria para algum lugar com um homem, Ritsu achou estranho e ficou muito triste. Então, ela deu um presente para Hanna, esse presente era um colar, um colar da amizade, Hanna ficou com uma metade e Ritsu ficou com a metade, e disse que aquele colar iria ligar uma a outra, que, toda vez que uma tocasse no pingente, a outra também tocaria, isso deixou Hanna mais feliz, mas, ao mesmo tempo, mais triste.

►Gostos :

Sorvete - É a sobremesa preferida dela, ela adora todos os sabores, menos, creme.


Estrelas - Ela costuma ficar acordada a noite, olhando para as estrelas, conversando com Ritsu


Livros - O preferido dela é A Dona Da Bola e A Dona Da História. Apesar de ser um livro infantil, ela ama esse livro, ele está gasto, com as folhas quase rasgando.


Desenhar - Ela costuma desenhar sobre o que vê, o que pensa e o que sonha. Ela guarda esses desenhos dentro de uma fronha de travesseiro, que fica embaixo da cama dela.


Escrever - Ela sempre escreve poesias sobre o que pensa/sente, já que, não sabe se expressar falando e é bem melhor escrevendo. Ela guarda os textos juntos aos desenhos.


Ajudar - Ela sempre ajuda quem precisa, mesmo que isso a machuque, mesmo que isso a deixe triste, ela vai ajudar.


Cozinhar - Ela aprendeu a cozinhar com a ajuda de um livro de receitas velho que a vó (Falecida) tinha escrito. Cozinha para todos, ama fazer isso. Ela ama cozinhar sobremesas


Hamsters - Se ela pudesse, ela criaria Telefone Removido5065694198 hamsters, ela realmente ama esses ratinhos fofinhos, não tem nenhum motivo especial, ela simplesmente gosta dele.


Reiji - Não preciso nem dizer nada, certo? É o par dela.


As outras escravas - Os outros escravos - Ela adora todos, acha que podem ser uma familia perfeita, mesmo sem ter laços sanguineos.

Frio - Frio sempre lhe agradou, já que, por causa dele, ela e seus irmãos dormiam abraçados. Sonha em um dia, dormir assim novamente (Sem malicia, por favor)


Chocolate Quente - Aquece os dias frios, adora tomar um em frente á uma lareira.



►Desgostos :
Calor - Faz ela suar, ela odeia suar, já que sente seu cabelo e roupas grudarem, ela odeia essa sensação.


Se sentir presa - É uma das coisas que ela mais odeia, ela sempre está tentando se libertar das coisas que a deixam presa. E, também, tenta libertar seres que estão presos (Como um pássaro em uma gaiola)


Chorar - Ela não gosta de mostrar fraqueza na frente das pessoas, já que, quer mostrar que tudo pode ser um mar de rosas e nada é algo ruim.


Violência - Ela não gosta de qualquer tipo de violência, por que isso traz tristeza e dor, ela odeia muito isso.


Gatos - Um gato já a arranhou quando era menor, sendo assim, ela odeia gatos, sempre vai odiar.


Ver pessoas tristes
[img]http://2.bp.blogspot.com/-cArk6xuUD1U/UzmILUxfouI/AAAAAAAAIXs/r6leATq4Xt0/s1600/Konachan.com+-+83378+akiyama_mio+cait+hirasawa_yui+hug+k-on!+kotobuki_tsumugi+nakano_azusa+tainaka_ritsu.jpg[/img]


►Manias :
Quando está preocupada, costuma andar em círculos.
Batucar os dedos nas coisas quando está tensa
Morder o lábio quando está prestes a chorar
Enrolar o cabelo nas pontas dos dedos por nenhum motivo especial


►Hobbies :
Desenhar
Ler
Escrever
Cozinhar


►Medos / Traumas / Fobias :
Ela tem medo de quase tudo, mas, os maiores medos dela são fogo, escuro e altura.

►Frases :
Não se preocupe, eu concerto!
Ajudarei a todos, mesmo que isso me mate!
Relaxe, eu te protejo.
N-N-N-N-Não tenha medo... Tudo pode gerar algo bom...
Eu consigo fazer.
Te amo, te amo, te amo, mas, você não me dá bola, vou me afogar num copo de coca-cola.
Eu gosto do impossível.
Melhor sofrer do que fazer as pessoas sofrerem...
Você é linda (o) e eu te amo. <3
"Primeiro, faça o que tem que fazer, depois, descanse"
Eu...Você...AH, DESISTO (É o que ela fala quando não consegue se expressar)
RITSU, ME AJUDE! RITSU! (Grita isso toda vez que está em perigo/assustada)
Você...Pode...Provar...Que...Me...Ama?
Não, não me faça sentir ciúmes, não é legal.


►Qualidades :
Gentil
Responsável
Amigável
Amável
Sempre ajuda
Madura
Organizada
Inteligente
Brincalhona
Discreta


►Defeitos:
Tímida.
Trouxa
Medrosa
Não sabe reagir a ameaças
Sentimental
Não consegue disfarçar o que está sentindo
Obediente


►Par :
Reiji


►Relação com o Par :
Ele a acha idiota, porém, adora 'brincar' com ela - Tanto no duplo sentido, quanto no sentido sentimental.
Ele sabe o quanto ela o ama, porém, se recusa a aceitar isso. Pelo simples fato que, ele nunca foi amado antes, sendo assim, tem medo do que pode acontecer. Sempre tenta se afastar dela.
Ela, por outro lado, não se importa com as brincadeiras que ele faz, realmente ama ele, nada que ele faça vai mudar isso. Ela dá varias dicas que ama ele, porém, não sabe direito como dizer as três palavras. Tem dificuldade em dize-las. Não vai desistir de conseguir tê-lo.
Ela costuma sempre estar na biblioteca, lendo, ou observando ele. Presta atenção nos mínimos detalhes dele, costuma segui-lo por aí. Muitas vezes, sendo vista. Ela sonha, em, um dia, entrar em uma igreja com ele. Ela tenta conversar com ele, mas, na maioria das vezes, sente as bochechas queimarem, quer contar de seus sentimentos, mas,tem muita vergonha e gagueja (O que ela odeia). Reiji se preocupa com ela e sente um leve ciúmes, sendo assim, ele quase tem um ataque com v]a vê com outro vampiro.


►Relação com os outros vampiros:

Ayato: Ela o acha engraçado, ele sempre está tentando chamar a atenção, já que é carente. Ela acha isso fofo, mas, ao mesmo tempo, engraçado. Toda vez que ela o vê, aperta as bochechas dele, falando algo como ”AWNT, QUE FOFINHO, QUERO TE MORDER!”

Layto: Ela não gosta muito dele, não gosta do jeito que ele dá em cima em todas as garotas. Além que, desde que chegou, Layto já tinha uma fama de estuprador, então, ela prefere se mante longe dele. Não quer correr o risco de ser estuprada.


Kanato: Ela o trata como um irmão menor, já que, ela o acha muito fofo e adoravel, costuma conversar com ele sempre que pode. Ele ri um pouco dela. As vezes, raras vezes, tipo muito raras mesmo, ele a deixa brincar com Teddy.

Shu: Ela o acha interessante, gosta do mistério que ele tem. Sabe que ele tem muito a contar. Toda vez que ela o vê, faz um comprimento com a cabeça, sorrindo, ele as vezes sorri para ela, já que a acha divertida. Porém, não conversam muito, já que ele quase sempre está com fones.


Subaru: Ela costuma rir loucamente dele, principalmente quando ele soca a parede em um de seus surtos raivosos. Por isso, é bem comum ver ele lançando um olhar mortal para ela, que se esconde no primeiro lugar que aparecer. Já jogou a adaga perto dela muitas vezes, só para vê-la se assustar e sair correndo

Azusa Mukami: A relação que ela tem com ele, é bem parecida com a relação que tem com Kanato, já que, ela acha os dois parecidos. Porém, não consegue entender por que alguém seria tão sadomasoquista assim. Acha estranho que ele só se sinta vivo quando está sentindo dor, mas, o acha fofo.

Ruki Mukami: Ela não vai com a cara, realmente, ela odeia ele. Ele é sempre tão irritante... Arg! Faz querer ela matar alguém (O que é quase impossível). Ela não sabe explicar por que sente isso, só sente.

Yuma Mukami: Quem está querendo rir mais? Hanna! Pelo amor, ela acha ele o mais divertido de todos. Ele é sempre tão rebelde, fica sempre tão irritado, dormindo do nada. Enfim, ela sabe que ele é perigoso, e prefere se afastar, mas, gosta de rir. Por isso, costuma fazer de tudo para irrita-lo. É perigoso? É, mas, engraçado.

Kou Mukami: Ele é uns dos poucos que ela não gosta. Não gosta de como ele é duas caras, não gosta de como é bipolar, etc. Também, não gosta do fato dele ser tão famoso e tão pouco merecedor. Ela envita ficar com ele, sempre.

►Relação com as Oc’s :
Ela as trata como irmãs. Sempre ajudando, ajudando quem quer ajudar. É amiga de todas, raramente tem uma inimizade com alguma. Já que estão todas na mesma situação, é normal que a maioria delas sinta medo, mas, Hanna, não gosta disso, ela ajuda as outras a superar tristezas, a se alegrarem. Percebe quando alguém também quer ajudar, se juntando com essa pessoa meio que ajudando a pessoa que quer ajudar (wft?). Ela é considerada uma irmã mais velha. Ela é o tipo de amiga que dá beijo de boa noite, boa tarde, bom dia, que penteia seu cabelo, etc.

►Relação com o Karl:
Já que conhece ele a muito tempo, ela adquiriu um pouco de afeição por ele, as vezes,ela comete um deslize e acaba o chamando de Karl em vez de chama-lo de Senhor/Mestre. Quando ele tem que pedir para alguma delas fazer algo de estrema importância, ela é uma das primeiras opções.
Apesar que, ela sente um pouco de medo dele, tentando não ficar muito próximo dele. Mas, não pode evitar, ele ocupou o lugar de pai na vida dela, mas, ele não é bem um pai.
As vezes, ela quer mata-lo, demonstra isso sem ter medo, lançando um olhar mortal para ele.
Ele, a acha meio engraçada, sempre dá broncas nela quando comete algum erro. As broncas dele são tipo as broncas que o pai do Nath dá pra ele, pra quem não entendeu... Imagine um pai extremamente severo punindo o filho, é isso.


►Reação/Ação, quando:


• Descobrir que criaturas místicas existem e que você será noiva de um dos filhos de seu senhor:
Como era muito criança na época que isso foi contado, ela realmente não entendeu direito o que era, com o passar do tempo, foi se dando conta disso, ficou abismada, na sua cabeça, ela ainda negava que isso era verdade, mas, ela tinha que aceitar. Depois de uns... 6 anos, acabou tendo que aceitar.
Mas, isso a deixou curiosa a respeito deles. Como seria ser mordida?


• Ao ver o seu par com outra menina
Antes de se darem bem: Ela estava pouco se danando pra ele, só achou estranho alguém como a garota andar com ele, o que a deixou meio preocupada com a garota. Preocupada com o que Reiji poderia fazer com ela, sendo assim, ela chamou a garota, só pra ela se afastar dele, puxou a garota pra um lugar fora do campo de visão dele, depois, disse ”Você poderia ter morrido...”
Depois de se darem bem: Quando ela viu isso, sentiu o coração começar a parte mais rapido e uma forte dor no peito, até deixou a bandeja que estava segurança cair de suas mãos, fazendo os dois verem ela, que estava quase chorando, Reiji se espantou um pouco, já que foi a primeira vez que ele tinha a visto daquele jeito, parecia que ela queria dizer algo, mas, as lágrimas começaram a cair antes disso, fazendo ela começar a correr para seu quarto, ouviu a voz de Reiji chamar por ela, mas, ignorou e continuou a correr.


• Descobrir o passado de seu par:
Ela ficou muito abalada, se sentiu mal por ele, principalmente na parte ...Ele matou a própria mãe...,ela não aguentou, ela chorou muito. Depois de saber dessa história, seus olhos para ele mudaram, agora, ela via um garoto dedicado, carente, que só queria o amor da mãe, foi por essa pessoa que ela se apaixonou.

• Estivesse apaixonada:
Ela achou isso muito estranho, pois...Por que ele? Por que não...Kanato? Seu ”irmão caçula”? Ela negou, negou muito, como se aquilo fosse apenas uma gripe que logo iria passar, mas, não passou...
Ela começou a segui-lo, sentir coisas estranhas (Como excitação), querer fazer coisas que nunca fez na vida (cofcofcof), tentar fazer ele gostar dela a todo o custo.
Mas, principalmente, não iria dizer que ama ele, mas, daria várias dicas sobre isso.


• Descobri-se que seu par gosta de você:
Se um vampiro contasse: Ela acharia que era uma brincadeira de mal gosto e não acreditaria, iria dar uma revirada nos olhos e sair andando, para fazer suas coisas. Mesmo que esse vampirro insistite, ela não iria acreditar, só se esse vampiro fizesse Reiji provar.
Se fosse uma das outras escravas: Ela iria acreditar de primeira, pois, confia muito nelas e, acha que nenhuma delas nunca mentiria para ela. Ela iria correndo falar com ele, com um sorriso no rosto
Se fosse Reiji quem falasse: Ela iria beija-lo e pular no colo dele,no mesmo instante, não se importando onde estavam, com quem estavam, etc. Ela apenas iria ama-lo por inteiro, sem ligar mais para nada. Também, iria sussurrar coisas fofas na orelha dele.

►Algum Objeto especial ?

Esse colar da amizade que ganhou de Ritsu. Hanna ficou com a parte do coração. Ela nunca tira.

Esse ursinho que ganhou do irmão, sempre dorme abraçada a ele.


►Curiosidades :
Ela tem uma marca de nascença no pescoço que lembra um coração
Ela nunca se mexe enquanto dorme, as vezes, nem parece que está respirando
Sabe cozinhar muito bem
Chama o nome de Ritsu quando está em perigo/assustada, ou, quando está observando as estrelas
Muito boa em escrever poemas
Sabe fazer rimas
Tem anemia – Aquela que você tem desde que nasce, não me recordo o nome
Pode ser vista, em seu tempo livre, no jardim, desenhando, sentada na grama - Se não estiver perseguindo Reiji, claro
Sabe tocar músicas simples no piano

Tem uma voz...Razoável


►Sabe que sua personagem está sobre nosso controle e que ela vai reagir de acordo com o andar da fanfic ?
Sim, sim, não vejo problema algum nisso.

►Irá querer Hentai?
Sim! XD Mas, se não rolar, um simples ecchi vale!

►Algo a mais?
Ela conhece música clássica
Costuma colocar água e comida para os pássaros sem ninguém mandar
Usa óculos as vezes
Pra trabalhar, costuma prender seu cabelo assim
- Mas, só deixa ele preso assim quando tem que fazer algo em relação a cozinha, senão, ela o deixa solto.


PS. Espero que gostem da minha ficha! ^-^
[b][u]

Escutando: Música Classica
Lendo: Isso
Assistindo: Comercial dlç
Jogando: Simulador do google
Comendo: Pa1
Bebendo: Suco

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...