~NayKarneval

NayKarneval
Nome: Mi-inLove
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Campinas, São Paulo, Brasil
Aniversário: 16 de Maio
Idade: 30
Cadastro:

Curiosidades de Therapeia mia Kardiá 02


Postado

Curiosidades de Therapeia mia Kardiá 02

TMC Talk Show

- Começa agora mais uma edição do seu amado TMC Talk Show. Eu sou Mikayla, sua apresentadora favorita! Hoje teremos dois convidados para esclarecer perguntas que não se calam na mente das fãs de TMC. Sejam bem-vindos, senhor e senhora Mac’Manara.
Ambos entram na sala, acenam com a cabeça e sentam-se no sofá.
- Ah... (sem graça pela secura dos dois) Muitos fãs enviaram perguntas para vocês, pronto para começar?
- Prossiga. – respondeu Wallace.
- Pode perguntar. – falou Samyra.
- A primeira pergunta é sobre seu relacionamento. Temos a impressão de ser algo que vocês foram forçados a fazerem, um relacionamento sem amor. O que podem nos dizer?
- Nós acreditamos em respeito e objetivos mútuos. Amor não é muito bom para essa equação. – respondeu Samyra.
- Eu fui casado por amor com Rose, mãe de Rebeca, e não foi uma boa experiência. Sou mais feliz hoje com o casamento que tenho com Samyra. E não, não fomos forçados. Decidimos juntos que o melhor era nos unirmos.
- Nossos objetivos em comum seriam melhor atingidos se estivéssemos juntos, por isso casar foi a melhor decisão que tivemos.
- Falando em sua primeira esposa, o que aconteceu com ela? Já que ela praticamente nem é mencionada na série.
- Morreu no parto. Na época já estávamos separados, e ela até já tinha um noivo.
- Que triste. Deve ter sido difícil na época.
- Na realidade não. – respondeu ele. – Nós já não erámos felizes juntos.
- Foi nessa época que resolveram se casar?
- Não. – respondeu Samyra. – Foi um ano depois. Quando nos casamos passei a cuidar de Rebeca como se fosse minha. – falou ela sorrindo. – Sempre quis uma menina.
- E quando Scott nasceu? Como foi?
- Uma decepção. – falou ela séria. – Eu não quis descobrir pelo ultrassom, mas me arrependi quando soube que seria um menino.
- Para mim, eu nem queria mais um filho. Só Rebeca já estava bom, mas Samyra queria um bebê.
- É esse o motivo de tratarem mal Scott??- perguntou horrorizada a apresentadora. – Só porque nasceu menino, porque ele pobrezinho apenas nasceu???
- Fala como se isso fosse terrível, mas você não sabe como é ter um filho como Scott. – bufou Wallace. – Ele nunca faz nada direito, age sem pensar e nunca pensa além dos bebês que estão para nascer.
- Ele tem potencial para ser mais, porém como sempre ele nunca quer ir além. – completou Samyra. – Sem objetivo algum. Triste, triste. – sacudiu a cabeça. – Já a Rebeca, é um primor. Eu a criei bem, - sorriu ela. – não sei no que errei com Scott.
- Tenho certeza que foi a má influência do Harris... – Falou Wallace.
- Verdade.
- Isso nos leva a outra pergunta. – falou Mikayla forçadamente sorrindo. – Vocês são mesmo pais biológicos de Scott.
- Infelizmente. – respondeu Wallace. – Se fosse adotado teríamos devolvido ele imediatamente.
- Ele foi tão decepcionante para nós, que nem sequer eu quis tentar mais um. – suspirou Samyra.
- Ah... Verdade? Bom, passemos para outra pergunta. Vocês parecem odiar m-pregs. Porque ter uma ala para eles no hospital?
- Dinheiro, oras. – respondeu Samyra. – Não é óbvio?
- Existem projetos muito lucrativos para se investir, principalmente os que envolvem eles. É só por isso que aceitamos a ideia idiota de Scott.
- Pelo menos nisso ele acertou. – falou Wallace.
- As fãs acham muito louvável de Scott trabalhar com eles. Vocês parecem odiar m-pregs, e por consequência gays. Recentemente foi provado que Scott é um m-preg, mas sempre pareceu que ele nunca soube. Podem nos esclarecer?
- Não sentimos ódio de quem nos dá lucros. – falou Samyra cínica. – Só não gostamos de nos misturar com eles!
- Scott foi uma decepção desde o começo, ser um m-preg foi a gota final. – completou Wallace. - Quando ele tinha 8 anos tivemos que adiantar o teste m-preg por conta de uma cirurgia que talvez tivesse necessidade de fazer. No fim, além de não precisar, nos fazendo perder tempo, ele nos deixou ainda mais decepcionados.
- Eu não queria ver a pena dos nossos amigos quando soubessem dessa vergonha. – falou Samyra. – Por isso abafamos o caso e falamos que ele nunca foi um desses... Dessas coisas.
- Interessante como a vida dá voltas... Seu estilo de vida está correndo risco, e só pode ser salvo por um homem gay e m-preg, Caesar...
- Não me lembre disso. – falou Wallace amargo.
- Aliás, quando essa coisa acaba? – perguntou Samyra. – Temos compromissos e isso nos atrapalha.
- Essa foi a última pergunta...
- Que ótimo! Temos que ir.
Ambos se levantaram e deixaram o estúdio sem se despedir.
- Alguém mais os odiou? – suspirou Mikayla olhando para a câmera. – Muito bem, pelo menos a tortura acabou. Ficamos aqui com mais um talk show, até próxima! E rezem comigo para a autora escolher alguém melhor para entrevistar! Que tal sugestões? Até breve!



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...