~NinnaChann

NinnaChann
Lost
Nome: ???
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 22 de Junho
Idade: 15
Cadastro:

Ficha: Reborn -Interativa- "How dangerous you can be?"


Postado

Ficha: Reborn -Interativa- "How dangerous you can be?"

Ficha:

Nome:

<3 Gabrielle Lomenoty

Apelido:

<3 Gabi: É como todos a conhecem, ela não diz seu nome inteiro a ninguém, não importa quem seja. Até hoje, apenas seu pai e Azusa -Que prometeu não contar- sabe de seu nome inteiro.

<3 Elle: Como toda regra tem sua exceção, a única pessoa que soube o nome de Gabrielle é Azusa. Como ela disse que odiava seu nome e ele queria chamá-la diferente das outras pessoas, deu a ela o apelido de "Elle".

Idade:

<3 Tem dezesseis anos, nasceu no dia vinte e dois de junho e seu signo é câncer (se quiser mais velha, eu mudo.)

Altura:

<3 É baixinha, medindo 1,56 de altura.

Aparência:

<3 Com a face angelical, a garota encanta a todos -pena que não é doce como aparenta-. Possui médios cabelos caramelos, tão macio quanto algodão e com cheirinho de chocolate. Seus grandes olhos verdes-claros a faz ter um toque de inocência em seu olhar, principalmente com seu pequeno nariz arrebitado e lábios finos e definidos. Suas bochechas são levemente coradas, mas não destacam-se tanto em seus rosto. Com uma pele clarinha e macia, a garota não possui muitos defeitos em seu rosto. Mede 1,56 de altura, com seios médios e glúteos medianos, a garota não é lá muito "charmosa" para não dizer palavras mais fortes. Porém, para dar uma ajudinha, suas pernas são torneadas e possui coxas medianas. Pesa 45 quilos.

(Heroine de Amnésia, eu amo ela <3)











Objeto mais importante:

<3 Seu objeto mais importante é um coelhinho de pelúcia, que fora dado por sua mãe.

Personalidade:

<3 Gabrielle sofre de transtorno de bipolaridade, mas calma que eu vou explicar: Seu transtorno é grave, ela literalmente trava batalhas entre si, gritando consigo mesma. Ela possui duas personalidades totalmente destintas, como duas caras da mesma moeda, e eu juro que ela se odeia, se chamando de "monstro" diversas vezes ao dia.

Em sua primeira personalidade, a Gabrielle "original" ela é muito gentil, educada e atenciosa. Nunca irá levantar a voz a alguém e sempre está a sorrir, com uma voz doce a menina tenta acalmar todos que estão passando por algum problema. Muito companheira, ela irá ficar ao seu lado em qualquer dificuldade e desafio, ela quer que todos a sua volta se sintam bem. Ela pode ser engraçada e ter um bom-humor, gosta de deixar todos sorrindo e alegres. Nunca negará uma ajuda ou um pedido, pois não quer que ninguém sofra como ela sofre por ter este transtorno. Ela pode ser muito sensível, demonstrando isto através da música e dos desenhos. Gabrielle é chorona, mas quando ela sente que vai chorar ela sai e se esconde para ninguém ver o quanto fraca ela é.

Já na sua outra, que ela tenta esconder com uma máscara que as vezes se quebra, ela é uma menina rude, insensível e sarcástica. Ela adora fazer piadas das pessoas, as humilhando e castigando. Ela é perversa, malvada e manipuladora, sempre chantageia todo mundo e adora quando faz alguém chorar. Falsa, ela faz de tudo para saber o que quer e do jeito que ela quiser, seu lema é "É do meu jeito ou eu ajeito", sendo uma trapaceira nata quando se trata de objetivos. Quando ela fica com esta personalidade, a outra luta para ficar isolada num quarto ou em qualquer lugar que não possam a ver. Ela também é muito briguenta e orgulhosa, não a desafie enquanto estiver brava, ela pode lhe dar um soco.

Par: Azusa

Gosta: (eu iria descrever seus gostos, mas acho que fica mais claro assim. Ela normalmente faz coisas que a fazem esquecer de sua vida)

<3 Tocar piano e violino, é onde ela encontra paz. Se quiser encontrá-la, provavelmente estará em algum lugar sozinha tocando seu violino.
<3 Desenhar e Pintar, assim ela se esquece dos problemas e do mundo.
<3 Ouvir músicas -principalmente clássicas-. Ela se esquece do mundo à sua volta.
<3 Jardinagem. Ela ama a delicadeza das flores.
<3 Doces, ela normalmente é vista com uma barra de chocolate em mãos.
<3 Ler -Principalmente romance e mistério.
<3 Gatos :3

Não gosta:

<3 Tempestades.
<3 Fogo.
<3 Barulhos altos e não uniformes.
<3 Piadas de mal gosto -Só em sua personalidade boa.
<3 Pessoas mesquinhas.
<3 Escuro.
<3 Pessoas que fingem se importar.
<3 Chorar na frente dos outros.
<3 Que perguntem seu verdadeiro nome -que ela não vai revelar-
<3 Sentir medo

Medos:

<3 Seu trauma é o fogo em grande escala, altura e raios -que o motivo ficará justificado na História- quando ela está na presença de fogo em grande escala, ela começa a tremer e não se mexer, ficando estática. Em questão de altura, ela irá ficar com suas pernas bambas e nunca se aproximará de janelas ou lugares que ela considera de risco. Já com raios, ela pode ficar a noite inteira acordada, mas não irá dormir enquanto os trovões e raios não pararem.

História:

<3 Gabrielle nasceu numa família não muito feliz e amorosa. Aos cinco anos sua mãe entrou em depressão e seu pai apenas vinha para casa para dormir e almoçar, já que em seu tempo ficava trabalhando. Ela sempre tentou animar sua mãe, mas a mulher sempre ficava em sua cama e com a aparência desanimada, apenas saia para comer -em casos extremos, Gabrielle fazia o café e levava para sua mãe-. Ela cresceu assim, sozinha e desanimada, ela dava todo seu tempo livre para cuidar da mãe, mas como às vezes não aguentava ver o estado deplorável da mesma, ela ia ao parque para olhar os patos na lagoa. Ela sempre teve crises de sua outra personalidade, julgava e humilhava sua mãe, além de sempre a chamar de fraca. Ela se odiava e sempre se odiou, travava batalhar contra ela mesma no quarto, gritando com o espelho para parar com as barbaridades que dizia. Perto do seu aniversário de oito anos, a casa entrou em um incêndio. A residência fora atingida por um raio e começara a pegar fogo do lado direito. Sem saber o que fazer, a menina gritou e tentou avisar sua mãe, mas ela já estava saindo do quarto e subindo as escadas. Gabrielle tentou gritar e pedir para que a mãe parasse, mas a mulher andava como uma zumbi, sem a ouvir ou falar nada. Quando Gabrielle subiu lá em cima na torre de sua casa para puxar a sua mãe para descer, a mulher -que se encontrava na janela- apenas se virou e andou até Gabrielle, lhe entregando um coelhinho de pelúcia.

-Este bichinho fora meu, dado por sua avó. -A mulher afagou os cabelos da criança- Eu quero que você cuide bem dele e acima de tudo, ame a si mesma. Mamãe te ama.

Depois disto, a mulher se virou e andou até a janela e, chorando, virou-se para a garota.

-Adeus, minha pequena... -E se jogou da janela.

Estática, a menina se manteve por horas e horas, até que fora tirada às pressas pelos bombeiros do local. Até hoje, Gabrielle tem pesadelos com este dia, mas as vezes sonha com a doce cantiga de ninar que sua mãe lhe cantava. Gabrielle odeia do fundo de sua alma seu aniversário, e nunca vai quer lembrar desta data. Depois do ocorrido, seu pai se mudou com a garota para uma outra casa, donde a garota nunca mais foi a mesma.

Roupas:

<3 Casual:

<3 Pijama:

<3 Eventos especiais:

<3 Festas:


Relacionamento com o par:

<3 Quando estável, Gabrielle é sempre gentil e educada com Azusa, ela sempre vai apoia-lo e ajudá-lo em tudo que precisar. Ela sempre irá presentear o amado com algum desenho, pois Gabrielle sempre terá medo de não demonstrar amor o suficiente. Ela é bem afetiva, carinhosa e amável com ele, simplesmente adorando o fato de estar na companhia de Azusa. Quando ficar instável, ela evitará ao máximo falar com ele, temendo que o magoe e o humilhe. Normalmente ela recusa sair com ele ou até mesmo vê-lo.

Relacionamento com os outros Sakamaki:

<3 Como sempre, gentil e atenciosa, ela não vai tratá-los como inimigos, porém se não gostar de algum ela apenas evitará falar com ele, ou dar respostas curtas e superficiais. Ela pode ser bem educada, os tratará bem e como sempre estará com um sorriso no rosto. Os únicos Sakamaki do qual Gabrielle tem medo são Subaru e Reiji. Subaru por causa de seu temperamento raivoso e Reiji pois para ela ele parece um pouco intimidador. Se irritada, ela pode ficar com sua personalidade má, fazendo piadas de mau gosto e sempre os desafinados.

Relacionamento com os outros Mukamis:

<3 Engraçada e adorável, como são irmãos de Azusa, Gabrielle quer passar uma boa impressão para eles, para que não digam ao irmão "Ela é péssima, largue de seu relacionamento com ela". Obviamente, sua parte mais amável será totalmente virada para Azusa, mas ela tentará ser alguém agradável de se conviver com os Mukami. Quando transtornada, ela pode os menosprezar e fazer piadas insensíveis com eles, falando de seus pontos fracos e sendo extremamente falsa.

Relacionamento com as outras garotas:

<3 Ela vai ser divertida e sorridente, nunca irá se mostrar triste ou preocupada, pois quer passar segurança as demais. Sempre com uma gentileza de invejar, ela irá ajudar as meninas em tudo, seja num coração quebrado ou numa tentativa de conquistar um rapaz. Ela vai ser um pouco protetora, se alguém magoar alguma de suas amigas ela irá ficar com raiva do rapaz, mas não ao ponto de virar a "outra Gabrielle".
Se estiver instável -ou melhor dizendo, com sua outra personalidade- ela não irá hesitar em gritar com alguém que falar que ela está errada, não dará o braço a torcer, e se irritará com facilidade. Se alguém tentar falar com ela ela dirá "não se aproxime!" E se uma das meninas insistir ela irá gritar com ela e até mesmo usará a violência.

Algo mais?:

<3 Gabrielle pode se transformar de uma hora para outra, ninguém nunca sabe quando ela vai estar de um jeito e quando estará de outro. Ela simplesmente se odeia, às vezes tem vontade de dar um basta em sua vida, mas sabe que não pode deixar seu pai só. Às vezes, quando está com sua personalidade horrível -como ela diz- a outra Gabrielle boa tenta parar a má, e para fazer isto teria de fazer Gabrielle desmaiar, por isto às vezes Gabrielle se tranca num quarto e começa a se bater contra a parede para ver se "apaga". Ela usa maquiagem para esconder os roxos da noite anterior, ou ela tenta se apagar quando estão dormindo ou quando tem tanto barulho que ninguém a ouve.[spoiler]


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...