~NinnaChann

NinnaChann
Lost
Nome: ???
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 22 de Junho
Idade: 15
Cadastro:

Pride, Prejudice and Unexpected Love - Ficha.


Postado

Pride, Prejudice and Unexpected Love - Ficha.


Um rosto cuidadoso, mas uma atitude rude
Preste mais atenção nas suas ações
A heróina do filme pode ser parecida com um anjo
Mas a garota má próxima dela é mais atrativa



]❥ Nome completo:

Clair Boucher.

Clair. Significa "brilhante", "clara", "luminosa" e "ilustre".
É a variante francesa de Clara, nome originado no latim Clarus, através do adjetivo clara, que quer dizer “brilhante, ilustre”. O original em latim Clarus era a princípio um nome predominantemente masculino. Sua versão feminina só tornou-se mais comum no século XIII, com reverência à Santa Clara de Assis e desde então passou a dominar face à forma masculina. A versão Clair também é utilizada como um nome inglês e chegou inicialmente na Inglaterra na Idade Média com Clare, tornando mais popular no século XIX como Clara.

Boucher: É um sobrenome vindo da França, e raramente usado, ele significa "bloquear e "obstruir". Digamos que este apelido combina um pouco com a garota, pois ela é bloqueada de sentimentos e não possui muita sensibilidade.




❥ Apelidos:

Cotton Candy. – Esse apelido fora dado por sua queria irmã mais nova, ela o guarda com muito carinho e ninguém mais pode chamar Clair assim, se não ela já se irrita.
Bad Girl. – Seu apelido carinhoso dado por Yuma, quando ela o rebateu pela primeira vez. No inicio, era um apelido ofensivo, mas se tornou carinhoso ao longo do tempo.
Delinquente. – Clair é conhecida assim pela escola, pois ela sempre está cabulando alguma aula ou se metendo em algum tipo de conflito, onde todos sabemos que ela ganha.
Loli Doll. – Quando alguém quer irritar Clair, a pessoa usa este apelido para dizer o quão a menina parece uma criança, o que a deixa extremamente irritada.



❥ Idade:

18 anos de idade. nasceu dia 16 do mês de Junho uma hora antes de sua irmã, por isto é considerada a mais velha.



❥ Signo:

Seu signo é de gêmeos, assim como o da sua irmã. Ela possui o ascendente em Áries e seu sol é em escorpião, além de sua lua sem em sagitário. Clair não acredita em astrologia, diz que é tudo uma baboseira, nem que ela aja como seu mapa astral indica.



❥ Nacionalidade:

Francesa. – Clair nasceu em Paris, na frança. Ela sempre gostou muito de lá e sente saudades de sua antiga casa. Sempre que sua irmã Noah fica triste, ela tenta reanimá-la cantando em francês.




❥ Aparência:

Ram. (Re:zero)



















Uma aparência bem diferente de sua personaldiade.

Começando pelos seus cabelos, eles fogem completamente do padrão de cabelos longos e bonitos que normalmente as meninas têm. Eles são em um corte considerado extremamente curto, são na altura do pescoço e possuem um corte reto e muito bem feito. Em sua frontal, a menina possui uma larga franja que cobre totalmente seu olho esquerdo e que vai até seu nariz, ela é perfeitamente alinhada e reta, deixando suas feições simétricas. Seus cabelos são num tom natural de rosa, sendo eles parecidos com o e sendo eles mais desbotado nas pontas. Ela normalmente usa uma presilha em forma de “X” no canto direito para prender a outra metade de sua franja, pois senão a menina não enxergaria nada. Eles são macios, sedosos e volumosos, possuem um movimento natural lindo quando algum vento bate e ele nunca possui sequer um fio solto, sendo ele um cabelo extremamente liso. Eles possuem um aroma muito bom de melancia! Sim, ela usou por muito tempo um bom shampoo e agora seu cabelo possui um ótimo aroma de melancia.
Suas sobrancelhas são semi-arqueadas e muito pequenas, deixando-a com uma expressão serena e de uma bonequinha. Normalmente elas não conseguem expressar muito o que Clair sente, já que elas não são muito maleáveis. Por exemplo, se a menina ficar com raiva, a expressão dela será mais engraçada do que amedrontadora.
Seus olhos são grandes, expressam curiosidade e inocência. Eles são redondinhos e puxados, leves e muito bem encaixados com sua aparência. Eles estão longe de serem sensuais, pois nem se a menina se esforçar ao máximo conseguirá tê-los como uma parte mais sexy. Ela não gosta deles, o fato de demonstrarem tamanha inocência a faz parecer uma menina tola. Eles são de um hipnotizante vermelho rubi, que carregam uma cor tão intensa quanto a pedra. Se olhar com atenção, é possível ver as chamas queimando nele. Os cílios de Clair são curvados e grandes, provavelmente em outros formatos de olhos eles ficariam muito bonitos, mas nela não faz diferença.
Seu nariz é pequenino e muito bem feitinho. Ele é arrebitado e livre de espinhas e cravos, fazendo sua pele parecer de porcelana. Normalmente ele fica apenas com sua ponta aparecendo, já que o resto é coberto pela franja. Ela possui um torso bem fino e definido, então nem precisa de maquiagem para afinar o nariz. Na verdade ela não gosta dele tão fino, preferiria ter um mais largo, mas ela não pode fazer nada para mudar isso. Ela já o quebrou uma vez, mas não mudou nada em sua aparência, apenas dói se alguém mexer com força nele.
Suas bochechas são gordinhas, durinhas e fofinhas, então nem tente apertá-las. Elas possuem um tom natural rosado, que fica mais forte caso ela core, o que ela odeia. Uma de suas manias é encher as bochechas de ar quando ela fica com raiva, o que causa uma cor vermelha extrema nelas. Victória não fica nem um pouco feliz com elas que, além de revelar quando ela fica envergonhada, a da um ar mais infantil e realmente não combina com Clair.
Seus lábios são pequeninos, macios e muito bonitos. Victória gosta deles, pois se ela fizer biquinho eles formam um coração perfeito. Ela normalmente passa manteiga de cacau neles para que não fiquem quebrados. Sua manteiga de cacau tem o gostinho de tuti-fruit, por isto seus lábios possuem este gosto. Seu sorriso é pequeno e meigo, o que ela não gosta muito, pois ela está cansada de ser comparada com uma menina frágil. Seus dentes são perfeitamente alinhados por causa do aparelho que ela usou dos nove aos doze anos. São branquinhos como a neve e ela sempre mantém o hábito de quatro escovações por dia, senão mais.
Seu corpo é bonito, mas a altura não colabora.
Ela possui uma pele clarinha e muito bonita, sendo macia e com um cheirinho de morangos se repararem bem. Ela pode ser um pouco sensível, ficando vermelha por qualquer coisa. Sua pele pálida combina muito com seus cabelos e fica realmente destacada.
Seus seios são grandes, durinhos e redondinhos. Ela gosta deles pelo fato de fugirem do corpo de criança que ela aparenta ter. Em contrapartida ela sempre gosta de roupas que não mostrem eles, por isto normalmente eles são escondidos por baixo de panos e é muito difícil a garota usar algo com decote. Uma situação desconfortável é quando alguém vê o tamanho de seu sutiã, pois ninguém acredita.
Sua cintura é fina, ela tem 62 de circunferência, considerada realmente muito bem definida, o que faz suas roupas ficarem muito bonitas no corpo de Clair. Ela gosta bastante de sua cintura, pois deixa curvas lindas na menina. Ela usou por um tempo algumas faixas para afinar a cintura aos seus doze anos de idade, assim ela acreditava que iriam começar a tratar ela como adolescente... O que não aconteceu.
Seu quadril é proporcional ao seu corpo, nem tão grande e nem tão pequeno. Ele se ajusta perfeitamente a circunferência de seus seios, então as curvas da menina ficam muito bonitas. Acompanhando ele vem seu bumbum, que é mediano, redondinho e durinho. Ele normalmente deixa qualquer calça bonita na menina, mesmo ela não se importando com isto.
Suas pernas são medianas, mas suas coxas, para seu corpo magro, são gordinhas, o que ela odeia. Ela sempre quis ter aquele vão entre as pernas, mas nunca teve, o que já fez a menina não comer por uma semana, mas nada adiantou. Ela sempre ficou com inveja daquelas garotas com as lindas e finas pernas, realmente Victória se sente mal ao olhar para as suas pernas, é a parte de seu corpo que ela mais odeia.
A menina mede 1,56 de altura, sendo considerada muito baixa e sendo confundida com uma menina de treze anos. Ela pesa 39 quilos e mesmo assim não fica feliz com seu peso, pois suas pernas continuam, para ela, grossas. Sua mão é bonita e com dedos finos e muito bonitos, já seus pés são pequenos, a fazendo ela calçar 33-34.



❥ Aparência das asas:

Suas asas são de algum jeito, diferentes.
Ela possui duas colorações nas asas, sendo uma negra e outra branca. A primeira negra possui penas sedosas que de tão pretas refletem a luz num tom azul metálico e muito bonito. Elas possuem um tom negro que lembra a noite e que se camufla muito bem no breu, então você pode acabar batendo em sua asa direita se o ambiente estiver muito mal iluminado, eu recomendo cuidado.
Sua outra asa esquerda é branca, tão branca e macia quanto a neve. Suas penas são mais delicadas e formosas do que a da direita, sendo mais alinhadas do que elas. Clair gosta muito desta sua distinção das asas e se orgulha delas. Sua asa branca lembra a de um daqueles anjos doces e a sua negra lembra daqueles malignos e ela ama isto.
Elas são extremamente grandes, se ela está com as asas no modo “fechado” – digamos assim – Elas chegam a arrastar uma ou duas penas no chão e quando se abrem, é normal várias folhas voarem pela sua velocidade. Elas são asas fortes e muito bem manuseadas pela garota, sabendo mexer uma de cada vez ou as duas juntas. Clair tem facilidade em voar e sempre que pode ajuda a sua irmã com isto, sempre dando algumas aulas de como abri-las e mexe-las, pois morre de medo que algum vôo de Noah dê errado.




❥ História:

Clair nascera num dia frio de Paris, na frança, uma das cidades mais conhecidas do mundo. Fora um parto não muito demorado, a rosada nascera e depois de uma hora sua irmã gêmea – e considerada caçula – finalmente se juntou a Clair. A rosada já nascera esperneando e berrando como nunca, enquanto sua irmã estava mais calma. Os médicos acharam que a rosada iria parar de chorar se recebesse um chocalho, o que não deu certo, então seus pais decidiram unir as duas, o que fez as mesmas desacelerarem a respiração e dormirem rapidamente. Os pais logo acharam as duas extremamente lindas e as deram o nome de Clair e Noah Victorie.
Elas foram pra casa no mesmo dia e foram muito bem cuidadas pelos pais, Stephanie e Gustav, que passaram a noite inteira alegrando as recém nascidas. Os dois se amavam incondicionalmente e trasbordaram de amor ao ver suas filhas. Stephanie era um anjo, o anjo mais bonito que Gustav já vira, mas agora parecia que ele tinha conhecido mais dois anjinhos, suas filhas. Elas acabaram por obter a genética de sua mãe, sendo elas descendentes de anjos, mas por um milagre do destino, suas asas cresceriam apenas aos seus dezoito anos de idade. As duas irmãs sempre tiveram laços muito fortes e até mesmo um toque de mão secreto que só as duas conheciam.
Nenhuma das duas desgrudava da outra, mesmo no primário ou no sétimo ano escolar, mesmo tendo personalidades distintas. Ao contrário de Noah, Clair obteve uma personalidade mais rebelde e fria, menos com sua irmã, que ela sempre tratou com muito carinho. Desde pequenas era comum olhares masculinos para as duas gêmeas, mas enquanto Noah nem sequer notava, Clair já tinha noção disto e simplesmente cada vez mais pegava um certo nojo dos garotos. Clair sempre fora a menina durona, insensível com a maioria das pessoas, mas isso não a fazia ficar excluída dos alunos. Clair sempre rebatia as respostas maldosas e sempre brigava com quem tentava se meter no caminho de sua irmã, pois a ultima coisa que Clair quer ver neste mundo é sua pequena Nie chorando. Elas tinham apenas cinco anos de idade e a rosada já era considerada uma máquina rebatedora de respostas rudes, não que a menina gostava de se meter em confusão, mas também não andava para trás quando se metia em uma.




– Então você é o engraçadinho que pegou o brinquedo da minha irmã?! – A rosada de cinco anos apontava para um menino que já tremia de medo enquanto escondia o ursinho detrás de suas costas. O garoto negou com a cabeça.
– Olha aqui, ou você devolve para a minha irmã o ursinho que você pegou dela ou eu vou fazer você ter que trocar de calça! – Claire se tornava uma leoa quando alguém fazia mal a sua querida irmã.
O garoto abaixou a cabeça e devolveu o ursinho para a azulada chorando que se encontrava atrás de Claire e desfez o nó que ele fez nas patinhas da pelúcia.
– Agora pede desculpas! – Claire cruzou os braços.
– M-Me desculpa, Noah... – Ele abaixou a cabeça e encarou seus pés, enquanto Noah enxugava suas lágrimas e Claire a abraçava.
– Nunca mais faça isto, entendeu bem?! Ótimo, agora não incomode mais minha Nie. – Clair olhou de forma assustadora para o rapaz, que saíra correndo para o banheiro lavar o rosto. – Me desculpe por não estar aqui antes, irmã. – Claire passou suas mãos pelo cabelo da azulada e amou a menina sorrindo.



Clair nunca fora alguém que você deveria cruzar o caminho, ela era muito arisca. Porém, a menina sempre fora muito amável com seus pais, sempre os agradecendo por tudo. Ela era uma menina complicada, qualquer coisinha sempre fazia a garota explodir, menos quando ela estava com Noah, sua irmã sempre soube acalmá-la e o jeito amoroso da garota deixava Clair muito feliz. Elas cresceram e Clair era como a guarda-costas da menina, sempre que via um menino olhar com interesse para a azulada, Clair já ativava o seu modo yandere, não deixando nenhum dos rapazes tocar em sua irmã. Não, Clair nunca desejou que sua irmã ficasse sozinha, mas vê-la triste e com o coração amassado dava a Clair um medo tão grande que ela não poderia deixar um rapaz brincar com os sentimentos de Noah, Clair sempre soube que sua irmã tinha um grande coração e que parti-lo seria uma coisa horrível, por isto ela sempre protegeu a menor.
As duas eram totalmente iguais quando se dizia em questão de aparência, mas em personalidade eram totalmente distintas. Clair era a menina briguenta, nunca chorava e se estressava facilmente. Odiava repetir uma matéria que já tinha entendido e simplesmente gostava de dormir na aula, os pais sempre tentaram mudar o comportamento da filha, mas a rosada nunca mudou seus hábitos. Já sua irmã era uma menina sensível, com o coração muito bonito e doce, o que sempre causou preocupação à Clair, que sabia que algumas pessoas poderiam abusar disto.
Certo dia a menina descobriu que tinha um rapaz gostando de Noah, mas Clair ficou temendo muito por isto, então teve uma idéia. É óbvio que ela não fez isto logo de cara, mas ela decidiu que não rira deixar esse relacionamento acontecer, eles eram apenas crianças e o rapaz logo se cansaria de Noah, ela não deixaria ele magoar sua irmã. Ela decidiu se passar por Noah e escrever uma falsa carta para o garoto e entregar ao menino.



Claire via o menino se desmoronar em sua frente enquanto segurava a carta. – Me desculpe por isto, Luke. Pardon. Eu não sinto nada por você. – Ela se sentiu culpada, mas estava protegendo a irmã.
– Eu pensei que você gostava de mim, Noah. – O rapaz caiu de joelhos no chão enquanto a falsa Noah o olhava de cabeça baixa, estaria tudo bem, mas ouviu uma voz familiar atrás de si.
– C-Clair? – A rosada se virou e deu de cara com sua irmã, logo ficando apavorada e deixando o rapaz confuso.
– N-noah? O que você faz aqui? – Clair ficara nervosa e constrangida. Seu coração quebrou ao ver o olhar de desgosto de Noah para si.
Clair tentou se explicar de diversas maneiras possíveis, mas nada saia de sua boca. Ela se aproximou de sua irmã para tentar secar sua lágrimas, mas Noah se afastou.
– Eu só queria te proteger! – Clair se desesperou e começou a quase chorar, e então ela ouviu as palavras mais chocantes de sua vida.
“– Me proteger? – Noah começou, rindo. – Você não consegue proteger nem a si mesma!”



É claro que aquilo mexeu com as meninas, mas logo a azulada desculpou Clair, já que seu coração era muito bondoso. As duas normalmente se juntaram de volta, Noah já entendendo o que Clair fez e as mesmas voltando a serem inseparáveis.
As duas continuaram grudadas como nunca, sempre juntas e uma apoiando a outra em todos os momentos difíceis. Elas eram extremamente belas, sempre com um rapaz dando flores as mesmas, mas Clair em si sempre recusava, ela dizia que não estava pronta para isso. Uma coisa que sempre Clair temeu fora relacionamentos, ela os achava um pouco estranho e era chamada de esquisita por ainda ser BV aos doze anos de idade e, pelo que parece, as meninas de sua escola eram bem avançadas para a idade delas. Clair não se importou com o tempo, ela não queria crescer antes de hora e por isto nunca se importou em usar roupas de adolescentes ou coisas do tipo, ela possuía apenas doze anos de idade e não sairia vestida como uma menina de dezoito. Ela era alguém que nunca teve seu coração roubado, as vezes sim tinha uma queda por algum garoto mais velho, mas ela dizia a si mesma que ele não olharia para uma menina uns dois anos mais nova que ele, então ela meio que sempre se desiludia e por isto nunca sonhava em ter um namorado, mas não digo que ela nunca quis, muito pelo contrário, ela sempre desejou um garoto para ficar ao lado dela quando a menina ainda tinha um pouco de inocência em seu olhar. Digamos que nem sempre a menina fora tão durona, antes ela até sorria mais e ria com os amigos, eles eram muito importantes para Clair e ela confiava muito neles. Clair não era o tipo de pessoa pessimista e sim muito otimista, sempre olhava pelo lado bom das coisas, até alguns dias antes de ir trabalhar num bar. Os pais das gêmeas começaram a afundar em dívidas e não tinha mais como conseguir dinheiro, a mãe estava sem emprego e o pai também. Os dois decidiram colocar as duas para serem garçonetes de um antigo bar da frança, ele não tinha uma reputação muito boa e era óbvio o perigo do local, mas eles não tinham escolha. Clair ficou muito brava com os dois, mas entendeu que precisava ajudá-los e faria o trabalho da melhor maneira possível, junto com sua irmã, Noah. Da primeira vez que Clair adentrou no estabelecimento, ela simplesmente quase vomitou. Era um bar totalmente horrível, mal iluminado e o cheiro de cerveja e cigarros preenchia o ambiente de forma que qualquer um daria o fora dali o mais rápido possível. Foram dias torturantes. As duas serviam homens completamente sujos, hediondos e repugnantes, eles assediavam qualquer garota que entrasse lá e sempre ocorria uma briga violenta entre eles. Clair sempre morria de medo que algum deles fizesse mal para sua irmã, e por isto sempre atendia os mais perigosos e idiotas.



Não, Nie. – Clair segurou o pulso de sua irmã delicadamente. – Eu vou atender aquele cara, não quero que ele mexa com você.
- Mas Cotton Candy... Eu também não quero que mexam com você! – A azulada olhou para a irmã com uma preocupação evidente. – Ele sempre te olha estranho.
– Nie, deixa comigo, eu sei me virar. – Clair passou a mão nos cabelos da azulada e respirou fundo, indo em direção ao homem mais odiado de sua vida.



Ela fora pega de surpresa por um homem que ela já odiava por sempre a olhar com um olhar malicioso evidente. Ele a arrastou para um quarto nos fundos do bar e Clair poderia ser forte, mas não ganhava de um homem duas vezes o seu tamanho. O que ela passou ali dentro do cômodo ela não desejaria nem para sua pior inimiga. Quando fora beijada a força, quando fora obrigada a tirar a roupa e quando teve seu corpo explorado pelo homem realmente foram horas torturantes, principalmente por ouvir sua irmã bater fortemente na porta. Quando o homem se sentiu satisfeito, jogou a menina ao chão, o que a fez desmaiar e apenas acordar já em casa.
Ela superou, parcialmente, o ocorrido, mas depois disto começou a ficar extremamente vigilante sobre sua irmã, temendo que algo assim acontecesse com a azulada. Clair nunca quis que a azulada ficasse afastada de seus amigos, mas sua desconfiança superava e ela mudava seu jeito de agir quando alguém sequer encostava na menina, logo ficando possessiva diante da situação. Felizmente a criatura que aterroriza alguns pesadelos de Clair fora condenada a pena de morte alguns meses depois, por pedofilia. A menina cresceu com seus amigos distintos dos de sua irmã, apenas pessoas com capacidade para aturar o mau comportamento de Clair se juntavam a ela, e essas pessoas também possuíam maus comportamentos, mas nada que fosse grave. Clair era esforçada para aprender, mas quando aprendia odiava ter que ouvir de novo, pois cansava. Clair conseguiu passar direto nos anos e com dezessete já sonhava em cursar medicina, enquanto sua irmã sonhava em cursar artes plásticas. Elas sabiam que não conseguiriam teriam tanto dinheiro, mas a mãe delas disse que existia uma faculdade no Japão que possuía a fraternidade de uma antiga amiga, chamada Celine. Realmente, Clair tem saudades de sua terra natal, mas sempre tenta parecer forte e reconfortar sua irmã quando ela se sente triste e com saudades.




❥ Família:

Irmã Gêmea uma hora mais nova.

Noah Victorie Boucher.

Anjo.

Estudante da mesma faculdade de Clair.



Clair é como uma guarda-costas de Noah, sempre a protege de maus olhares e de más influências. As duas são inseparáveis e Noah pode ser considerada a única pessoa em que Clair confia e que é amorosa, já que com as outras pessoas se você irritá-la você levará um coice. As duas são como yin-yang, se completam e não vivem sem a companhia da outra. Clair ama o jeito meigo de Noah, a acha sua pedra preciosa e abomina quem tenta usar a menina por ela ter um bom coração, por isto Clair pode ser considerada uma vigilante. A rosada não deixa os garotos se aproximarem muito de sua irmã, pois morre de medo que algo ruim aconteça com ela. Clair sempre que pode ajuda sua imã no que ela precisar, e como a mãe das duas não está mais presente, Clair que ensina Noah como ajeitar suas asas para conseguir um bom vôo. Se Noah algum dia viesse a falecer, provavelmente Clair cometeria suicídio logo em seguida.

Mãe:

Stephanie Boucher

Anjo

Desempregada



Digamos que Clair e Stephanie sempre tiveram uma relação não muito boa. A mulher sempre puxava as orelhas da rosada, pois a menina sempre era respondona e muitas vezes já fora levada para a direção por responder um professor de maneira rude. Apesar disto, Stephanie sempre fora muito carinhosa com Clair, o que a menina nunca gostava muito, digamos que abraços nunca foi sua praia, então às vezes ela ignorava as carícias de sua mãe. Clair sempre teve o espírito livre e às vezes nem ouvia o que sua mãe dizia, mas do mesmo jeito apreciava a preocupação da mulher. Quando a pior coisa da vida de Clair ocorreu, ela culpou seus pais por mandarem as duas para o bar, mas no fundo ela sabia que eles não fizeram por mal.

Pai:

Gustav Boucher.

Desempregado.

Religioso de carteirinha.



Simplesmente o gênio forte de Clair fora herdado de Gustav, um homem sempre decidido e um pouco rude. O homem também sempre repreendia a menina pelas vezes que ela fora chamada na direção. Ele como sempre dizia a menina o que fazer e o que não fazer, mas isto entrava em um ouvido e saia pelo outro, a menina realmente não ligava muito para suas palavras, principalmente quando ele citava a bíblia. Clair é religiosa e pegou os costumes de rezar todas as noites graças ao seu pai. A menina nunca teve desprezo ou ódio vindo de seu pai, na verdade o homem a compreendia e era bem amoroso com a garota, mesmo às vezes lhe puxando o braço quando ela falava ou fazia algo errado. O homem se culpa até hoje por ter mandado as suas filhas para trabalharem na lanchonete.



❥ Personalidade:

Se tem alguém corajosa, sem limites e incrível, esse alguém é Clair.

[̲̅я̲̅υ̲̅d̲̅є̲̅,̲̅ ̲̅σ̲̅b̲̅j̲̅є̲̅т̲̅i̲̅v̲̅α̲̅ ̲̅є̲̅ ̲̅α̲̅я̲̅i̲̅ร̲̅c̲̅α̲̅.̲̅]

A menina é rude, pode ter certeza disto. Não espera palavras boas ou reconfortantes quando se trata da Rosada, a menina nem sequer se esforça para causar uma boa primeira impressão. Ela é a famosa rebatedora, não tente ao menos falar mal ela, pois ela sabe como devolver na mesma moeda. Sempre magoando pessoas mais sensíveis, ela diz que os sentimentos não são problemas dela e que se a pessoa se magoou, ela só lamenta. Seu maior lema é “Gostou de mim? Ótimo. Odiou-me? Paciência.” Ela não vai querer te agradar e mudar seu jeito de agir apenar para receber um sorriso seu, ela é assim e ponto final, não muda por ninguém. Levada, a menina não vai poupar palavras enquanto falar com você, se ela odiar sua fala, ela vai falar. Não, ela não quer ofender ninguém, mas também não vai querer agradar, dizem que para aturar Clair, a pessoa terá de ter muita paciência. Ela é alguém extremamente imprevisível, seus comentários mudam de forma brusca. Franca, ela diz o que pensa sem se dar conta das conseqüências. Suas falas, secas, não agradam muitas pessoas e principalmente os professores, fazendo-a quase sempre ir para a direção. Ela não possui apenas suas falas rudes, mas sim seu comportamento, sempre com movimentos bruscos, a menina às vezes machuca sem querer suas amigas, pegando com muita força nos braços delas ou dando um soquinho amigável no braço que acaba sendo um soco bem forte. Ela é bem desajeitada quando se trata de demonstrar carinho, sempre usando força demais, pisando no pé da pessoa e mais para frente batendo a testa contra a do par sem querer.
Ela é completamente objetiva, não muda de opinião e faz de tudo pelo que acredita. Ela tem uma determinação extremamente grande, Clair é idealista e quando tem algo para fazer, ela faz! Nunca muda sua rota de pensamento, sempre focando no que acha certo e ninguém nunca conseguiu a fazer ela mudar de opinião, a menina é segura de si e sempre se diz a certa da situação. Extremamente ambiciosa, ela não mede esforços para realizar algo, desde investir um novo tipo de perfume ou criar uma espaçonave, a garota segue seus objetivos. Uma coisa que Clair odeia é ser contrariada, seu ego a faz dizer que esá sempre certa e se alguém discordar de sua opinião, ela faz a pessoa voltar atrás. Clair é uma menina que decide pular de bungee jump sem medir a corda, ou seja, ela não pensa nas conseqüências do que seus atos podem acabar levando, a menina realmente mergulha de cabeça quando quer algo e pode arriscar sua vida por isso. Apesar de muitos odiarem sua determinação abusiva, outros acham incrível seu jeito focado. Clair nunca desiste, ela vai fazer de tudo até dar certo, pois desistir é como admitir derrota, e ela prefere morrer ao perder para algo.
Arisca como só a rosada, são poucas pessoas que conseguem alcançar um lugar na minúscula lista de amizades suas, a menina é como um gato assustado, se chegar perto demais, ele te arranha. Ela tem o coração de gelo, então não pense que conseguirá a amizade dela se fazendo de vítima, muito pelo contrário, Clair odeia drama. Ela é alguém que a qualquer passo em falso que você dá, já começa a desconfiar de você e ficar mais afastada, pois ela sempre está pronta para tudo. Uma menina com um gênio forte, ela não se deixa abalar por nada e nem por ninguém, ela é alguém que faz e fala o que quer, doa a quem doer. Voltando ao fato dela ser arisca, depois de seu horrível acontecimento é normal ela não ter sequer nenhuma empatia com algum garoto no começo, ela diz que qualquer rapaz pode fazer algo mau se quiser e odeia quando dizem que a culpa era da menina. Ela na verdade é muito medrosa com relacionamentos, sempre que se aproxima de um rapaz ela se lembra de seu passado e se afasta rapidamente do garoto, pois teme que ele faça o mesmo. Clair é uma total defensora dos direitos iguais, odeia este mundo considerado machista e sempre defende quem não tem voz, principalmente sua irmã. Não importa se você é homem, mulher, gordo, magro, homo, hétero, bi, trans, negro, branco, alto, baixo e etc, se você estiver sendo menosprezado, ridicularizado ou acusado injustamente, Clair vai te defender com unhas e dentes, pois ela sabe o quanto é humilhante você não ter culpa de nada e carregar o peso nas costas. Sobre seu caso de estupro, ela não conta a ninguém e sempre o deixou no anonimato, pois ela via outros casos deste e odiava os comentários culpando a vítima, pois ela sabe que a vítima sempre é a vítima e vai defender seu ponto de vista até morrer!


[̲̅є̲̅и̲̅é̲̅я̲̅g̲̅i̲̅c̲̅α̲̅,̲̅ ̲̅c̲̅α̲̅b̲̅є̲̅ç̲̅α̲̅ ̲̅q̲̅υ̲̅є̲̅и̲̅т̲̅є̲̅ ̲̅є̲̅ ̲̅d̲̅є̲̅т̲̅є̲̅я̲̅м̲̅i̲̅и̲̅α̲̅d̲̅α̲̅.̲̅]

Clair é extremamente energética tanto em seu comportamento quanto em sua mente. Ela é uma menina que não nasceu para ficar parada, sempre andando de um lado para o outro, mexendo em alguma coisa ou simplesmente mexendo frenéticamente sua perna quando é obrigada a se sentar. Ela é muito boa em se mover e acaba levando os amigos dela junto, puxando-os “delicadamente” para um passeio, para fazer algo divertido ou simplesmente desafiando-os para uma corrida. Suas falas são apressadas, como se tivesse realmente sem tempo para falar aquilo, o que faz muitas pessoas ficarem confusas com o que ela disse, pois já não basta seu sotaque ela ainda fala tudo com uma rapidez extrema. Dona de um raciocínio muito rápido, ela entende tudo com muita facilidade e fica irritada com quem não entende, pois realmente não gosta de explicar. Sua mente sempre está em busca de novas idéias, então ela pode ter umas trinta idéias diferentes por dia, sem exagero. Clair é uma pessoa totalmente inovadora, ela se destaca por suas incríveis idéias e mudanças, saindo sempre do comum. Uma boa base disto são seus trabalhos escolares que sempre fogem do comum, eles são que nem sua mente, totalmente diferente das demais, inovadores, peculiares, únicos, criativos e incríveis. Seu cérebro é extremamente criativo quando se falamos de medicina, ela elabora várias idéias de; medicamentos, curas, vírus e etc. Sim, a menina também já pensou em como matar as pessoas criando vírus, mas é óbvio que ela nunca se atreveria a fazer algo do tipo, ela apenas tem suas idéias bastante novas e duvidosas. Sendo alguém que nunca para, ela odeia ver gente preguiçosa e faz de tudo para essa pessoa sair da preguiça. Clair gosta muito de encontrar coisas novas pra fazer, sempre buscando o novo.
Cabeça quente, a menina se irrita apenas com o tom de sua voz ou a intensidade de sua respiração. Não ache que por você ser amiga dela ela não vai se irritar quando tu fizeres algum comentário que para ela fora um incômodo. Digamos que a menina é bem temperamental, qualquer coisinha a faz explodir e gritar com você, dizendo para você parar de irritá-la. Clair se sente obrigada a se mostrar alguém ameaçadora, pois assim ninguém mais mexeria com ela. Clair perdeu inúmeras amizades com seu jeito grosso, rude e indelicado, muitas pessoas deixaram Clair para trás e ela simplesmente não liga. A menina é considerada insensível, pois palavras rudes é o que não falta em seu vocabulário. Ela é alguém que diz palavras duras, mas normalmente é para o seu bem, mesmo que você não veja isso. Seu jeito de demonstrar carinho é muito estranho, depois de seu ocorrido ela acabou se tornando uma menina diferente das demais. Ela tem uma voz muito potente, pois sempre carrega sabedoria e razão, não ache que porque ela age rudemente ela não é inteligente, muito pelo contrário, a menina possui uma sabedoria extremamente grande. Clair não fica calada, se ela não concorda com sua opinião ela vai dizer, ela não se importa com o que você pensa. Clair sempre busca saber o que está ocorrendo em seu ambiente e no mundo, ela é extremamente atualizada nos assuntos políticos, sociais e principalmente científicos, então pode perguntar para ela qualquer coisa que ela provavelmente vai responder. Não se assuste com sua forma de cuspir as palavras enquanto falar com você, a menina criou uma barreira em sua volta e é muitas vezes retratada como a vilã, mesmo isto não sendo verdade.
Determinada como nunca, Clair nunca desiste do que acredita e da verdade, ela nunca vai deixar alguém mentir e fazer as pessoas acreditarem, Clair é justa. Ela sempre busca saber sobre o que lhe dá curiosidade e determinação é o que não falta, ela sempre corre atrás do que quer, nem que seja impossível. A menina diz que o impossível é só questão de opinião e que você pode fazer o que você quiser, pois você é do tamanho de seus sonhos. Ela é alguém que, mesmo com palavras estranhas e duras, tenta encorajar suas amigas para elas fazerem o que quiserem, pois ela diz “Se você vai ficar feliz com isso, faça!”, Clair é alguém que pede para nunca desistirem de seus sonhos, pois eles são a parte mais importante de alguém. É óbvio que a menina não enxerga o mundo sendo um mar de rosas, por isso ela se esforça para quem estiver ao seu redor enxergar deste jeito. Clair é uma menina que deseja tudo de bom para seus amigos, sempre tenta fazer eles sorrirem e ficarem de bem com á vida, mesmo que suas palavras sejam ríspidas, elas carregam mensagens importantes. Clair não é determinada apenas com suas idéias, se ela diz que vai fazer um amigo feliz, ela vai fazer ele feliz, se ela ver uma amiga chorando, ela vai fazer a amiga sorrir, mesmo que isso leve um tempo e que precise de um esforço da rosada. Sabe, ela gosta muito de ver as pessoas sorrindo. Se você conseguir ser uma das poucas amigas de Clair, saiba que ela irá te proteger, assim como faz com sua irmã. Decidida e determinada, a menina é como uma flecha, se disparar ela não volta atrás.

[̲̅ρ̲̅я̲̅σ̲̅т̲̅є̲̅т̲̅σ̲̅я̲̅α̲̅,̲̅ ̲̅ρ̲̅é̲̅ร̲̅ร̲̅i̲̅м̲̅α̲̅ ̲̅м̲̅є̲̅и̲̅т̲̅i̲̅я̲̅σ̲̅ร̲̅α̲̅ ̲̅є̲̅ ̲̅C̲̅σ̲̅м̲̅ρ̲̅є̲̅т̲̅i̲̅т̲̅i̲̅v̲̅α̲̅.̲̅]

Clair tem o costume de proteger quem ela ama, principalmente sua irmã uma hora mais nova, da qual ela elimina qualquer ser humano que queira se aproveitar da menina. Ela é assim e teremos de aceitar, quando ela pega um extremo afeto com a pessoa, ela vai começar a cuidar desta pessoa como se fosse sua, sempre ficando de olho caso alguém queira prejudicar sua amiga. Clair não possui estes instintos tão fortes com suas amigas, mas sempre fica de olho caso algum rapaz ou garota esteja com interesses maiores do que o esperado e, claro, se sua amiga não estiver interessada também, até porque Clair não vai destruir nenhum relacionamento. Ela acredita que a maioria das pessoas querem fazer o mal, então ela diz que será má primeiro para aquela pessoa não a machucar. Sim, digamos que Clair ainda é meio paranóica com isto, apenas um puxão forte na rosada e ela já surta, gritando com a pessoa e dizendo várias vezes “não me toque”. É claro que a menina nunca explicou isto de seus ataques, mas por isto ela é considerada ume menina com alguns parafusos a menos por berrar com todo mundo. Clair não mede esforços para proteger quem ama, ela faz de tudo para essa pessoa se sentir bem e para ninguém machuca-la, pois ver alguém que ela ama sofrendo também a deixa triste. Clair é alguém que não sabe lidar com os sentimentos das pessoas, ela não sabe falar amigavelmente para você parar de chorar porque ela está preocupada, ela normalmente fala um “fica quieta, você está me irritando”. Clair é um desastre com palavras, sempre falando o que não devia e em horas completamente indevidas.
Se tem uma coisa que Clair não sabe fazer, essa coisa é mentir. A menina fica nervosa, começa a gaguejar e rir nervosamente, não peça para ela mentir, nunca. Clair tem um grande senso de justiça, mentir para ela é como cometer algo sujo, então ela não faz isto, mas ameniza a situação. Isto na língua portuguesa se chama “eufemismo”, por exemplo, ela não vai dizer que você está feia, vai dizer que a roupa não combinou e assim por diante. Como conseqüência de sua falta de atuação, a menina normalmente acaba soltando a verdade e isso pode causar graves conseqüências, ou apenas deixar alguém desapontado dependendo da situação. Ela não é otimista, sempre com pensamentos pessimistas, a menina às vezes assusta as pessoas ao seu redor com comentários pessimistas ou realistas demais. Sempre pensando nas piores probabilidades, Clair deixa todo mundo com um pé atrás depois dela comentar o que pode acontecer, mas ela não se preocupa com isto e faz mesmo assim. Como eu já disse antes, Clair não possui papas na língua e fala tudo o que quiser, mas nunca uma mentira, então se ela disser algo, é verdade! A menina infelizmente não sabe quando a pessoa está mentindo, pois como não sabe mentir, não conhece as táticas que alguém usa para cometer este ato, mas se ela desconfiar que você está mentindo, ela já não acreditará em você, nem que você não esteja mentindo.
Clair tem uma sede insaciável por vitória, a menina prefere morrer a ser derrotada. Clair sempre busca ganhar em tudo, desde tirar um dez na prova ou ganhar de todo mundo numa corrida, ela é simplesmente muito competitiva. Qualquer fala sua que esteja falando sobre ela, ela pode “traduzir” como um desafio e então ela vai começar uma pequena guerra para ver quem é a melhor. Derrotas é sua pior vergonha, a menina não admite e sempre pede revanche, pois Clair pensa que ela tem de se mostrar uma vencedora. Dona de um ego enorme, ela adora quando alguém a elogia e faz de tudo para conseguir isto, ela quer que todos vejam o quão boa ela é nas coisas. A menina nunca trapaceia, pois ai sente que a vitória não é verdadeira, ela adora quando joga limpo e ganha sem trapacear, pois ai ela se sente extremamente boa em tudo. Extremamente competitiva, ela não mede esforços para de desmascarar se você estiver trapaceando. Alguns dizem que ela ama esfregar seus erros em sua cara, mas é apenas seu jeito de te endireitar e falar que isto é errado! Como eu disse, ela tem um grande senso de justiça, então normalmente faz todo mundo seguir o caminho correto, mesmo dizendo com palavras não tanto amigáveis e doces. Clair odeia quem josa sujo, então se ela ver você fazendo isso, pode ter certeza que a menina já não vai gostar tanto de você, ela irá te achar alguém totalmente fútil. Dona de uma voz potente, ela consegue facilmente fazer alguém mudar suas atitudes sujas e voltar ajogar limpo, e pode ter certeza que ela dá puxões de orelha nos amigos quando eles cometem tal ato, Clair não perdoa.

[̲̅м̲̅-̲̅є̲̅-̲̅D̲̅-̲̅я̲̅-̲̅σ̲̅-̲̅ร̲̅-̲̅α̲̅ ̲̅є̲̅ ̲̅c̲̅α̲̅я̲̅i̲̅и̲̅н̲̅σ̲̅ร̲̅α̲̅]

Clair, mesmo não parecendo, é extremamente medrosa! Tem medo do escuro, tem medo de palhaços e por pouco não tem medo da sua sombra. Ela não é medrosa quando estamos tratando de ameaças, mas sim de coisas das quais ninguém deveria ter medo, como principalmente o “sobrenatural”. A menina sempre está quase tendo um enfarte quando algo para ela muda, pois ela normalmente acredita que algo muito ruim pode acontecer. Normalmente ela se mostra alguém forte e decidida, o que não é mentira, mas se colocar a menina numa sala escura verá o quão infantil ela é. Cheia de seus medos, ela normalmente foge de situações estranhas, como ver alguém parado encarando o nada, pode ter certeza que ela já estará pronta para correr. Clair não é medrosa apenas a assuntos relacionados a coisas bizarras, ela também morre de medo de que algum dos seus amigos e principalmente sua irmã, se machuquem, por isto ela sempre está atenta para ver se nada de errado vai acontecer com eles. Clair pode ser considerada alguém totalmente neurótica, sempre trancando a porta do quarto quando for dormir, vendo se a bebida não está modificada e atenta aos olhares a sua volta, ela aprendeu que a melhor forma de não ser machucada é se prevenir, por isto ela sempre ajeita tudo para ter certeza de que ninguém vai mexer com ela, invadir seu quarto e etc, Clair sempre é alguém que se cuida mais que tudo. A menina sempre faz as coisas com segurança, pensando nas melhores ações para não acabar dando nada errado, por exemplo: Se ela quiser pular um muro, ela analisa tudo para ter certeza de que não vai escorregar e levar um belo tombo. Ela também é extremamente medrosa quando se machuca, se ela se corta, ela fica tremendo e não olha para o machucado. Se algum dia ela ralar o joelho, saiba que ela vai correr para longe de qualquer tipo de remédio, ela realmente tem medo disto. Digamos que a menina tem muito medo de tudo desde seu pior acontecimento, ela se tornou alguém neurótica e agressiva depois disto.

Carinhosa? Isto realmente é uma palavra que parece não combinar com Clair, pelo seu jeito totalmente estranho e não tão doce, mas ela tem esta qualidade que nunca mostrou a ninguém. Clair normalmente acaba por não dar um abraço tão carinhoso, mas ela tenta. A menina é muito carinhosa com quem ama e por enquanto a única a receber este carinho é sua irmã. Clair gosta de demonstrar afeto a quem ela gosta, pois como sua personalidade já não a ajuda, Clair tem medo que as pessoas não notem que ela as ama. Normalmente suas carícias são pequenas, como ficar brincando com a mão da pessoa e segurar a camiseta dela, ah sim, ai está um detalhe! Sempre que Clair sai com alguém, é normal ela segurar a camiseta dessa pessoa, pois ela tem medo de se perder dela e fica segura caso esteja segurando essa pessoa, seja pela manga da camiseta ou pela lateral da mesma, Clair apenas quer se sentir segura. Ela é uma completa amante de carícias, então se quiser agradar ela, faça-a se sentir especial abraçando-a, entrelaçando suas mãos e etc. Clair se sente muito feliz quando é tratada de forma carinhosa por quem gosta, chegando a corar fortemente, mas não exagere, ela pode sentir medo. Clair é alguém que gosta de quando você a trata bem, mas se tratá-la muito bem, ou ela pode amar ou ela pode desconfiar, isto varia da confiança que ela deposita em você. Clair é bastante arisca, então mostrar afeição demais pode acabar com ela tendo medo de você, recomendo uma balanceada nisto. Apesar de sua forma pequena de demonstrar carinho, a menina aprecia quem faz isto e ganha uma maior empatia por estas pessoas.




❥ Gosta:

Fast Food e Junk Food – Ela comia com a irmã e desde então prefere estes tipos de comida.


Animes! – Simplesmente o universo da ficção a encanta, sempre que pode arranja um tempo para assistir.


Vídeo Game! – Sempre que não está assistindo animes, está com sua Nintendo 3ds na mão.


Flores. – São bonitas e cheirosas, como não amar?


Neve. – Ela gosta do clima gelado e da paisagem que forma.


Estudar o cérebro humano. – É normal o computador dela estar cheio de páginas falando sobre o assunto.
[img] https://media.giphy.com/media/n6NjAPlpFkDo4/giphy.gif[/img]

Noites. – O céu é lindo e elas são tão silenciosas que fazem Clair relaxar.


Dormir. – Quem não gosta de dormir? Ela pode ser energética, mas dormir também é muito bom.


Músicas clássicas. – Sim, ela ama principalmente o violino e orquestras.


Pipoca. – Sempre que pode, está com um pote de pipoca em mãos.




❥ Desgosta:

Dramas. – Ela não agüenta quem chora por tudo.


Escândalos. – Pessoas rindo alto ou muito empolgadas deixam Clair desconfortável.


Sucos em pó. – Aquilo tem um gosto doce e enjoativo, ela odeia.


Doces. – Sempre acaba enjoada comendo muitos.


Festas. – Barulhentas e com um monte de pessoas se esfregando umas nas outras... Horrível.


Dias tediosos e sem nada para fazer. – Ela é energética, ficar parada não é sua praia.


Dias calorosos. – Suar é horrível e ela realmente odeia.


Pessoas que falam demais. – Tipo aquele tipo de diz uma palavra e não para nunca, como se ela nunca fosse parar de falar.


Preconceito, ofensas, bullying. – Qualquer tipo, ela menospreza quem se acha superior a outra pessoa.


Matérias repetidas. – Se ela entendeu, não vai querer mais explicações desnecessárias.


Remédios. – O gosto é horrível e ela odeia tomar.




❥ Vícios:

Ela tem um vício em refrigerantes, sempre com uma lata de coca-cola na mão, sempre! O incrível é ela não ter nenhuma celulite, mas que ela bebe refrigerante, isto ela bebe. Principalmente quando ela está estressada, é possível ver a menina com várias latas de refrigerante de diversos tipos.




❥ Doenças:

Ela tem crises de asma. Infelizmente a menina não se importa e sempre acaba fazendo muito esforço com seu corpo, o que resulta em falta de ar imediata. Ela sempre está com sua bombinha por perto, mas às vezes se esquece onde coloca, pois não presta a atenção.




❥ Hobbies:

Pesquisar sobre o cérebro humano. – Algo que ela realmente gosta de fazer e quando não acha nada de novo, fica nervosa.


Ler. – Normalmente ela está com seus mangás, mas também lê livros grossos.


Mexer no celular. – Gosta da tecnologia e normalmente está num chat online, onde ela se passa por outra pessoa.


Jogar. – Sempre com sua 3DS em seu bolso ou em sua bolsa, ela adora e fica vidrada no jogo.


Correr ao ar livre. – Normalmente não resulta em boa coisa, mas se ela estiver muito entediada ela começa a correr.


Dançar. – Ao se encontrar sozinha e sem afazeres, ela coloca seus fones de ouvido e dança tanto dança do ventre quanto o tango.




❥ Talentos:

Canto. – Ela canta muito bem, infelizmente ninguém com exceção de sua irmã a ouviu cantar.


Dança. – Ela domina a Dança do ventre e tango!


Musical. – Clair aprendeu sozinha a flauta transversal, desde então ela a toca. Ela possui uma música de sua autoria, chamada “serenade of water”.




❥ Manias:

Revirar os olhos quando achar algo chato ou não estiver com paciência.


Roer as unhas quando nervosa e/ou apreensiva.


Colocar a mão no queixo quando estiver pensando.


Mexer no cabelo quando se encontra envergonhada.




❥ Medos:

Bares. – Pelo que ocorreu, nunca vai a um. Se alguém a convida, ela nega até a morte pisar em um deles


Ficar em um quarto com um homem. – Clair começa a relembrar do passado e se afasta do homem o mais rápido possível. Clair fica com muito medo do rapaz, pois pensa que ele pode fazer algo com ela
[img] http://s2.favim.com/orig/28/fun-gif-jack-sparrow-johnny-depp-photography-Favim.com-231741.gif[/img]
.
Andar sozinha. – Ela se sente extremamente desconfortável e morre de medo de ocorrer algo com ela.


Perder quem ama. – Clair é alguém que se ama, ama de verdade. Ela morre de medo de não ver mais o sorriso dessa pessoa.


Se machucar. – Ela não sabe o porquê, mas sempre que se machuca e vê sangue saindo de seu corpo, Clair fica branca como papel.




❥ Fobias:
Nictofobia. – É a fobia do escuro. Clair tem medo disto pois sempre acha que alguém vai estar lá para a machucar. Ela aderiu este medo depois de seu trauma, o que a fez nunca mais ficar em lugares escuros.


Agrafobia. – É o medo de abuso sexual. Está claro o que fez a menina ter medo do ocorrido, ela sempre tem medo que isto ocorra e por isto sempre está atenta a todos a sua volta. Clair iria se matar se algo assim ocorresse novamente.


Aracnofobia. – É a fobia de aranhas. Clair morre de medo destes aracnídeos e isto é totalmente inexplicável. Clair apenas morre de medo disto e se ver alguma sairá correndo.
[img]http://i2.wp.com/nerdgeekfeelings.com/wp-content/uploads/2016/02/aracnofobia-extreme.gif [/img]

Astrofobia. – É o medo irracional de trovões e relâmpagos. A menina não sabe explicar o porquê, apenas sente um arrepio na espinha quando uma tempestade começa.


Clourofobia. – Não dá para explicar o tamanho pavor que Clair sente por Palhaços, aquele sorriso tenebroso e os olhos horripilantes causam muito medo à menina.




❥ Traumas:

Seu único e horrível trauma fora seu caso de abuso sexual quando ela possuía doze anos de idade. Ela se lembra perfeitamente de todos os segundos torturantes que passou naquele quarto do bar com o homem e não deseja isto a ninguém. Por causa disto, Clair não consegue confiar totalmente num rapaz, ela sempre acaba achando que ele vai fazer algo de mal com ela e por isso também protege ao todo sua irmã, temendo que ela tenha experiências terríveis também.



❥ Segredos:

Digamos que seu lado carinhoso é um segredo, pois ninguém – além de sua irmã – o conhece. Porém seu segredo mais profundo é sobre seu caso na infância, ela se sente suja e alguém desprezível quando ela se lembra o que ocorreu com ela. Clair não conta isto a ninguém, pois ela se sente extremamente envergonhada com isto. Clair se culpa todo dia por este acontecimento dizendo que ela poderia ter sido mais forte, ter corrido ou gritado mais para se livrar do homem, ter batido mais forte e tentado se libertar. É óbvio que ela nunca conseguiria se livrar do homem, mas em seu ponto de vista ela poderia ter se livrado.




❥ Sonhos:

Clair não tem um sonho evidente e para si, na verdade ela sonha com um mundo melhor para todo mundo, onde todos estariam livres da opressão, do preconceito e da injustiça, seria um mundo incrível. Em seu sonho pessoal, Clair não tem nenhuma visão de ter uma família e ser mãe, na verdade ela é bem desajeitada com crianças e seria uma péssima mãe e provavelmente uma esposa muito complicada. Clair tem o sonho de ser uma Neurocirurgiã famosa e extremamente boa, que dê palestras e que seria considerada um gênio e, principalmente, conseguir salvar o máximo número de vidas que ela conseguir. Clair tem sempre isto em sua mente, um futuro brilhante e uma carreira promissora, com muitas conquistas. É claro que Clair não se foca apenas nisto, a menina também quer descobrir a cura rápida do câncer e da AIDS, tendo já feito algumas fórmulas para curar a doença sexualmente transmissível, porém, por hora, apenas 10% da fórmula está feita.




❥ Que curso estuda na faculdade?
Ela cursa medicina. A menina sempre adorou o fato de poder entender mais sobre o corpo humano e, de alguma forma, gosta de ajudar quem precisa. Ela quer se aprimorar em Neurologia, que se baseia no cérebro. Ela acha legal saber todas as funções dele e saber como manuseá-lo.




❥ Como conduz os estudos:

Ela é muito boa nos estudos, mas se entendeu algo não vai ficar ouvindo as pessoas falarem mais. Seu comportamento é relaxado, ela entende tudo facilmente e por isso não move um dedo pra estudar mais se entendeu o conteúdo. Ela é considerada uma das piores alunas em questão de comportamento, mas ela não está nem aí para sua má reputação.
Claire não tem horários para estudar, ela estuda quando estiver vontade, o que é raro. É raro também a menina lhe ajudar em alguma dúvida sua, ela normalmente só ajuda sua irmã. Os professores a odeiam, como alguém tão relaxada consegue ser uma das estudantes mais brilhantes do curso de medicina? Eles não sabem, mas odeiam o brilhante e inovador cérebro da menina e sempre tentam fazer ela se dar mal, o que nunca dá certo. Clair sem dúvida é alguém completamente inovador e avançado, ela apresenta trabalhos extremamente complexos e geniais, superando até seus professores, o que alimenta ainda mais a raiva deles.




❀Par: ❀

Yuma Mukami.

❥ Relação com o par:

❥ Relação com os meninos:

❥ Shuu Sakamaki
❥ Reiji Sakamaki
❥ Laito Sakamaki
❥ Ayato Sakamaki
❥ Kanato Sakamaki
❥ Subaru Sakamaki

❥ Relação com as outras meninas:

❥ Melhor amiga:

Ela é a melhor amiga da noiva de Ruki e da de Shuu.

❥ Músicas:

❥ Dela:

Bad Girls. – Lee Hyori

❥ Com o par:

❥ Frases que a define:

“Eu sou considerada a vilã. Todos me odeiam meu comportamento e meu jeito de ser, mas infelizmente eu não sou como as outras garotas. Não esperem de mim palavras doces e risos bonitinhos. Acho que eu sou um defeito de fábrica, completamente imperfeita”

❥ Reação ao descobrir que é um anjo:

❥ Reação ao descobrir que os meninos são vampiros:

❥ Reação ao se apaixonar por seu inimigo:

❥ Reação se suas irmãs de fraternidade se virassem contra ela:

----

❥ Você aceita que sua personagem está em nossas mãos?

❥ Sabe que se não comentar por três capítulos ela some?




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...