Cidade das Presas (Ficha)


Postado

Nathaniel Skarlet




— Nome do Personagem: Nathaniel Skarlet

— Idade/Data de Nascimento: 18/15 de março de 1998

— Criatura: Incubus

—Predador/Presa: Anjo/Humano

—Personalidade: Nathaniel tem 2 personalidades e ele as define como "Nathaniel" e outra "Skarlet". A humana é inocente, engraçada e sensível. Chora por tudo e por nada e ri-se como uma menina virgem. É muito sorridente e amigo de todos e todos o consideram muito sensível e que precisa de proteção dos monstros, mas não sabem que ele é um monstro. Também é sonhador e romântico e acaba por se apaixonar facilmente por alguém, neste caso rapazes. A sua homossexualidade nunca foi segredo para ninguém, isso só deixa a crer que ele precisa de mais proteção. Ele define esta personalidade como "Nathaniel", o seu nome humano, mas agora vamos passar para a sua verdadeira personalidade. Nathaniel é na verdade um demónio, literalmente. É psicopata, assassino e sádico. Quer todos os homens aos seus pés, quer eles queiram ou não, mas no seu coração negro só existe uma pessoa por quem ele é realmente louco, Klaus Hotaru. Faz de tudo por ele, mesmo que ele não lhe dê atenção nenhuma. Adora ver o sangue das suas presas na suas mãos e boca e ama a energia dos homens com que ele dorme. É louco, tipo mesmo muito. Ele está no nível de loucura máxima. É muito sensual e atrevido, enlouquecendo qualquer homem. Ele chama esta personalidade de "Skarlet" porque é o seu verdadeiro nome, mas no mundo dos humanos, ele o usa como um apelido e somente Klaus e os outros demónios é que sabem o seu verdadeiro nome. Não tem medo de matar alguém, especialmente as meninas que olham para o seu homem, Klaus.

—História: Nathaniel antes de morrer, teve uma vida difícil. Ele via todas as noites a sua mãe sofrer violência pelo pai e ele não podia fazer nada. Ele sentia-se fraco e estúpido. Na escola, a tortura continuava por causa dos valentões da escola que sempre batiam nele, pelo facto de ele ser gay. Ele queria fazer alguma coisa, sempre quis, mas nunca conseguia. Parecia que já estava traçado no seu destino que ele não poderia fazer nada a não ser sofrer. Um dia, no seu aniversário de 12 anos, ele viu o seu pai dar-lhe um presente. Quando ele abriu a caixa, viu um coração e Nathaniel não entendeu o que era aquilo até o seu pai explicar-lhe. Ele tinha matado a sua mãe e entregou-lhe o coração dela para declarar que dali a diante, se Nathaniel não lhe obedecesse iria acabar como ela. O rapaz começou a chorar, mas o pai espancou-lhe porque até à sua morte, Nathaniel não podia chorar mais. O próprio pai começou a abusar sexualmente do próprio filho e Nathaniel mudou. Passou a ser mais frio e rude e na hora dos abusos, ele não chorava mais e somente engolia as lágrimas. Farto daquela vida de merda, Nathaniel suicidou-se aos 15 anos. Ele pensava que finalmente seria feliz, mas estava enganado. Ele foi para um sítio onde finais felizes não eram muito apreciados. Ele não entendeu o porquê de ele estar no inferno, até que um homem de mais ou menos de 25 anos lhe explicou o porquê. A sua mãe quando foi parar ali, deu a sua segunda vida para que o seu filho ficasse lá. Nathaniel ainda não entendeu muito bem mas depois percebeu. A sua mãe queria aquilo porque se ele fosse para o céu, ele não poderia vingar a sua morte. Ele tinha de matar o seu pai e esse desejo foi concedido pelo próprio Diabo depois duma "sessão bem calorosa". Ele e o seu protetor Klaus, foram para a Terra por desejos próprios, mas também para ajudar o seu mestre a conquistar o mundo dos mortais. Nathaniel não perdeu tempo e foi para casa do seu pai e começou assombra-lo até que ele fez 1 ano desde que morreu. Nataniel fez sexo com o pai e pouco depois começou ele transformou a sua boca com grandes dentes afiados e começou a comer a cara do seu pai e para além disso, a sugar o seu sangue e a sua energia vital. A vingança já estava completa, mas antes de morrer o seu pai sussurrou o nome "Nathaniel" e ele disse que o seu nome já não era Nathaniel e sim Skarlet e depois, com a língua cheia de sangue, escreveu o seu novo nome na cara dele. E agora, tanto faz o seu nome, ele iria conquistar a Terra para o seu mestre e ainda conseguir um beijo do seu amado Klaus.

— Gostos e Desgostos: Ele gosta de filmes de terror e as comidas que ele mais gosta são: lasanha e carne humana. Ele ama festas, sexo e sadomasoquismo. Ele simplesmente é apaixonado por violência durante o sexo, causar inveja, o seu Klaus e a sua bebida favorita: sangue. Ele é louco por Klaus, como já disse, e mata qualquer um ou uma que se atrever a olhar para ele. Ele adora a série iZombie e o jogo Mortal Kombat X, por causa da Mileena e os seus dentes e a sua loucura. O que ele mais detesta no mundo é o seu pai, mas ele também odeia das raparigas e dos rapazes que olham para Klaus. Não gosta de filmes românticos e ignora completamento os chatos dos anjos.

—Aparência: Nathaniel tem os cabelos loiros despenteados e os olhos grandes e azuis. Os seus lábios são finos e o seu nariz é empinado e fino. A pele dele é branco e o seu rabo enlouquece todos os homens, apesar de ser um homem também. Nada mudou desde quando era vivo até agora, com a exceção que as roupas dele são muito ousados e extravagantes, mostrando as suas pernas quase sempre e ainda o símbolo na sua língua. É representado pelo louco e gostoso Alois Trancy









— Par: Sim, é o Klaus. Outra personagem minha.

— Algo Mais: Não.

—Matar Humanos: 100% Ele ama matar humanos, como ele diz: "São seres insignificantes e que vão morrer de certa forma, por que não matá-los agora? Assim pouparíamos mais tempo!"

— Ir a Cidade Principal: 97% Ele vai para a cidade principal porque Klaus o obriga, mas também porque ele adora matar os humanos à noite e o sexo que eles proporcionam

—Seguir Opniões: 1% Ele não segue opinião de ninguém mesmo, a não ser de Klaus e do seu mestre

—Nível Pyscopata: 100% E se desse para dar mais, eu dava. Ele é realmente psicopata. Ele matou a sua empregada mais fiel, só porque ela pôs no prato uma batata um pouco queimada.



—Seu Personagem Trabalha como Humano: Como ele é rico, ele não trabalha. Mas se for obrigatório o trabalho, ele é um designer de moda.

—Se da bem com os Humanos: Com poucos deles.

Escutando: Cannibal - Ke$ha
Assistindo: iZombie
Jogando: Dramatical Murder
Comendo: Carne Humana
Bebendo: Sangue O+

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...