~hopefull

hopefull
+ stone +
Nome: ✝ fudelis — 캐롤라인
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Curitiba, Paraná, Brasil
Aniversário: 16 de Abril
Idade: 17
Cadastro:

Desafio – 35 Fatos intrigantes sobre mim


Postado



Olá gays, esse é um jornal feito a partir de um desafio filho de uma puta que uma amiga minha fez e eu estou aqui para responder.. Não se escandalizem (?) com nada, pelo amor de Deus.

1- O meu livro preferido se chama Dark Divine, um livro que praticamente ninguém conhece. A história é do gênero ação e eu li ele em exatamente duas horas – nenhum minuto à mais ou á menos. Logo já fui comprar o segundo e ao terminar de lê-lo descobri que não tinha a continuação no Brasil e fiquei muito puta, então decidi escrever uma fanfic e ela acabou bombando.

2-Odeio quando as pessoas falam “nossa, você engordou.” porque me sinto muito mal; sempre que me falam isso eu caio na depressão e paro de comer até emagrecer muito.



3-Se minha casa pegasse fogo a única coisa que lembraria de salvar seria os meus livros, o resto que se dane (principalmente meu pai)


4-O maior mico que eu passei em toda a minha vida foi no 7º ano, eu estava voltando da sala e uma das minhas amigas colocou o pé na minha frente – propositalmente – para que eu caísse e onde eu caí? Nos braços do menino por quem eu tinha paixonite, foi vergonhoso demais.

5-Durante toda a minha só tive uma melhor amiga, mas ela morreu de câncer terminal no ano passado. Ela dizia que ela era meu Gus e eu a sua Hazel </3, nunca me esqueço disso. (ela dizia isso porque na época eu tive leucemia). Ela sempre dizia que era a que queria afastá-la, mas ela me aceitava do jeito que eu era e esperava que eu também me aceitasse assim.



6-A minha música preferida de TPR é Follow Me Down porque tem um gemido de orgasmo da amiga da Tay no começo, juro. (isso é meio lésbico, mas foda-se)

7-Sempre quis ser a Nina Dobrev, só porque ela pegava o Ian.



8-Quando eu era criança minha professora da 2ª série me chamava de docinho (aquela “malvada” das meninas superpoderosas) e eu tinha vontade de socar a cara dela.

9-Meu sonho sempre foi morar no Canadá, mas ultimamente tenho pensado seriamente em me mudar pra Canton – a cidade em que se passa uma fanfic que escrevo com uma amiga.

10-Se eu ganhasse na loteria compraria a Livrarias Curitiba com todos os livros dentro e moraria lá dentro, seria o céu qqq

11-Se pudesse mudar qualquer coisa no meu corpo, com certeza seria a minha barriga. Pode ser loucura da minha cabeça, mas eu me acho uma baleia e odeio a maior parte do meu corpo.

12-Falo muito palavrão, é como se fizesse parte de mim.

13-Nunca me dei muito bem com meu pai, na realidade a gente se odiava muito. Sempre carreguei isso comigo, toda a mágoa e amargura que carregava quando o assunto era meu pai e isso me fez muito mal na adolescência. Por mais que dissesse que odiava ele, na verdade o que eu sentia era ódio por ele não ter sido o pai que eu esperava e pelo amor que nunca tive dele, mas hoje a gente se suporta..


14-Eu sou uma pessoa muito preguiçosa para muita coisa. Faço mil planos para fazer coisas durante o dia e quando ele termina, simplesmente não fiz nada do que queria.

15-Sinto como se eu tivesse culpa do sumiço da Júlia, não sei explicar. Como se eu tivesse a necessidade de me despedir dela, mas agora é tarde demais.

16-A pessoa que mais me dava conselho era a Carol, mas gente se afastou bastante e isso me dói muito, sou dessas.

17-Eu sempre fui a nerd da sala – desde que me conheço por gente – e todo mundo sempre queria fazer amizade comigo por isso, mas nunca dava certo-qq

18- Nunca vivi uma fase da minha vida em que dissesse que gostava de vivê-la, sei lá.. Não que ela seja tão ruim assim, mas é um inferno, entende? (não?o.k.)

19-Sempre tive o sonho de falar russo, aliás praticamente toda minha família fala e eu não;-;

20-A coisa mais importante da minha vida é minha mãe, por motivos bem maiores do que em qualquer família normal. Ela é muito mais do que minha mãe, ela é minha amiga, ela é minha filha, ela é a minha vida e isso é muito maior, é como se eu necessitasse dela para viver, é como se tivéssemos um laço ligando as nossas duas vidas e isso me dá medo.


21-Sempre sonhei em ser escritora, atualmente até venho escrevendo um livro, mas sei que não dou jeito pra isso e tenho pensado seriamente em fazer faculdade de pedagogia porque amo crianças.

22-Eu tenho manias muito escrotas. Tenho mania de rir loucamente quando estou nervosa ou triste, tem vezes que eu estou chorando muito e gargalhando ao mesmo tempo, isso é BEM estranho; tenho mania de ficar fazendo bico quando estou distraída; tenho mania de coçar a cabeça quando estou com sono; tenho mania de andar com as pernas abertas etc.

23- Sou uma pessoa extremamente vingativa. Posso demorar para me vingar, mas, com certeza, irei.


24-Odeio o Natal por causa dos parentes, principalmente os primos que ficam implicando com o fato de eu ficar o dia todo escrevendo, lendo e ouvindo músicas, eles acham que eu sou estranha por isso.

25-Por mais escroto que possa parecer eu sempre acreditei em lobisomens por causa das histórias que minha avó contava quando era pequena, minha mãe sempre disse que havia visto um quando foi para sua terra natal e por isso morro de medo de ir lá. (se é verdade eu não sei, mas prefiro evitar)


26-Também acredito em anjos, mas ainda tenho dúvidas sobre…

27-Nunca me esqueço da noite em que minha avó me disse: “você é uma menina forte, mas sempre se lembre que pessoas fortes tendem a sofrer mais”. Ela me jogou uma praga, só pode.

28-Eu era a única menina na família que odiava bonecas e a cor rosa, piri gótica desde pequena.

29-Meu maior medo é perder meu motivo de viver – por mais que eu diga que não tenho um, sim, eu tenho.

30-Sou uma pessoa que quase nunca perdoa ninguém e foda-se essa coisa de preciso perdoar para ser perdoada, guardo muita mágoa mesmo.

31-Desde que entrei na escola, sempre tiro nota máxima na matéria de português e literatura.
32-No nono ano todo mundo me chamada de Hermione por eu ser “inteligente”, eu odiava.

33-Meu grande vício se chama The Vampire Diaries e todo aqueles homens “feios”.

34-A primeira pessoa que quase me influenciou a ser lésbica foi a Mylle por causa de uma fic lésbica, eu sentia uma filha da puta de uma excitação com as cenas de sexo lésbico-qq

35-Acho estranho quando me dizem que eu sou uma boa pessoa, é bem estranho.

Nem foi tão Ó assim, mas dane-se.
Eu nem ia indicar ninguém, mas vou porque sou má. Quero indicar o @LuisJeova que pediu, a @Reeze porque quero ver que merda ela vai falar, a @OnceUponALand porque sou curiosa sobre a vida dela, a @YoungAlasca por mais que eu saiba de tudo que ela vai escrever e a minha mulher @AmyBeeyorklund por ter me abandonado.

É isso, viados. Comentem-qq

Escutando: Paramore: Emergency

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...