~eitaemin_

eitaemin_
I don't give a shit
Nome: Requeijão / Thais da Thalyta sz /mikaelson perdida/ pãozinho integral / yoshi >.<
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Fortaleza, Ceará, Brasil
Aniversário: 10 de Julho
Idade: 15
Cadastro:

Quando tudo tá uma merda


Postado

Quando tudo tá uma merda

Rum Pum Pum Pum definitivamente não é o tipo de música que pessoas tristes escutam quando estão em mais uma das suas crises. Mas ela tem um poder de me animar que, meu Deus, não é humano. Amo demais a existência dessa música, pois ela sempre me bate aquela alegria repentina e são poucas ( senão raras) as músicas que conseguem me animar desse jeito, sério. Ame F (x) como eu amo. Eu comecei a pensar em fazer esse jornal com esse espírito emo que eu tô por dentro, mas fui inventar de ouvir RPPP e tudo entrou em foco. Mas uma música não muda o fato de que minha vida inteira tá uma bagunça. Tanto que eu resolvi falar dela aqui mesmo ninguém se importando. Só pra vocês terem uma ideia de como tudo tá uma grande bosta. Tenho me perguntado coisas do nada, tipo, será que existe alguém que se importe verdadeiramente com você? Ou todas as pessoas mentem? Aquelas que se dizem amigas, mas no final só te magoa e te deixa pra baixo. Aquelas que falem de você pelas costas. Aquelas nas quais você sempre confiou. Você sempre esteve lá pra ouvir os desabafos dela, sempre tentou ajudar. Mas...Ela só te magoa mesmo. Uma das piores pessoas desse tipo é aquela que finge mesmo se importar mas chega uma hora que ela te machuca profundamente pelas costas. E você se perde. Ela realmente sempre fingiu ter carinho por você, sempre fingiu te ouvir, mas no final ela era só uma, digamos, cobra que fica do seu lado só para dar o bote depois. Esse é o tipo de pessoa que devemos evitar, mesmo que ela te machuque muito, deixa ela se foder. Esse é o sentimento que acho que todo mundo magoado deve ter. Não se importar mais. Uma coisa é certa: A pessoa pode te magoar quantas vezes quiser, mas no final tudo vai se resolver. Já estamos acostumados a perceber que o mundo dá voltas. Nem sei pq tô falando em não se importar se eu mesma não faço isso. Mas é pq sou fraca. Se você é forte, vai saber com não se importar. Já para as pessoas como eu, pelo menos fingir, a gente precisa. Se os que nos magoam fingem, pq não podemos fingir também? Enfim, acho que a pergunta de que existe pessoas verdadeiras nunca vai ser respondida. E então me vem outra pergunta. O que vai ser da minha vida que basicamente gira em torno de pessoas hipócritas, falsas, e mentirosas? Eu realmente não sei pra oq serve jornal, como já devem ter percebido. Foi um desabafo mais do que um jornal.

Escutando: F(x) Rum Pum Pum Pum
Lendo: Perdida
Assistindo: MV :v
Comendo: Por falar nisso, tô com fome mesmo...

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...