~achangeofheart

achangeofheart
Kinda mentally confused.
Nome: Ely.
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: São Bernardo do Campo, São Paulo, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Cadastro:

Damnat Circus


Postado

❥Ficha:


"I know it's not my place
Who am I to tell you that you need to change?"
Dirty Laundry - All Time Low


↬ Aparência ↫







↬ Alcunha ↫



Hilares ("hilário" em latim)

↬ Especialização ↫



Palhaço e, vez ou outra, Assistente de Mágico

↬ Nome ↫



Harold William Lester (Harry, para os mais íntimos)

↬ Idade ↫



26 anos

↬ Nacionalidade ↫



Inglês (Liverpool, Inglaterra)

↬ Orientação sexual ↫



Homossexual

↬ O que o levou a querer esse trabalho ↫



A necessidade de um emprego após ser expulso de casa, além de que tinha uma ponta artística muito forte.

↬ O que o diferencia dos outros nesse circo ↫



Tem um talento impressionante para atuar, no entanto, o tanto de jeito que leva para a atuação mal se compara à sua lábia. É o tipo de pessoa que consegue convencer os outros, seja dentro de espetáculos ou fora deles, podendo, vez ou outra, ser chamado para lidar com a área de negócios e parcerias do circo. Além disso, é alguém que aprende rápido, podendo facilmente substituir seus colegas no caso deles se machucarem ou estarem incapazes de participar de um espetáculo (ainda que não se disponha tanto assim a fazer isso).

↬ Personalidade ↫



É um rapaz que usa e abusa da ironia, carregando sempre um tom sarcástico ao falar com os outros. Não leva tanto jeito para falar com os outros delicadamente, sendo extremamente sincero e chegando a ser grosso em certos momentos. Detesta falar sobre sua história, desviando o assunto ou simplesmente dizendo que não que conversar sobre isso.

Faz o tipo de pessoa com opinião bem concreta sobre certos assuntos, sendo levemente teimoso tratando-se de seu ponto de vista. Apesar disso, é alguém que está disposto a ouvir os outros e os aconselhar nos momentos necessários.

Com grande habilidade tratando-se de atuar, não é difícil para as pessoas caírem em mentiras quando contadas por ele. Além disso, quando se dispõe a aprender algo, costuma pegar o jeito rapidamente.

Não gosta nem um pouco de ser ameaçado, raramente se submetendo a situações do tipo. Desde que foi expulso de casa, faz o estilo de pessoa bem direta, que muitas vezes se leva pelo impulso de "fazer o que bem entende". Por mais que não saia por aí quebrando todas as regras que são estipuladas, pode sim ignorar uma ou duas caso as ache muito absurdas.

Por outro lado, ele é uma pessoa que tende a ser protetora com quem realmente se importa. Cuida bem de suas amizades e é muito paciente com elas.

↬ Caraterização física ↫



Com uma estatura de um metro e setenta e seis e um físico um tanto franzino, Harold não faz o tipo que chama a muita atenção por sua aparência. A pele pálida com algumas pintas mais evidentes o dá um aspecto de quem não tem o costume de sair muito, por mais que esteja sempre transitando por aí. Tem ombros um tanto estreitos para um rapaz, mas não parece se importar muito com isso.

Seus cabelos de um tom escuro de castanho formam cachos desleixados, que quase sempre estão bagunçados entre si. Suas sobrancelhas de média espessura dão certo destaque aos olhos cor de terra molhada, os quais costumam ter leves olheiras pesando logo abaixo de si. Possui uma tatuagem de asas localizada na parte superior de suas costas, todavia são poucos os que sabem disso.



↬ História ↫



Nascido numa família de condição financeira razoalvemente boa, teve uma infância plenamente comum, sendo até que bem criado. Tinha seus altos e baixos, mas conseguia passar por tudo com tranquilidade. Logo quando pequeno se apaixonou por teatro e dança, já que sua mãe fazia parte de grandes espetáculos de tais temas, ainda que fosse sempre por trás das cortinas, já que era figurista.

Ele era uma criança curiosa, que gostava de ler peças de teatro e ouvir música clássica, algo um tanto atípico para um jovenzinho tão agitado quanto era. Sonhava em um dia ser ator das peças para as quais a mãe produzia figurinos.

No entanto, assim que alcançou a adolescência, notou que não era totalmente igual aos demais. Diferentemente da maior parte dos meninos de sua idade, Harold sentia atração por garotos. Sabia o quanto os outros consideravam isso errado, por mais que parecesse tão certo para ele. Então fez a única coisa que podia fazer: mateve esse fato em segredo e deixou sua vida seguir assim.

Contudo, aos 19 anos, acabou se apaixonando realmente por um garoto e os dois começaram a namorar em segredo. Pena que nem um segredo conseguia ficar assim por muito tempo. Sua mãe, certo dia, estranhou que o filho estava sempre saindo de casa cedo e voltando muito tarde, por isso resolveu o seguir, assim, vendo-o encontrar tal garoto e o beijar.

Como qualquer outra mãe da época, ela ficou indignada e falou disso para o pai de Harry, que não poderia ter ficado mais furioso. Harold mal pôde contar sua versão da história antes do pai expulsá-lo de casa.

Assim, teve de aprender a se virar sozinho. Pegou suas poucas economias e gastou numa passagem para Londres, procurando chances melhores de trabalho, visto que não tinha mais alguém para ajudá-lo a sustentar-se. Foi assim que acabou no Damnat Circus. Viu um panfleto com a chance de participar de algo que poderia lhe dar um sustento mínimo e agarrou a oportunidade na mesma hora.

↬ P.P ↫



Matty Healy

Escutando: Disconnected - 5SOS

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...