~crownx

crownx
*;?babe
Nome: [ ❀ natália ❀ || .*・。゚crazy .*・。゚|| nat™ ]
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Brasilia, Distrito Federal, Brasil
Aniversário: 18 de Dezembro
Idade: 4
Cadastro:

▲paradisium▼


Postado


I'm the violence in the {{p o u r i n g}}【rain
I'm a 『hurricane』❞ 

ﻍ.❀Nome―
Rosemary Thorn
É de origem inglesa que significa: “orvalho do mar”, “alecrim”. Seus apelidos mais comuns são Rose & Mary


ﻍ.❀Idade―
17 anos | Nascida dia 18.06 | Signo de gêmeos

ﻍ.❀Aparência―
A jovem Rose Thorn por toda a sua vida foi dotada de grande beleza. Uma verdadeira obra prima, muitos diriam. E mesmo que ela não acredite nisso, é capaz de chamar atenção por onde passa. Seus olhos levemente esverdeados, exalam consigo um grande poder de encantamento, uma vez encarando-o, se torna impossível não encantar-se. O olhar da garota exibe uma insanidade incomparável, lembra a muitos o movimento das ondas agitadas do mar contra as rochas. As madeixas encaracoladas de Mary, encontram-se em um corte repicado e belo que cai perfeitamente sobre o centro de suas costas, tal corte costuma dar um pouco mais de volume a seus fios. A pele da garota é cor de marfim, com algumas sardas espalhadas na região de seu nariz. Uma das coisas que mais chamam atenção em sua aparência é sem dúvida as suas sobrancelhas arqueadas e expressivas, além de seus lábios naturalmente rosados e carnudos. A jovem é de fato bela e esbelta, uma verdadeira obra prima feita pela mãe natureza.






[lily collins]

ﻍ.❀História―
Em uma manhã fria do mês de junho nascia a pequena Mary. De acordo com os relatos das testemunhas, Rose nasceu no banheiro de um hotel. Sua mãe, que até hoje é de nome desconhecido, estava procurando por algum lugar onde pudesse passar a noite. O dono do tal hotel afirmou que se tratava de uma jovem, beirando os 16 anos, ela estava confusa, perdida. Ela não tinha dinheiro suficiente para se hospedar, então pediu que o gerente deixasse-a apenas usar o banheiro. O tempo passou e a jovem não voltava. Algumas clientes já se encontravam estressadas com a demora, então um choro de criança foi ouvido. Desesperada uma das mulheres abriu a porta, dando de cara com algo que nunca gostaria de ter visto. A jovem estava morta, mas especificamente com os pulsos cortados e ao seu lado, um pequeno bebê chorava desesperado.O bebê foi levado a um orfanato sujo e de muito mal gosto o orfanato Raio de Sol, onde ali mesmo deram-na o nome de Rosemary. Sem pais ou dicas de quem eles eram, Rose foi obrigada a crescer naquele orfanato imundo. Cresceu sabendo que sua mãe tinha se suicidado, o que de fato não é saudável para a sanidade de ninguém, talvez isso a tenha feito ser como é, a tragédia personificada.


O local era sujo e sem as mínimas condições sanitárias. As crianças lá presentes assemelhavam-se a algumas espécies de mortos vivos sem a mínima esperança de vida, enquanto os cuidadores eram brutos e arrogantes, maltratavam e batiam nas nos órfãos quase todos os dias. Rosemary era como um raio de sol naquele ambiente tão sombrio. Ela era uma das únicas pessoas ali que realmente acreditava em ser feliz e conseguir uma família. Mas os dias foram passando, e tornaram-se meses, que logo se transformaram em anos. Ela realmente não seria adotada. Quando a ficha começou a cair, a crueldade do mundo veio junto. Ela tentou fugir, inúmeras vezes, tantas que se torna impossível de contar. Mas toda vez que ela conseguia sair ou passar algum dia nas ruas, algum policial encontrava-a e levava-a de volta para o orfanato. E por anos sua vida resumiu-se a isso: fugir e ser capturada. Por fim, cansou-se daquilo. Realmente era mais fácil esperar até os 18 anos para ser liberta. Mas no fundo, no lugar mais obscuro de seu coração ela ainda planejava se livrar daquele orfanato.



ﻍ.❀Personalidade―
Um imã para problemas, é assim que a maioria a descreve. É bem fácil encontrá-la em eventos sociais ou coisas do tipo, basta procurar pelo aglomerado de pessoas ao seu redor. Rindo e entretendo a todos com seu humor negro e rustico, definitivamente ama ser o centro das atenções, ela é a atriz e o mundo é seu palco. Uma pessoa sintonizada em variações sensoriais, isto lhe confere a incrível capacidade de trabalhar com diferentes tonalidades de emoções, acontecimentos e cores. Essa sensualidade observadora parece brotar naturalmente dentro dela, como uma capacidade inata. Alegra-se a reinterpretar conexões, reinventar ideias, inovar. Gosta de fugir do senso comum e pensar diferente, ser diferente. Enquanto a maioria prefere focar-se em pequenas ideias pré-formuladas, seguindo ao senso comum, Rosemary se arrisca, tenta algo inimaginável por muitos e faz suas ideias funcionarem.


Possui uma inteligência fora do comum, Rose sabe tudo sobre todos, lendo e estudando os mais diversos livros e seres. Ao contrário da maioria, que busca o conhecimento para alcançar algum objetivo em especial ou algum propósito mais profundo, a jovem estuda apenas porquê acha divertido. Mary possui um inacreditável senso de espontaneidade, isso a faz ser imprevisível, até mesmo para as pessoas mais próximas. Gosta de drama, paixão e prazer, não pela emoção, e sim porque estimula sua mente lógica. Se pessoas fossem comparadas com fenômenos naturais, Rosemary Thorn seria o furacão.


Uma palavra perfeita para defini-la é indiferente. Não é de se importar muito com os outros ou com o que pensam dela, a não ser que sejam enormemente importantes. Mas normalmente, costuma preocupar-se apenas com o próprio nariz e o resto que se dane. Seu maior defeito é sem dúvida o seu incrível e inabalável orgulho, nunca admite estar errada por mais que tenha consciência disso. É raríssimo vê-la pedindo perdão a alguém e quando o faz, é por que ultrapassou todo e qualquer limite possível, mas ainda assim o seu perdão é de mau gosto, sem a mínima vontade. Dona de um imensurável sarcasmo, fala as coisas mais absurdas nas piores horas. Usando a ironia em quase tudo que diz, seja brincando ou na direta intenção de atacar alguém com suas palavras. E as palavras, são sem dúvida alguma a sua maior arma. Costuma soltar os comentários mais desagradáveis nas piores horas, o que a torna ácida.


Mary não gosta de rótulos ou planejamentos. Costuma fazer tudo por impulso, no calor da emoção e no auge do improviso. Não segue padrões ou lê roteiros, Rose simplesmente faz o que der na telha. E mesmo que aparente uma face de pessoa gentil e fácil de lidar, ela é tudo, menos serena. Na minha mera opinião de narradora, explosiva seria o adjetivo perfeito. Alguém ferozmente independente. Repudia todo e qualquer tipo de subordinação. Nunca deu-se muito bem em locais extremamente organizados, tendo frequentemente problemas na escola. Não se engane, tal fato não é ocasionado pela falta de inteligência da jovem e sim por sua incrível teimosia. Regras são feitas para serem quebradas, pelo menos é assim que a Rosemary pensa.


Vive todos os dias como se fosse seu último. O que a leva a ser agitada, vingativa, teimosa. Sua energia é tanta que quase pode ser palpável. Vive o momento e mergulha-se na ação, é o centro da tempestade. é caracterizada por um nível cruel de racionalidade, usando sua motivação, determinação e mente astuta para atingir o que deseja. Ela não apenas gosta de causar confusões, ela é a confusão. Ferozmente rebelde e indomável, caracteriza a si própria como uma insana de corpo e alma. Mary ama contrariar, perguntar, rebater. Costuma entrar numa incessante batalha mental com seus adversários, e não para até cansá-los com suas respostas habilidosas. Por mais que nunca admita, ama uma briga de perguntas e repostas. Gosta de desafios, mas apenas os mentais, ela é horrível em esportes. Mary é o quente e o frio, o doce e o amargo, a luz e as trevas. Não é do tipo que se é possível descrever com um punhado de palavras soltas ao vento e sem conexão. Se de fato existe uma palavra no dicionário que a defina, esta é bastante complexa.



ﻍ.❀Curiosidades―
Um dos seus hobbies é escrever, principalmente pequenos poemas aleatórios, que ela guarda em um pequeno caderno. Normalmente escreve sobre coisas que a fascinam, como as estrelas, personagens de livros e até mesmo sobre algumas pessoas que são importantes para ela.





suas frutas preferidas são amoras e morangos. Enquanto a que ela menos gosta é o limão e o abacaxi.



Seus livros favoritos são: Sherlock Holmes e Orgulho e Preconceito. Ela afirma preferir livros e filmes antigos, pois acha que os atuais perderam sua essência, dessa forma seus filmes preferidos são os clássicos.



Rosemary é bissexual. Não possui preferências.



Outro de seus hobbies é ouvir e tocar música. Rose sempre foi completamente apaixonada por música. Aprendeu praticamente sozinha a tocar diversos instrumentos, ela via alguns tutoriais e começava a praticar até aprender. Seu instrumento favorito é o violão. Conhece cada uma de suas notas como conhece a si. Adora dedilhar e instrumento, sem ter que olhar as notas, ou ter que ouvir alguém sussurrá-las para ela.





Seu sonho sempre foi trabalhar com astrologia, levada pelo seu amor pelas estrelas e constelações.



Tem alergia a poeira e insetos.

ﻍ.❀Traumas―
Um de seus maiores medos é a solidão. Rose nunca teve muitos amigos e nunca teve realmente com quem contar, isso a fez passar grande parte da sua vida sozinha. Tal fato, faz com que ela abomina a solidão, odeia permanecer sozinha em um local por muito tempo e se recusa a dormir de porta trancada ou sem ter alguém no seu campo de visão.




Rosemary tem um medo quase que irracional de insetos e escuro. Ela sabe que é meio bobo, mas não consegue evitar. De todos os insetos o que ela mais teme é a aranha.




Ela tem acrofobia (medo de altura) e claustrofobia (fobia de lugares apertados). Não sabe ao certo o motivo de tais medos, ela apenas os têm.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...