~Patty89

Patty89
Patty89
Nome:
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Cindy e Kate- Uma noite de crime


Postado

" Odeio pessoas quando elas são mal educadas" - Psycho Killer/ Talking Heads

Nome: Peter Waters (Minha criatividade para nomes é uma desgraça)

Apelido no CindyKate: Açogueiro (quando estiver lendo a ficha vai entender)

Idade: 25 anos

Aparência: Finn Wittrock- photoplayer ( as imagens já diz tudo, não vou ficar descrevendo os traços do personagem)









Personalidade: Uma alma perdida, por assim dizer. Peter era um bom garoto honrado de uma família amorosa, mas mais tarde quando você ler a história saberá o porquê dele ter mudado...
Peter sempre fora diferente e um tanto excêntrico; gostava de matar pequenos animais e fazer experiências bizarras quando pequeno. O seu gosto por coisas estranhas não mudou,todavia, depois de adulto. Talvez tenha só piorado...
Peter é um homem charmoso e manipulador, gosta de fazer as pessoas pensarem que estão erradas ou loucas para fazer o que quiser com elas. Sorrir da desgraça alheia e toda vez quando vir noticías de crimes hediondos sente uma excitação sexual avassaladora,- chegando até masturba-se com isso-, o que faz ansiar pelo dia em que muitos esperam todo ano: uma noite de crime.
Um verdadeiro psicopata, não sente remorso nos seus atos, ao contrário, decide que as pessoas precisam sofrer e ponto.Homofóbico, Xenofóbico e racista odeia todas as classes tidas "inferiores" e acredita que elas devem ser exterminadas. Mas não pense que ele revela essa "outra face" para alguém, engana-se quem pensa que os psicopatas são pessoas estranhas e antissociais trancadas em seus quartos. Peter é o que dizemos de Don Juan, um conquistador nato. Tanto quanto as mulheres ou qualquer outra pessoa pode se levada pela sua personalidade "carismática" e "gentil" á acreditarem nas suas palavras. Tem síndrome de Deus, para ele tudo deveria ser seu, o mundo e a vida das pessoas. No seu interior acredita que a civilização precisa ser limpa das pessoas que sujam ela. - No caso, muçulmanos, gays e lésbicas, negros e ativistas de esquerda.

Traje na purgação: Durante todo o ano ele usa roupas sociais normais com terno e gravata (por cuasa do trabalho) e alguns trajes casuais, mas durante a purgação gosta de adotar seu traje clássico que ele guarda no closet e só usa nesse dia tão especial, começando pela máscara de porco que adotou como a forma ele vê a sociedade e as pessoas; apenas porcos num chiqueiro que precisam ser abatidos.



Agora a roupa:
Usa um sobretudo muitas vezes aberto sobreposto numa camisa preta, e um coturno de cano alto da mesma cor e uma calça de couro sintéx, ele levanta as vezes o sobretudo até a cabeça:




História: Nascido e criado no Texas, na cidade de Corpus Christi, Peter era filho de pastores protestantes de uma igreja local. Desde a tenra idade fora ensinado para ele os dogmas da religião. Seu pai, Andrew Waters era um homem bom onde devia ser e rígido com o filho se necessário. Porém não era preciso que Peter fosse punido nenhuma vez, extremamente educado, passivo e tímido ele era uma criança obediente. Sua mãe Mary Elizabeth Waters, superprotetora, não deixava Peter ter outros amigos além daqueles da igreja. Mas nem esses queriam ficar perto dele, já que Peter era muito "estranho" e feio. Sim, feio. Nem sempre ele fora esse homem bonito. Mas baixo do que as outras crianças, sua cara era pálida e "amassada", o cabelo: caído para testa e engordurado. Com tudo isso, dá para se esperar que ele sofrera bullying no colégio e até dos coleguinhas da igreja. Sua infância foi então, um tanto solitária. Entretanto, o garoto tinha sua "diversão secreta", viciado em química, ele construiu um "laboratório" no porão de sua casa, aonde ninguém ia e fazia experimentos com ratos, gatos, esquilos e até cachorros. Na adolescência as coisas não melhoraram, as inúmeras espinhas vieram e o deixaram mais "horroroso".
Todo ano na purgação, seus pais reuniam o pessoal da igreja para se esconder no sótão da igreja secreto, num piso falso nas extremidades do lugar. Durante vários anos eles escaparam da purgação. Infelizmente um dia quando ele tinha 13 anos, pessoas mascaradas invadiram a igreja e quebraram tudo ali dentro, um deles descobriu o piso falso, então quebraram as traves e entraram lá dentro.
Os bandidos fizeram um massacre naquele dia, torturaram as pessoas antes de mataram e estupraram mulheres e meninas. Peter, contudo não se comoveu. -Como as pessoas estavam presas e amarradas, eles faziam as atrocidades de um e um na frente de todo mundo. -vira seus pais serem mortos, mas não sentiu nada. Na realidade ele começou a rir feito um louco. Uma mulher, usando uma máscara de porco, observou o garoto durante todo o processo. Ele; o último que restara foi poupado pela mulher, é claro que seus companheiros não gostaram nada disso, todavia Peter foi levado por ela e e virou uma espécie de amante mirim. O garoto aprendera á usar vários tipos de armas diferentes, desde punhais á armas de fogo. Viajando pelo EUA.
Peter durante os anos que se passaram, foi apenas um mero expectador nas noites de purgação, até o dia que ele fez 18 anos e misteriosa mulher chamada pelo apelido de "A corja" disse que ele estava pronto dando uma máscara de porco como presente. E daí em diante Peter seguira sozinho durante suas purgações com seu próprio grupo. Sempre invadindo casas de famílias tradicionais ou de religiões diferentes da sua, arrancando unhas e passando sal em cima, ou pegando pessoas e levando para sua casa onde abria suas barrigas ainda vivas e retirava seus órgãos e colocando em potes com água para conservar. O resto do corpo ele pendurava em ganchos como se fossem animais de açougue.

O que faz no dia-a-dia: Trabalha como advogado criminalista (hehehe). Como as taxas de índices criminais são baixas, Peter tem poucos clientes e causas a defender, por isso trabalha meio tempo como professor de química na universidade Columbia. Mora numa casa de classe média e está subindo na vida devido aos subornos que faz. Sempre ganhou a maioria de seus casos devido a sua boa lábia.
Peter frequenta cassinos e boates noturnas. Atraindo a atenção da mulherada, acaba no final da noite com uma na sua cama. Ninguém conhece sua verdadeira indentidade e o que faz durante a purgação.

[bMotivo da sua purgação:[/b] Nem precisa explicar, né? A história dele já conta tudo; por puro prazer de matar pessoas e expulsar para fora seus demônios. E claro, conseguir pessoas para suas experiências bizarras.

Com quais armas vai purgar: Punhais, facas, armas de fogo, calibre 25, metralhadora ( trá trá trá,kkkk), pinças, canivetes e tesouras de ponta fina (para torturas). Todas as armas pequenas são incrementadas no sobretudo.

Algo mais? Só queria deixar claro que Peter sempre foi meio pertubado. Ele só soltou seu "eu" cruel depois daquele incidente na igreja. A mulher que ficava com ele nunca revelou seu verdadeiro nome para ele. E depois da morte dos pais ele morou com ela durante um tempo até ela que ele estivesse inteiramente treinado. Entretanto, Peter não era o único que foi levado, ele conhecia várias crianças e adolescentes que eram "adotados" por esses purgadores para se transformarem em adultos criminosos.
Ele só usa a metralhora e as armas se extremamente necessário. Peter não gosta de atirar nas suas vítimas, e também não é grosseiro ou violento. Odeia falar palavrões. Ele tem um jeito estranho e quase gentil de falar com suas vítimas. Ele é o tipo que disse "posso arrancar suas tripas, por favor?" ou " Obrigado por não gritar".
Ele admira muito Adolf Hitler e acha que ele deveria ser considerado um heroí. Uma curiosidade: No seu quarto pode-se encontrar fotos de Serial Killers famosos como Richard Ramirèz, Jeff Dahmer,John Gacy, etc. Até assasssinos brasileiros tem também ex: o maníaco do parque, Thiago de Goiana, o bandido da luz vermelha.

Bom,espero não ter deixado a história muito fantasiosa demais. Bye bye!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...