~burrows

burrows
/barbz.gal;
Nome: — .park jungyoun;❀
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São José do Rio Preto, São Paulo, Brasil
Aniversário: 19 de Junho
Idade: 15
Cadastro:

.!outsid/e¹


Postado



• FICHA [♡\\]


— Nome completo.
Hannibal Wahid. Gosta de ser tratado por Hard, que é um apelido herdado desde quando era criança.
[ seu nome significa ''aquele que serve a Baal.'' ]

— Idade:
Vinte e nove anos.

— Nacionalidade:
Árabe, com descendência asiática.

— Orientação sexual:
Assexual.

— Aparência:
[kiji]


— Personalidade:
Citação:
❝ Quando a raposa ouve o grito do coelho, logo vem correndo, mas não é para ajudar. ❞


Dizem por aí que leões não são capazes de se defenderem de armadilhas, e raposas não conseguem usar sua força bruta contra os lobos, portanto, é preciso ser a raposa para conhecer as armadilhas e o leão para enfrentar os lobos, desde muito cedo, Hannibal sempre teve esse instinto. No baralho cigano a carta 14 representa a raposa, a qual é interpretada como aspecto negativista com o qual as pessoas devem acautelar-se, uma vez que apresenta a iminência de nos depararmos com pessoas ardilosas. No caso, lidamos com uma pessoa cujo a qual é impossível de saber se está falando a verdade ou apenas tirando uma com sua cara, ou então se está de fato sendo seu amigo ou apenas esperando o momento em que ele vai ficar sozinho com você e enfiar uma faca em suas costas. Ele é a pessoa que sob hipótese alguma deve se dar ouvidos, porque uma vez que você o faz, é impossível de se desprender das palavras de Hard. É a pessoa que certamente você corre ao ver nas ruas em dia de expurgo, a sua fama fez seu nome, pois quando você achar que está se escondendo, os olhos dele apenas estão te perseguindo e farejando o seu medo. O rapaz nunca, sob hipótese alguma vai desperdiçar a oportunidade de ficar quieto, ele sabe muito bem o preço de suas palavras e esse é mais de agir do que de falar. Jamais você irá vê-lo agindo por impulso ou fazendo alguma besteira no calor do momento, Hannibal sempre sabe quando e como agir. Tente enganá-lo e ele te dará um gosto do que é o próprio inferno antes de te matar, jamais queira mentir para si, pois consequências serão algo inevitável. Ele é traiçoeiro, dissimulado e completamente sádico. Não compare ele a nada que você tenha visto antes, porque ele sabe que é a única pessoa capaz de salvar sua vida com a mesma facilidade que ele tem de tirá-la. Ele faz as coisas todas com um único propósito: beneficiar a si mesmo. Não vê nada pelos olhos dos outros e não é uma pessoa maleável, já que sempre que toma uma determinada decisão não deixa que ninguém faça sua cabeça.
Hard não conhece suas fraquezas, e se as tem, as mantém guardadas em um local bem fundo de seu ser.
Hannibal é alguém que tem seus sentimentos pelas pessoas em grande escala, apenas deixa transparecer por trás da casca indiferente que ele nutre no seu dia a dia o seu verdadeiro eu, quando a hora do expurgo chega.

— História :
Desde que seus familiares foram mortos, Hannibal sempre vivera em busca daquilo que o satisfizesse. Viveu em Abu Dhabi trabalhando como representante da empresa Oxycer, uma companhia de negócios internacionais nos emirados árabes. Desde cedo teve ciência sobre como deveria portar-se diante de todas as situações possíveis, já fez negócio com todos os tipos de pessoas, se envolveu com todos os tipos de façanhas pra ganhar dinheiro e afins.
Hannibal se tornou um expurgador no auge de sua mocidade, quando tinha lá seus dezenove anos, conhecera por tempos os ideais islâmicos antes de fazer uma negociação com um indivíduo que supostamente seria um terrorista e passou a estudá-los com veemência, vendo como poderia aproveitá-los. Eis que ele decide se juntar ao estado islâmico e fazer parte durante um ano inteiro de sua vida, apenas pra estudar o modo de vida e o que essas pessoas que alegavam fazer o que faziam tudo em nome de sua religião e de seus ideais.
Hard, em seu senso comum, achou aquilo tudo muito exasperado, essa de mandar recados, de gravar assassinatos, muito exposto. Era parte de sua cultura seguir os ideais muçulmanos, não necessariamente os extremistas, mas como Hard é uma pessoa que vive pelas experiências que coleta, ele achou que poderia ser interessante, e de fato, foi. Então, quando aprendeu tudo o que achou necessário, Hannibal acabou por constituir o seu próprio modelo do que era a religião e do tipo de pessoa que ele deveria ser pra conseguir viver nesse mundo. Adquiriu todo o conhecimento que poderia sobre armas e sobre como manuseá-las, e quando o expurgo foi tido como algo significativo, Hannibal soube que essa era a hora mais oportuna pra botar seu conhecimento em prática. Em sua primeira noite, muitas vítimas foram ao chão.


— Se você é um expurgador, quais armas pretende usar e quais armas sabe manusear bem? Irá expurgar acompanhado?
Arco e flecha, explosivos como um recurso de eliminação em massa e armas de calibre baixo, de preferência com silenciador. Irá expurgar sozinho.

— Você é contra ou a favor do expurgo? Justifique sua resposta.
A favor, completamente a favor. Hannibal diz que o mundo já tem gente demais, por ele, todos devem pagar pelas suas dívidas do modo certo. A terra precisa ser limpa de covardes que não assumem seus erros, ele apenas está fazendo seu trabalho.

— Religião:
As pessoas costumam rotulá-lo como Islâmico extremista por conta de seu histórico com explosivos e macetes que somente uma pessoa que esteve envolvida nesse meio consegue ter, contudo, Hannibal não possui uma religião, sua fé é volátil e pode ser moldada a cada nova coisa que ele aprende, considera-se portanto, apenas um credor de uma força maior.

— Medos/Fobias:
O medo é algo relativo para si. A única coisa que ele lembra-se de por alguma vez ter tido medo, foi de ser observado durante tempo demais. Ele não gosta de olhos sobre si e se sente profundamente incomodado quando o fazem.

— Gostos e desgostos :
➡ Atirar.
➡ Fumar.
➡ Aprender sobre as mais variadas coisas, Hard gosta de se mostrar experiente.
➡ Silêncio.
➡ Fazer o que tem de fazer sem ser atrapalhado.

✖ Perder.
✖ Ser observado.
✖ Ser contrariado.
✖ Ser subestimado.
✖ Se sentir submisso a qualquer coisa.
— Vícios/Manias :

✰ Antes de cometer qualquer atrocidade durante o expurgo, Hard repete para si mesmo o seguinte mantra proferido em latim: ''Venemur qui nos persequitur.'' (nós caçamos aqueles que nos caçam.)

— Ciente de que o expurgo é um período anual de 12 horas no qual todo e qualquer crime é permitido, então seu personagem correrá riscos de morrer a qualquer instante?
Ciente, mas eu quero vê ele matando também por obséquio!

— Informações adicionais?
Não acho que seja algo estritamente necessário de ser colocado aqui, mas Hannibal tem tendências a psicopatia, o mais próximo de um sentimento de empatia que ele teve por alguém foi por Minki, o seu patrão dos tempos em que trabalhou na empresa. Mas ele tem isso apenas como um lapso de memória. Pois até então, não se lembra da última vez em que foi alguém bom.




• FICHA [♡\\]

— Nome completo:
Blake Jung.

— Idade:
Vinte e um anos.

— Nacionalidade:
Coreano.

— Orientação sexual:
Bissexual.

— Aparência:
[jeongguk]


— Personalidade:
Um tipo de pessoa que é decidida demais. Persiste até o último minuto pra alcançar seus objetivos. Tem um raciocínio muito lógico e é sempre muito preciso em suas respostas. É um garoto que não tem facilidade pra esconder quando algo o descontenta. Você sempre sabe quando ele está chateado e isso já o prejudicou muitas vezes visando o que ele faz. É uma pessoa extremamente controlada. Não fica bravo praticamente nunca ou tem surtos repentinos de mudanças de humor. Sabe se esconder como ninguém e tem ótimos reflexos com o que existe ao seu redor. Se você solicita por um serviço de Blake na noite de expurgo, tenha ciência de que se você atrasar em seu pagamento, você será a próxima vítima. A última coisa no mundo que você vai conseguir e passar a perna nesse garoto. Ele é discreto quanto ao que faz, mesmo que todos saibam de sua fama por aí, ninguém sabe cem por cento do que acontece. Blake presta serviços, teve de aprender desde muito cedo como manusear armas e por isso com a sua pouca idade já é um exímio atirador. Durante o ''dia da limpeza'' ele sempre está presente, porque aparentemente, as pessoas tem mais inimigos do que ele pode contar. Mas ele não reclama, nem tampouco faz perguntas, o dinheiro cai em sua conta e o tiro na cabeça de sua vítima é garantido. Não é como se ele fosse um desalmado, apenas faz o que faz pra sobreviver. Ele não é a pessoa mais falante do mundo, dificilmente você verá ele com uma expressão alegre te convidando pra um café, ele é um pouco quieto, é mais observador e pensante. Alguns dizem que Blake é uma enciclopédia sobre pessoas, pois ele conhece a maioria das pessoas da cidade e tem pelo menos uma história pra contar sobre elas. Ele segue a clássica regra de que se você quer se dar bem você precisa estar sempre um passo a frente, por isso ele toma muito cuidado com as pessoas que parecem estar dois a mais. Ele é do tipo que não se mete em discussões alheias, nem tenta impedi-las. Em sua opinião, o mundo está se dizimando sozinho, as pessoas serem ruins é só uma parte do processo.

— História:
Com o falecimento da mãe, Blake passou a morar com o pai, que era um traficante e fazia negócios na Argentina. Constantemente, Blake era arrastado junto do mais velho para lugares completamente inapropriados para crianças de sua idade, tais como periferias a onde constantemente aconteciam tiroteios, cassinos repletos de drogas, ou até mesmo em sua casa a onde seu pai costumava fechar negócios. Ele cresceu tendo tudo isso como rotina, vendo tudo o que acontecia e sendo instruído sobre como e o que deveria fazer para matar alguém, pelo pai e pelos próprios mafiosos que vinham até o mesmo em busca de drogas. Por conta de viver em um ambiente como esse, constantemente rodeado por tiros, Blake perdeu parcialmente a audição do seu ouvido direito, por isso se obrigou a melhorar seus reflexos e treinar todo o seu corpo pra sentir quando algo está errado. O pai do garoto morreu durante uma negociação aos seus quinze anos, foi quando ele começou a fazer o que descobriu ser bom.


— Se você é um expurgador, quais armas pretende usar e quais armas sabe manusear bem? Irá expurgar acompanhado?
Todo o tipo de arma branca ou arma de fogo torna-se letal em suas mãos, é muito competente com ambas, e se sai bem em combate corporal também. Durante seu trabalho, ele prefere não estar acompanhado, mas depois disso, quem sabe?

— Você é contra ou a favor do expurgo? Justifique sua resposta.
A favor. Afinal, ele precisa tirar seu sustento de algum lugar sem ter que ir pra prisão por isso.

— Religião:
Blake acredita que Deus tem coisas mais importantes para fazer do que se preocupar com as pessoas na terra. É agnóstico.

— Medos/Fobias:
Não suporta lugares fechados, de forma alguma.
Não suporta também pessoas que se intrometem em seus assuntos e matam suas vítimas antes dele.

— Gostos e desgostos :
➡ Ganhar dinheiro.
➡ Ler.
➡ Saber coisas sobre as pessoas.
➡ Observar as atitudes dos outros.
➡ Já disse ganhar dinheiro? Pois é, ele gosta muito.

✖ Pessoas que se acham muito espertas.
✖ Barulho.
✖ Drogas.
✖ Grilos.
✖ Insetos em geral.

— Vícios/Manias :
☆ Quando não sente interesse em um assunto, Blake simplesmente desliga o aparelho que usa em seu ouvido e não faz questão alguma de escutar o que a pessoa diz, embora ainda entenda alguma coisa com o seu ouvido bom.

— Ciente de que o expurgo é um período anual de 12 horas no qual todo e qualquer crime é permitido, então seu personagem correrá riscos de morrer a qualquer instante?
Ciente, mas morrer eh uma merda e ele só faz os corre dele pra ganhar dinheiro.

— Informações adicionais?
Blake odeia qualquer tipo de relação com droga, até mesmo cigarros, pois seu pai era usuário de todas elas e ele não gosta muito de se lembrar disso.





• FICHA [♡\\]

— Nome completo:
Konan Jihong

— Idade:
Dezoito anos.

— Nacionalidade:
Chinês.

— Orientação sexual:
Panssexual.

— Aparência:
[yifan]


— Personalidade:
Konan é o engraçadinho, aquele que sempre tem uma piada de brinde pra toda situação. Não é a pessoa mais discreta do mundo, talvez nem a mais rápida também, porém você não vai achar alguém mais simpático e de bom coração do que o rapaz. Ele é aquele que proporcionará alivio cômico em momentos ruins e que você pode ir falar com ele sempre que ele terá uma boa resposta pra te dar. Discutir com alguém como Konan é algo que sem dúvidas te deixará sem chão mais tarde, o garoto não pega leve quando você tenta folgar em cima dele. Konan sempre está de bom humor, é preciso muito mais do que uma ofensa para deixá-lo puto. Apesar de seus 1,87 de altura, é um garoto muito gentil e sempre faz o que pode pelas outras pessoas. Konan é carismático ao extremo e as pessoas sabem disso, isso faz com que ele crie muitas pessoas que não gostam de si em seu círculo social, mas ele não liga, pois não tem culpa se ele é o melhor do baile. É agradável, mas não se deixe enganar pelo bom moço, ele é muito rancoroso quando quer e muito vingativo também. Konan precisa de muito para ser provocado, mas uma vez que é feito, esqueça, você nunca mais vai falar com ele outra vez. Ele guarda muita mágoa. É um pouco imprudente as vezes, mas não tende a confiar na sorte. O garoto nunca, mas, mesmo nunca, perde uma oportunidade para estar calado, porque se considera muito honesto e frontal, e fica dando opinião sobre tudo, não se importando se foi pedida ou não. Julga-se muito criativo diante de situações difíceis. Orgulha-se da sua personalidade forte e da sua sinceridade, de se negar que ele seja oportunista, e que as vezes, esconda suas reais intenções por trás da carinha de bom moço e do sorriso simpático. Sempre focado em seus objetivos, não deixa que passem por cima dele nunca e sempre tenta estar um passo a frente, o que por conseguinte acaba prejudicando-o e fazendo com que ele aprenda com seus erros sucessivamente.

— História:
Konan mora com os avós sitiantes por motivos de que não tem um bom relacionamento com a mãe e nem com o pai. O garoto é emancipado, porém por insistência dos mais velhos, aceitou o convite para morar com estes. O avô é um pouco pirado, sempre criando novas teorias para o fim do mundo e passa o dia vendo vídeos sobre os iluminatis desde que aprendeu a mexer no youtube. A avó é enfermeira, insiste para o menino ir trabalhar com ela mas acontece que Konan sonha em ser veterinário. O garoto leva uma vida tranquila vivendo em um lugar pacato com os dois. Apesar de achar tedioso em grande maioria das vezes, ele gosta da vida que leva lá e não deixará os velhos tão cedo, pelo menos ele espera.

— Se você não é um expurgador, como irá se proteger no período do expurgo?
Por ser surtado em teorias, o avô de Konan construiu desde antes dele nascer um bunker (abrigo subterrâneo.) embaixo da terra com dez ônibus que não funcionavam mais por onde corre água corrente e tem eletricidade. Ou seja, durante o expurgo ele ficará debaixo da terra junto do avô e da avó no abrigo que supostamente era pra sustentar-se enquanto o mundo estivesse acabando.

—Você é contra ou a favor do expurgo? Justifique sua resposta.
Não tem nada contra quem pratica, até tem amigos que fazem isso, agora vir com esse papo de matar ele aí já é outra história.

— Religião:
Budista.

— Medos/Fobias:
Tem um medo absurdo de locais muito fundos e escuros a onde não é possível ter uma noção de onde é o fundo. De altura também.

— Gostos e desgostos :
➡ Pintar o cabelo. (Ele nunca para com uma cor fixa.)
➡ Cantar.
➡ Pessoas que riem de suas piadas mesmo que sejam ruins.
➡ VIVER, ELE GOSTA MUITO DE VIVER.
➡ Suco de limão.

✖ Cobras.
✖ Lugares escuros.
✖ Lugares altos.
✖ Religiosos fanáticos.
✖ Música alta.

— Vícios/Manias :
✩ Konan gosta muito de escrever. Qualquer coisa que venha em sua cabeça ele escreve, seja em um bloco de notas ou mesmo no seu celular.

— Ciente de que o expurgo é um período anual de 12 horas no qual todo e qualquer crime é permitido, então seu personagem correrá riscos de morrer a qualquer instante?
Tô ciente. Mas vou ficar muito triste se ele morrer.

— Informações adicionais?
A relação de Konan com os pais só tende a piorar, a mãe é prostituta e o pai é ausente, por isso eles praticamente não se falam e ele não gosta de tocar no assunto.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...