~potatodobear

potatodobear
Kélover e Stockie.
Nome: Mrs. Tomlinson/ Karolina/ Karolzinha/ Karol/ Lalol/ Lina/ Lally/ Kah
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Santos, São Paulo, Brasil
Aniversário: 20 de Setembro
Idade: 18
Cadastro:

Amor Inexplicável


Postado

Amor Inexplicável

Eu ainda me recordo bem de como foi fácil me apaixonar por cinco estranhos, como foi fácil amar os integrantes da One Direction. Mas também me recordo mais ainda de como foi difícil e um tanto que “diferente” escutar todas as críticas vindo de “amigos” e família, alguns me chamando de iludida, outros dizendo de eu era idiota, outros diziam que eu era sonhadora demais e alguns diziam que eu era apenas uma menininha boba, e então eu percebi que ninguém ali me entendia... Pois ninguém ali entendia esse sentimento, e sejamos sinceros, acho que eu também não entendia... Eu só sabia que eu os amava e sabia que era o amor mais verdadeiro e mais puro que alguém pode sentir em toda uma vida. Meus amigos e famílias que me julgavam acabaram por se acostumar com esse meu amor quase doentio. Se acostumaram, mas nunca entenderam... Acho que nem tentaram entender e nunca vão tentar entender. E assim como eles se acostumaram com esse meu amor eu me acostumei a ser julgada. Porém, meu amor por eles é tão grande, tão especial, que eu aprendi a fechar o ouvido para as opiniões alheias. Eles nunca vão saber o quanto é bom amar alguém assim... Amar alguém que você nunca viu pessoalmente, nunca abraçou, alguém que nem sabe de sua mera existência no mundo. E são por essas razões que eu sei que meu amor por eles é real, puro, verdadeiro, etc. Meu sonho é um dia conhecê-los... E meu outro sonho é que um dia o mundo abra a sua mente e perceba o quão idiotas estão sendo ao me julgar, ao julgar as Directioners. Não tenho vergonha de amá-los, assim como não tenho vergonha de chorar por eles toda noite no meu quarto olhando para os posters e pensando como deve ser bom abraça-los, como deve ser bom estar em seus braços, sentir o cheiro do perfume deles... Fico imaginando essas coisas porque eu sei que quando eu abraçar eles eu conseguirei entender que todas as coisas pela qual eu passei eram só fases, cada vez que briguei com alguém por eles, chorei por eles, tudo isso irá “sumir”... E eu irei entender que para se realizar um sonho é preciso lutar por esse sonho, vencer as barreiras. Os estranhos por quem eu me apaixonei já não são mais estranhos pra mim.

Escutando: Night Changes <3
Lendo: Tormenta <3

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...