~qKaruraUchiha

qKaruraUchiha
Nome: Raquel
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Tome-Acu, Pará, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Quero ser mãe.


Postado

Quero ser mãe.

Ainda lembro o dia em que meu pai chegou a casa e disse a todos que tinha três filhos com nossa empregada e mais seis na rua com outras três mulheres diferentes, eu estava namorando escondido com o filho mais velho dá nossa empregada, eu quase perdi a virgindade com meu irmão.
Tudo ficou de cabeça para baixo, minha mãe entrou em depressão e teve anorexia, meu irmão se tornou um alcoólatra quase irrecuperável, e eu escondi meus sentimentos de todos para não trazer mais problemas, minha irmã mais velha resolveu ser a ovelha branca e se formou em psicologia.
Nessa época eu conheci Ellen Cristina uma amiga que me acolheu, me entendeu, me estendeu uma mão antes que eu acabasse com tudo, guarda tudo dentro de si e a pior escolha que alguém pode fazer babys, por que você sufoca.
Nós acabamos nos relacionando, isso afastou completamente a minha família de mim, minha mãe não olhava na minha cara, não falava comigo, a gente sentava-se à mesa e ela ficava olhando o lugar vazio do meu pai, o lugar vazio do meu irmão, e tocava na mão da minha irmã, fingindo que eu não estava ali.
A Cris foi embora pra Brasília, mas eu continuei me relacionando com outras mulheres, cheguei à corta o cabelo bem curtinho, usar roupas masculinas, foi nesse tempo que ela não aguentou e disse: ou virá mulher ou rua.
Ela era minha mãe, por que ela não me entendia? Ela não me amava, eu fiquei mal, depois um amigo muito querido faleceu de HIV e outro tirou a própria vida por fanatismo religioso, eu me senti perdida, engatei um relacionamento a três, dois homens e eu, loucura?! Talvez! Mas eu era feliz, até que resolvi vazar, montei uma banda de rock e conheci o Yan.
Durante todo o nosso namoro eu não contei nada pra ela, eu sentia falta dela, do tempo que éramos mãe e filha, mas eu não conseguia esquecer a sua feição de raiva gritando um RUA! Bem alto para todos os vizinhos ouvirem.
Quando me casei ela apareceu na igreja e eu não consegui perdoa-la, hoje ela está melhor, já consegue se alimentar direito, faz tratamento psicológico continuo, mas nosso relacionamento nunca mais será o mesmo.
Eu sei que ninguém espera ter um filho gay ou lésbica, e menino ou menina, mas ninguém pede pra ser gay ou lésbica, acontece, aconteceu, e eu sei o peso da rejeição.
Eu quero ser mãe, eu quero cobrir o meu bebê com todo o meu amor, quero que ele saiba que eu o amo, e que nada absolutamente nada pode tirar o amor dele, que nenhuma escolha vai mudar o que sinto, que o mundo pode faze-lo chorar, nos meus braços ele encontrará descanso, um ombro, um aconchego, se o Yan não entende-lo, mas a mamãe nunca lhe faltará.
E duro quando chega o mês de maio, mas também me nasce a esperança sempre que eu penso em ter o meu bebê.
Mas é claro que o sol vai voltar amanhã /Mais uma vez, eu sei
Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã/ Espera que o sol já vem
Tem gente que está do mesmo lado que você
Mas deveria estar do lado de lá/ Tem gente que machuca os outros
Tem gente que não sabe amar/ Tem gente enganando a gente
Veja a nossa vida como está/ Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar
Confie em si mesmo/ Quem acredita sempre alcança
Mas é claro que o sol vai voltar amanhã
Mais uma vez, eu sei/ Escuridão já vi pior, de endoidecer gente sã
Espera que o sol já vem
Nunca deixe que lhe digam que não vale a pena
Acreditar no sonho que se tem
Ou que seus planos nunca vão dar certo/ Ou que você nunca vai ser alguém
Tem gente que machuca os outros/ Tem gente que não sabe amar
Mas eu sei que um dia a gente aprende
Se você quiser alguém em quem confiar/ Confie em si mesmo
Quem acredita sempre alcança...
Quem acredita sempre alcança...

Mais uma vez - Renato Russo.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...