~carp

carp
Aaron Girl
Nome: Meu nome é julia
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Recife, Pernambuco, Brasil
Aniversário: 6 de Outubro
Idade: 18
Cadastro:

Just Die.


Postado

Just Die.

- Perdedora – sussurrou a voz na minha mente
- Balofa, baleia, saco de areia!! – gritaram meus colegas de classe . Seus risos histéricos, me assustavam, me causavam pesadelos.

Eu estava arfando de tanto correr deles. Ele me perseguiam. Eles e Elas.
- Para! Para! – gritei para eles. Para todos eles.
Perdedora, feia, puta, cachorra, eles sabem o que você fez. Sua piranhazinha. Eles sabem que você com essa idade não é mais virgem. E não me venha culpar seu pai, você quis dar pra ele.
- Não! Eu não quis! Ele me obrigou! – gritei em voz alta para todos.
Cale esta maldita boca, sua idiota, volte a se cortar, tente suicídio , porque toda essa merda é culpa sua! – desta vez ela gritou, a voz não faz coisas boas quando grita.
Voltei a correr. Mas agora em direção a minha casa.
- Puta! Puta! – eles gritavam e batiam palmas- Puta! Puta! – eles não voltaram a correr atrás de mim, mas continuavam gritando coisas feias de mim.
Puta, puta, puta, puta, puta, puta, puta, puta. – ela dizia.
- PARE, ESTOU CANSADA.
SE MATE, SUA COVARDE, É ISSO QUE VOCÊ É! COVARDE. – gritou ela.
Corri para o banheiro e peguei uma gilette.
Isso, isso, alivie-se . – falou mais suave.
Fiz um corte e a voz cessou. Instantes depois ela voltou a falar e a gritar.
OUTRO, OUTRO! SUA IMBECIL.
Fiz outro e mais outro, mas cometi um erro, ela foi além do que eu queria mas a voz tinha se esvaído por completo, ela tinha ido embora. Deitei-me no chão e esperei a escuridão me calar por completo. Esperei pelo fim.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...