~ElizabethJules

ElizabethJules
Mortified
Nome: Elizabeth Jules
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 4 de Julho
Idade: 19
Cadastro:

Mario Quintana


Postado

Mario Quintana

Olá meus leitores!

É com muito orgulho que escrevo o meu primeiro jornal aqui no SS sobre Mario Quintana, que é uma grande referência em literatura pra mim.

Ele foi um brasileiro memorável, grande poeta, acima de tudo pensador e escritor, dentre outras muitas funções as quais ele desempenhava excelentemente. Uma grande personalidade e intelecto, seja para escrever sobre as coisas mais simples ou mais complexas, ele escrevia com muita verdade e isso é notável a cada palavra de suas obras; que tem um impacto imenso sobre a minha vida e de muitas pessoas até hoje.

Aqui seguem alguns dos poemas, citações e frases dele que eu particularmente mais gosto e espero que vocês gostem também e se interessem por ler mais sobre.

Aproveitem!

1- Bilhete

Se tu me amas, ama-me baixinho
Não o grites de cima dos telhados
Deixa em paz os passarinhos
Deixa em paz a mim!
Se me queres,
enfim,
tem de ser bem devagarinho, Amada,
que a vida é breve, e o amor mais breve ainda...

2- Quando alguém pergunta a um autor o que este quis dizer, é porque um dos dois é burro.

3- A amizade é um amor que nunca morre.

4- Das utopias

Se as coisas são inatingíveis... ora!
Não é motivo para não querê-las...
Que tristes os caminhos, se não fora
A presença distante das estrelas!

5- Dizes que a beleza não é nada? Imagina um hipopótamo com alma de anjo... Sim, ele poderá convencer os outros de sua angelitude - mas que trabalheira!

6- Do amoroso esquecimento

Eu, agora - que desfecho!
Já nem penso mais em ti...
Mas será que nunca deixo
De lembrar que te esqueci?

7- Procures me amar quando menos mereço, pois é quando mais preciso.

8- Maravilhas nunca faltaram ao mundo; o que sempre falta é a capacidade de senti-las e admirá-las.

9- Não importa saber se a gente acredita em Deus: o importante é saber se Deus acredita na gente...

10- Tão bom morrer de amor! e continuar vivendo...

11- Quem Sabe um Dia

Quem sabe um dia
Quem sabe um seremos
Quem sabe um viveremos
Quem sabe um morreremos!

Quem é que
Quem é macho
Quem é fêmea
Quem é humano, apenas!

Sabe amar
Sabe de mim e de si
Sabe de nós
Sabe ser um!

Um dia
Um mês
Um ano
Um(a) vida!

12- Poeminha do contra

Todos estes que aí estão
Atravancando o meu caminho,
Eles passarão.
Eu passarinho!

13- O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso.

14- O passado não reconhece o seu lugar: está sempre presente...

15- A arte de viver é simplesmente a arte de conviver... simplesmente, disse eu? Mas como é difícil!

16- Da discrição

Não te abras com teu amigo
Que ele um outro amigo tem.
E o amigo do teu amigo
Possui amigos também...

17- Se me esqueceres, só uma coisa, esquece-me bem devagarinho.

18- As indagações

A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas.

19- No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as únicas
que o vento não conseguiu levar:
um estribilho antigo
um carinho no momento preciso
o folhear de um livro de poemas
o cheiro que tinha um dia o próprio vento...

20- Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente ... e não a gente a ele!

21- Sonhar é acordar-se para dentro.

22- Sempre me senti isolado nessas reuniões sociais: o excesso de gente impede de ver as pessoas...

23- Amor
Quando duas pessoas fazem amor
Não estão apenas fazendo amor
Estão dando corda ao relógio do mundo

24- Melancolia
Maneira romântica de ficar triste.

25- Simultaneidade
- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver!
- Você é louco?
- Não, sou poeta.

26- Dupla delícia

O livro traz a vantagem de a gente poder estar só e ao mesmo tempo acompanhado.

27- Quiseste expor teu coração a nu.
E assim, ouvi-lhe todo o amor alheio.
Ah, pobre amigo, nunca saibas tu
Como é ridículo o amor... alheio!

28- Vale a pena viver - nem que seja para dizer que não vale a pena...

29- Só se deve beber por gosto: beber por desgosto é uma cretinice.

30- Se alguém te perguntar o que quiseste dizer com um poema, pergunta-lhe o que Deus quis dizer com este mundo...

31- Se eu amo o meu semelhante? Sim. Mas onde encontrar o meu semelhante?

32- Os degraus

Não desças os degraus do sonho
Para não despertar os monstros.
Não subas aos sótãos - onde
Os deuses, por trás das suas máscaras,
Ocultam o próprio enigma.
Não desças, não subas, fica.
O mistério está é na tua vida!
E é um sonho louco este nosso mundo...

33- Do bem e do mal
Todos tem seu encanto: os santos e os corruptos.
Não há coisa na vida inteiramente má.
Tu dizes que a verdade produz frutos...
Já viste as flores que a mentira dá?

34- Não tem porque interpretar um poema. O poema já é uma interpretação.

35- Quem pretende apenas a glória não a merece.

36- Três amores... Quem me deu
Tão estranha sorte assim?
Três amores, tenho-os eu
E nenhum me tem a mim!

37- Sinônimos
Esses que pensam que existem sinônimos, desconfio que não sabem distinguir as diferentes nuanças de uma cor.

38- Se um poeta consegue expressar a sua infelicidade com toda a felicidade, como é que poderá ser infeliz?

39- Se um poeta consegue expressar a sua infelicidade com toda a felicidade, como é que poderá ser infeliz?

40- Mas que susto não irão levar essas velhas carolas se Deus existe mesmo...

41- A indulgência é a maneira mais polida de desprezar alguém.

42- O ruim dos filmes de Far West é que os tiroteios acordam a gente no melhor do sono.

43- As pessoas não se precisam, elas se completam... não por serem metades, mas por serem inteiras, dispostas a dividir objetivos comuns, alegrias e vida.

44- Não quero alguém que morra de amor por mim. Só preciso de alguém que viva por mim, que queira estar junto de mim, me abraçando.

45- Com o tempo, você vai percebendo que, para ser feliz, você precisa aprender a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

46- Se eu pudesse, pegava a dor; colocava a dor dentro de um envelope e devolvia ao remetente.

47- O segredo é não correr atrás das borboletas... É cuidar do jardim para que elas venham até você.

48- Viver é acalentar sonhos e esperanças, fazendo da fé a nossa inspiração maior. É buscar nas pequenas coisas, um grande motivo para ser feliz!

49- O que mata um jardim não é o abandono. O que mata um jardim é esse olhar de quem por ele passa indiferente. E assim é com a vida, você mata os sonhos que finge não ver.

50- [Do Bem o do Mal]

No fundo, não há bons nem maus. Há apenas os que sentem prazer em fazer o bem e os que sentem prazer em fazer o mal. Tudo é volúpia...

51- Na convivência, o tempo não importa. Se for um minuto, uma hora, uma vida. O que importa é o que ficou deste minuto, desta hora, desta vida.

52- Não deixe de fazer algo que gosta devido à falta de tempo; a única falta que terá, será desse tempo que infelizmente não voltará jamais.

53- Há 2 espécies de chatos: os chatos propriamente ditos e os amigos, que são os nossos chatos prediletos.

54- Permita-se rir e conhecer outros corações. Aprenda a viver, aprenda a amar as pessoas com solidariedade, aprenda a fazer coisas boas, aprenda a ajudar os outros, aprenda a viver sua própria vida.

55- Nos foram dadas duas pernas para andar, as duas mãos para segurar, dois ouvidos para ouvir, dois olhos para ver; mas por que só um coração? Porque o outro foi dado a alguém para nos encontrar.

56- O amor só é lindo, quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.

57- A ironia atinge apenas a inteligência. Inútil desperdiçá-la com os que estão longe do seu alcance. Contra estes ainda não se conseguiu inventar nenhuma arma. A burrice é invencível.

58- Quem não compreende um olhar, tampouco compreenderá uma longa explicação.

59- Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.

60- Não prende, não aperta, não sufoca. Porque quando vira nó, já deixou de ser laço.

61- Espalhe que o amor não é banal. E que, embora estejam distorcendo o sentido verdadeiro dele nos tempos modernos de hoje, ele existe.

E para terminar, Mario Quintana sobre ele mesmo:

E agora pedem-me que fale sobre mim mesmo. Bem! eu sempre achei que toda confissão não transfigurada pela arte é indecente. Minha vida está nos meus poemas, meus poemas são eu mesmo, nunca escrevi uma vírgula que não fosse uma confissão.
― Mario Quintana

Obrigada a todos que leram.
Beijos e até o próximo.
E.B


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...