~Leutnant

Leutnant
Escritora Aposentada
Nome: Escritora Aposentada
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Always


Postado

Always

Eu não sei dizer o que sinto, eu não sei dizer quem sou, não sei dizer se algum dia vou conseguir superar o que sinto, se algum dia vou conseguir olhar friamente para isto tudo e compreender com a maturidade necessária para alguém da minha idade, que você acolheu a morte como uma velha amiga. Estava preparada para tudo, mas não para isso, não para você, nunca estive. Nunca estive preparada para o que você fez em mim, o como me transformou por uma interpretação tão impecável, o como guia cada linha que escrevo sempre, como meus personagens são puramente você, como eu sou puramente você, pois foi isso o que sempre fui, uma tentativa de cópia sua, o tamanho de minha admiração por você e seu trabalho beira o obsessivo, o doentio, mas nunca me importei em explicar isso aos demais, ninguém jamais entenderia. Eu vi centenas de filmes por sua conta, eu o vi ser um infame juiz, o vi ser uma lagarta, um anjo, um aristocrata, empresário, bruxo.
Sua vida pessoal sempre foi mais do que um exemplo a todos, sempre disse que jamais me casarei pois você já tinha dado se coração a outra pessoa, e por 50 anos tenho certeza de que ela foi mais do que feliz nesta terra, pois você, sempre tão generoso, não a fez ser uma criatura pública e inútil, pelo contrário, a deixou seguir sua vida como economista, como estudiosa, como uma pessoa comum, como tantas vezes você mesmo se descreveu, como sendo um homem comum, mas meu amor, jamais fostes comum, nem que assim o quisesse, conseguirias, pois teu brilho, teu exemplo, tua garra, cordialidade, generosidade, caráter, sempre foram sua marca registrada, talvez não tão marcante fisicamente como sua voz, mas reluziam em você a cada nova declaração, a cada nova entrevista, novo vídeo publicado.
Sofro sem saber o que fazer, sem saber qual passo dar, sem saber como vai ser daqui em frente, como serão as conversas sobre o ‘muso’ como em nosso grupo lhe chamávamos, sem poder rir de como eras noivo há quase 50 anos, como riamos quando Rima finalmente havia conseguido arrastar-te para o altar, em uma cerimonia secreta em NY ano passado, tolas fomos por não perceber que algo estava muito errado, mas mesmo com tudo tão errado, pensaste nos demais antes de ti mesmo, e enfim se casara. Sofrerei a cada vez que ouvir sua voz, a cada vez que qualquer coisa me lembrar de Harry Potter, a cada vez que utilizar meu cosplay de Narcissa Malfoy, lembrarei de você. Lembrarei de você a cada vez que for irônica e sarcástica a ponto de novamente ser chamada de sra Snape, lembrarei a cada nova linha que, se algum dia conseguir escrever, irei criar, a cada nova vez que pensar em Alegra Kuster, lembrarei de como ela é você, como ela tentou ser você, pois você sempre foi mais do que apenas um personagem, ou um ator, mais do que um ser humano qualquer, não tenho palavras para lhe descrever, para tentar ao menos imaginar que isso é uma homenagem póstuma, não aceito, ainda espero que irás dar um fim a morte como você disse que faria, que irá ressurgir dizendo que isso tudo não passa de especulação, que os jornais estão infestados de trouxas sem pudor ao destilarem vosso veneno em publicações imundas. Volte como em tantas fanfics vimos Snape retornar, como o bezoar estava em seu sistema e que tudo não havia passado de encenação. Volte e cure meu coração despedaçado, minha mente perturbada e caminho sem sentido, sem esperança. Volte e traga a alegria de volta a minha alma, o sorriso de volta a meu rosto, sua inestimável presença, de volta a nosso mundo. Volte e faça do mundo um local melhor como você sempre fez.Volte e expulse o dementador que fez morada em minha frente. Volte e me faça ver que isso tudo não passa de um filme de horror, com o qual estou tento recorrentes pesadelos. Eu te amo Alan, todos nós te amamos, e sempre iremos amar-te, sempre e sempre, mesmo depois de todo esse tempo, sempre.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...