~raullelo

raullelo
Sou estranho
Nome: Raul giupatto
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: São Sebastiao, São Paulo, Brasil
Aniversário: 12 de Julho
Idade: 15
Cadastro:

Isso é um texto longo e chato sobre mim, só ignora


Postado

eu quero desabafar, e no momento ninguém quer escutar, mas se alguém estiver lendo isso, não pense que ninguém me escuta, eu ja contei a minha vida varias vezes pra varias pessoas, e atenção, altas quantidades de auto odio e drama, eu sou basicamente um adolescente normal, objetivos de vida ? pegar meninas ? não, eu queria uma namorada pra ficar comigo pra sempre, mas eu não consigo manter um relacionamento por muito tempo, eu sou antissocial e tenho um grande medo de fala com as pessoas, eu sinto que estou sempre sendo julgado ou que as pessoas não se importam com o que eu estou falando e acabo ficando quieto, a maior parte do tempo que eu estou perto de alguém, é perto de alguém melhor ou intelectualmente ou socialmente, ou os dois, então eu acabo sempre me sentindo um merda, mas nem toda a minha vida é assim, tem momentos em que estou perto de pessoas do mesmo nivel ou nivel menor que eu, e são nesses momentos que eu sou um bosta, eu começo a me achar o melhor de todos, como se eu fosse um deus intocavel e mesmo assim tudo continua normalmente, até eu me afastar dessas pessoas e ficar sozinho, ai eu começo a pensar em como eu agi, e começo a me sentir um monstro, porque as vezes eu fico me achando um bosta e pensando que sou altruista por sempre querer ajudar os outros, quando chega a hora em que eu deveria ser legal, eu viro um idiota egoista, que é o tipo de pessoa que eu mais odeio, e eu continuo julgando os outros mesmo dizendo que eu me importo com a opinião de todos, eu tento fazer todas essas coisas pra poder me sentir superior, ajudar os outros, me importar com a opinião de todos, mas eu também sou um ser humano, eu estou constantemente querendo atenção, elogios e amor, mas a maior parte do tempo as pessoas estão me usando pra fazer piadas, que se fossem com outras pessoas eu riria, eu não vou mentir, mas ja que é comigo eu fico triste e só me isolo, mas a pior parte é quando eu tento ser inteligente engraçado ou qualquer coisa, e alguém me diz que não foi engraçado ou começa a rir ironicamente, ou me corrige dizendo outra coisa mais inteligente, em tudo que eu faço eu tento ser o melhor ou o unico, então eu acabo sendo muito invejoso, mas diferente da maioria, a minha inveja não leva a raiva, eu só me isolo, como em todas as outras situçaões ruins da minha vida, quando eu gosto de alguma coisa eu quero treinar muito, mas eu sou preguiçoso, e quando o que eu quero fazer sai sem qualidade eu só desisto, qualquer critica me derruba e me deixa sem confiança nenhuma, eu gosto de falar pra pessoas que eu tenho auto estima baixa e complexo de inferioridade, mas eu nunca fui ao psicologo, talvez eu esteja só me enganando, se eu realmente estivesse tendo uma vida ruim eu ja teria dito pros meus pais e pedido pra eles me levarem pro psicologo.
agora mudando completamente de assunto, eu ja pensei algumas vezes em ceu e inferno e esse tipo de coisa, profecias, isso tudo é interessante pra mim, mas eu não me importo de verdade com deus e essas coisas, eu sempre rezo porque me ensinaram assim, mas eu duvido constantemente do que me ensinaram, eu só não me importo muito, mas eu ainda tenho medo, de que tudo que eu fiz, mesmo que eu não tenha feito quase nada, só desapareça quando eu morrer, eu queria alguma coisa, talvez viver pra sempre, eu não quero chegar na vida adulta e não realizar meus sonhos e me arrepender de não ter me esforçado mais, "então porque você não se esforça agora ao inves de ficar se lamentando ?" alguém deve estar pensando ou talvez não, ja que o motivo disso aqui não é que alguém leia, é justamente que eu possa desabafar sem incomodar alguém, mas se alguém leu mesmo até aqui, vai saber que lá no fundo, esse texto era pra atrair atenção, mas o motivo de eu não me esforçar é simplesmente porque é dificil, eu quero poder crescer e ser um desenhista bom, ou que eu pelo menos possa desenhar tudo que eu tenha vontade de ver, mas eu acho que não vou conseguir ter habilidade suficiente, e muito menos criatividade, eu mando as minhas copias de desenhos dos outros de merda pras pessoas, só pra receber elogios, porque quase ninguém vai olhar e falar que merda, mas quando a pessoa me manda um desenho melhor de volta, eu fico com inveja, e por consequencia, triste, eu imagino porque a pessoa me humilhou daquele jeito, mesmo sabendo que provavelmente as outras pessoas que não sabem desenhar se sentiram do mesmo jeito quando eu mandei o desenho, e fingiram estar felizes por mim, eu converso com pessoas inteligentes e me sinto humilhado, e depois uso o que as pessoas inteligentes me disseram pra outras pessoas mais burras que eu pra me sentir melhor, eu conto a minha historia de vida como se eu realmente me sentisse triste por isso e as pessoas sentem pena de mim, quando elas não tem uma historia mais triste que a minha, ai as pessoas me contam e me dizem que se elas são felizes com vidas mais merdas que a minha, do que eu estou reclamando ? na verdade eu acho que a unica coisa que faz a minha vida ser uma merda, sou eu, a pessoa que me xinga, a pessoa que me faz não me esforçar, a pessoa que não se importa e só quer atenção, esse monstro egoista conhecido como raul, que para alguns nem egoista é, mas o que importa é o que eu penso de mim mesmo, como diriam as outras pessoas, " não liga pro que ele diz, só importa quem você acha que é, não o que ele acha que você é", mas agora eu finalmente cheguei na melhor parte, meus pais, na verdade é mais a minha mãe, ela e meu padrasto tem altas expectativas pra mim, expectativas que eu nunca vão alcançar, eles falam dos desejos deles como se fossem os meus, dizem que eu nunca vou conseguir ser isso ou aquilo se eu n tirar notas boas, ou que eu tenho que trabalhar pro estado pra receber plano de saude, eu sei que minha situação não é nem de perto tão ruim quanto a de outras pessoas, mas não tem como não ficar ressentido depois de sua mãe dizendo que você não vai ser o que você quer ser só por causa de algumas notas ruins da escola, e sim, isso aconteceu exatamente assim, mas pelo menos a minha mãe conseguiu o que ela queria, eu não tirei mais notas baixas em portugues ou matematica e eu desisti daquele sonho idiota de ser dublador, parabens mãe, você conseguiu o que queria, só não completamente, infelizmente pra ela, eu não vou ser um engenheiro ou um medico importante, eu quero ser um designer grafico, " mas isso hoje em dia é otimo, traz muito dinheiro", mas eu não quero ser um verdadeiro designer grafico, eu quero ser um storyboarder, ou seja criar storyboards de animação, ou talvez se eu não conseguir achar animações no brasil e nem me mudar pros eua, isso é claro assumindo que eu seja bom o suficiente pra alguém sequer cogitar a possibilidade de me contratar, eu viraria uma dessas pessoas que desenha putaria na internet, claro que se eu desenhasse bem, algumas pessoa gostariam de mim, mas mesmo assim, eu seria condenado pela maior parte da sociedade, imagina só, aquele cara que ja não ia ser muito aceito pela sociedade por querer fazer parte da equipe de alguma animação, mas não só isso, além de gostar de desenhos e querer criar ou ajudar no desenvolvimento de uma animação, ele não conseguiu isso e agora é parte da escoria da humanidade desenhando imagens obscenas na internet, claro que esse não é meu pensamento, mas pelo menos eu acho que na sociedade as pessoas pensam assim, mas de uma coisa eu tenho certeza, não seria uma coisa muito boa se eu fizesse isso e revelassem o meu rosto pra todo mundo, imagina só o nojo de algumas pessoas ao olhar pra mim, e obviamente ja que ninguém iria querer ser julgado junto comigo, ninguém diria nada, e eu teria que aceitar as pessoas me chamando de nojento e esse tipo de coisa, mas eu viajei pro futuro distante, falei de sonhos esperanças e medos, eu acho que esse texto já é uma viajem completa pra minha mente auto depreciativa e estranha, para quelas pessoas curiosas como eu que sempre quiseram saber o que se passa na mente de outras pessoas, aqui esta o resumo mais perfeito sobre o que se passa na minha mente em momentos de fraqueza e tristeza, lembrando que, isso tudo é pra chamar atenção, então se alguém leu até aqui só ignora e tenta esquecer tudo, se alguém falar alguma coisa sobre esse texto, isso só vai acabar aumentando meu ego temporariamente e me fazer sentir importante por alguns minutos, mas alguém como eu não merece esse tipo de atenção, se alguém leu, provavelmente ficou triste, com pena, com nojo ou só ignorou, talvez tenha ficado um pouco feliz por não ter uma mente tão estranha e destrutiva, ou talvez me ache um merda por ficar pensando que a minha mente é uma merda, mas basicamente é isso


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...