Comentários Do Autor: Fiction More Than That (Capítulo 12 - Lights On Parte III)


Postado

De volta com mais um "comentários do autor", hoje falarei de mais um capítulo da minha história "More Than That", que é uma história onde o tio se apaixona pelo sobrinho e vice-versa. MAS se você está lendo este jornal sem ter lido a história antes, devo avisar que no texto abaixo, contém revelações sobre uma boa parte do enredo AKA Spoilers!



Desde o começo eu venho desenvolvendo essa história a partir de dois pontos de vistas: Nash (tio) e Logan (sobrinho). Os dois são os narradores da história e em alguns momentos, um interage com o outro, como se os dois estivessem conversando com o leitor. E era justamente isso que eu queria: A interação dos personagens através da narrativa como se os dois estivessem na frente do leitor discutindo e contando momentos da história deles. Esse estilo de narrativa manteve-se até agora. Foi quebrado porque senti a necessidade de Julia (filha de Nash) falar... Senti a necessidade de mostrar um pouco da história dos dois a partir de um terceiro ponto de vista, afinal de contas, desde o começo tem sido estranho para os dois esse relacionamento e como Julia descobre sobre esse relacionamento incestuoso, achei que seria necessário mostrar que é estranho interagir com pessoas da própria família que mantém esse tipo de relacionamento, mas que ao mesmo tempo é possível conviver com isso.



Na verdade, a personagem Julia, foi desenvolvida com este pensamento. Desde o começo eu vinha pensando numa forma de mostrar à todos que relacionamento desse tipo é estranho, mas que ao mesmo tempo é um relacionamento como qualquer outro e então eu tive a ideia mostrar dois pontos de vista. O problema foi que não achei que seria suficiente, então criei um personagem que conseguisse aceitar toda essa situação, foi quando introduzi Franky na história. O Franky é aquele amigo que aceita qualquer coisa desde que não perturbem ele. Mesmo com Franky na história, eu ainda não estava totalmente satisfeito, e quando aproximei Nash e Logan ainda mais a partir de uma mesma experiência traumática (pois ambos seriam pais no passado, mas a situação que envolvia cada um foi diferente), em minha mente surgiu Julia! A partir do capítulo "Panic", Julia seria uma constante inevitável e adorada na vida de Nash e por ser sua filha, acreditei que seria, pelo menos, melhor do que Franky para eu poder passar essa mensagem.



Eu gostei bastante de escrever esse capítulo. Me diverti em deixar Julia confusa e tive algumas ideias para que Marcus (um personagem não planejado, mas isso é história para outro jornal), pois gostaria que ele aparecesse mais. E como eu disse no jornal sobre o capítulo anterior, eu estava pensando em mudar algumas coisas na história e uma delas seria estender o número de capítulos. O que antes eu achava que teriam quinze capítulos, agora vejo que isso não será possível. A história tornou-se grande e complexa demais para terminar daqui a três capítulos, então resolvi estender para 25-30 capítulos, no máximo. Isso significa que ainda temos muita estrada pela frente e que preciso me esforçar mais.



Espero que vocês tenham gostado do capítulo e desse jornal (assim como espero não ter esquecido de mencionar algo -q). Até o próximo capítulo, galera!!

Sugestões, críticas, dúvidas e elogios são bem vindos. Seu feedback só ajuda a melhorar cada vez mais as histórias!!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...