~corallinus

corallinus
Kieran;;;
Nome: Valentim // h i a t u s
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Curitiba, Paraná, Brasil
Aniversário: 8 de Setembro
Cadastro:

~corallinus - Kieran;;;

— a person very sad;
— Zhang Yixing and Kim Jongdae trash;
— Every couple with Yixing or Jongdae;
Jusnaturalist (normal right);
beagle line Jongdae with @dechets and @icterine;

— Non-binary and pansexual;
— @chansooit team mod.
Good lies

Eai, vamo filosofa?

Postado

Vamos agregar um pouco de conhecimento?


"Não há necessidade de grelhas, o inferno são os outros". (Sartre, J. P.)


1)"Se possível, não devemos alimentar animosidade contra ninguém, mas observar bem e guardar na memória os procedimentos de cada pessoa, para então fixarmos o seu valor, pelo menos naquilo que nos concerne, regulando, assim, a nossa conduta e atitude em relação a ela, sempre convencidos da imutabilidade do caráter. Esquecer qualquer traço ruim de uma pessoa é como jogar fora dinheiro custosamente adquirido. No entanto, se seguirmos o presente conselho, estaremos a proteger-nos da confiabilidade e da amizade tolas.
Não amar, nem odiar, eis uma sentença que contém a metade da prudência do mundo; nada dizer e em nada acreditar contém a outra metade. Decerto, daremos de bom grado as costas a um mundo que torna necessárias regras como estas e como as seguintes.
Mostrar cólera e ódio nas palavras ou no semblante é inútil, perigoso, imprudente, ridículo e comum. Nunca se deve revelar cólera ou ódio a não ser por atos; e estes podem ser praticados tanto mais perfeitamente quanto mais perfeitamente tivermos evitado os primeiros. Apenas animais de sangue frio são venenosos.
Falar sem elevar a voz: essa antiga regra das gentes do mundo tem por alvo deixar ao entendimento dos outros a tarefa de descobrir o que dissemos. Ora, tal entendimento é vagaroso, e, antes que termine, já nos fomos. Por outro lado, falar sem elevar a voz significa falar aos sentimentos, e então tudo se inverte. Com maneiras polidas e tom amigável, pode-se falar grandes asneiras a muitas pessoas sem perigo imediato."(Schopenhauer, A.)


2)"Quanto menos comes, bebes, compras livros e vais ao teatro, pensas, amas, teorizas, cantas, sofres, praticas esporte, etc., mais economizas e mais cresce o teu capital. És menos, mas tens mais. Assim todas as paixões e actividades são tragadas pela cobiça." (MARX, K.)

3)"Há três espécies de cérebros: uns entendem por si próprios; os outros discernem o que os primeiros entendem; e os terceiros não entendem nem por si próprios nem pelos outros; os primeiros são excelentíssimos; os segundos excelentes; e os terceiros totalmente inúteis." (MAQUIAVEL, N.)

4)"SONETO LXXXVIII
Quando me tratas mau e, desprezado,
Sinto que o meu valor vês com desdém,
Lutando contra mim, fico a teu lado
E, inda perjuro, provo que és um bem.
Conhecendo melhor meus próprios erros,
A te apoiar te ponho a par da história
De ocultas faltas, onde estou enfermo;
Então, ao me perder, tens toda a glória.
Mas lucro também tiro desse ofício:
Curvando sobre ti amor tamanho,
Mal que me faço me traz benefício,
Pois o que ganhas duas vezes ganho.
Assim é o meu amor e a ti o reporto:
Por ti todas as culpas eu suporto." (SHAKESPEARE, W.)


5)"Influenciar uma pessoa é dar-lhe a nossa própria alma. O indivíduo deixa de pensar com os seus próprios pensamentos ou de arder com as suas próprias paixões. As suas virtudes não lhe são naturais. Os seus pecados, se é que existe tal coisa, são tomados de empréstimo. Torna-se o eco de uma música alheia, o ator de um papel que não foi escrito para ele. O objectivo da vida é o desenvolvimento próprio, a total percepção da própria natureza, é para isso que cada um de nós vem ao mundo. Hoje em dia as pessoas têm medo de si próprias. Esqueceram o maior de todos os deveres, o dever para consigo mesmos. É verdade que são caridosas. Alimentam os esfomeados e vestem os pobres. Mas as suas próprias almas morrem de fome e estão nuas. A coragem desapareceu da nossa raça e se calhar nunca a tivemos realmente. O temor à sociedade, que é a base da moral, e o temor a Deus, que é o segredo da religião, são as duas coisas que nos governam." (WILDE, O.)

6)"Que ingenuidade, que pobreza de espírito, dizer que os animais são máquinas privadas de conhecimento e sentimento, que procedem sempre da mesma maneira, que nada aprendem, nada aperfeiçoam! Será porque falo que julgas que tenho sentimento, memória, idéias? Pois bem, calo-me. Vês-me entrar em casa aflito, procurar um papel com inquietude, abrir a escrivaninha, onde me lembra tê-lo guardado, encontrá-lo, lê-lo com alegria. Percebes que experimentei os sentimentos de aflição e prazer, que tenho memória e conhecimento. Vê com os mesmos olhos esse cão que perdeu o amo e procura-o por toda parte com ganidos dolorosos, entra em casa agitado, inquieto, desce e sobe e vai de aposento em aposento e enfim encontra no gabinete o ente amado, a quem manifesta sua alegria pela ternura dos ladridos, com saltos e carícias. Bárbaros agarram esse cão, que tão prodigiosamente vence o homem em amizade, pregam-no em cima de uma mesa e dissecam-no vivo para mostrarem-te suas veias mesentéricas. Descobres nele todos os mesmos órgãos de sentimentos de que te gabas. Responde-me maquinista, teria a natureza entrosado nesse animal todos os órgãos do sentimento sem objectivo algum? Terá nervos para ser insensível? Não inquines à natureza tão impertinente contradição." (VOLTAIRE)


Ler, gente, não se resume apenas às fanfics, viu? Vocês que estão se preparando para os vestibulares, prestem muita atenção nesses autores. É comum que vocês boiem na hora das provas de filosofia ou sociologia com termos abstratos, teorias e toda essa coisa que costumam julgar como "encheção de linguiça". Não apenas para quem quer seguir uma carreira na área de humanas (Direito, História, Letras, etc), mas ninguém se torna "intelectual" só porque frequenta as aulas no colégio e dorme nas matérias que mais agregam conhecimento social e individual. Lembrem-se: podem tirar tudo de nós; nossas roupas, calçados, casa, amores. Até mesmo a nossa vida. Mas não podem nos tirar o conhecimento.

Encerro esse jornal meio muito bizarro com uma frase do meu neném, Émile Durkheim:
"Nosso egoísmo é, em grande parte, produto da sociedade." (DURKHEIM, E.)

Escutando: With Me (Sum41)
Lendo: minhas pesquisas de TDE
Assistindo: 1984
Comendo: o pão que o diabo amassou
Bebendo: minhas lágrimas, como sempre
Permalink Comentários (0)

[10/07/2017] Projeto Genisis ;;;

[04/07/2017] Newfile:: DarkSide Project;;

[04/11/2016] LuckyToHaveYouProject

[24/10/2016] 2xchallenge


Atualizações do Usuário

Usuário: ~corallinus
@monodrwma eu acho toda coreografia difícil pq eu sou uma batata dançando
Usuário: ~corallinus
e terminar o roteiro de qmzy
Usuário: ~corallinus
acho que vou dormir, sei lá
Usuário: ~corallinus
@monodrwma tão lindo o jeito que ele desgraça a nossa vida


Dados do Usuário

Tumblr: https://xing-hunhun.tumblr.com

Twitter: @corallinus

Animes Favoritos:
Bleach, Durarara, Kuroshitisuji, Kuroko no Basket, Fairy Tail, Hakuouki, Nana e Monster.

Bandas ou Músicos Favoritos:
EXO, ToppDogg, Super Junior, Sistar, Winner, iKON, BigBang, 2ne1, The GazettE, Royz, Sug, LM.C.

Citação Pessoal:
Não há no mundo amor e bondade bastantes para que ainda possamos dá-los a seres imaginários.

Gênero de Música favorita:
Jrock, Kpop/Jpop/Cpop, Indie

Poeta ou Escritor Favorito:
Nietzsche, baby.