~GablyChan

GablyChan
Rainha dos Clichês
Nome: Gabriella
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 27 de Janeiro
Idade: 20
Cadastro:

Mais um mangá "Coreba" e outro "Japega"! + Alguns comentários aleatórios adicionais!


Postado

Mais um mangá "Coreba" e outro "Japega"! + Alguns comentários aleatórios adicionais!

Hey, hey, hey! Olha quem voltou! ;)
Espero que esse jornal seja grande como outro, gostei do meu jornal gigante! ;3



Bom, antes de começar, separei umas musiquinhas legais de Vocaloid para vocês lerem com animação! ;3 Escolha a sua (ou leia todas X'D) e vamos à leitura! ❤

»
«
»
«
»
«
»
«
»
«
»
«


Pouquinhas! Haha Vocaloid is life! ❤



✖✖✖


Primeiro o Manhwa! =3 (Assim são nomeados os "mangás" coreanos)
»Cutie Boy«



História feita por Hwang Mi Ri. Novamente eu não sei de quem se trata, muito menos sei pronunciar este palavrão de nome. (Foi mal ai, Hwang!)

O manhwa conta a história de Lee Han-Ah (oh, nomezinhos corebas '-'), uma menina que sofreu "bullying", acho que podemos chamar assim por enquanto, no primário por um rapega molega chamado Yoo-Min.
O tempo passa, ela se muda (ainda no primário), cresce e tudo toma seguimento em sua vida no colegial.
Ela se torna uma garota "forte" e, por influencia das "amigas", uma chefe de gangue escolar. Em muitas cenas cômicas, a vemos enfrentando grandalhões esquisitos e quase perdendo se não fosse a "pequena ajuda" que as amigas davam para ela.
Han-Ah se torna uma das chefes de gangue mais famosas (mas era uma farsa), conhecida por derrubar todos os outros líderes das outras escolas.
Parecia perigosa para as outras pessoas, mas, na verdade, era somente uma colegial comum. Com problemas familiares, amigas problemáticas, "invejosas" (detalhes... detalhes... :B) à sua cola e o enorme desejo de ter um namorado bonito e, acima de tudo, fofo. E ela o encontra. Um lindinho, loirinho, de olhos azuizinhos e corpo perfeitinho. Han-Ah se apaixona por ele à primeira vista. Ele se mostra muito fofo, cuidadoso e tudo mais. Mas... As aparências podem enganar.




Eu gostei muito desse manhwa, infelizmente ele só tem 8 capítulos. </3
É uma história muito cômica, ainda mais quando você descobre (o que você já sabe desde o começo T.T) que o "príncipe fofo" que Han-Ah encontra, na verdade é Yoo-Min, crescido e dodoso. '¬' Porém, não muda nada e fica ainda mais violento do que era quando criança.

Mas com o decorrer da história, você cria um grande carinho pelo Yoo-Min, principalmente quando descobre o real motivo dele ser tão obsessivo com a bunda de Han-Ah. Esse foi o ponto dela realmente sofrer bullying nas mãos dele: sua bunda é muito pequena, mas ele a chama de grande. (Motivo? É fofo, mas vou manter o mistério... :B)
Muitas vezes ele me deu medo, é bem violento. Mas o carinho que ele tem pela protagonista, faz ele querer se alinhar às maneiras dela. O que não rola, já que edução e delicadeza não se encaixam nele, não mesmo!




Tive muitos momentos de raiva, principalmente com a "melhor amiga" da protagonista. PQP! Que ódio! Mas não vou falar muito dela, só comentar minha visão com esse ponto do manhwa.
Eu achei bem interessante eles terem dado tanto destaque ao relacionamento que ambas tinham na história. É uma coisa que acontece muiiito na vida. Todas nós um dia já, ou vamos, conhecer um alguém como ela. Completamente traíra, invejosa e infeliz. Eu mesma já conheci um monte de gente assim... Só me prova à cada dia que no mundo não existe muitas pessoas a quem podemos confiar.

Eu recomendo esse manhwa, mas tenho meus pontos negativos. Pensei que nunca teria falando de mangás coreanos, mas eu tenho neste sim.
Apesar de fofinho e original, a reclamação é a mesma do jornal passado: falta de sentimento.
Han-Ah tem um ódio mortal de Yoo-Min no início. Mesmo ele a ameaçando e tendo esse jeito completamente destrutivo, ela se apaixona por ele. Até hoje eu prefiro acreditar que tenha sido por ela ter enxergado o jeito "fofo" (à maneira dele) bem no fundo. Realmente, ele sabe ser fofo, não vou negar.
Mas eu achei meio "solto no ar", entendem? "Ah... Eu te odeio. Não, espera, eu te amo."
Não gosto muito quando é assim, porém abri uma exceção para este manhwa, ele é bonitinho. :3


Aqui tem o link para vocês baixarem:
Baixe Cutie Boy =D


Eu não falarei mais dele, senão o spoiler será muito grande. Mas tem muitos personagens envolventes, cenas surpreendentes, mistérios, envolvimentos inesperados, muita coisa boa! Eu gosto quando a história tem aquele "romance", mas sabe dividir entre uma boa comédia e umas cenas de luta legais (ou mais ou menos isso kk).
E esse é o meu ponto positivo para o manhwa. ;)



✖✖✖


»Beauty Pop«


Esse é o Japega e, sinceramente, o meu predileto! ❤



Mangá feito por ARAI Kiyoko. Também não conheço, mas pelo menos sei pronunciar o seu nome, já é um passo.
É o primeiro mangá japonês que eu realmente dou valor na parte do sentimento. Além de ser um mangá bom, é bem engraçado e muito envolvente também.

Não dá para falar muito dele, pois eu o li há tempos. Na época, o site Manga Space tinha dado um problema e eu tive que parar no meio da história. Acho que foi em 2013 e eles só concertaram agora. T-T Bom, estou relendo e vou tentar fazer alguns comentários. Eu sei como a história termina (pensei que o Manga Space nunca ia consertar :B) e, para ser BEM SINCERA, fiquei muito satisfeita, mas eu quero ler até o fim.




Sinopse do Manga Space:

"Kiri é uma menina normal a primeira vista, mas que ela tem o dom de transformar as pessoas. Na sua escola, um trio é famoso por ajudar as meninas a se tornarm mais belas, mas para esse trio, não pode ser qualquer garota. E por serem tão famosos eles abusam das pessoas, se achando melhores que elas. Uma amiga de Kiri tenta se declarar para um deles e é humilhada. Então, Kiri decide ajudar a sua amiga com a sua “mágica”. Será que Kiri vai ensinar para esses garotos que não adianta nada ser bom em algo se você também não for assim como pessoa?"



"Segundo Honey-senpai! *u*"


O que dizer? A historia é bem cômica, eles não dão TANTA ênfase ao shoujo, apesar do mangá ser do gênero. Tem bastante emoção também, o que te liga completamente à história. É bom ler algo assim, torna a leitura incrível, sem contar que você sente sempre aquele mesmo gostinho de "quero mais" quando acaba.
Eu senti isso quando vi o fim, mas nem tinha lido tudo. Para vocês verem como é bom.

Eu não tenho pontos negativos. Eu amo esse mangá com todas as forças do meu ser, sério. '^' Reler ele está sendo incrível!
Não quero dar muito spoilers, termino por aqui!




Eu queria ter falado mais, mas esse eu prefiro deixar mesmo na surpresa. TuT
Não que Cutie Boy não valha à pena, VALE, acreditem, mas é que eu dou muito mais pontos para esse. :) Acho que mangás completamente românticos não são os meus prediletos. X'D
Por isso eu destaco esses dois!
Não são completamente românticos;
Tem ações diferentes;
Tem enredos envolventes!


Estão mais que recomendados! :D



Link para Beauty Pop:
Baixe Beauty Pop =D

✖✖✖


♬ É isso ai pessoas, FUI! ♬

Beijões! ★



Escutando: Uma musiquinha muito fofa de uma tal de Morrie (K-Indie <3), chamada "In my Pockets". :B

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...