~BlueOceans

BlueOceans
Leitora
Nome: Blue ❣
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Florianopolis, Santa Catarina, Brasil
Aniversário: 4 de Abril
Idade: 15
Cadastro:

Ficha ❅ Servamp ❅


Postado

🌹 Nome 🌹

『 Rheya Morgerstern 』





🌹 Idade Aparente 🌹

『 18 anos 』





🌹 Aparência 🌹





Possuidora de longos cabelos loiros que se assemelham à coloração do metal precioso ouro, eles chegam até fim de suas costas, na luz adquirem um tom mais claro parecido com um platinado , sua madeixas são geralmente deixados soltas, mas de vez em quando ela as prende em dois altos rabos de cavalo no topo da cabeça, sendo que sua franja sempre escapa por não ser longa o bastante.

Seus olhos são verdes brilhantes, podendo ser comparados à esmeraldas, e são adornados com longos cílios. Seu rosto possui traços delicados, seu nariz levemente arrebitado e seus lábios possuem um tom rosado natural, deixando-a com uma beleza clássica, sua pele é alva e tão perfeita quanto a de uma boneca de porcelana, sendo levemente rosada nas bochechas.

Sua altura é mediana, de somente 1,64, seu corpo é curvilíneo e suas medidas proporcionas, tendo um busto de tamanho médio que se complementa perfeitamente com as coxas torneadas, a cintura fina e quadril um pouco mais largo, a deixando com uma forma elegante e atraente. 』





🌹 Personalidade 🌹

『 Ela possuí uma força de vontade gigantesca e pacientemente vai retirando cada obstáculo do caminho. Tende a ser mais introvertida e reservada, mas é extremamente perceptiva. está sempre atenta aos movimentos das pessoas e ao que elas fazem para poder usar aquilo contra ela em algum momento, e pode ter a certeza de que ela irá usar. Ela não gosta do marasmo, da calma… Ela quer e precisa de movimento. É como se ela só vivesse em meio a conflitos, e quanto mais conflitos existem, mais entusiasmada ela se mostra.

Esconde seus verdadeiros sentimentos por trás de uma barreira de frieza e comentários sarcásticos e debochados, é extremamente desconfiada e não gosta de expor sua vida e sua intimidade a quem quer que seja. Sempre faz piadinhas das piores situações, sempre mesmo.

É muito vaidosa, cuida de sua bastante de sua aparência e uma das coisas que mais a deixa irritada é quebrar uma unha, ela pode ser ultrafeminina e até aparentar carência e fragilidade, mas tudo não passa de fachada. É cutucar a onça que a menininha de conto de fadas se transforma em um vulcão  furioso e sem limites. O senso de vingança dessa mulher é  profundo e violento, ela espera pacientemente o tempo que for preciso para dar o troco da forma mais cruel possível.

Bem inteligente e sagaz percebe pequenos detalhes nas pessoas que leva ela a descobrir se a pessoa está mentindo ou tentando manipular alguém, resolve mistérios mais rápido que muitas pessoas por causa da sua completa sagacidade (capacidade de pensar em soluções e planos de fuga mais rapidamente). Meticulosa e articuladora, toma cuidado com cada palavra e movimento que faz para ela sempre conseguir escapar se algo der errado e não é só um plano B, tem o C e o D se bobear até já repetiu o alfabeto com todos os seus planos se algo sair fora da ordem que ela faz, e quase tudo isso vem da sua criatividade misturado com coragem, meticulosidade e articulação na hora da fala

Ela é capaz de sentimentos profundos e não se contenta com relacionamentos superficiais. No amor ela é extremamente intensa, gosta de emoções fortes, mas não é romântica e não é do tipo que fazem ou suportam joguinhos sentimentais. Aqui é tudo oito ou oitenta. Ela ama e odeia com a mesma intensidade e com a mesma força. Para ela não existe meio termo: é amor ou ódio, qualquer outro sentimento é inviável, exceto a indiferença.

Por mais que ela de a impressão de não se importar com praticamente ninguém, ela tem um lado humano maior do que gostaria, e quando acontece dela se importar com alguém realmente se apega e moverá montanhas para ajuda-lo em qualquer dificuldade que surgir. Possui um coração, que passando as sete chaves de crueldade e frieza, é bondoso, e ela possui uma regra de nunca vir a fazer mal a alguém inocente, especialmente crianças.』





🌹 "Pecado" 🌹

『 Acho que Destruição ou Desespero se encaixariam melhor nela 』





🌹 "Historia" 🌹

『 Uma experiência importante em sua longa existência? Bem... Talvez o que a levou a jurar nunca sobre nenhuma circunstância infligir mal à uma criança possa servir.

Rheya não costumava andar pelas ruas da grande cidade de Nova York durante a madrugada, mas aquela noite estava sentindo uma grande necessidade de tomar um ar fresco. Então, próximo à 1 da manhã ela passou a caminhar pelas ruas vazias, já que naquela época era difícil alguém ficar andando por ai de madrugada.

O que ela não espera encontrar, eram gritos vindos um restaurante, que de acordo com o horário de funcionamento pregado na porta de entrada já deveria ter fechado à horas. Curiosa para ver o que poderia estar causando tanto alvoroço, ela andou até a porta de traz do restaurante, pulando em um latão de lixo para conseguir ver melhor o que estava ocorrendo na cozinha, já que em sua forma de um pequeno felino não conseguiria enxergar nada do chão.

Seria uma mentira dizer que ela havia ficado extremamente comovida assim que viu a cena de uma mãe dando um tapa em seu filho, uma criança de não mais que dez anos. Mas também seria mentira dizer que ela não havia sentido nada. Após ficar ouvindo a gritaria por mais alguns minutos, conseguiu obter informações o suficiente para determinar que aquela mulher estava furiosa com seu filho por ele ter deixado um prato cair e consigo uma das refeições mais caras que o restaurante tinha a oferecer.

Rheya à aquele ponto estava fazendo pouco caso da situação e prestes a virar suas costas e ir continuar sua caminhada, quando viu algo que definitivamente fez-a arregalar seus olhos. A mãe, que havia agarrado o pequeno braço do garoto, o arrastava em direção à um dos fogões, e ao ligar uma das bocas, forçou a mão do menino nas chamas e o disse que aquilo era para ele nunca se esquecer daquela lição.

Ao ouvir os gritos de absoluta dor do menino, Rheya pela primeira vez sentiu... Empatia. E não só empatia, mas uma fúria imaginável pela mãe do garoto, que só assistia a mão de seu filho ser queimada pelas chamas que ela mesma ascendeu. Após tal acontecimento, Rheya nunca conseguiu causar mal à uma criança, e a partir daquela noite, jurou que ela seriam as únicas criaturas à quem nunca iria ferir. 』







🌹 Roupa 🌹





🌹 Gosta 🌹

『 ♕ Pipoca, coloca elas de modo sensual na boca para “provocar” os outros, e depois fica rindo, mas nunca derrube sua pipoca, ela pode virar o verdadeiro demônio.

♕ Dormir abraçada com outra pessoa

♕ Desgraça alheia

♕ Primavera, principalmente as flores

♕ Café, sua bebida favorita. Principalmente os amargos

♕ Doces, sempre acorda de madrugada para comer doces

♕ Fazer suas unhas, nunca fica com elas mal feitas ou sem esmalte 』






🌹 Desgosta 🌹

『 ♕ Pessoas submissas e que não expõem suas ideias, não é que ela desgosta, ela só sente raiva e grita com elas

♕ Comidas amargas e sem gosto/tempero

♕ Suor

♕ Ser interrompida

♕ Adoração de algo ou alguém sem nenhum motivo aparente;

♕ Comidas malfeitas, ou queimadas

♕ Acordar cedo e com outras pessoas ao seu redor rindo e sorrindo. Odeia a palavra bom dia 』





🌹 Manias 🌹

『 ♕ Mascar chiclete e fazer bolhas

♕ Tamborilar seus dedos, suas unham acabam fazendo barulho quando atingem a superfície da mesa

♕ Rolar os olhos 』





🌹 Par 🌹


『 Shuu Sakamaki 』





🌹 Relações 🌹
* Outras Servamps, outros SubClasses e outros Eves que não te pertencem.

* Par.

* Seus SubClasses.

* Seu Eve.





🌹 Arma 🌹





🌹 Algo Mais? 🌹





Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...