~Safiira- - Clan Impossibile

Safiira-
+ L U M O S +
Nome: •*¨*• Gabrielly ¸¸.•*¨*•Gabbe¸¸.•*¨*•Bee¸¸.•*¨*•
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 27 de Janeiro
Idade: 66
Cadastro:

Together - INTERATIVA


Postado

𝐸𝓊 𝒶𝓂𝑜 𝓅𝓊𝒹𝑒𝒶𝓃


𝓣𝓾𝓭𝓸 𝓺𝓾𝒆 𝒆𝓾 𝓹𝓻𝒆𝓬𝓲𝓼𝓸 𝒆́ 𝓵𝒆𝓶𝓫𝓻𝓪𝓻
𝓒𝓸𝓶𝓸 𝒆𝓻𝓪 𝓶𝒆 𝓼𝒆𝓷𝓽𝓲𝓻 𝓿𝓲𝓿𝓪
- AURORA 'Winter Bird'




Nome completo:
Nalini Vérmel.“Nalini” é um nome de origem indiana que traduz literalmente a flor de lótus. A simbologia desta flor representa a pureza, a beleza e sabedoria, além de brotar das águas lamacentas nos lembrando que a beleza pode emergir nas mais difíceis e obscuras circunstâncias.

Idade e data:

16 – 27/01 – Aquário.

Idade e data:

16 – 27/01 – Aquário.

País:

França

História da personagem:
Ás vezes não sabemos o significado das coisas a que somos destinados ou o porquê de sermos nós.
No interior da França em uma hora especifica de uma tarde chuvosa e nevoenta, uma vida surgia e outra terminava. O nascimento de Nalini resultara na morte de Ava, sua mãe, mesmo sabendo que a gravidez era de risco ela optou por dar à luz ao seu pequeno bebê, Ava era uma mulher muito doente que constante repousava em sua cama, e como consequência disso Nalini nunca conseguiu superar o fato de que para ela viver sua mãe tivera que morrer. Foi criada pelos avós Gerusa e Lorenzo. Gerusa era uma mulher boa e carinhosa, sempre deu tudo de si para que Nalini fosse feliz ali, Lorenzo, bom esse era menos afetivo com a garota, no entanto adorava contar-lhes histórias que faziam a imaginação da menina voar longe.
Desde sua infância passou por maus momentos, Gerusa e Ava tinham o dom de ver espíritos, mas não era algo que acontecia com muita frequência, dom esse que Nalini também herdara, mas mais do que isso a conexão que a garota tem para com os espíritos é algo intrigante e angustiante, as almas más que vagam sem rumo por ai veem em Ali uma forma de se vingar da vida, no começo eram sustos e brincadeiras de mau gosto, porém com o crescimento da garota as coisas foram piorando.



Quando criança Ali sofria com frequentes crises de pânico, isso debilitava sua saúde, e por conseguinte faziam com que as demais crianças vissem Ali com uma estranha e assim evitavam-na levando a garota ao isolamento social. Na frente dos avós, de maneira nenhuma ela demonstrava o que sentia, mas os dias eram insuportáveis e as noites intermináveis. Na música encontrou um refúgio, um lugar que era somente seu, ao passar os dedos nas cordas de um violão pela primeira vez, para Ali era como se descobrisse um novo mundo. Próximo ao seu aniversário de dez ano Ali recebeu um presente adiantado, novos moradores ocupavam a fazenda próxima a de seus avós, e assim ela conheceu Amara, uma criança da mesma idade que a sua, Amara era intrigante, vestia roupas diferentes, falava de uma forma diferente, agia de forma valentona na escola, mas era gentil, de alguma forma ela se sentia confortável ao lado da garota. Os dias foram passando e as duas ficavam mais próximas, a música era algo que as unia ainda mais, só que um dia as coisas mudaram. Em um passeio ao lado espíritos tentaram afogar Nalini, no entanto quem sofreu em seu lugar fora Amara, pela primeira vez a ideia de estar pondo em risco a vida da amiga passara pela sua cabeça, dias após o ocorrido ela tentou se afastar da garota, porém a outra não deixara e se declarou ser sua inseparável amiga. Por agora ela conseguia se sentir normal.




Com 13 anos Nalini se mudou para Paris para viver com seu pai, os avós diziam ser o melhor para a garota, uma educação de melhor qualidade e nada mais de espíritos. Seu pai era dono de uma oficina da cidade, casado com uma mulher aparentemente amável e um filho gentil e dócil, parecia ser um lar perfeito e estável para se viver. Mas ao contrário do que os avós prometeram, a vida se tornou insuportável ali, tudo piorou.




Com os constantes surtos da garota e as coisas estranhas que aconteciam na casa, a madrasta de Nalini não suportava mais aquela vida, resultando no divórcio e abandono do lar. Louis era um pai atencioso e companheiro, e sofria junto com a filha, a dor de ver sua filha machucada e sofrendo sem que pudesse fazer nada acabava com ele. Diferente do que a garota imaginara a sua vida toda ele não tinha abandonando-a, sequer sabia de sua existência. Seu nascimento fora resultado de uma noite em que o homem visitava os parentes que moravam por lá. Louis dedicava grande parte da sua atenção e dedicação a jovem, e no resto do tempo trabalhava na oficina, o que sem perceber esfriou sua relação com o filho mais novo Michael.
A partir desse dia Michael passou a odiar Nalini e a culpava pelo abandono da mãe e também do pai, contudo Ali amava o irmão e tentava fazer de tudo para que ela e o mesmo se dessem bem.



Com o tempo ela aprendeu a disfarçar as coisas que via e sentia guardando tudo para si e as vezes com Amara, a possibilidade de atrapalhar a vida de seu pai e irmão nem sequer existia dentro da cabeça dela. Apesar de todas as situações Ali nunca se deixou desistir, pensando no bem da família resolve estudar em um internato na Inglaterra. Voltar para a fazenda não era uma opção, começar uma nova vida em um lugar diferente era a sua decisão.
Ás vezes não sabemos o significado das coisas a que somos destinados ou o porquê de sermos nós, mas Ali não se importava, não mais.



Aparência:


Marcada por um traço delicado e simples Nalini possui uma feição naturalmente calma. Bochechas rosadas, nariz fino arredondado, olhos pequenos e castanhos amendoados, sobrancelhas finas e arqueadas. Nalini não é a beleza personificada, é simples e natural, a pele branca se destaca em meio a cabeleira castanha ondulada que vai até pouco abaixo dos ombros, as sobrancelhas realçam os olhos expressivos e por vezes disfarçadamente cansados, esses carregam as janelas da alma da moça, através deles ela consegue expressar o que sente, quando com raiva ou alegre suas íris ganham tons vibrantes, triste ou com medo elas transformam-se em pequenas bolas acinzentadas e vazias. O nariz pequeno se acentua perfeitamente com as maças avermelhadas do rosto arredondado da garota, a boca fina dá vida a um sorriso docemente triste marcado por dois covinhas. A postura reta deixa evidente os ombros levemente caídos, a estatura média e o corpo esguio. A voz da jovem e calma e melodiosa.

Fotos:

Stefanie Scott 𝒶𝓈 Nalini Vérmel

Personalidade detalhada:

Apaixonada pela vida, se sensibiliza com a dor do próximo ao ponto de vivê-la. Nalini não é a pessoa mais gentil ou amorosa do mundo, mas é compreensiva e tenta ao máximo fazer com que as pessoas ao seu redor se sintam bem, por entender a dor de uma alma que não pode descansar em paz. Dona de um coração pesado e inquieto, ela tenta esquecer os problemas através da música, mas nem sempre é o bastante. Orgulhosa e teimosa ao ponto de deixar que isso intervira no rumo de seus relacionamentos, é difícil admitir que está errada, mas se o faz é por que o sentimento que tem pela pessoa é verdadeiro, ela sempre vai ser a que dá o primeiro passo se vê que está errada. Não é do tipo que conta piadas, mas é do tipo que vai te fazer bem só de estar por perto. Se distrai com facilidade e tem um péssimo senso de direção, se a organização a odeia a curiosidade a ama, faz mais perguntas do que deveria e está sempre observando o movimento ao seu redor. Ela não se mete em problemas que não são seus, mas eles sempre se metem com ela, por isso está sempre injustamente metida em problemas. É muito paciente e discreta, sabe como e quando deve guardar um segredo. Ali não teve muitos amigos ao longo da sua vida por isso a princípio pode não demonstrar muito afeto ou cuidado, porém com o tempo ela consegue. Ri com pouca frequência e está sempre com a aparência cansada, não é lá muito corajosa, mas arriscaria sua vida por alguém que gosta. Tem foco nos seus objetivos e pretende fazer de tudo para realizá-los, é boa em dar conselhos e principalmente sermões. Diferente do que aparenta, não é tão tímida, detesta violência gratuita ou pessoas que a usam sem motivos. Tem um ótimo senso de humor, é atenciosa quando tem que ser, entretanto é sincera ao cubo, tipo ela vê ela fala, mesmo se magoar. É confiável, custa a confiar em uma pessoa, e se traída dificilmente volta a confiar na mesma pessoa. Por fim, Nalini tem 16 anos não é a pessoa mais madura do mundo, assim se esforça para que as pessoas não se preocupem com ela, entretanto ela não é tão forte e pode desabar a qualquer momento.




Cite seis traços da personalidade:

→ Três bons: Bom senso de humor ᛟ Companheira ᛟ Atenciosa.

→ Três ruins: Distraída ᛟ Sincera³ ᛟ Orgulhosa.


Gostos e Desgostos:

Gostos:
Dias nublados;
Filmes antigos;
Estar ao ar livre;
Fotografar coisas;
Comer e beber qualquer coisa; [Tem preferência pelos não saudáveis]
Ler ou estudar;
Observar o céu;
Tocar violão;
Ouvir música;

Desgostos:
Dias muito quentes;
Comidas azedas;
Filmes de comédia romântica;
Brigas;
Barulhos agudos;
Ficar sem fazer nada;


Os preferidos:

Estilo de música:
Rock/Clássico/Progressivo ᛟ Música Clássica

Exemplo de cantor/banda, que faça parte do estilo musical:
Oasis ᛟ Pink Floyd ᛟ Led Zepplin
Debussy ᛟ Chopin

Livro:
Paixão, Droga & Rock’n Roll ᛟ Calafrio ᛟ Inferno

Comida:
Lagosta ᛟ Pato com laranja ᛟ Pão de queijo

Série:
Supernatural ᛟ Penny Dreadful ᛟ The Big Bang Theory

Matéria escolar:
História ᛟ Filosofia ᛟ Matemática

Jogo:
The Last of Us ᛟ The Legend of Zelda ᛟ

Filme:
The Breakfast Club ᛟ Pride & Prejudice ᛟ Dead Poets Society

Cor:
Cinza Azul Preto

→ Personagem fictício:
Elizabeth Bennet ᛟ Mr. Darcy

Animal:
Cavalo ᛟ Cachorro

Bebida:
Suco de laranja ᛟ Sidra de maça

Estação do ano:
Outono [Ela o ar de mudança que vem junto da estação]

Os “impreferidos”:

Estilos de música:
Hip Hop

Exemplo de cantor/banda que faça parte do estilo musical:
Eminem ᛟ 50 cent

Livro:
Nenhum -

Comida:
Azedas -

Série:
Nenhuma -

Matéria escolar:
Inglês ᛟ Francês

Jogo:
Nenhum -

Cor:
Amarelo

Personagem fictício:
Nenhum -

Animal:
Gatos

Bebida:
Nenhum -

Estação do ano:
Tem inimizade com o verão.


Hobbies/Costumes/Manias:

Hobbies:
Andar de bicicleta;
Correr;
Fotografar;
Ler quadrinhos;
Cantar;
Estudar;

Costumes/ Manias:
Mania de comprar e estocar livros;
Bagunçar o cabelo;
Franzir a testa;
Revirar os olhos;
Pensar de olhos fechados; [Mesmo enquanto anda]
Contar números;



Paquera: Castiel.

Coisas em comum com o paquera:

Os dois compartilham o amor pela música e a dificuldade em confiar nas pessoas, Castiel aparente ser difícil de lidar, mas Nalini não deixa que isso a impeça de se aproximar, os dois são orgulhosos demais só que é aquele ditado “Pedra dura, tanto bate até que fura”. Similares na força, lealdade, e na teimosia, costumam discordar quase sempre. Aparentemente os dois não tem nada em comum, no entanto, com o passar do tempo eles irão descobrir que isso é um equivoco.



Amizades/Rivalidades:

Amizades:
Lysandre [Lys é uma pessoa agradável e quieto, ao lado dele ela se sente confortável e livre para falar sobre o que quiser, de alguma forma ela consegue confiar rapidamente no rapaz].

Castiel; [Comentário mais a frente]

Priya; [Priya é inteligente e extrovertida, uma pessoa sociável e fácil de fazer amizade]

Melody; [Ela é discreta e estudiosa, se esforça bastante e é gentil, isso faz com que Nalini sinta-se mais confiante para ter amizade com a moça]

Rosalya;[Rosa é sincera e divertida e de fácil convivência]

Armin;[Seu jeito alegre com que Nalini goste de ficar ao lado do garoto]

Alexy[Com seu bom senso de humor, esperteza e gentileza ela cativa a garota]

[Se dá bem com quase todos, mas esses seriam os mais próximos]



Rivalidades:
O trio parada mole
Amber – Li – Charlotte [Nada contra a última, mas tá no mesmo pacote]

Como são as relações, e como ela age perto de:

→ Amigos:

A princípio Nalini pode ser um pouco difícil de se abrir ou até mesmo entender, mas com o tempo e com a convivência eles acabam por se tornar tão próximos como uma família. Ela saberia quando abraçar, dar atenção, contar seus segredos, ser uma boa ouvinte e conselheira, fazer piadas que só amigos compartilham.

→ Desconhecidos:

Nalini não sente muito vontade de socializar com um indivíduo sem um proposito ou intenção, por isso ela geralmente não se aproxima muito de estranhos, mas se o fizesse seria direta e objetiva, respostas curtas e claras, mas há exceções como pode acontecer com um dos personagens.

→ Rivais:

Ela não é uma pessoa vingativa ou briguenta, mas se mexerem com ela, ela vai ataca, não com os espíritos claro, mas fazendo-os provar do seu próprio veneno, Ali é uma garota esperta e usaria isso contra seus “rivais”.

→ Paquera:

A garota nunca se apaixonou ou teve qualquer relacionamento amoroso por isso no começo poderia ficar com o pé atrás, afinal quem iria querer ficar com uma garota como ela? Mas o paquera chega pra mudar isso nela, é como um dia nublado que aos poucos da vez ao sol para iluminá-lo, por não ser muito romântica não tomaria o primeiro passo dessa vez, mas quando se decidisse entraria de cabeça na relação.
A princípio Nalini só se encanta pelo nome de Castiel que é o mesmo do anjo da série supernatural, e o seu jeito rude e sarcástico a fazem querer pular no pescoço dele e estapeá-lo, mas quando ela olha bem no fundo daqueles olhos ela se perde em um mar de solidão e incompreensão que faz seu coração se apertar, mas ela também vê ali uma proteção que ela deseja para si, e quando ela ri em conjunto com o riso do mesmo seu coração se aquece e é verdadeiro. A sinceridade com que os dois se tratam é algo brutal, mas sempre sabendo o que dizer ̶̵o̵̶̶̵u̵̶̶̵ ̵̶̶̵n̵̶̶̵ã̵̶o̵̶. Ele a faz rir como ninguém jamais fez, seja intencional ou não. As vezes eles nem precisam dizer nada, por que simplesmente vão se entender. Perto de Castiel Nalini se sente segura e protegida, mas mesmo assim as vezes isso não é o bastante ela por vezes vai ter uma crise de pânico e vai querer se afastar do garoto.
Ela é ciumenta, porém a nenhum custo demonstra isso, ao contrario age como se nada estivesse acontecendo, mas por dentro borbulha de raiva.




→ Professores:
Admiração é o sentimento que ela tem por eles, por ser apaixonada pela profissão ela sempre se entusiasma com a ideia de poder conversar com seus professores seja sobre a matéria ou qualquer outra coisa.

Outras autoridades do internato:
Com respeito, ela prefere não se aproximar muito, mas os trata com cordialidade.


O que fez seus pais/responsáveis mandá-la para o internato?

Por livre e espontânea vontade, afim de amenizar a situação que estava vivendo em casa com seu irmão ela optou por estudar em lugar afastado, voltar para fazenda não era uma opção pois ela não se sentia no direito de importunar os avós, seu pai no começo fora contra a decisão da garota porque acreditava que a garota ficaria mais segura ao seu lado, no entanto acabou cedendo quando a filha o convenceu de que era o melhor para a carreira que queria seguir. [Professora]



Se fosse para ir parar na detenção, qual seria a coisa que sua personagem aprontaria?

Provavelmente ela estaria no lugar errado, na hora errada com as pessoas erradas, veja bem ela não é uma garota certinha, mas não gostaria de arriscar ser expulsa do internato.


Sugira alguma personagem do jogo para ser sua colega de quarto:

Rosalya ou Melody.

Como reagiria se visse um fantasma, ou coisa do tipo?

Desde sempre a jovem convive com o sobrenatural e mesmo assim ainda não consegue se decidir sobre eles, por poder sentir uma alma ela consegue saber quais vão a machucar, sendo assim existem aqueles que só estão perdidos por ai, um espirito realmente mau pode chegar a matá-la, não? Então ela se sente assustada e acuada, porém curiosa e se sensibiliza por aqueles que não conseguem descansar em paz.




Cite um objeto de grande afeição por sua personagem:

O colar que pertencia a sua mãe, ela acredita que o mesmo a protege.


Ela tem algum desejo para depois da morte?

Ela deseja ser enterrada em uma cápsula orgânica, sua arvore seria uma eritrina verde.



Toca algum instrumento?
Flauta e violão (desde os 7 anos)

Canta?

Sim .X.

Dança?

Se arrisca de um jeito acanhado.

Escreve? Compõe?

Escreve cartas para pessoas que já morreram, mesmo não as conhecendo. É uma forma que ela encontra de se sentir melhor por aqueles que já se foram.

Pratica algum esporte? Qual?

Natação ᛟ Futebol (?) [Ela de atividades físicas]

Desenha? Pinta?

Rabisca ᛟ Borra

Fala alguma língua além de inglês ou a do seu país?

Português. [Seu pai é natural do Brasil]

Outros:

Nenhum -



Alguma alergia, ou doença?

Alergia a cigarros ou a nozes [Ela tem um acesso de tosses ou crise respiratória]

Medos/fobias:

Medo de escuro [Os espíritos a fizeram ter medo]
Medo de perder as pessoas que ama ou que algo ruim aconteça a elas.

Reputação no internato:

Além de novata [Poderia ficar ao seu critério plis <3]





Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...