Os Escolhidos - Ficha


Postado



→ Que raça você pertence:

( ) Humanas
( ) Humanos
( ) Anjos – Homens
(X) Anjos – Mulheres

→ Nome:
Alexandra (Alexia) Stavrou. [Se orgulha da origem grega, pois os pais lhe deram um nome muito condizente com sua função. Mas não gosta de ficar falando, já que sempre tem que ouvir piadinhas por não parecer em nada uma grega.]

→ Idade:
Até perdeu as contas.

→ Aparência:


→ Descrição da aparência:
Alexia nem de longe se parece com um anjo como algumas pessoas imaginam, loirinhos e de bochechas rosadas. Tem a pele branca, não de um pálido doentio, mas daquelas pessoas que olham para o sol e falam "Hoje não, cowboy". Os cabelos são longos e negros, com um corte levemente repicado, deixando uma franja ligeiramente grande cair sobre os olhos (ela faz isso de propósito, adora parecer uma roqueira/emo/gótica/satânica(?). No decorrer da história, vai passar a tesoura no cabelo, se revoltando contra as pobres madeixas (aí o avatar vai fazer sentido asgayigsuahoisa). Os olhos são atentos e de uma cor azulada quase etérea, transparecendo a curiosidade natural de sua pessoa. Suas feições possuem um ar natural (natural, natural, vou escrever natural várias vezes) de diversão, mas não porque está sendo irônica (Só de vez em quando), é que ela simplesmente... Tem essa cara de garota fofoqueira (embora prefira manter as fofocas para si.). Não é muito alta, não é imponente. Não é nada de divino, ainda mais com o estilo de roupas modelito adolescente contemporânea que gosta de moletom ou jaqueta de couro, combinando com jeans e coturno. E ainda se diz um anjo.

→ Personalidade:
Ao contrário do visual "vou-te-matei-com-o-meu-deus-do-metal", Alexia é um amor de anjo. Na medida dela, claro. É amigável e brincalhona com a maioria dos seres existentes, embora não seja a mais amável de todas. Gosta bastante de falar sobre coisas variadas, exóticas, de livros filosóficos até a receita do bolo que leu em um livro humano. Por ser um anjo e (de certa forma, não sei como vai ser na história) não possuir livre-arbítrio, controla sua insaciável curiosidade sobre todas as coisas, sobre todas as escolhas possíveis. Gosta de saber mais, com a mente sempre além do normal para um anjo. Porém, a curiosidade também será sua maior inimiga, a levando em caminhos que podem ser perigosos.
De vez em quando solta umas 'pérolas', faz piadinhas para se enturmar melhor e lidar com o mundo humano. É raro, mas em alguns momentos tem uma crises existenciais que a levam a ponderar sobre sua função como um anjo. Sua instabilidade emocional se compara com a de seu elemento, o ar.

→ Breve história do seu personagem:
Não se parece com uma pessoa que morreu assassinada em uma briga de rua. Quando humana, só tinha seu irmão mais novo e seu tio como parentes próximos. Ao saber por boatos que seu irmão estaria envolvido em tal momento com uma briga de gangues, Alexia não se controlou. Saiu correndo desesperada entre os becos apenas para ver o irmão quase morto nos braços dos amigos. Uma dor indescritível se formou em seu peito, um misto de amargura e desespero ao ver o irmão naquele estado. Sem perceber, seu corpo involuntariamente começou a se movimentar de forma agressiva, com socos e chutes às cegas. Conseguiu quebrar alguns ossos, mas o homem que atacou seu irmão fora capaz de esfaqueá-la nos pulmões, a ferindo mortalmente. Antes de perder a consciência, olhou o jovem Richard uma última vez, com um filme de lembranças se passando por sua mente. A morte dos pais, o acolhimento do tio, os momentos em que ela contava histórias ao pequenino como se ela fosse a deusa de seu mundo, os sorrisos amáveis. E tudo se apagou.
Pensou que ia parar no caldeirão do Satanás por ter machucado aqueles homens, mas tudo fora em legítima defesa. E os caras lá de cima já tinham alguns pontos com ela. Então não foi muito difícil ela ter uma excelente convivência com os outros moradores do último andar, embora alguns achassem ela esquisita pelo seu jeito mais liberal de agir e pensar, levando a alguns conspirarem sobre atos de rebeldia que ela, particularmente, não tinha em mente.


→ Sacrificar-se-ia por alguém que ama?
Morreu uma, pode morrer duas. OSHAISHAIOSH

→ Abandonaria alguém que ama para se salvar?
Ela morreu pra salvar o irmão. Ela ficou agonizando minutos com o sangue invadindo os pulmões. Jamais deixaria alguém na mão.

→ Liste 5 curiosidades sobre o teu personagem.
- Alexandra/Alexia significa "defensora, aquela que auxilia os homens"
- Sempre que alguém fica atentando a sua paciência, o rosto fica vermelho como uma maçã brilhante. Ela detesta isso. Favor, não a irritar. (sqn, faz o capeta atentar ela)
- Fominha dos filmes do Bruce Lee, passou 8 anos da sua vida treinando artes marciais direto, o que a ajuda muito em momentos de perigo. (Só morreu porque o cara tava com uma faca. Errar é humano u_u)
- Embora seja um conhecimento quase inútil - pra ela -, sabe tocar lira tão bem quando o Titanic sabe bater em um iceberg. De vez em quando escutam por aí uma música suave, mas nunca sabem de onde vem.
- No auge dos 15 anos, adorava ficar pesquisando sobre ocultismo. Fazia uma decoreba de orações e rituais de purificação, parando apenas depois que o tio acabou destruindo o altar angelical. Hoje em dia, fica feliz quando vê que as pessoas cuidam bem dos seus altares(?) [O que diabos eu escrevi. Nada de curioso. Pode me bater aisvuaysgiuah]

→ Liste pelo menos 5 gosta e não gosta:
Gosta de: Sentir cheiro de cigarro (trouxa), sair em missões, café, devorar uma biblioteca toda - até mesmo os livros infantis -, cores frias, astronomia e astrologia - deboísmo presente -, tempestades e tempo chuvoso, falar até acabar o assunto - o que é raro -.
Não gosta de: Pessoas injustas, armas de fogo, sol queimando a pele, coisinhas frufru, aranhas (única obra do divino que ela gostaria que não existisse) e muito contato físico. Só os escolhidos têm esse direito.

→ Descreva, sem imagens, a sua única arma:
Uma espada curta, mais precisamente um gládio forjado em bronze e prata, fortificado com runas místicas entalhadas na lâmina. É o bebê da Alexia, usado preferencialmente pra espetar bundas demoníacas.

→ Escolha um elemento:
( ) Terra
( ) Água
( ) Espírito
(X) Ar
( ) Fogo

→ Deseja par?
Se possível, sim. Mas a criatura vai sofrer pra conquistar. :v

→ Deseja hentai, caso eu adicione?

Ainda pergunta? 66' Agora se anjo não puder, paciência. svauysibuaiosja

→ Participaria de uma guerra entre anjos e demônios?
É a primeira da fila a se candidatar pra guerra.

→ Estaria a favor dos anjos ou de Sammael?

Anjos.

→ Marca de nascença:

Non eczist.

→ Algo mais?
Depois de pensar mil e uma inutilidades... Bem... A personagem gosta de perder tempo olhando as estrelas, fazendo previsões ou só perdendo o tempo mesmo asvaysbiuhaoijsoa Eu esqueci de colocar, então vou jogar aqui mesmo: Gosta da sensação de liberdade ao voar, e tem uma certa afinidade com a natureza.

→ Está ciente de que se você se ausentar seu personagem também o fará?

Sim, embora eu nem saiba se essa criatura vai participar.

Ficou uma personagem bem surubão, então não vai ser muito difícil escrever com ela, eu acho. Ela é como uma borboleta: Não tem rumo OISHAVSYAIGUSHIA Qualquer coisa, só pedir. Espero que tenha ficado um pouco decente.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...