~hatgirl

hatgirl
Só o amor faz o mundo andar
Nome: ♡ marcelinha
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 19 de Maio
Cadastro:

✿ FICHAS ✿


Postado



Terra dos Pesadelos


Ficha l

•• Sobre o personagem ••

⌦ Nome completo: Lilia Sparks Melnik (Drª. Melnik)

⌦ Apelido: Lia para a maioria das pessoas e Lili para seus pais

⌦ Idade, data e local de nascimento: 24 anos - 11 de setembro de 1998 - Athens, Ohio, Estados Unidos

⌦ Sexualidade: Heterossexual

⌦ Aparência: Lilia possui a pele clara, sendo de um tom pálido, com algumas sardas espalhadas. Seu rosto é delicado e com traços suaves, como a boca rosada e pequena, dentes brancos e alinhados e grandes olhos verdes.
A característica física mais marcante de Lia é o cabelo ruivo, comprido e ondulado mais cacheado nas pontas. Além de uma franjinha que costuma estar jogada para o lado.
Seu corpo é magro, com seios e bumbum empinados e de tamanho mediano. Tem 1,67 m de altura.







(Alina Kovalenko)

⌦ Personalidade: Entusiasmada e curiosa, Alina é o tipo de gente que está sempre pronta para conhecer coisas e pessoas novas, embora não saiba se relacionar muito bem com quem não possui intimidade. Ela é tímida e se sente muito mais confortável com o rosto dentro de livros do que conversando com os outros, mesmo que as vezes esteja com muita vontade de fazer uma nova amizade.
Boa amiga, faria qualquer coisa por quem ama, inclusive mentir, algo que ela odeia e não sabe fazer. Quando precisa inventar algo por algum motivo, fica extremamente nervosa e visivelmente abalada, o que acaba com todas as possibilidades de alguém acreditar em sua história.
É misericordiosa e vive disposta a dar segundas, terceiras e quartas chances, fazendo com que muitos pensem que ela é ingênua e boba. Porém, se uma pessoa demonstra que não liga para o seu perdão e continuar fazendo coisas erradas, Alina pode se tornar vingativa e raivosa, negando sua natureza normalmente calma.
Odeia chamar atenção e são poucas as vezes em que se sente confortável sendo a mais observada em um grupo, quando está fazendo palestras, por exemplo. Nesses momentos, sua insegurança desaparece e ela consegue falar com total propriedade, já que sabe que está falando coisas corretas e que tem o conhecimento necessário para realizar este tipo de atividade.
Lia também tem mania de explicar as dúvidas dos outros, sendo esta a melhor maneira de interação com ela, embora seja a parte de sua personalidade mais odiada pelos outros. Sempre que surge alguma pergunta, a menina começa a explicar do modo mais completo possível, mesmo que não seja necessário.

⌦ História: Rachel e Alexey se conheceram na Rússia, local onde o homem nasceu e a mulher tirava férias da escola. Ambos simpatizaram imediatamente e começaram a conversar, trocaram telefones e assim foram se comunicando durante algum tempo. Logo, iniciaram um namoro a distância que alguns anos depois resultaria em um grande casamento em Moscou no mesmo dia em que se conheceram, 20 de agosto. Mudaram-se para a grande mansão da família de Rachel nos Estados Unidos e, um ano depois, nasceu Lilia.
Com a chegada do bebê as coisas ficaram mais difíceis para o casal, todavia os dois nunca deixaram de estudar e conseguiram fazer seus respectivos mestrados e doutorados, começando a lecionar em Ohio com a ajuda de seu talento e uma pequena, mas significante, cooperação do pai de Rachel, um dos diretores da instituição.
Como filha de dois professores da Universidade de Ohio, a garota foi bastante cobrada e orientada desde pequena, mas a verdade era que nunca teve dificuldades com o aprendizado. Sua inteligência e QI mais altos que a média juntamente com a enorme vontade de acumular conhecimento, fizeram de Lia um verdadeiro gênio.
Ela se destacava na escola desde pequena em tudo que fazia, ganhando diversas competições, como as olimpíadas locais de matemática e o campeonato de xadrez de sua escola. Suas realizações foram crescendo até Lilia chegar a formar-se com 19 anos em Química e Biologia na Universidade Stanford e com 23 anos terminar seu Doutorado em Bioquímica em Harvard, ingressando na polícia de Massachusetts, logo em seguida.
No local, Lili trabalha no laboratório e analisa evidências. Desta forma, já viu muitas coisas ruins. Quando recebeu a carta se sentiu bem imediatamente, pois sabia que esta era a oportunidade para se livrar dos pesadelos. Entretanto, esse otimismo foi diminuindo a medida que pensava sobre o assunto, milhares de perguntas vieram a sua mente ("Será que funciona?", "Eles devem estar mentindo, pois eu já pesquisei tanto sobre o assunto e não cheguei nem perto de acabar com esses sonhos horríveis", "Isso está muito fácil para ser verdade") e ela quase desistiu, até que finalmente decidiu que seria melhor se arriscar e acabar com os pesadelos antes que estes acabassem com ela.

⌦ Família: Mãe:[/b] Rachel Sparks Melnik, 57 anos, Doutora em Sociologia e Ciência Política

(Julianne Moore)
Elas possuem uma ótima relação e sempre deram apoio uma a outra, apesar da obrigação de ser boa, Lilia nunca se sentiu mal ou sufocada. A menina sabia onde queria chegar e Rachel estava disposta a indicar a direção certa quando era necessário, sendo a melhor pessoa para dar conselhos até hoje. Ambas se comunicam todos os dias, mesmo não morando juntas, e Rachel tem conhecimento de tudo que acontece com a filha.

Pai: Alexey Melnik, 54 anos, Doutor em Matemática

(Sharlto Copley)
Engraçado, divertido e pronto para fazer piadas inteligentes e que a maioria das pessoas não entende, porém que alegram o dia de Lia não interessa o quanto a moça possa estar triste. Suas conversas não são tão longas como as com a mãe, mas a garota sabe que pode contar com o pai pra tudo e ter ele falando baboseiras do seu lado é a melhor coisa de sua vida. Como acontece com Rachel, os dois também se falam todos os dias e não deixam de visitar um ao outro em datas especiais.

⌦ Quer ter par? Sim

⌦ Gostos / Desgostos: Ela gosta de música clássica, filmes antigos, livros de ficção científica, caminhar ao ar livre, jogos de tabuleiro e cartas, cheiro de terra molhada, doces, café preto, pessoas inteligentes e interessantes.
Desgosta de barulhos muito altos, cheiro de fumaça, comidas amargas (como café e suco de frutas cítricas sem açúcar), calor excessivo, praticar esportes, preconceitos, brigas (Ela não se preocupa em ter discussões inteligentes e que sirvam para leva-la a algum lugar, o problema são brigas idiotas e que servem apenas para deixa-la irritada), shopping e boates.

⌦ O que fazia antes de ser convocada(o) para o Projeto? Trabalhava no laboratório da polícia de Massachusetts.

•• Sobre a participação no Projeto N.M.N. ••
⌦ Como ficou sabendo do Projeto? Eu estava no horário de intervalo do meu trabalho usando o meu notebook, quando vi o anúncio na internet.

⌦ Porque aceitou participar do Projeto? Achei que seria uma chance de acabar com esses horríveis pesadelos que não me deixam dormir desde que entrei para a polícia e comecei a ver as imagens dos casos e a lidar com o pior lado do ser humano. Apesar de gostar do que faço, isto tem me deixado extremamente insegura e medrosa, não consigo mais descansar por alguns minutos sem que explodam pensamentos terríveis na minha cabeça.
O dinheiro realmente não me importa, já que a minha família tem bastante e nunca senti falta. Eu aceitei e vou seguir em frente com isso para ter um pouco de paz em meus sonhos.

⌦ O que acha da Dreamland Corporation? Eu admiro a empresa e o Doutor Ford. Mexer com os sonhos é algo difícil e a pessoa tem que ter muita coragem, além de uma mente brilhante, eu mesma nunca consegui acabar com os pesadelos desde que começaram. Então, a Dreamland Corporation tem o meu total respeito.

⌦ Quais seus maiores medos? Filmes de terror (O que chega a ser irônico, já que vejo coisas piores em meu trabalho), palhaços, cachorros, ter uma morte dolorosa ou ver pessoas tendo uma morte desse tipo.

⌦ Qual o pior pesadelo que já teve? Sonhei que estava pendurada pelos braços em um frigorífico, juntamente com os meus pais. Estávamos apavorados e com vários cortes pelo corpo, além de vestidos apenas com roupas de baixo. Depois de um tempo, um homem de máscara entrou no local e deu um tiro a queima roupa na barriga do meu pai e, logo em seguida, um na cabeça da minha mãe.
Após isto, chegou perto de mim e implorei para que não me matasse, então ele pegou uma faca e fez um corte profundo na minha barriga, fazendo muito sangue escorrer e eu soltar um grito altíssimo. O homem disse que mataria a mim e a todos os que estivessem a minha volta, saiu, diminuiu a temperatura do local e me deixou lá, sangrando.
Poucos minutos depois, voltou e me soltou. Disse que eu deveria correr o mais rápido que pudesse e que assim, me deixaria viva. Todavia, não era a verdade.
Assim que comecei a correr e saí do frigorífico, desci correndo umas escadas que davam para uma porta trancada. Eu estava tão exausta e dolorida que cai no chão, ao lado de um duto de ar onde começou a sair uma fumaça que queimava o meu corpo, desse modo, acordei.

⌦ Quais seus pensamentos felizes? Minha família inteira reunida e feliz no dia de Ação de Graças, a primeira vez que fiz uma palestra assim que saí da faculdade, quando fui admitida na polícia e a vez em que fui para a Disney com os meus pais e conheci o castelo da Cinderela quando tinha apenas 6 anos.

⌦ Qual o sonho mais lindo que já teve? Foi um que tive quando era adolescente. Nele, eu estava na faculdade estudando sozinha, como sempre, porém chegou um garoto que eu não vi o rosto, pois ele aparecia apenas de costas. Eu sorri, ele me abraçou e me deu um anel, eu nunca havia ficado tão feliz em minha vida.
Logo em seguida, o sonho mudou para o dia do meu casamento e eu estava vestida de noiva, conversando com minha mãe e ela me dava conselhos sobre como seria daqui para frente e dizia o quanto me amava e que eu era a garota mais especial do mundo. Começamos a chorar como duas crianças e papai chegou, nos envolveu num abraço triplo e disse que sempre estaria comigo.
Então o sonho mudou de novo e eu estava grávida e ganhando um prêmio Nobel, estava tão radiante que podia sentir o jeito como brilhava. Todas as pessoas que eu conheci na vida estavam lá e me felicitavam, até que meu marido me pegou no colo e me beijou profundamente. Fazendo com que eu chorasse de alegria e que minha mãe, já visivelmente mais velha do que hoje em dia, viesse me abraçar e repetir o mesmo que disse no casamento.
Prontamente, eu acordei. Estava com um sorriso tão grande no rosto que no mesmo momento eu entendi que era aquilo o que desejava para minha vida, ser completamente plena em todas as áreas possíveis.

⌦ Qual seu tipo de música favorita? E qual mais odeia? Eu amo música clássica e odeio qualquer música que contenha palavras de baixo calão apenas para fazer sucesso.

⌦ O que gosta em alguém? E o que não gosta? Gosto de sinceridade, vontade de evoluir, educação, gentiliza, inteligência e otimismo.
Não gosto de pessoas mandonas, mau humoradas, fúteis, falsas, egoístas e que discutem por coisas banais.

⌦ Seria capaz de matar? Qual o motivo? Eu mataria alguém que fizesse mal a minha família ou amigos próximos se esse fosse o único jeito de impedi-lo. O tempo na polícia me ensinou que, as vezes, isso é necessário, ainda que eu não goste.
Desse modo, sei que me sentiria culpada pelo resto da vida e que não tem volta depois que se faz isso, mas se for a maneira de impedir, estaria disposta a correr o risco de conviver com esses pensamentos.

⌦ Palavra-chave: Welcome to Dreamland!

⌦ Algo mais? Ela está aprendendo a atirar para futuramente poder trabalhar em campo quando necessário;
Seu estilo de se vestir é esse:



Ficha II
•• Sobre o personagem ••
⌦ Nome completo: Philippe Williams

⌦ Apelido: Phil

⌦ Idade, data e local de nascimento: 22 anos - 30 de julho de 2000 - Londres, Inglaterra

⌦ Sexualidade: Bissexual

⌦ Aparência: Phil possui olhos em um tom verde, quase como um rio de águas cristalinas. Seu cabelo é liso e naturalmente castanho claro, com alguns fios na cor mel, estando sempre desgranhados.
Sua pele é branca e limpa, muitas vezes bronzeada, por causa de suas constantes atividades físicas ao ar livre. O que também esculpiu seus músculos de modo que sua aparência é considerada muito bonita e nem um pouco exagerada, tendo tudo na medida certa.
Possui rosto quadrado, lábios na cor de pêssego e, normalmente, uma barba por fazer, dando-lhe um ar de despojado e sexy.
É alto, tendo de altura 1,83 metros.







(Drew Van Acker)

⌦ Personalidade: É narcisista, vaidoso, orgulhoso e ama ser o centro das atenções. Está sempre em busca de cuidar de sua aparência física, seja do corpo ou de seu rosto, mesmo sabendo que a natureza foi bondosa com ele neste quesito.
Fala com todos e não tem preconceitos, sua mente é completamente aberta e o homem aprecia poder ter experiências novas, sendo corajoso e pronto para aventuras. Além de arranjar amigos com bastante facilidade, sendo a pessoa que toma iniciativa e chama para sair e frequentar sua casa de praia assim que é apresentado a alguém. Para Philippe, a melhor maneira de conhecer bem um indivíduo e começar a confiar nele é passar um fim de semana inteiro bebendo e se divertindo.
Gosta de estar no controle, podendo ser considerado um líder nato. Sua família o educou para ser um verdadeiro herdeiro de seu "trono" e ele aprendeu bem a lição, tendo facilidade em mandar e desmandar quando precisa de algo.
Entretanto, também é bastante descuidado e irresponsável, pois sua mente está na maior parte do tempo voltada para os prazeres da vida. É bem dependente de quem está a sua volta, podendo ser seus pais ou empregados.
Como um galã de colégio, Phil, ainda não cresceu e nem percebeu que precisa ter responsabilidades como o ser humano adulto que é. Seus familiares o mimaram demais e isto estragou consideravelmente a personalidade atual do rapaz.
Todavia, como qualidades, tem o otimismo, a alegria e o entusiasmo. O herdeiro dos Williams ajuda a todos com palavras de incentivo e acredita que quem quer chegar a algum lugar consegue, sendo a melhor pessoa do mundo para ajudar e auxiliar alguém que está desacreditado em si mesmo, na vida e nos seres humanos, já que sempre vê o melhor em tudo.

⌦ História: Rosie e Victor cresceram juntos desde pequenos, sendo primos de terceiro grau e prometidos em casamento por seus pais há anos. A família Williams achava que deveria continuar pura e rica por si mesmo, sem se misturar com qualquer aproveitador que aparecesse querendo se casar apenas por dinheiro com algum parente. Assim, os pais de Phil tiveram suas vidas escolhidas e montadas a partir de muito cedo.
Quando o homem completou 20 anos, os dois se casaram em uma grande cerimônia num dos maiores castelos antigos da Europa, saindo em diversas revistas e dando destaque ao prestígio que a milionária família dona de uma das maiores empresas do Reino Unido possuía.
No decorrer dos anos, nasceram Philippe e Marianna, gêmeos e futuros herdeiros da companhia imobiliária, e, com eles, vieram as dúvidas de como estava indo o casamento, se Rosie e Victor realmente se amavam e como seria dali para frente com crianças dependendo do amor deles e da capacidade em arranjar casamentos, mesmo que fossem contra as suas vontades.
No meio desses questionamentos houve um acidente e uma traição que mudaram completamente o rumo de Phil. Com apenas 3 anos e meio, Mary e seu irmão estavam brincando de empurrar um ao outro, quando a menina caiu na piscina e se afogou, enquanto sua babá estava com seu pai no escritório aos beijos e namoricos. Com isso, o casal foi contra as ordens de seus parentes e se separaram, começando a dar mais atenção e paparicos para a criança que havia ficado.
A separação foi pacífica e completamente natural por parte dos dois, visto que não se amavam. Todavia, o fantasma de Marianna assombrava a todos na casa, deste jeito, a mulher e o filho se mudaram para a Dublin, onde ela se casou com uma mulher e abriu sua filial da empresa da família. Já o ex marido casou-se com a babá, despertando a raiva dos Williams e deixando um incomodo no coração de seu filho.
Até os dias atuais, o, agora filho único, se pergunta se tudo foi sua culpa e se poderia ter evitado a morte tão prematura de sua irmã bebê. Por esse motivo receber a carta da Dreamland Corporation foi tão importante, pela primeira vez, ele sentiu que poderia deixar sua irmã partir.

⌦ Família:
Mãe:
Rosie Williams, 45 anos, empresária

(Katie Holmes)
Ele mora com ela e os dois se apoiam um no outro sempre que precisam, principalmente quando Phil acorda no meio da noite com seus pesadelos. Rosie é a pessoa que está lá para segura-lo quando está caindo e isso a torna sua melhor amiga, além de uma ótima mãe.

Madrasta (esposa de sua mãe): Rebecca (Bex) Drake Williams, 37 anos, advogada

(Nicole Scherzinger)
Para Philippe o processo de ter uma mulher casada com sua mãe foi natural e muito bom, por diversas vezes pode-se ouvir ele dizer que é um privilegiado por ter duas mães, já que Rebecca ajudou a cria-lo.
O rapaz sabe que ela foi primordial para a superação de sua mãe e é completamente agradecido a mulher por esse motivo.

Pai: Victor Williams, 47 anos, empresário

(Gerard Butler)
Quando o mais novo ainda era criança e não entendia bem as coisas, a relação dos dois era pacífica, porém um pouco distante, mesmo quando ainda moravam juntos. Todavia, no decorrer dos anos, foi se tornando desgastante e cada vez mais difícil pela distancia e pela culpa acumulada no interior dos dois, principalmente no caso de Phil.
Até porque, o mesmo não suporta o fato do pai ter tido uma participação importante, embora indireta, na morte de Marianna.

Madrasta (esposa de seu pai): Hannah Williams, 41 anos, ex babá

(Daniela Escobar)
Ele nunca perdoou o fato da mulher não estar tomando conta de sua irmã quando deveria e o fato dela parecer não se sentir tão culpada só piorou a situação.
O rapaz não suporta vê-la casada com seu pai e desfrutando das riquezas de sua família, por isso não faz questão de visitar o casal nem em ocasiões especiais, sendo raras as vezes em que se encontram.
Desta forma, Hannah é uma das únicas pessoas no mundo que ele sente ódio.

⌦ Quer ter par? Sim

⌦ Gostos/ Desgostos: Gosta de beber, dançar, praticar esportes, tomar sol, fazer novas amizades, pizza, doces, pessoas engraçadas e chamar atenção.
Desgosta de pessoas amargas e que sempre estão de mau humor, que tentem mandar nele, ter responsabilidades, legumes e verduras, preconceito, traição, que alguém não assuma seus próprios erros, matemática e que tentem agredi-lo fisicamente (o que não seria algo muito inteligente a se fazer se o agressor não souber lutar, porque apesar de não gostar de sair distribuindo socos, Phil luta muito bem).

⌦ O que fazia antes de ser convocada para o Projeto? Estava curtindo a vida, enquanto não é obrigado a começar a cursar administração e herdar a companhia de sua família.

•• Sobre a participação no Projeto N.M.N. ••
⌦ Como ficou sabendo do Projeto? Estava assistindo TV quando vi a propaganda.

⌦ Porque aceitou participar do Projeto? Eu gosto de novidades e quando elas tem a possibilidade de me fazer algum bem, isso é melhor ainda. Por isso, fiquei bastante entusiasmado e não titubei na hora de aceitar.

⌦ O que acha da Dreamland Corporation? Não sou muito interessado em pesquisas e em ficar procurando saber sobre essas empresas. Porém eles parecem legais, sabe, eles livram as pessoas de pesadelos e isso é uma coisa muito boa.

⌦ Quais seus maiores medos? Piscina (é bobo e estranho, já que eu amo o mar, mas é por causa do trauma), me apaixonar e ser traído por essa pessoa, fantasmas (eu acredito que eles podem se comunicar com a gente, tanto é que minha irmã fala comigo por sonhos) e armas de fogo.

⌦ Qual o pior pesadelo que já teve? Foi quando eu tinha 16 anos e estava passando uma noite na casa do meu pai, mas depois desse dia este sonho já se repetiu por várias noites.
No pesadelo, eu estava dormindo quando minha irmã, ainda com a mesma aparência que tinha quando faleceu, veio me acordar com muito medo. Disse que um monstro estava perseguindo-a e que precisava de minha ajuda para detê-lo, em seguida saiu correndo e eu a segui, fomos para a área da piscina, até que ela virou de frente para mim, porém não era Marianna. Era um monstro horrendo que gritava que iria se vingar de tudo que eu fiz, iria retirar meu futuro como fiz com o dela. Então, veio para cima de mim e me empurrou na água, em seguida segurou minha cabeça para que não pudesse levanta-la e, desse jeito, fiquei agonizando até acordar em minha cama completamente molhado de suor.

⌦ Quais seus pensamentos felizes? Bex, minha mãe e eu aprendendo a esquiar na Suíça quando eu tinha 13 anos, as festas da época do colégio onde eu e meus amigos nos divertíamos muito, quando eu fui escolhido para capitão do time de hurling da escola e um piquenique que fiz com meus pais e minha irmã (apesar de não lembrar muito bem, pois só tinha 3 anos).

⌦ Qual o sonho mais lindo que já teve? Estava jogando basquete na quadra da casa de minha mãe como faço todas as manhãs quando Marianna chegou dizendo que sabia que nada era culpa minha, eu abaixei e abracei-a com todo carinho e ela desapareceu se transformando em várias pequenas luzes que subiram para o céu. Eu comecei a chorar imediatamente e minha mãe veio me abraçar, falou que sempre via Mary e tinha certeza que ela estaria nos observando de um lugar muito melhor.
Logo depois, fomos tomar café da manhã com Rebecca e mais uma garota que, aparentemente, apenas eu estava conseguindo ver. Identifiquei-a imediatamente como Mary e ela era muito bonita e tinha um sorriso no rosto que iluminava todo o local. Ela comentava coisas engraçadas o tempo todo e desse jeito o dia foi passando como vários flashes. Até a hora em que eu dormir no sonho e acordei na vida real.

⌦ Qual seu tipo de música favorita? E qual mais odeia? Eu amo música eletrônica e não gosto de country, mas não chega a ser um ódio.

⌦ O que gosta em alguém? E o que não gosta? Eu gosto de pessoas alegres, engraçadas, corajosas, que não julguem os outros, que estejam sempre abertas a novidades e que não tenham preconceitos.
Não gosto de pessoas preconceituosas, pessimistas, vingativas, que não se importam com os sentimentos dos outros, fofoqueiras e medrosas.

⌦ Seria capaz de matar? Qual o motivo? Apenas por acidente, pois se eu não conseguisse convencer a pessoa apenas por meio de conversa iria tentar uma luta corpo a corpo. Deste modo, pode ser que mate alguém de tanto bater (no caso de estar com muita raiva), derrube-a em uma quina ou jogue algo em sua cabeça.
Mas nunca mataria intencionalmente e só chegaria ao extremo de uma luta se isso colocasse minha vida, a vida de minhas mães ou se a pessoa me provocasse com a morte de Marianna.
⌦ Palavra-chave: Welcome to Dreamland!
⌦ Algo mais? Mora em um casa bem grande com sua mãe e sua madrasta, porém possui uma casa de praia para onde vai todo fim de semana e dá várias festas;
Seu estilo de se vestir é esse:



Bad habits



Ficha

✤ Nome ✤

✤ Apelido ✤

✤ Idade ✤ {Entre 15 e 19 anos}

✤ Data de nascimento ✤

✤ Ano letivo ✤ {Do 1º ao 3º}

✤ Nacionalidade ✤

✤ Aparência ✤ {Photoplayer + descrição bem detalhada + gifs ou imagem + como ele aparenta para os outros.}

✤ Personalidade ✤

✤ História ✤ {se for estrangeiro explique na história o porquê de estar na Inglaterra}

✤ Relação com a família ✤ {Com imagens ou gifs, photoplayer opicional}:

✤ Classe social ✤

✤ Grupo social ✤

✤ Relação com os amigos ✤

✤ Possuí alguma rixa com alguém? ✤

✤ Sexualidade ✤

✤ Possuí religião? ✤

✤ Segredo(s) ✤

✤ Roupas ✤

✤ Casa/Quarto ✤

✤ Medos/ Fobias ou distúrbios mentais? ✤

✤ Gostos/ Desgostos ✤

✤ Em que o seu personagem é bom? ✤

✤ Deseja par romântico? ✤ Sim

✤ Fuma ou bebe? ✤ {Se sim, especifique, se não, por quê?}

✤ Estilo musical ✤

✤ Algo a mais? ✤

✤ Concorda que seu personagem estará nas minhas mãozinhas que Deus deu para fazer o que quiser com seu personagem? ✤ Sim


The Back of Burn Book

My Secrets Are In The Burn Book



Ficha

Nome completo: Jessica Rose Marin

Apelido: Jessie

Idade: 17 anos

Data de aniversário: 30/07

Aparência: A aparência de Jessica é formada por longos cabelos ondulados e naturalmente castanhos, porém tingidos de preto, olhos castanhos e lábios finos e rosados.
O corpo chama bastante atenção pelos fartos seios, cintura fina e bumbum de tamanho mediano. Sua pele é bem clara e branca, além de macia e com odor de morango, consequência de cremes hidratantes.




Photoplayer: Ariel Winter

Personalidade: Vaidosa, não aceita sair de casa sem uma boa maquiagem e um look da moda. Tendo uma autoestima bem elevada, adora falar de si mesma e de como é maravilhosa, por isso, odeia quando alguma coisa que ela acredita que deva ser sua acabe com outra pessoa. Afinal, segundo ela, garotas ricas e lindas, merecem tudo o que querem em mãos e na hora que querem.
Tem a necessidade de controlar tudo e todos a sua volta, se isso não acontecer, faz o possível e o impossível para reverter a situação. Quando não consegue, Jessie surta e começa a gritar e jogar coisas, fazendo os outros acreditarem que a menina possua algum distúrbio psicológico, o que nunca foi realmente provado.
Sua sinceridade também chama atenção, pois Jessica não possui papas na língua, fala o que pensa das pessoas na lata e não se importa se isso vai magoar alguém, aliás, é até melhor que magoe, pois não vê necessidade em ser legal.
Fria e difícil de se lidar, demora a confiar nas pessoas e a maioria de seus amigos não são verdadeiramente amigos. São pessoas que ela escolhe por alguma vantagem que podem dar. Entretanto, eles não sabem que não são donos dessa confiança, pois a garota molda muito bem os segredos que pode revelar, fazendo-os acreditar que não esconde mais nenhum.

História: Jessica não revela muito de sua história, apenas conta que nasceu em Stamford, Connecticut, porém mudou-se de lá para Zurique, Suíça, quando tinha apenas 4 anos, voltando para os Estados Unidos aos 13. (A história mais detalhada será enviada por MP)

Família:
Mãe: Annelise Marin, 49 anos, empresária

(Demi Moore)
Relação: Elas nunca foram muito unidas, pois Anne se preocupa mais com o dinheiro e com a empresa do que com Jessica. Nunca foi o tipo de mãe que para, conversa e dá carinho a filha.

Pai: Charles Marin, 53 anos, empresário

(Brad Pitt)
Relação: Foi ele quem cuidou de Jessica durante a maior parte de sua infância, os dois brincavam bastante e conversavam. Hoje em dia, a menina tem bastante confiança nele.

Situação financeira: Classe Alta

Casa:


Quarto:


Relação:
Amigos: Jessie não perde seu jeito de metida e fútil nem em falar com eles, seus assuntos se resumem em falar de si mesma e vê-los falando de como a acham maravilhosa. As vezes, também gosta de falar sobre roupas, cabelos, unhas e pessoas que não gosta.

Inimigos: Quem se mete no caminho de Jessie não sai sem uma boa punição e humilhação. A menina é criativa em suas vinganças e faz seus inimigos se arrependerem de não beijarem seus pés.

Par: Deve ser alguém capaz de ser cúmplice dela em suas ações, mas que também consiga a admirar e ver o que a menina tem de melhor.
Jessica não será carinhosa, mas ele conseguirá perceber que ela o ama, já que fará de tudo pelo garoto.

Professores: Não liga muito para as aulas e não presta atenção, sempre tem uma unha para lixar ou uma fofoca nova para comentar com suas amigas durante a aula, então não é a aluna preferida deles. Na maioria das vezes fica de recuperação, porém sempre dá um jeito e passa de ano.
Para a garota seus professores são só isso, professores. Ela não faz questão de ser amiga de nenhum.

Qual será a reação a saber que o Burn Book está de volta? Ela ficará nervosa, pois sabe que a partir de agora suas decisões deverão ser muito bem pensadas. Afinal, apesar de gostar de chamar atenção, não quer que seus segredos sejam descobertos.

Grupo Social que pertence:
(X) Mean Girls
( ) Atletas
( ) Populares
( ) Nerds
( ) Rebeldes


Segredo: Enviado

Quer par?
(X) Sim ( ) Não

Bebe?
(X) Sim ( ) Não

Fuma?
( ) Sim (X) Não

Usa algum tipo de droga?
(X) Não ( ) Sim

Roupas:

Dia a dia:



Festas:



Formal:



Halloween:



Usar num funeral:



Praia:



Pijama:



Algo mais? Não

Está ciente que seu personagem pode ser o autor/autora ou fazer parte do Team do BB? Sim

Dê um motivo para seu personagem escrever o Burn Book ou fazer parte do Team do BB: Jessica não tem muita consideração pelas pessoas, então não seria difícil vê-la fazendo maldades desse tipo. É o tipo de gente que se sente bem quando os outros não estão.


Gossip Girl

The walls have eyes




Ficha I

• Nome Completo •
Marcela Beaton Stuart

• Apelido •
Marcie

• Idade •
17 anos

• Opção Sexual •
Heterossexual

• Aparência •




(Nina Agdal)
— COR DOS OLHOS: Verde escuro
— COR DOS CABELOS: Loiro
— ALTURA: 1,76 m
— PESO: 55 kg

• Personalidade •
Marcela é uma garota que sempre almeja ser a principal em tudo, ser a mais popular, mais bonita, mais querida, mais respeitada. Ela faz de tudo para conseguir o que deseja e, por isso, finge ser um doce. Para todos ela é uma garota simpática, educada, elegante, boa amiga, a garota perfeita, enquanto na realidade só quer se aproveitar.
Marcie é o tipo de pessoa que aparentemente está elogiando, enquanto por dentro, está xingando e cogitando fazer o mais mal possível. Se encaixa perfeitamente na famosa frase: "Lobo em pele de cordeiro."
É extremamente sexy e seu jeito atrai o sexo oposto, seduz com palavras e gestos sem se preocupar se são comprometidos ou não, nesse quesito ela não tem escrúpulos e vai até o fim, só dá valor para o que pode conseguir em troca. E se alguém descobrir se faz de vítima e nega o ocorrido.

• História •
Marcie nasceu na Dinamarca e viveu lá até seus 4 anos, quando foi para a França morar com seu pai.
Anna e Pierre nunca foram casados e namoraram apenas 3 meses, quando ele teve que se mudar para Paris a trabalho e o casal não conseguiu manter uma boa relação a distância. Após o término do relacionamento, a mulher se descobriu grávida e ficou com a menina, porém não deu conta por muito tempo, já que sempre se preocupou mais com o emprego do que com a família, nisso Pierre aceitou ficar com a guarda de Marcela.
Viveram na França até os 16 anos dela, quando se mudaram para o Upper East Side. Marcela, que era a abelha rainha de seu antigo colégio, decidiu que governaria também a nova escola e não encontrou muita resistência, já que chegou logo após a saída de Annelise e a escola estava um caus. Ela, apesar de não conhecer a garota, ouviu muitos boatos sobre a mesma e almeja ter o que ela tinha e ser quem era, não aceitará que ninguém a passe para trás.

• Família •
Mãe: Anna Beaton, 40 anos, arquiteta.

(Letícia Spiller)
As duas quase não se falam, pois Anna é uma mulher muito ocupada e sempre deu mais atenção ao trabalho do que a filha, por isso, sempre que se veem ou se falam pelas redes sociais o mais comum de acontecer é uma briga.

Pai: Pierre Stuart, 43 anos, produtor musical.

(Sean Maguire)
É um verdadeiro pai coruja. Sempre mimando e paparicando a filha, a trata como uma princesa e faz ela acreditar que realmente é uma. Os dois tem uma boa relação e, segundo as palavras de Marcela, "Pierre é a pessoa que ela mais ama no mundo".

• Par? •
Sim

• Música(s) Tema(s) •
Suddenly I See - KT Tunstall
https://www.vagalume.com.br/kt-tunstall/suddenly-i-see.html

Oops!...I Did It Again - Britney Spears
https://www.vagalume.com.br/britney-spears/oops-i-did-it-again.html

• Estilo •




• Palavra-chave •
filthy rich

• Está ciente de que, no momento em que sua ficha é aceita, seu personagem se torna meu e poderei fazer o que quiser com o mesmo? Que, se for de minha vontade, poderei matá-lo ou coisa do tipo? •
Sim

• Algo mais? •
Não




Ficha II

• Nome Completo •
Janet Lisa Banks

• Apelido •
Jay e Anã (Scott a chamava assim quando queria provoca-la)

• Idade •
17 anos

• Opção Sexual •
Heterossexual

• Aparência •




(Imani Hakim)
— COR DOS OLHOS: Castanho escuro
— COR DOS CABELOS: Preto
— ALTURA: 1,50 m
— PESO: 48 kg

• Personalidade •
Janet é o tipo de garota que ou você odeia ou a ama. Ela é antipática e maldosa com quem está fora do "mundinho cor de rosa dela", enquanto pode ser um amor quando você tem algo que pode oferecer a ela, e isso pode ser, popularidade, notas escolares, convites pra festas (festinhas, não. Apenas festas que são grandes acontecimentos), entre outras vantagens. Ela sabe o que quer e é bem resolvida, atua e finge como ninguém, além de ser ótima em identificar quando outras pessoas o fazem, por isso, nada de ser falsa com ela, porque ela sabe muito bem como se vingar e humilhar você na frente de todo mundo.
As pessoas podem acha-la má, e talvez ela seja mesmo, mas Jay faz de propósito, ela quer ter tudo e tem certeza que pode conseguir. Não foi fácil chegar onde ela chegou, já que nem sempre foi uma patricinha-super-popular e é por isso que agora ela não desce do pedestal por nada.
Apesar disso tudo, ela realmente tem um lado doce, um que ela não revela para ninguém, ou quase ninguém. Janet sofreu por amor um dia, como pode ser lido em sua história, e isso mudou quase que drasticamente seu modo de enxergar o mundo, mas isso não significa que ninguém pode quebrar essa "barreira" que ela construiu em volta de si, a menina é capaz de gostar verdadeiramente de alguém, basta tentarem.

• História •
Jay não nasceu em uma família rica, como ela pinta por aí, na verdade sua família era classe baixa, mas seus pais sempre trabalharam e estudaram bastante, antes dela nascer e até um pouco depois, quando ela era criada pela avó, porque nenhum dos dois tinha tempo suficiente para cria-la. Seu pai, abriu uma empresa de transportes com um dinheiro que ele investia desde os tempos da adolescência e a empresa cresceu tanto que hoje eles são considerados ricos. Apesar disso, Arnold, seu pai, não permite que Janet faça o que bem quiser e gaste muito por aí, ele sabe o valor do dinheiro e sabe que hoje pode estar no topo, porém do amanhã ninguém sabe.
Foi na época que seus pais estavam abrindo a firma que Jay conheceu Scott, um garoto de família rica e tradicional, o que não se aplicava nem um pouco a ele, já que o menino adorava ser original e livre, sem estar nem aí pro que era normal para seus pais. Os dois se conheceram na festa do bairro dela, quando ele passou lá fugindo de casa em busca de aventuras. A partir desse dia eles se apaixonaram e começaram a trocar mensagens e a marcar encontros, porém sem a família dele saber, já que Scott tinha conhecimento de que não aceitariam. E foi exatamente o que aconteceu, um dia seus pais mandaram os seguranças o seguirem, relatarem e fotografarem tudo o que ele fazia quando fugia de casa, deste modo descobriram o namoro, que nessa época já durava quase 10 meses, e proibiram os dois de se encontrarem, além de irem atrás da menina e a humilharem, falando que era pobre e não merecedora do herdeiro milionário deles.
Esse foi o dia em que tudo mudou para Janet, que nessa época contava seus 13 anos. A menina foi se transformando, conforme o dinheiro de seus pais ia crescendo e a família ia melhorando de condição, o nariz dela ficava mais empinado e o nível de antipatia só subia.
Desde então, a família dela se mudou para um bairro nobre, o casalzinho apaixonado nunca mais se falou e Jay não teve mais namorados.

• Família •
Mãe: Tanee Banks, 49 anos, contadora.

(Queen Latifah)

Pai: Arnold Banks, 48 anos, empresário.

(Chris Rock)

Tem uma relação muito boa com ambos. Seus pais fazem o possível e o impossível para ver a felicidade da filha e ela, ao contrário de como é com a maioria das pessoas, é gentil, meiga e amorosa.

• Par? •
Sim

• Música(s) Tema(s) •
Photograph - Ed Sheeran
http://www.vagalume.com.br/ed-sheeran/photograph.html

Pretty Hurts - Beyoncé
http://www.vagalume.com.br/beyonce/pretty-hurts.html

Lie a Little Better - Lucy Hale
http://www.vagalume.com.br/lucy-hale/lie-a-little-better.html

• Estilo •




• Palavra-chave •
filthy rich

• Está ciente de que, no momento em que sua ficha é aceita, seu personagem se torna meu e poderei fazer o que quiser com o mesmo? Que, se for de minha vontade, poderei matá-lo ou coisa do tipo? •
Sim

• Algo mais? •
Não




Ficha III

• Nome Completo •
Scott Hastings

• Apelido •


• Idade •
19 anos

• Opção Sexual •
Bissexual

• Aparência •




(Lucky Blue Smith)
— COR DOS OLHOS: Azuis
— COR DOS CABELOS: Platinados
— ALTURA: 1,89 m
— PESO: 78 kg

• Personalidade •
Ele é simpático, bem humorado, gosta de fazer novos amigos e perturbar a paciência das pessoas a sua volta, mas ele também pode ser chamado de garoto problema. Sabe aquela criança elétrica ligada no 220? Então, ele praticamente não cresceu, se consideramos essa parte de sua personalidade. Scott está sempre na diretoria, delegacia ou em uma discussão com os seus pais, só depende quem é a autoridade do local em que ele armou confusão no momento. E isso é porque ele gosta de chamar atenção e mostrar para sua família que pode fazer suas próprias escolhas, mesmo que sejam erradas, aliás, seu maior objetivo, por enquanto é esse, contrariar os pais.
Apesar disso, é um bom amigo e gosta de conversar, ele está sempre disposto a ajudar quem precisa dele, seja com conselhos (não é sua especialidade, mas ele tenta), dinheiro, ombro amigo, entre outras coisas que o necessitado precise na hora.
Scott, no geral, pode ser resumido em poucas palavras: inconsequente, debochado, agitado e companheiro.

• História •
Nasceu e cresceu num bairro nobre e chique do Estados Unidos, na mansão de sua família. Sempre teve muitos problemas com eles, já que Scott é moderno, autêntico e gosta de ser livre para fazer o que quiser, enquanto sua família acha que deve seguir o que mandam e querem, seguindo a tradição e a ordem que está na casa a gerações.
Quando tinha 15 anos, após um episódio com uma garota por quem o menino estava apaixonado, seus pais o mandaram para um colégio interno em Londres, da onde ele fugiu e fez várias besteiras, como roubar, usar drogas e arrumar brigas. Foi encontrado quase duas semanas depois pela polícia que o levou para um reformatório, onde permaneceu durante 1 ano e 6 meses, quando sua família achou que já era hora de usar sua influência para tira-lo de lá. Após esse incidente ele voltou para o ano da escola que estava antes, o que atrasou, consideravelmente, seu desempenho escolar.
Agora ele está voltando para os EUA para voltar a morar com sua família e cursar seu último ano.

• Família •
Mãe: Serena Hastings, 41 anos, estilista.

(Patricia de Sabrit)

Pai: Alexandre Hastings, 44 anos, cirurgião plástico.

(Fábio Assunção)

Bisavó materna: Hillary Mary Drummond, 86 anos, dermatologista aposentada.

(Fernanda Montenegro)

Ele tem uma relação ruim com toda a sua família. Já que é um garoto que não se encaixa nos padrões da "alta sociedade", segundo seus parentes. Todos eles são mesquinhos, materialistas e com o nariz em pé.

• Par? •
Sim

• Música(s) Tema(s) •
Sorry - Justin Bieber
https://www.vagalume.com.br/justin-bieber/sorry.html

Sun Goes Down - David Guetta
https://www.vagalume.com.br/david-guetta/sun-goes-down-feat-magic-sonny-wilson.html

Jet Black Heart - 5 Seconds Of Summer
https://www.vagalume.com.br/5-seconds-of-summer/jet-black-heart.html

• Estilo •




• Palavra-chave •
filthy rich

• Está ciente de que, no momento em que sua ficha é aceita, seu personagem se torna meu e poderei fazer o que quiser com o mesmo? Que, se for de minha vontade, poderei matá-lo ou coisa do tipo? •
Sim

• Algo mais? •
Não


Gee - Girls Generation


Scream



Ficha I

Nome e sobrenome: Ruby Lascurain

Idade: 19 anos

Data de nascimento: 30 de julho

Signo: Leão

Sexualidade: Heterossexual

Aparência: Ruby é alta, possuindo 1,75 m de altura, e magra, apesar de ter um corpo com curvas bem desenhadas, incluindo uma cintura fina e seios e bumbum medianos.
Seu cabelo é naturalmente castanho claro e liso, porém, como possui um cabeleireiro próprio, estão sempre ondulados, trazendo a ela um ar sexy. Assim como o cabelo, a pele também está preparada o tempo todo, sendo raras as vezes em que está "in natura".
Possui olhos verdes e grandes, além de uma pele clara e sem nenhuma mancha ou imperfeição.



(Clara Alonso)

Profissão: Modelo e atriz

Personalidade: Ruby se importa apenas com o próprio nariz, acreditando que tudo de melhor no mundo pertence a ela. A garota é autoritária, preconceituosa e falsa, trata bem apenas quem merece sua atenção, ou seja, as pessoas que podem oferecer algo de bom a ela, como trabalho, fama, dinheiro, entre outras coisas.
Ela ama apenas a si mesma e talvez a sua mãe, apesar de existir controvérsias quanto a isso, já que nem ela sabe se o que sente é amor ou apenas um afeição, que seria uma consequência de tudo o que Isabela a oferece.
Quando a seus relacionamentos amorosos também são todos por conveniência. Sempre pensa racionalmente antes, procurando prós e contras para se relacionar com os outros.

História: Nasceu em berço de ouro, durante um período que seus pais, Orlando e Isabela, haviam se mudado para a Espanha, por conta do trabalho do homem, que é ex-jogador de futebol e atual técnico de um dos melhores times do mundo.
Logo após completar 4 anos, se mudou com seus pais para o México, o país natal dos mesmos. Onde Isabela, que é uma socialite que se importa apenas com seu status, decidiu adotar uma criança para as pessoas acreditarem que era uma mulher bondosa, generosa e amorosa, que sempre ajuda os mais necessitados. Com isso, adotou Ceci, a irmã nada querida de Ruby, já que a mais velha deseja ser filha única e ter todos os benefícios que isso pode trazer a ela.
Apesar do ocorrido, Ruby nunca foi deixada de lado, nem nada do gênero, porque sua mãe a considera filha única, sendo a outra uma mera intrusa, que chegou apenas para mostrar a sociedade como a família Lascurain é perfeita.
Cresceu com todos as regalias e mordomias que a maioria da população sonha, como: muitos empregados, mansões em várias localidades do mundo, viagens internacionais e tudo de melhor que o dinheiro pode oferecer.
Ela trabalha no meio artístico desde que nasceu, quando realizou diversas campanhas e uma novela, pois já era um bebê fotogênico que exalava seus ares de futura celebridade. Conforme foi crescendo, seus trabalhos de modelo foram aumentando juntamente com sua fama, porém os na televisão foram diminuindo, mostrando que nessa área a menina não possuía talento algum. Vendo que a filha tão amada não se destacava na TV e a adotada sim, Isabela usou seu poder e influência para colocar Ruby em bons papéis e jamais sumir da mídia, mesmo sem nenhum talento.

O seu personagem conhecia Katherine Summers ou Peter Thomas? Se sim, qual era o relacionamento que seu personagem e Katherine/Peter tinham antes da tragédia? Ela conhecia os dois. Não gostava Katherine, pois a menina era amiga de Cecília e seu jeito doce a enjoava, a considerava chata e enfadonha.
Já Peter, conheceu durante uma festa, onde ela deu em cima dele, sabendo que, com isso, tinha a chance de aumentar a sua fama e popularidade. O menino cedeu a seus encantos e isso foi capa de uma grande revista de fofoca, onde continha uma foto dos dois se beijando. O assunto chegou aos ouvidos de Katherine e provocou outra briga. Apesar disso, Ruby nunca chegou a saber que os dois namoravam.

Você acredita que seu personagem pode ser vítima do mesmo assassino que matou Katherine? Se sim, justifique. Penso que sim, dependendo do motivo, já que conhecia as vítimas. Porém se alguém vier ataca-la, provavelmente, Ruby irá querer se aliar a pessoa, caso ela não seja o assassino.

Seu personagem pode ser o assassino? Se sim, justifique. Sim, pois Ruby não tem escrúpulos quando se trata de proteger sua carreira. Faria qualquer coisa para tirar alguém inconveniente de seu caminho.

Gostos/Desgostos: Gosta de moda, ler revistas, dançar, ser o centro das atenções, que a obedeçam, comida saudável.
Desgosta de engordar, pobreza, pessoas que não sabem se vestir, que a enfrentem, doces e insetos.

Hobbies: Dançar balé. Arte esta, que ela treina desde os 3 anos.

Manias: Quando está entediada olha para um ponto físico e começa a enrolar o cabelo nos dedos sem perceber.

Medos: Ser esquecida pelas pessoas.

Fobias: Claustrofobia (medo de lugares fechados)

Segredo: Mandarei por MP.

Gostaria de ter um par? Se sim, como vai tratá-lo/tratá-la: Sim. No início vai ficar em um estado de negação, odiando estar apaixonada por alguém, já que evita sentimentos a todo custo, além de ser grossa com ele, sempre querendo culpa-lo por estar amando. Com o tempo, vai se aproximar dele e começar a ser mais carinhosa.

Palavra-chave: Scream more louder that you can

Algo mais? Não




Ficha II

Nome e sobrenome: Maria Cecília Lascurain

Apelido: Ceci

Nome artístico: Cecília Lascurain

Idade: 17 anos

Data de nascimento: 01 de julho

Signo: Câncer

Sexualidade: Heterossexual

Aparência: Cecília possui os olhos grandes, sendo de um tom verde penetrante e que chamam a atenção pelo contraste que fazem com seus cabelos cacheados castanhos escuros, com comprimento um pouco acima de sua cintura.
Sua pele é bronzeada, contendo muitas vezes uma maquiagem leve e natural, que é colocada apenas por ordem de sua "mãe" que xinga a menina de feia a todo instante.



(Renata Notni)

Profissão: Atriz

Personalidade: É gentil e muita fofa, sendo agradável com a maioria das pessoas. Acredita em um mundo bom e amigável, o que faz com que pensem, muitas vezes, que a menina é burra, apesar de ser apenas um pouco ingênua e crédula.
Simpática, fala com todos e não tem vergonha de ser quem é, sendo fácil para ela demonstrar seus verdadeiros sentimentos e vontades. Além de ser responsável e organizada, pois gosta de ter as coisas sob controle e saber como agir caso ocorra alguma futura emergência.
Com os inimigos, prefere não manter contato, já que não gosta de brigas. Alias no meio de uma, Cecília sempre concorda e sai de perto, para evitar uma confusão ainda maior.

História: É filha de uma menina, chamada Lana, muito pobre e jovem, contava apenas 15 anos, que não tinha condições de criar uma criança, por isso, querendo dar a ela uma segunda chance, a deixou em um orfanato perto do hospital onde deu a luz, na Cidade do México.
Neste local, Cecília viveu até completar seus 2 anos de idade quando foi adotada por Isabela e Orlando, um casal que já possuía uma filha biológica 2 anos mais velha que ela. Na nova casa, porém, Ceci não se adaptou bem, pois sofria com sua mãe e irmã, que viviam e ainda vivem, a maltratando, já que não consideram a garota um real membro da família.
Seu talento como atriz foi descoberto aos 3 anos e meio, por um produtor que fazia um teste com Ruby. O homem observou que tudo que a irmã tinha dificuldade em fazer, Cecília fazia com naturalidade, como gravar e repetir um texto, seguidos de gestos e expressões necessárias para o papel. Com isso, conseguiu seu primeiro trabalho e, também, o ódio eterno de Isabela e Ruby, que nunca superaram essa vitória da, ainda pequena, menina.
Em seguida, foi fazendo novelas, comerciais e filmes, até se tornar o grande fenômeno que é hoje em dia.

O seu personagem conhecia Katherine Summers ou Peter Thomas? Se sim, qual era o relacionamento que seu personagem e Katherine/Peter tinham antes da tragédia? Sim. Era uma das melhores amigas de Katherine e as duas adoravam conversar sobre tudo, eram como irmãs.
Não gostava de Peter, o achava violento e desmerecedor de Katherine. Ela sabia que ele não era uma boa pessoa e sempre incentivou o término do namoro.

Você acredita que seu personagem pode ser vítima do mesmo assassino que matou Katherine? Se sim, justifique.. Sim, porque as duas meninas eram muito próximas.

Seu personagem pode ser o assassino? Se sim, justifique. Não. Cecília é o tipo de pessoa que não conseguiria fazer mal a uma mosca, pode até não gostar de alguém, porém nunca seria violenta. Ainda mais a vítima sendo sua melhor amiga.
(Sei que só precisava justificar se respondesse "Sim", mas eu quis ser mais completa)

Gostos/Desgostos: Gosta de gentileza, sorvete de flocos, ler, estar rodeada de boas pessoas, piadas e fazer piquenique.
Desgosta de mentiras, preconceito, bullying, dormir cedo, futilidades e perder coisas.

Hobbies: Escrever poesias e textos narrativos.

Manias: Roer unha

Medos: Medo de escuro

Fobias: Acrofobia (medo de altura) e aracnofobia (medo de aracnídeos)

Segredo: Vou mandar por MP

Gostaria de ter um par? Se sim, como vai tratá-lo/tratá-la: Sim. Será amorosa e carinhosa com ele, sempre procurando o melhor para a relação.
Como não tem vergonha e nem medo de demonstrar seus sentimentos, se o garoto não tiver coragem suficiente ou se não tiver decidido ainda se irá se declarar ou não, Cecília tomará a inciativa e revelará seus sentimentos.

Palavra-chave: Scream more louder that you can

Algo mais? Seu sucesso como atriz, se dá a sua imaginação fértil, pois toda vez que vai fazer uma cena e montar um personagem, se imagina em outra vida e universo, fazendo sua personalidade se encaixar a nova realidade de vida que acredita que está vivendo.


Mystic Falls High School


Ficha

Nome: Anneliese Waldorf

Apelido: Anne

Fem (X) Masc ( )

(X) Humano/a ( ) Bruxo/a ( ) Vampiro/a ( ) Lobisomem

Se escolheu ser humano, pode ter algum poder: •Telepatia;
•Telecinese;
•Controle mental (apenas uma pessoa por vez).

Segredo: Já mandei

Historia: Nasceu no dia 25/05/1999 em uma família classe alta e sempre foi criada por empregados, já que sua mãe morreu no dia de seu nascimento e seu pai sempre trabalhou muito.
Regina, sua mãe, era uma humana com os mesmos poderes que Anne e morreu após uma luta com uma bruxa que queria roubar a filha que, no momento, ainda estava em sua barriga. Ela conseguiu vencer e matar a vilã, porém estava muito machucada e sem forças, usou suas últimas energias para dar a luz a pequena, morrendo logo em seguida. Seu pai, Érick, é um humano comum e, por isso, não pode fazer nada para salvar a esposa.
Desde então, Annelise é criada por Berta, sua empregada/babá que é como uma mãe para ela. A relação das duas não é das melhores, já que Anne é grossa e vive dando foras na mulher, mas Berta sabe que a menina é assim mesmo, afinal, sempre que está triste ou precisa de um conselho ela vai até a babá e a abraça e as duas conversam como melhores amigas.

Personalidade: Ela é ambiciosa e determinada, faz tudo para conseguir o quer e não se importa em quem tenha que pisar, por isso, se existe uma frase que a defina com certeza é "Os fins justificam os meios", porque essa é a realidade da vida dela. Anne é rica, mimada e egoísta e não permite que a passem para trás ou a diminuam, além de não obedecer ninguém.
É muito inteligente e se orgulha de seu boletim perfeito, nunca descuidou da escola já que seu sonho é passar na mesma universidade que seu pai estudou e para isso, seu histórico escolar deve ser de dar inveja a qualquer nerd por aí.
Sarcástica e sem papas na língua, Anne é capaz de fazer uma pessoa sofrer apenas com algumas palavras, ela adora espalhar seu veneno. É vingativa e se alguém fez algo contra ela ou contra alguém que ela gosta, pode ter certeza que vai ter volta e a volta vai vir mil vezes pior. Annelise não suporta que façam seus amigos sofrer, entretanto isso não é algo que se aplica a ela, afinal, segundo ela mesma diz, "Annelise Waldorf está acima de qualquer lei ou regra".

Aparência:




Estilo:





Gostos: Ser o centro das atenções, fazer compras, ler revistas, que a obedeçam, dinheiro.

Desgostos: Que a enfrentem, que façam mal a quem ela gosta, pessoas que não tem senso de moda, insetos, comidas com gordura.

Romance: Sim (X) Não ( )

Hetero (X) Bixesual ( ) Lesbica ( )


Burn Book



Ficha I

•Nome: Alicia Daisy Stuart

•Apelido: Aly

•Idade: 17 anos

•Sexualidade: Bissexual

•O que ele(a) é? Roqueira

•Personalidade: Ela é caprichosa, vaidosa, orgulhosa, mandona e egoísta. Só pensa em si mesma e tem muita dificuldade em fazer amigos, mas, segundo ela, não precisa disso. É bem perfeccionista e segura de si, por isso não gosta de críticas e nem aceita que a diminuam ou subestimem. Fala o que quer e dificilmente assume que está errada, e ai de quem vier mexer com ela, pois não leva desaforo pra casa.
É muito estudiosa e isso, inclusive, é um meio dela se afastar das pessoas. Para ela, quem não é inteligente não é digno nem mesmo de uma conversa.

•Aparência: Ela tem lábios carnudos, olhos castanhos e pele bronzeada. Seu cabelo é curto, liso e com ombre hair azul. Seu corpo é magro, mas possui seios de tamanho médio e nádegas, proporcionalmente, grandes. Tem 1,68 m de altura.




•História: Ela nasceu em Londres, Inglaterra e viveu lá até seus 3 anos, quando sua mãe faleceu e ela e seu pai se mudaram para EUA. Charles, seu pai, queria fugir um pouco de sua atual realidade e não se lembrar tanto de sua esposa, por isso resolveu se mudar. Quando Aly tinha 5 anos, ele se casou novamente com Lara, uma mulher 10 anos mais nova e muito metida, egoísta e fria. Aly era maltratada e diminuída o tempo todo e isso influenciou muito a sua personalidade. Charles, ao contrário da esposa, dá muito carinho e amor a menina, só que trabalha muito e acha necessário uma mãe para cuidar dela, então continua casado com Lara.

•Gostos: Seu pai, cantar, tocar guitarra, moda, ler, comer doces.

•Desgostos: Sua madrasta, pessoas metidas, fofoca.

•Manias: Roer unha quando está nervosa;
Morder o lábio.

•Hobbie: Compor e cantar

•Estilo:



•Romance? Sim.

•Segredo: Mandei




Ficha II

•Nome: Daniel Johnson, mas algumas alunas mais "saidinhas" o chamam de Dani. Para o resto dos alunos ele prefere Daniel mesmo, acha que ser chamado de Sr afasta e cria uma barreira.


•Idade: 29 anos

•Matéria que ensina: Literatura

•Relação com os alunos: É o tipo de professor que ajuda e dá atenção aos alunos, quer sempre ajuda-los e procura saber de seus problemas para dar conselhos e ver se pode fazer algo. É capaz de dar segundas chances, mesmo contra o regulamento da escola. Costuma fazer atividades extraclasse e, para ele, ensinar os alunos cidadania e humanização é mais importante do que seguir um roteiro imposto pela escola, que não está ciente das dificuldades, opiniões e vida dos estudantes.

•Como é fora da escola? Ele é o tipo de cara que chama atenção das mulheres, bonito e charmoso, é fácil para ele arrumar alguém para se relacionar, mas não o faz. Teve uma esposa que morreu na viagem de volta da lua-de-mel, por isso, agora não deseja ter mais ninguém, sua preocupação é o trabalho. O mais comum é vê-lo em sua casa, mais precisamente, no escritório, escrevendo e lendo livros.
Seu maior sonho é poder publicar um de seus livros, mas ainda não tem a coragem que necessita.

•Segredo: Vou mandar


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...