~hernameisbarbs

hernameisbarbs
Padfoot. <3
Nome: You-Know-Who (:
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 4 de Outubro
Idade: 20
Cadastro:

O que há além dos muros?


Postado

Oi, gente! Tudo bom nessa madrugada?

Eu resolvi que, assim que postasse a fanfic, eu postaria um jornal explicando o universo em que a fanfic se baseia, porque eu não tinha como explicar muita coisa lá, apesar de ter tentado. Algumas informações irão se repetir aqui, provavelmente, mas eu espero que ao menos ajudem vocês ou que os divirtam de alguma forma lol.

Vamos lá então~:


CLASSES



Alfa: Os alfas são a mais alta classe na sociedade. As pessoas que compõe esta classe estão relacionadas ao governo de alguma forma, seja fazendo parte do governo ou fazendo parte da família de algum político. A classe alfa tem o respeito de todas as outras e suas palavras são leis para os demais cidadãos, independentemente de sua classe. Tem em suas roupas a letra grega alfa denotando seu nível.

Beta: Os betas estão abaixo apenas dos alfas na sociedade, sendo a segunda mais respeitada classe. Os participantes dessa classe fazem parte da alta sociedade, sendo majoritariamente banqueiros e donos de indústria, em sua maioria vindos de famílias ricas. São eles que assumem o controle da cidade se os alfas caírem e também são altamente respeitados, mantendo um bom relacionamento com o governo e pagando altos impostos para manterem-se onde estão. Possuem em suas roupas a letra grega beta.

Delta: Os deltas fazem parte da única classe que não sofre interferência direta do governo. São os comerciantes e, apesar de não ter o respeito que é dedicado apenas às duas classes superiores, os deltas tem uma vida relativamente boa. Alguns não possuem estudos, porém são considerados como deltas por descenderem de famílias de comerciantes; possuem dinheiro suficiente para manterem-se bem perante a sociedade, porém são considerados de baixa classe assim como os ômegas. Possuem a letra grega delta em suas roupas.

Ômega: A mais baixa classe na sociedade, os ômegas são geralmente aqueles que estão nos piores trabalhos dentro do sistema. Muitas vezes iletrados, os ômegas são a classe que se responsabilizam pela base da cadeia, afinal, para que os betas e alfas tenham uma cidade limpa e funcionando, há os ômegas trabalhando por detrás. Estão na maioria dos trabalhos comuns da cidade que não envolvem o grande lucro, geralmente ganhando o suficiente apenas para viver. Possuem a letra grega ômega demarcando sua classe em suas roupas.

Caçadores: Os Caçadores são os cães de caça do governo e são oriundos de todas as quatro classes, principalmente dos deltas e ômegas. É uma promessa de dinheiro fácil e uma ascensão social para toda a família do Caçador, caso consiga passar nos testes impostos para que trabalhem para o governo. É trabalho dos Caçadores manter a ordem na colônia, reprimindo arruaceiros ou qualquer manifestação de desaprovação; também trabalham nos limites d’O Muro, mantendo todas as saídas controladas de forma que nem os rebeldes possam voltar à colônia ou que algum cidadão consiga deixá-la. Geralmente são frios e insensíveis devido ao alto treinamento imposto para que possam ocupar o cargo.

Rebeldes: Os Rebeldes são oriundos majoritariamente dos ômegas, revoltados com a vida indigna que levam e discrepante desigualdade social que rege toda a sociedade. Altamente organizados, organizaram diversos levantes contra o governo que, sem o apoio da população como esperavam receber, estavam fadados ao insucesso; acuados, acabaram por abandonar a colônia e vivem além-muro, escondidos enquanto buscam força suficiente para voltar e destruir o sistema instaurado.


O GOVERNO



Após o final da terceira grande guerra e que dizimou boa parte dos habitantes do planeta, um grupo de políticos se uniu para formar uma única colônia onde o restante da população poderia continuar a viver, da forma como considerariam certas. Muitas intempéries foram enfrentadas durante o caminho, mas conseguiram estabelecer um sólido governo onde a única verdade é a dita por eles mesmos e apenas pode ser ensinado às próximas gerações o que passou pela aprovação da alta cúpula do governo.

Para a população, são seres de alta índole e que buscam apenas o bem-estar geral da sociedade, sacrificando suas vidas para que o conforto e segurança estejam garantidos. A grande maioria das classes garantem que o mundo está melhor agora e que o sistema de segurança implantado ao redor dos muros assegura uma maior confiança, pois estão protegidos dos perigos que vivem além-muro.

Porém, por detrás dos panos, é sabido que o governo é altamente corrupto, onde buscam estabelecer uma desigualdade social ainda mais gritante de forma que a hierarquia formada entre as classes nunca seja ameaçada. Nunca hesitante em eliminar qualquer um que pense o contrário do que pregam, é sabido que muitos grupos rebeldes fizeram levantes contra o governo assim que foi estabelecido, mas que, enfraquecidos, tenderam ao esquecimento e o governo foi se tornando cada vez mais poderoso e, consequentemente, mais rico.

Atualmente, a alta cúpula governamental é ainda mais rigorosa com relação aos cidadãos, pois não muito tempo atrás houve o último levante de rebeldes, que tentou fazer com que a sociedade se perguntasse o que há por detrás dos muros. Com medo de que possam sair de seu controle, o governo instituiu crime de estado que os limites dos muros sejam ultrapassados, tendo seu povo ainda mais restrito às suas leis.


O MURO



O Muro foi construído assim que a ideia de formar uma colônia começou a ser colocada em prática; toda a população remanescente foi realocada para uma das únicas áreas que não foram tão afetadas pela terceira grande guerra, de forma que pudessem construir uma nova sociedade em segurança. Para os cidadãos, foi dito que O Muro funcionaria para que pudessem se sentir mais seguros sobre os perigos que rondam a sociedade, frutos dos crimes de guerra que sobreviveram ao passar dos anos, como criaturas geneticamente mutáveis e que são instáveis, logo, representam perigo à vida humana.

Porém, a verdade é sabida por poucas pessoas: o local para que a colônia fosse instalada foi estrategicamente selecionada, de forma que os tesouros naturais que ainda podem ser extraídos ficassem acessíveis e que a população ficasse cega pelo medo do passado e não soubesse a respeito. Dessa forma, a riqueza dos alfas e betas é facilmente explicada, pois arrecadam matéria prima preciosa de além-muro, além dos impostos pagos pelas classes mais baixas.

Entretanto, os grupos rebeldes que fizeram levantes e invadiram além-muro nunca foram encontrados pelo governo para que fossem eliminados e por isso o que há além-muro é diariamente monitorado, pois, se algum rebelde conseguir entrar em contato com os cidadãos da colônia, uma ameaça pode ser instaurada e pode sair de controle.

Os grupos rebeldes montaram tribos além-muro e vivem do pouco que conseguem encontrar na natureza, tão arrasada pelos horrores da guerra uma centena de anos atrás, e que busca se recuperar sem a interferência humana. A localização de tais tribos é imprecisa, já que os rebeldes precisam manter sua localização em segredo para que os Caçadores não fossem em combate a mando do governo.


A GUERRA



A instabilidade política ao redor do mundo tornou-se fatal quando uma guerra biológica fora decretada. Com um poder muito mais devastador, a guerra que durou quatro anos ininterruptos devastou a maior parte do planeta, tornando terras improdutivas com solos contaminados e fontes de água foram dizimadas. Civis começaram a morrer de fome meses após a guerra ser decretada e países decretaram situação emergencial pouco a pouco, tendo seus pedidos ignorados pela ganância e o poder que estava em jogo.

Foram quatro anos de pura devastação. Aos poucos, pequenas nações começaram a desaparecer e alguns países chegaram ao fim, com a maior parte de sua população morta ou devido os efeitos da guerra ou pela fome e a população remanescente sem a mínima perspectiva de vida.

Obviamente, as nações mais ricas tomaram todo o poder assim que o tratado de paz foi assinado entre os únicos países que restaram. O planeta estava invariavelmente condenado, poucas áreas estavam seguras para a vida humana, além das mutações geradas pela radiação espalhada pelo mundo. Tornou-se comum que civis aprendessem a se defender de criaturas geneticamente modificadas que surgiam devido a radiação.

Com o tratado de paz assinado, líderes mundiais se juntaram para formar uma única colônia com toda a população remanescente do mundo, cercando-as pel’O Muro. Alguns podem dizer que os horrores da guerra foram superados uma centena de anos após seu fim, mas o terror causado pela guerra ainda percorre pela colônia, as sombras da devastação nunca seriam esquecidas.


TECNOLOGIA



Muito da tecnologia que havia no mundo perdeu-se com a guerra; laboratórios foram destruídos, paralisando estudos importantes por tempo indeterminado que segue até hoje. Entretanto, não é como se não houvesse mais nada: a tecnologia está concentrada nas mãos dos alfas e betas porque soa uma ameaça deixar que as classes mais baixas tenham acesso a tais, pois poderia levantar dúvidas. O máximo que é permitido às classes deltas e ômegas é que tenham o básico para sobrevivência e a televisão por onde passa os informes governamentais.


PERSONAGENS



Huang Zitao: Huang Zitao descende de uma família exclusivamente ômega. Tem dezoito anos e trabalha como vendedor, um trabalho que conseguiu através de sua amizade com Yifan, um delta. Sua personalidade denota uma curiosidade exacerbada e sempre inquisitória, o que não é muito bem visto, já que sua classe é conhecida por sua submissão perante às demais. Por ter aprendido a ler com Yifan e passar a maior parte de seu dia rodeado de livros, Zitao se pergunta por que o sistema é tão desigual para todos.

Oh Sehun: Oh Sehun descende de uma família de políticos, alcançando dessa forma a classe alfa. Tem dezessete anos e divide seu tempo entre fugir para ficar com os amigos que são de classes abaixo da sua e em seus estudos particulares. É naturalmente curioso e petulante, muitas vezes não respeitando a idade superior de seus amigos e deixando que sua classe fale mais alto, tornando-se um pouco arrogante.

Wu Yifan: Wu Yifan descende de uma família de deltas, pois sua família é responsável por uma livraria, cujo qual é agora responsabilidade de Yifan. Tem vinte e um anos e é o mais calmo e racional do grupo, tendendo sempre a analisar os prós e contras das situações onde se envolvem. Tem certa desconfiança de Sehun mesmo após os anos de convivência devido sua classe.

É isso aí, então. Espero que tenham gostado da fanfic ou que gostem dela se lerem depois de verem esse jornal! Não esqueçam de conferir o jornal anterior e conhecer o Ether Squad.

Até a próxima~!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...