~SamaraSachiko

SamaraSachiko
It's Just Me, Myself and I
Nome: Micaela
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 7 de Novembro
Idade: 16
Cadastro:

Emilly Yokohana{Clown Interativa}


Postado

Nome: Emilly Yokohana

Idade: 17

Apelido: Emi-chan, Hana-chan.

Nacionalidade: Japão, Sapporo.

Aparência:







Cabelos longos que quando soltos vão até sua bunda. Eles são brancos e normalmente estão soltos, somente com duas tranças de lado. Seus olhos são azuis e sua pele pálida, geralmente comparada com porcelana. Ela tem 1,72 de altura e pesa 52kg. Seus dedos são longos e finos, suas unhas costumam estar grandes e em forma triangular, normalmente pintadas de branco ou de azul claro. Seus lábios são finos e vez ou outra apresentam o clássico sorriso de Emily, que é algo psicopata. Ela não tem o costume de usar maquiagem.

Personalidade: tanto seu orgulho quanto sua frieza são muito perceptíveis e vez ou outra até afastam algumas pessoas de si. Mas ela não se importa. Não pode ser caracterizada como alguém "cabeça-quente", sendo do tipo que irrita e não do que é irritada. É um pouco preguiçosa e vê-la demonstrar interesse em algo é privilegio para os poucos que realmente são importantes para Emilly. É difícil achar algo de que ela goste, já que não fala muito sobre si mesma e a lista de desgostos e coisas as quais ela é indiferente são bem maiores.

Muitos a veem como alguém pessimista e em sua defesa, ela alega ser realista. Não é de falar muito, preferindo apenas observar. É muito inteligente, podendo deduzir coisas complexas sobre pessoas que ela nunca viu na vida apenas vendo como elas reagem á determinadas situações; ela também consegue resolver complexos problemas matemáticos e estratégicos em pouquíssimo tempo.

É gamer e otaku, mas considera ler como seu principal passa-tempo.

Emilly pode ser cruel, sanguinária e, ocasionalmente, sádica. Alguns a consideram masoquista por muitas vezes sorrir enquanto está machucada. Ela realiza muito bem seu trabalho, por mais que, quando este não envolve lutar contra alguém, ela o deteste. Não sabe como agir em torno das crianças, já que não tem paciência nenhuma com estas. Apesar de não gostar muito de lidar com qualquer com qual não possa se comunicar de maneira clara, não tem nada contra os animas e estes costumam gostar de sua companhia.

Enfim, embora ela tenta negar e muitas pessoas não percebam, Emilly é uma pessoa de bom coração, mas simplesmente não sabem como fazê-lo, uma vez que ninguém nunca realmente lhe ensinou a agir de tal forma.

História: ela sempre foi considerada um erro. Seus pais não a queriam e sua mãe tentara abortar, mas não lhe fora permitido. Logo que Emilly nasceu o primeiro olhar que lhe fora dirigido foi de puro ódio, não havia quem a quisesse viva. Seu pai incluso queria nomeá-la com alguma ofensa, mas o senhor do cartório não permitiu e os pais da recém-nascida mandaram ele escolher um nome. "Emilly" era uma homenagem para sua sobrinha, que falecera de leucemia dois dias antes, aos 12 anos.

Emilly cresceu sem o amor dos pais, sendo que muitas vezes era deixada sozinha em casa e passava fome. Enquanto crescia, sua mãe zombava e aterrorizava a garota, que quase não via o pai, mas quando o fazia, este estava com uma expressão indiferente e não falava com a garota, dizendo que esta atrapalhava a concentração que ele tinha no trabalho. Ambos os adultos tinham o costume de ignorar a menina ou de escravizá-la.

A de olhos azuis cresceu sem saber como era ser amada, sendo que mantinha distância até mesmo de seus colegas de classe, até entrar na secundária Himuka, onde conheceu Misaki e Saruhiko. Eles a ajudaram a se livrar de uns valentões que costumavam a roubar e por mais que Emilly tenha ficado grata, não demonstrou interesse em fazer parte do "circulo de amizades" de ambos, mas apos muita insistência por parte de Yata ela cedeu, com a certeza de que em menos de um mês eles se cansariam dela e a abandonariam. Yokohana estava errada, sendo que só se afastou de ambos os garotos quando se mudou para a Russia com seus pais.

Antes de se afastarem, ouve uma vez na qual, após ter que andar por toda a cidade -em meio á uma tempestade- á procura de uma torta de morango para sua mãe. Ela ficou muito doente apos isto e faltou três dias na aula. Como nunca tinha ficado ausente antes, no quarto dia, Misaki arrastou Fushimi até a casa da mesma e praticamente passaram a tarde lá. Mas quando a mãe de Emilly chegou, os garotos foram praticamente jogados para fora.

Uma semana depois Emilly se mudou para a Russia, sem nem poder se despedir direito.

Historia do Clã, de como entrou: Era o segundo mês de Emilly na Russia e ela não havia conseguido entrar em contato nem com Misaki nem com Saruhiko. Ela sofria muito bullying na escola e assim que a aula acabava, ela tinha que sair as presas da escola para não apanhar. Um dia, enquanto fugia, Amellia a ajudou e Emilly se lembrou de quando Yata e Fushimi a ajudaram. Logo, sem dar nenhum notícia aos pais, ela entrou para o clã Branco.

Familiar: Mãe, Mia, atuais 40 anos ->



Pai, Eithor, 42 anos ->


Quer par? Sim, Fushimi Saruhiko.

Marca do clã onde fica: pulso esquerdo

Seu lema pessoal:

"Não me julgue sem saber do meu passado. Pois tudo que sou hoje, é consequência do meu passado. "

Relação com....

Rei/Amellia: Sempre que Emilly está sozinho com Amellia, percebe-se como a rainha, muitas vezes fala quase casualmente com ela. Porém vez ou outra, tendo o tempo para brincar com ela, de vez em quando, a mulher o faz, para sua irritação. Ela vê Amellia como a irmã mais velha que nunca teve, porém não admitiria em voz alta.


Clã: Emilly não se envolve mais do que o necessário com as pessoas de clã, os vê mais como um punhado de pessoas que ela é forçada a trabalhar, preferindo não passar tempo socializando com colegas de trabalho. Como tal, ela também prefere não participar na maioria dos eventos especiais do seu clã ou atividades sociais que não são estritamente necessárias. No entanto, ela irá participar se necessário, apenas queixara, murmurando, um pouco no começo. Ao mesmo tempo, muitas vezes ela vai ignorar seus associados e agir por conta própria, em missões. Embora focado em um objetivo, Emilly está disposta a usar alguns métodos bastante cruéis para fazer o seu trabalho ir mais rapidamente e sem problemas.

Família: ela evita os encontrar, mas vez ou outra recebe algumas ligações deles. Nestas situações, Emilly desliga.

Par: Amellia mandou Emilly para uma missão de reconhecimento e enquanto andava pela rua ela, uns homens tentaram assaltá-la, porém ela usou seus poderes para detê-los. Fushimi estava próximo e reconheceu a antiga colega de classe. Ao notar que ela usava poderes, se aproximou e eles começaram a conversar, sendo que na verdade o moreno a estava interrogando.

Eles não são lá muitos carinhosos um com o outro em público, mas sua possessividade pode ser notada de longe. Eles costumam virar noites juntos , bebendo café, lendo ou jogando.

Outros Clãs: ela não se importa muito com eles, mas gosta de espioná-los.

Do que....
Gosta:
-Luar
-Café amargo
-Livros
-Terror
-Ouvir música

Não gosta:
-Legumes
-Festas sem sentido
-Comemoração antes da hora
-Estupidezes
-Covardia
-Medos sem lógica
-Coisas doces

Medos: rever seus pais

Manias: estalar a língua (tsc)

Qualidades:
Raciocínio rápido.
Capacidade de ficar acordada por muitos dias direto
Ótima com qualquer eletrônico

Defeitos:
ás vezes é muito fria além de ser teimosa

Sexualidade: heterossexual
Arma: foice e costuma ter tesouras afiadas escondidas consigo

Como age.....

Quando é chamada(o) para uma luta: zomba do rival e se ele valer a pena, aceita.

Quando alguém lhe desafia: Faz a pessoa se arrepender.

Quando briga com alguém: Durante a batalha, Emilly muitas vezes ostenta um sorriso largo e uma tendência a rir o assunto é eventos perigosos. Ela também exibe sinais mais evidentes de arrogância e superioridade em relação aos seus adversários. Yokohana frequentemente se gaba de sua força e fala para os seus adversários em um tom zombeteiro. No entanto, ela mantém uma atitude um pouco despreocupado durante a batalha

Quando alguém ofende seu clã: humilha a pessoa.
Se ofender seu Rei? Prova que a pessoa está errada.
Se seu Rei Morrer? Fica triste, mas não chora.

Trairia seu clã? Sim.
Morreria por eles? Não.

Roupas...
Luta:


Sair: http://66.media.tumblr.com/6d2c0fa24e481070542a19454babb110/tumblr_nf9216IQNl1u3naijo1_500.jpg
(Sem o casaco de pelo)

Festa:

Informal:
(Sem o brinco)

Música que define seu personagem: Me, myself and I.
Música que define seu OC e o par: Super Psycho Love.



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...