~SamaraSachiko

SamaraSachiko
It's Just Me, Myself and I
Nome: Micaela
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 7 de Novembro
Idade: 16
Cadastro:

Kiragami Megumi


Postado

Kiragami Megumi

Não é ruim sacrificar alguém querido. É ruim ver alguém querido sacrificar-se em vão.

''Nome Completo:
Kiragami Megumi
''Idade:
19
''Alcunha:
Green Explosion
Apelido:
Gumi-chan/Gumi-san/ Megumi-san
Odeia ser chamada pelo sobrenome, Kiragami
''Aparência:
Cabelos curtos verdes com olhos rosados, pele algo bronzeada, mede 1,70 e pesa 52kg. Não possui muito de busto, mas tem algo de bunda e coxa. As bolsas abaixo de seus olhos estão sempre escuras, mostrando que ela não dorme muito. É impossível vê-la maquiada. Há uma tatuagem em seu braço esquerdo.




''Personalidade:
Ela é alguém animada que fica feliz simplesmente por saber que neste exato momento, alguém nasce para ocupar o lugar de alguém que acabou de morrer. Carrega um sorriso despreocupado que nunca abandona seus lábios assim como seus goggles steampunk nunca abandonam o topo de sua cabeça.
Ela não pode ser caracterizada como tímida e não sabe o significado de “hesitar”, já que só precisa de um comando de seu superior para atacar. Ela tem muita confiança em si mesma, pois sempre da o seu máximo e não costuma chorar ou ficar desanimada ao ser derrota, há sim pessoas mais fortes do que ela, mas há muitas mais fracas.
Ela é agitada e não consegue ficar parada, está sempre pulando, mexendo as mãos (seja jogando ou mexendo em armas de fogo), não consegue andar calmamente, logo ou anda rápido de mais ou corre. Ela nunca deixa algo para depois e nunca fica atoa. Ela sempre está bem disposta a fazer seja o que for. Apesar disso, sabendo quando deve ficar quieta e ser educada, como em reuniões com seus superiores.
No campo de batalha ela não perde tempo e vai em frente, acabando com qualquer um que se apresente como inimigo. Ela não recua, mesmo estando em total desvantagem, prefere morrer lutando do que viver fugindo. Justamente por isso ela sempre está com algum machucado.
Tem certa afeição por coisas fofas e doces, não conseguindo passar reto por uma loja de doces.
''Nacionalidade:
Holandesa.
''Pais de Origem e Cidade Natal:
Holanda, Amsterdã
''Historia:
Megumi foi tipicamente, deixada na porta de um orfanato por uma mãe covarde que apesar de ter condições não queria cuidar de uma criança. Megumi cresceu no orfanot e por ser uma das primeiras a chegar e a mais nova, era vista como uma filha pelas moças do local. Ela sempre foi muito inteligente e sonhava com um futuro brilhante, sonhava com o reconhecimento. Todas as moças do orfanato que trabalhavam lá desde a chegada de Kiragami se sentiam culpadas por não poderem proporcionar isso para a jovem, como pais que não têm dinheiro para a única coisa que o filho pede.
Gumi vivia as ajudando com o orfanato e cuidando das outras crianças, aprendendo assim a ser alguém carismática.
Aos seus quinze anos, uns homens bem vestidos foram até o orfanato buscando por si. Eles disseram que eram amigos do professor de matemática da jovem e que ele a indicou para participar em um concurso de exatas fora, em Nova York, onde ela teria mais chances. Porém tudo aquilo era uma farsa. Megumi e as moças do orfanato ficaram tão animadas que nem pensaram em conferir se era verdade. Kiragami pôs as poucas coisas que tinha dentro de uma mala e foi com os homens, naquele mesmo dia.
O avião em que eles entraram não os levou até Nova York, mas sim até o Japão. No caminho, eles conseguiram drogar Megumi discretamente e está dormiu até Yokohama. Quando chegaram lá, levaram a jovem para sede de sua gangue, uma não muito conhecida e fraca.
Ao acordar, Kiragami não estava presa a nada, pois os responsáveis por amarrá-la havia parado no meio do caminho para discutir sobre quem deveria comer o último BIS da caixa. Megumi era inteligente e logo percebeu que não estava em Nova York e sim em uma baita encrenca. Ela saiu discretamente da sala, sem que os três homens, quais ela nunca havia visto, a notassem. Ela havia conseguido driblar todos os membros do local até chegar na saída da frente, onde deu cara com os que haviam ido busca-la na Holanda. Ela tentou lutar, mesmo quando viu as armas. Ela estava tão irritada, quem nem se importou com a clara desvantagem. Neste momento, quando um deles estava prestes a puxar o gatilho mirando na cabeça de Gumi, ela descobriu seu poder, usando contra eles. Ela simplesmente explodiu tudo ao seu redor em um raio de dez quilômetros, exterminando a sede daquela gangue e todos que ali estava. Há uns cinco metros, sendo protegidos por um escudo (feito por Doppo), estava a Agência. Eles conversaram com Gumi, que explicou a situação com uma das mãos de Dazai sobre seu ombro para garantir que ela não o usaria o poder. Megumi conversou com Ranpo, que ligou para Yukichi. O mais velho disse que havia um lugar para ela na Agência.
Kiragami ficou três anos na Agência de Detetives Armados, o que foi tempo suficiente para se apaixonar por Edogawa Ranpo. Porém houve um mal entendido, onde Edogawa deu a entender que namorava, mas disse aquilo brincando. Quando Megumi foi lhe perguntar sobre isso, Ranpo –que também gostava da garota- pensou que ela estava brincando e começou a descrever uma garota bem diferente dela. Gumi ficou mal e sabia que se ficasse na Agência próxima a ele, nunca superaria, por isso ela saiu dela e acabou por unir-se Máfia do Porto.
''Família:
Moça do orfanato que cuidou de si como uma mãe> Oyuguma Kirara, atuais 67 anos.
Emprego: orfanato.
Relação: qualquer um que não as conhecesse bem, diria que eram mãe e filha. Porém a relação delas era como de irmãs, onde a brigas bobas, perdões instantâneos e nem sombra de segredos ou desconfiança. Elas cuidavam uma da outra como se essa fosse sua prioridade. Hoje Gumi está morando no Japão, mas Liga para Kirara todas as noites.


''Como se unio a Mafia do Porto:
Após sair da Agência, ela estava procurando um lugar para ficar, mas não conseguia achar nenhum. Então, certo dia estava andando na rua e viu Akutagawa. Logo ela pensou em se juntar a Máfia, mas não foi falar diretamente com Ryuunosuke. Ela foi até a Máfia do Porto no dia seguinte e pediu para entrar. Obviamente não aceitaram de primeira e tentaram mata-la, mas no final a aceitaram.

Arma:


''Do que...
''Gosta:
-Músicas agitadas
-Explosões
-Fogos de artificio
-Doces
-Coisas fofas
-Lutar
-Desafios
-Mistérios
-Liberdade
-Mangás e animes
-Festas
-Jogos (tipo: futebol, basquete, vôlei, tênis)

''Não gosta:
-Livros
-Relógios barulhentos
-Funk
-Falsidade
-Iorgut
-Convencimento
-Seres folgados
-Mamão
-Massas

''Hobbies:
Pular de paraquedas.

''Manias:
Ela tem a péssima mania de andar muito rápido, quase correndo.

''Medos:
Ela tem medo de sapos. Odeia todos.
''Lema:
Pense bem antes de fazer, pois o arrependimento não passa de uma grande perda de tempo.

''O porque de seu lema:
Ela odeia se arrepender e odeia perda de tempo e Kirara vivia lhe dizendo para pensar duas vezes antes de fazer algo, pois o arrependimento não é uma máquina do tempo. Logo Gumi criou seu lema.

''Relação com...
''Watanuki Mei:
A relação delas depende de Mei, pois Megumi não odeia ninguém da Máfia em particular, mas também não tem interesse em sair por ai perguntando “Oi, estou carente. Você pode ser meu amigo?”. Ela a respeita e se Mei precisar de algo que tenha a ver com trabalho, que não seja algo que ela mesma está com preguiça de fazer, Megumi pode ajuda-la.

''Ryunosuke Akutagawa:
Ela adora o irritar sem motivo aparente. Apenas o acha sério de mais e vê graça quando este perde a paciência consigo. Por mais que Akutagawa tente ao máximo manter a paciência, pois sabe que o objetivo de Gumi é provoca-lo, ele nem sempre consegue já que às vezes está usa Mei ou assuntos que a envolvam para fazê-lo sair de sua zona de conforto e tentar mata-la.

''Ougai Mori - Atual Boss da Mafia do Porto:
ela gosta de tomar chá com ele e com Elis e também de ajuda-lo a escolher roupas para a garotinha. Se dão bem e ele é a coisa mais próxima que ela tem de um pai, não que ela prefira assumir isso em voz alta a levar um tiro no meio da goela.
''Membros da mafia:
desde que a pessoa não seja folgada e abusiva, Megumi respeita a pessoa e pode desenvolver uma longa conversa com esta sem dificuldade e sem importasse em dar conselhos, neste último caso, dependendo do tipo de conselho que a pessoa pedir, Gumi pode dá-lo independentemente do não ir com a cara do membro do máfia.
''Membros da Agencia:
ela ainda conversa com Akiko e com Dazai normalmente, pois estes sabem o motivo de ela ter saído da Agência e entrado para a Máfia do Porto. O resto a chama de canalha, mas ela não se importa e os trata como se fossem íntimos e ótimos amigos, mas se tiver de feris um deles (que não seja Akiko, Dazai ou Ranpo) ela não hesita.

''Membros da Guilda:
Ela não consegue sorrir ou não olhar feio para eles. Eles são justamente o tipo de pessoa que ela tem anciã de vomito só de olhar por muito tempo, sério, ela fica enjoada mesmo.

Seu Par:
como dito anteriormente, se conheceram quando ela entrou para Agência e logo se tornaram amigos, pois tinha muito em comum. Com o passar do tempo, Kiragami foi se apaixonando por Edogawa, mas teve seu coração quebrado quando este afirmou ter uma namorada, mas era mentira. Ela saiu da Agência e uniu-se a Máfia do porto. Ela o ignorava sempre que o vi o que ia irritando Ranpo. Ele já odiava o fato de Yosano e Osamu saberem o motivo de ela ter deixado a sede dos detetives e se irritava mais ainda por ser ignorado. Ele queria saber o motivo de tudo aquilo. Em algum momento (foi deixar a sua escolha) Ranpo terá a oportunidade de esclarecer todas suas duvidas com Megumi e, após fazê-lo, se declarará. Eles começam a namorar e são muito animados juntos, demonstrando interesse em tudo que envolve o outro e sendo algo ciumentos, mas não possessivos. Se preocupam extremamente um com o outro e não tem vergonha em demonstrar carinho em público.


''Sua opinião sobre a nova organização a desafiar a Mafia do Porto:
ela acredita que eles sejam estúpidos, pois até mesmo a Agência que é cheia de pessoas treinadas tem diversas dificuldades em derrubar a Máfia.

''Se ameacem alguém querido para você:
Jamais perdoaria a pessoa e a caçaria com toda sua raça.

''Se lhe desafiasse:
Aceitava no mesmo momento, pois vê cada desafio como uma oportunidade de aprender algo novo.

''Quando em uma Luta com alguém como age:
Ela é confiante, mas não subestima. Ela não costuma usar todo o seu poder de primeira, pois seria sem graça. Ela costuma usá-lo mais para defesa e usa o pé-de-cabra para o ataque. A menos que a desvantagem seja a favor do adversário.

''Se ofender a Mafia do Porto:
Ela faz uma pequena explosão perto do pé da pessoa, dando-lhe um sustinho.

''O que acha do Relacionamento de Ryunosuke Akutagawa e Watanuki Mei:
Ela shippa e acredita que foram feitos um para o outro pelo simples de não conseguir imaginar Akutagawa com outra garota nem Mei com outro garoto.
''O que acha do fato de Watanuki Mei ser considera um dos ''cães'' mais fortes da Mafia do Porto e de sua Lealdade a eles:
Ela tem orgulho de conhecê-la e trabalhar com ela, mas não sai por ai gritando “Ei, fracassados com superiores lixo, minha superior e Watanuki Mei! Ouviu bem? Quer que soletre? W-A-T-A-N-U-K-I M-E-I!”

''Desconfia do passado de Watanuki Mei:
Não. Ela realmente não tem cabeça para se importar com coisas aleatórias que não sejam sobre Ranpo ou sobre Kirara.

''Musica que lhe define:


''Comida Preferida:
qualquer coisa doce

''Serie preferida:
Strange Things
''Manga Preferido:
Kuroko No Basket
''Bebida Preferida:
Milk shake
''Cor favorita:
verde

Algum Vicio:
ela fuma, mas só a noite

''Como age quando esta a Trabalho/Missão:
Megumi é extremamente perfeccionista com qualquer coisa que tenha relação a seus trabalhos e missões.

''Amigos:
Yosano Akiko-> se conheceram quando ela entrou na Agência. Se deram bem, pois conversavam bastante, tendo alguns gostos em comum e quando iam as comprar juntas, Akiko sempre escolhi as roupas de Megumi.
Under Dante-> eles se dão bem por causa de seu ódio por convencidos que sentem preguiça em lidar com seus problemas e em vez de simplesmente irem atrás do que os fazem feliz ficam fazendo showzinho. Conheceram-se quando ela entrou para a Máfia, em algum momento ele falou algo sobre como algumas pessoas eram desgraçadas e ela concordou. Logo sempre tomam Sundae juntos.
''Inimizades:
Doppo Kunikida -> Ela simplesmente não suporta o ouvir falando sobre como ela é uma canalha, traidora e egocêntrica. Se conheceram quando ela entrou na Agência e nunca gostou muito do loiro, mas só classificou o sentimento como ódio quando entrou na Máfia.
Tanizaki Naomi -> Se conheceram quando ela entrou na Agência e Gumi odeia o jeitinho dela. Não sabem bem o motivo, mas não suporta o fato de ela ficar zanzando pela Agência sem fazer nada e atrapalhando o trabalho do irmão.

''Roupas..
''Sair:

''Luta:

(a primeira da esquerda para a direita)
''Festa:

''Pijama:

''Habitual:

''Poder:
Explosão.

Megumi pode causar explosões em um raio de até dez quilômetros, mas isso exige muito de si e ela sempre desmaia se fizer duas explosões de dez no mesmo dia. Logo ela costuma fazer pequenas explosões ou lançar qualquer coisa no ar (pedra, caneta, papel, maçã) e explodi-lo. Ela consegue fazer explosões abaixo de 5 quilômetros independentemente do tempo, mas acima de seis pode sofrer interferências se estiver muito úmido ou chovendo.

''Que tipo de Missão Aceita:
Qualquer uma.
''Morreria pela Mafia do Porto:
Não.
''Trairia a Mafia do Porto:
Sim.


Viva com dignidade, pois não morrera com ela.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...