~SamaraSachiko

SamaraSachiko
It's Just Me, Myself and I
Nome: Micaela
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 7 de Novembro
Idade: 16
Cadastro:

Tsubaki Ootori


Postado

Tsubaki Ootori

Só deixe que quem se importa com você te afete.

Nome Completo: Ootori Tsubaki
[O 1º dele é Tsubaki]

Idade: 21

Alcunha: Vanity (Vaidade)

Apelido: Tsubaka/ Tsu-chan/ Tori-kun

Personalidade: A primeira vista, Ootori é alguém dominante e orgulhoso. Ele realmente age de tal maneira, mostrando ser alguém astuto e que não se deve subestimar. Ele costuma aparentar desinteresse no que não está diretamente ligado a si ou a Akiko ou a moda, mas consegue perceber os mínimos detalhes. Vê-lo com uma expressão séria é algo preocupante, já que –como ele mesmo diz- a seriedade o envelhecesse. Tsubaki é alguém vaidoso, com extremo bom gosto quando o assunto é roupas –independentemente do estilo da pessoa; ele consegue vesti-la bem sem mudar o estilo. Concorda que a primeira impressão é a que fica, justamente por isso, acha que as pessoas deveriam vestir-se de acordo com sua personalidade. Ootori costuma ter um sorriso animado desenhado no rosto e possui certa infantilidade, não aceitando perder e ficando emburrado quando deixado de lado. Contradizendo isto, ele pode também agir de forma sensual e/ou romântica se quiser conquistar alguém. Em lutas, sua determinação pode ser percebida de longe, se for para proteger quem ama ou algo em que acredita, está disposto a ir bem longe, mas só vai até a morte por Akiko. A palavra “inseguridade” dificilmente faz sentido em sua presença ou mesmo em sua cabeça; dizem que sua confiança contagia. Por mais que sorria com frequência e difícil vê-lo gargalhar, mas não impossível.
Aparência: longos cabelos platinados, algo puxados para o lilás. Olhos em cor cereja, pele branca e tem 1,79 de altura, pesando 63 kg. Seus braços são finos e suas pernas longas, o que pode lhe dar um toque algo delicado. Não possui músculos.




Nacionalidade: britânica.
'Pais de Origem e Cidade Natal: Inglaterra, Londres.

Historia: a mãe de Tsubaki era uma modelo renomada e seu pai um estilista famoso. Desde pequeno ele teve contato com moda e só de olhar para as pessoas conseguia imaginar um traje para elas. Seus pais eram amáveis com ele e sempre o ensinaram a ser uma pessoa boa. Apesar da fama e etc, os pais dele nunca o mimaram ou mesmo deixavam de passar tempo com ele. Porem, aos dez anos de idade, Tsubaki começou a descobrir seu poder e, por não saber controla-lo, às acabava fazendo um leve bagunça. Ele conversou com seus pais e disse sentir medo de ser tirado deles por causa deste poder. A modelo e o estilista amavam muito seu filho, por isso, esconderam seu poder, evitando que o jovem fosse a lugares movimentados ou que saísse muito.
Eles tinham tudo para que aquilo desse certo, mas o primo e amigo de infância do pai de Tsubaki era militar e, em uma visita, descobriu o poder do jovem. Ele não falou diretamente com seu primo, mas vez um acordo com a mulher desta: se ela aceitasse ir para a cama com ele ao menos duas vezes na semana, não falaria sobre o poder do Ootori mais novo. Ela não queria perder seu filho para o exercito, então aceitou. Mas não ficou um mês sem contar para o marido. O pai de Tsubaki ficou muito irritado e agrediu o primo. Ambos foram levados ao tribunal e presos.
Como não haviam provas de que o militar havia realmente subornado a mulher, após cinco anos ele foi solto e a mãe de Tsubaki teve de fugir as preses com ele para o Japão, pois sabia que o homem viria atrás de si. Um ano depois, ele começou a fazer mais turnês e nunca ficava no mesmo lugar por muito tempo.
Tsubaki, já com 16 anos, começava a pensar que poderia ter protegido sua família se soubesse controlar seus poderes. Por isso, ele começou a treinar, para que se um dia fossem ameaçados novamente, ele pudesse os defender. Em meio a esse treinamento, ele conheceu outras pessoas com poderes e foi ouvido falar de Agência, Máfia do Porto e Yakuza. Ele pensava em qualquer se juntar, já aos seus 19 anos e para ele foi fácil resolver entrar para a Yakuza.

Família: Mãe> Ootori Kuromi, atuais 43 anos.
Emprego: Modelo.
Relação: Tsubaki se sente responsável por ela, mesmo que quase nunca a veja pessoalmente. Eles se tratam bem e quem os vê conversando não diz que são mãe e filho.



Pai> Ootori {Segtsu} Tayu, atuais 45 anos.
Emprego: estilista (mas atualmente está preso).
Relação: Tayu procura manter contato com Tsubaki, mas por este estar em outro país, o meio mais fácil é por cartas. Mesmo sendo algo que leve mais tempo, ambos vêm prazer em fazê-lo, como uma atividade de pai e filho. Eles se dão bem e Tayu costuma pedir para Tsubaki não sinta ódio de seu primo.



Primo de Tayu> Segtsu Kazehaya, atuais 40 anos.
Emprego: militar.
Relação: Tsubaki odeia Kazehaya e pretende ataca-lo na primeira oportunidade. Já o Segtsu odeia o garoto, mas não pretende mata-lo, seus planos são de usá-lo para conseguir Kuromi.


Porque não gosta da Guilda: ele os acha muito gananciosos e egoístas. Ele simplesmente não os suporta e às o lembram de seu tio, que pensa que por dinheiro e posição pode fazer tudo que bem entender.

Como se juntou a Yakuza: ele queria melhor seus poderes e procuravam uma “gangue” para ajuda-lo com isso, onde tivesse mais pessoas com poderes. Ele analisou Yakuza, Máfia do Porto e a Agência, mas preferiu a Yakuza.

Arma: um sabre vermelho.

Do que..
Gosta: frutas vermelhas, moda, conversar com sua mãe, desenhar, animais, dias frescos.

Não gosta: pessoas ignorantes ou convencidas, sujeira e bagunça, bebidas amargas, comidas apimentadas.

Hobbies: observar as pessoas para montar trajes para elas, desenhando em seu caderno.
Manias: ele tem uma mania de lamber os lábios toda vez que vai lutar.
Medos: ele tem medo de não conseguir proteger sua mãe e de qualquer felino de grande porte (leão, tigre, onça...)

Quer Par?: Akiko Yosano.

Lema:
Se teus olhos são as janelas da alma e eu sego-te, tua alma apodrece?
Relação com.;.
Takasugi Yatori: ele adora conversar com está, principalmente sobre Dazai. Ele está disposto a ajuda-la e Yatori e uma das pessoas que ele mais gosta de desenhar.
Takasugi Gillbert: eles costumam se falar e se dão bem. Não se podem ser chamados de amigos, mas Tsubaki gosta dele quase tanto como de Yatori.
Takasugi Shisuke - Líder da Yakuza: ele o admira muita e vez ou outra diz seu nome seguido de um “senpai”. Ele o acha um homem admirável e gostaria de se tornar alguém com princípios como os dele.
Membros da Yakuza: ele os respeita e gosta de treinar com estes. Costuma dar conselhos sempre que lhe pedem e se precisar de alguém para conversar aí está ele.
Membros da máfia: ele não aprofunda relações, mas é verdadeiro e procura ser o mais indiferente possível.
Membros da Agencia: ele não tem ódio, mas também não tem amor. Ele é indiferente á eles com exceção de Akiko e Dazai. Ele costuma provar Osamu com Yatori.
Membros da Guilda: procura não vê-los, mas se deparar com um o insulta e talvez acabem por brigar.
Seu Par: se conheceram fazendo compras e ele ficou admirado com o bom gosto dela. Eles costumavam se encontrar para falar apenas sobre moda, mas então Tsubaki percebeu que não conseguia desenhar ninguém que não fosse Akiko. Ele logo percebeu-se apaixonado por ela.
Eles têm o tipo de relação em que ela é possessiva e ele fingi não perceber. Ootori está disposta a dar sua vida por ela e ela sabe disso. É difícil vê-los descordando de algo.

Tem algum segredo: ele não fala o que o primo de seu pai fez com sua mãe.

Sua opinião sobre a guerra prestes a estourar: ele acha que talvez fosse melhor ela não acontecer, mas está disposto a não só entrar nela como lutar pela Yakuza.
Se um dos irmãos Takasugi estive-se em perigo: ele iria salvá-lo sem pensar duas vezes.
Se seu líder morre-se: ele ficaria mal, mas não choraria.
Se ameacem alguém querido para você: Ele perseguiria quem fez a ameaça e espancaria esta pessoa. Mesmo isso não sendo muito a sua, não conseguiria evitar lembrar do primo de seu pai e de sua mãe.
Se lhe desafiasse: dependendo de seu animo, mas ele provavelmente não dará bola, pois não quer estragar as roupas.
Quando em uma Luta com alguém como age: ele esbanja superioridade e costuma ficar apontando os defeitos da pessoa, mas irritá-la e distrai-la.
Se ofender a Yakuza: ele começa a procurar defeitos na roupa da pessoa.

Musica que lhe define:

Comida Preferida: Torta de morango.
Filme ou Serie preferido: O Diabo Veste Praga
Livro/Manga Preferido: O Símbolo Perdido –Dan Brown
Bebida Preferida: vitamina de morango

Algum Vicio: morangos e moda
Como age quando esta a Trabalho/Missão: a pesar de manter o sorriso, ele é sério e focado e inclusive deixa de se importar com roupas.

Amigos: Osamu Dazai- ele o conheceu uma vez que o suicida estava com Yatori e desde então ele está disposto a ser como um cupido para os dois. Quando juntos, ou falam de Yatori ou das roupas que Osamu usa (por mais que este não se importe muito com suas roupas, Tsubaki gosta do estilo).
Doppo Kunikida- ele o encontrou em um café, uma vez que este estava com Osamu. Ambos começaram a implicar com o suicida por causa de Yatori.
Atsushi Nakajima- ele viu este com Doppo certa vez e começaram a conversar. Ele achou o outro fofo e sempre que pode pede para desenhá-lo.

Inimizades: Higuchi- ele não a suporta pelo simples fato de que a loira vive por falar mal de si e por a considerar algo mandona.

Roupas..
Sair:

{A primeira}

Luta:


Festa:

Pijama:


Habitual:

[o conjunto da blusa cinza com um coturno preto]

Poder: ele pode controlar a visão de outra pessoa. Tipo, se tem alguém lutando com ele, ele pode cegar está pessoa ou deixar-se invisível para ele. Porem, para usar o poder, ele precisa estar vendo a pessoa em tempo presente, nem que seja por câmeras. Além disso, se ele for ver através dos olhos da pessoa, não consegue ver o que está acontecendo ao seu redor, logo fica indefeso. Ele só pode fazer isso em 3 pessoas ao mesmo tempo.

Morreria pela Yakuza: não.
O que acha do Relacionamento de Yatori e Dazai: ele shippa e está disposto a ser um cupido para eles, pois acha que quem se ama deve estar junto, além de acreditar que Dazai pode perder a vontade de se matar por Yatori.


É preciso coragem para ser diferente e competência para fazer a diferença.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...