~Sassarando

Sassarando
Duas garotas, duas pestes
Nome: Sarah R. e Sarah M.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Foz do Iguacu, Paraná, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha > Allen Marshie > Welcome To New York!


Postado

"Walking through a crowd
The village is aglow
Kaleidoscope of loud heartbeats under coats
Everybody here wanted something more
Searching for a sound we hadn't heard before
And it said (...)"

Ficha!
Nome:
> Allen Marshie Roche.

Apelidos:
> Allye, Alle e Len.

Idade:
> 20 anos.

Aniversário:
> 07 de novembro de 1995.
> Escorpião.

Nacionalidade:
> Ela nasceu no Brasil, porém seus pais são americanos e ela passou praticamente a sua vida inteira em Virgínia, nos EUA. Então pode-se dizer que ela é americana.

Orientação Sexual:
> Heterossexual.

Aparência:
> Fotos:



> Photoplayer:
Saoirse Ronan.

> Descrição:
Allen tem os olhos azuis claros, pele um tanto pálida, mas não muito ao ponto dela parecer um papel.
Tem várias sardas em volta do seu rosto, o que a deixa muito fofa. Seu cabelo vai mais ou menos até um pouco abaixo nuca, podendo se considerar médio, ele é loiro com a raiz mais pra castanho, além de existir algumas partes mais escuras na "metade" de seu cabelo.

Personalidade:
> Allen é 100% energética, qualquer coisa já é:
" - Go! Bora! Agora!"
Mesmo que esteja passando por dificuldades, ela vai tentar muito não aparentar isso, ela é do tipo que ver a felicidade dos outros a faz feliz.
Não é bem ingênua, mas ela acredita que todos erram e todos merecem uma segunda chance, ou seja: Se você fizer algo de errado, ela provavelmente vai ser a primeira a te perdoar, por mais que ela esteja irritada.
Ela não é muito calma, mas sabe segurar a sua raiva por bastante tempo, isso pode fazer ela parecer falsa, mas não é, apenas tenta manter etiqueta na frente de todos.
É ciumenta, qualquer coisa ela já começa a agir como uma tsundere:
" - Por que não vai lá, com a sua amiguinha? // Por que eu fui me apaixonar bem por você? Seu idiota!"
Ela ama pessoas calmas, fica tipo: " Meu Deus! Você é calmo? Me dá um autógrafo?!"
Exagerada? Muito, tipo: Faz uma tempestade num copo d'àgua.
Qualquer coisa é motivo de drama... aliás, ela é muito dramática, mas ela só usa suas dramaticices pra ver as pessoas rindo.
Se socializa facilmente, tanto que você passa na rua e umas 10/8 pessoas vão dar pelo menos um "Oi" pra ela, conhece até os cachorros da rua.
Allen ama ficar shippando casais e "espalhando o amor" pelo ambiente, o que a deixa irritante pra muitas pessoas reservadas.
Ela adora dar uma de dona da razão, inteligentona, a sabe-tudo, mas também quase sempre ela se ferra dando uma de "dona da razão, inteligentona, sabe-tudo", *cof cof acabava sendo a "Não dona da razão/a burrona/a sabe-nada".
Apesar de ser dramática só pra ver pessoas morrendo de rir, ela também é bem sensível no sentido de choro, já que qualquer coisa ela já tá chorando.
Ex: Um cachorro morreu? Chora. Assistiu um filme triste? Chora. Alguma pessoa conhecida morreu? Chora. Alguma pessoa amada morreu? Chora muito maix.
Vingativa? Nem tanto, só quando a pessoa chegou no máximo da viadice, daí é meio impossível deter ela, ela vai ter como principal objetivo se vingar da pessoa e dificilmente vai tirar aquele objetivo da sua mente.
Seu amado hobbie é pintar quadros, aliás, foi de seu hobbie que surgiu sua paixão, a arte.

História:
> Ela sempre foi uma garota simples e humilde, mesmo estando praticamente cercada por dinheiro, nunca ligava pra tudo aquilo. Por algum motivo, seus pais eram super protetores, mal deixavam-na sair no jardim, tinham medo até mesmo das sombras dos empregados, eles eram tão protetores que nem ir na escola ela ia, tinha aulas em casa.
Como não tinha nada pra ela se divertir, ela passou dias procurando algo na casa que a interessasse, até que ela encontrou um cavalete, como era muito pequena, tirou o quadro branco que estava "preso" ao cavalete e começou a procurar tinta por aí, com sucesso, ela encontrou algumas poucas tintas e foi jogando no quadro, ela ficou muito feliz com isso, parecia uma louca pulando por aí.
Ela continuou pintando seus "quadros" até que completou seus 6 anos, onde ela ganhou seu primeiro celular. Desde então ela foi pesquisando sobre arte, achou aquilo tudo muito engraçado e legal.
Teve uma vida repetitiva e um pouco chata, dos seus 6 anos aos 9, ela, por mais que havia aprimorado muito, queria melhorar mais ainda, passava praticamente o dia inteiro pintando quadros e pelo menos tentando mostrar pros seus pais.
Sua mãe, ao descobrir seu talento, resolveu a colocar em concursos de pintura e tal, mesmo seu pai odiando a ideia.
Alguns ganhos, outros em pelo menos no segundo ou terceiro lugar. Mesmo assim, seu pai não aceitava de jeito nenhum, ele queria que sua filha fosse uma empresária, que fosse a próxima dona de suas empresas.
Ela, mesmo assim ainda tentava convencer seu pai, tentava a todo custo o apoio de seu pai, até chegar na adolescência, onde ela passou a desprezar seu pai, não olhava o rosto dele, sentia nojo, raiva, ódio, desprezo.
Mesmo o odiando, ela não virou uma delinquente, pelo contrário, foi completamente "correta", por querer mostrar maturidade, por querer mostrar força pra ele.
Finalmente, aos seus dezoito anos, seu pai não podia mais a segurar em casa, trancada naquela mansão ridícula, então ela saiu de casa e passou a fazer faculdade de artes, sua paixão, seu hobbie, seu amor.
Mas no seu terceiro ano da faculdade ela decidiu ir a Nova York, tentando conquistar a fama e claro, tentando aprimorar mais ainda sua arte.
Obs: Ela teve que terminar seu curso seis meses antes do que devia, mas mesmo assim tem uma ideia das coisas mais básicas, às coisas mais "profissionais".

Família:
> Marry Marshie Pauline Roche.
48 anos.
Empresária.
Como melhores amigas.

> Bryan Roche Cyan Marshie
47 anos
Empresário
Meio que inimigos.

Sua aspiração:
> Artes Plásticas.

Trabalhos feitos nessa área:
> Não foi muita coisa, só algumas exposições, eventos e alguns concursos "profissionais".

Trabalho Oficial:
> Recepcionista numa floricultura.

Gostos/Desgostos:
> Gostos:
Alguns tipos de flores, como: Orquídea, Rosa, Lírio...
Romantismo
Livros
Artes Plásticas
Música pop, eletrônica e algumas poucas de rock
Crianças
Fazer amizade
Rir/Sorrir
Fazer as pessoas rirem/sorrirem
Artes/Artes/Artes/Artes/Artes

> Desgostos:
Ficar sozinha
Ficar triste
Pessoas metidinhas d+
Moda

Segredos:
> Ela já foi uma viciada, uma bebum viciada.
Ela já teve sentimentos recíprocos pelos empregados de sua casa.

Manias:
> Ela tipo, meio que no automático tem que falar alguma coisa em outra língua, aliás, das que ela aprendeu um pouco, claro.
Ela tem uma mania chata de dar presente diretamente pra uma pessoa amada, em qualquer data, mas claro que ela dá pros amiguinhos também, já que justa é o nome do meio dela.

Vícios:
> Não tem nenhum no momento, mas se vicia facilmente em algo.

Medos/Traumas:
> Ela tem medo de cobra, aranha e escuro, muito mesmo.
Nenhum trauma.

Talentos:
> Ela é uma ótima cozinheira, dançarina e cantora, mas nada muito maravilhoso, só sabe o básico.

Par:
> Sim.

Relação com o par:
> No começo ela pode pensar que é só uma paixonite boba, mas conforme o desenvolvimento de sua "paixonite" ocorrer, ela vai virar uma completa duma louca, ela pode ficar imaginando coisas dela com o seu par, momentos românticos e tal... como eu disse nas manias, ela vai começar a dar presentes quase sempre pra ele...

Relação com os colegas de apartamento:
> Normalmente, porém sua curiosidade pode falar mais alto e ela pode querer saber mais sobre eles.

Relação com os vizinhos da frente:
> Age normalmente.

Inspirações:
> Não se inspira em ninguém.

Coisas Favoritas:
> Livro:
A última música.

> Filme:
Marley & Eu.

> Série:
Não tem nenhuma.

> Músicas:
E.T. - Katty Perry
Supernatural - Ke$ha
Oh my mind - Ellie Goulding
Just a dream - Cover da Christina Grimie (não se se está certo o nome...)

> Comidas:
Yakisoba
Macarrão ao molho branco

Animal de Estimação:
> Um Bobtail japonês filhote.

Sua parte do quarto:
>

Redes Sociais:
> Ela usa o Facebook, Allen Marshie o "nick".

Estilo de Roupas:
> Ela costuma usar roupas completamente simples, como:


Número Escolhido:
> 7.

Algo mais:
> Línguas que ela aprendeu um pouco:
Português, Francês e Japonês.
Acho que mais nada...


Enfim, muito obrigado por passar o seu tempo lendo isso, espero que gostou! :3


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...