~Schwerdtner

Schwerdtner
Nome: Fernanda Schwerdtner
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 19 de Fevereiro
Cadastro:

"Romântico demais para ser hétero"


Postado

"Romântico demais para ser hétero"

Certo dia eu estava no twitter e vi uma imagem na qual dizia “Romântico demais para ser hétero”. Olhei para meu celular e não acreditava no que estava lendo. Tudo bem, cada um tem sua opinião, porém a pessoa que postou aquilo era um amigo meu e jamais deu algum indício de que prestava aquele tipo de pensamento. Chamei-o no privado e começamos a conversar.
Ele estava esperando que alguém lhe chamasse, ele foi vítima daquele comentário. Explicando-me a situação, pediu para que eu escrevesse um texto sobre meu pensamento sobre o assunto.
E aqui estou eu.
Até onde eu saiba, Heterossexualidade refere-se à atração sexual e/ou romântica entre indivíduos de sexos opostos. Ser romântico ou não, não interfere na sua sexualidade.
Queria entender o que passa na cabeça de pessoas cujo chamam pessoas de gay ou até mesmo de “mulherzinha” como uma maneira de humilhar, de inferiorizar a outra pessoa.
Não sou santa. Estou longe de ser, já fiz isso milhares de vezes, mas uma hora a ficha caiu. Espero que esse texto faça a ficha de outras pessoas caírem também.
Eu mesmo já sofri desse tipo de situação. Na verdade, sofro até hoje. Sempre gostei de usar roupas largas, nada que marcasse meu corpo, e sou apaixonada por futebol. Joguei até uns dois anos.
Foram dois anos bem irritantes...
“Mas futebol é coisa de menino!”, “Você é lésbica?”.
Não, eu não sou. E querido, mesmo se fosse, gostar ou não de futebol não tem nada a ver com isso.
É um fato: Toda sociedade tem padrões. E eles mudam durante o tempo. Antigamente, a valorização ia para as mulheres que tinham mais massa corporal. Atualmente, as mulheres com pouca chamam mais atenção. Obviamente, isso não significa o fato de padrões não podem ser quebrados. E é melhor que sejam mesmo! Deixa a mina gostar do próprio corpo! Deixa o mano ser romântico!
É uma sociedade retrógrada e ao verem uma mudança em desacordo com as “regras” de convivência, simplesmente surtam. Cheguei a mencionar isso em um texto anterior. Se o indivíduo, independente do sexo, da orientação sexual, gosta de futebol, gosta de jogos online, é romântico, passa maquiagem para esconder espinhas, tem um corte de cabelo diferente, tem voz fina ou grossa e/ou até mesmo “o jeitinho”, lembre-se: Você não tem nada a ver com isso, eu não tenho nada a ver com isso, apenas a pessoa por si só. Ela é um ser humano assim como você.
Só respeite o jeito dela...
E ela respeitará o seu.

Escutando: https://www.youtube.com/watch?v=QxsmWxxouIM

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...