~SecretMyLife

SecretMyLife
I'm Crazy!!!
Nome: Tammy69
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 11 de Junho
Idade: 16
Cadastro:

Stop


Postado

01.04.2014
Comecei a me cortar ano passado é claro não sinto nem um orgulho disso, mas foi uma coisa inevitável e hoje enfrento problemas que são difíceis e encontro certo conforto nas minhas queridas amigas laminas. O meu maior medo e com certeza que meus pais descubram mas tento o possível para esconder esse segredo obscuro, como por exemplo usando roupas compridas, usando maquiagem e essas coisas, tentei já varias vezes parar com isso mas serio os problemas parecem que aumentam a cada dia, eu não suporto e acabo me cortando novamente. Sei que preciso de tratamento, é claro que preciso, todas nos precisamos, mas como vamos enfrentar que temos verdadeiramente um problema e confessar que não somos normais, principalmente por que eu me sinto uma garota normal, quer dizer eu sou normal não sou? Quem estou querendo enganar, sou diferente sim, e as vezes acho tão bom ser diferente, a maioria das garotas no Brasil, com quatorze anos já estão namorando, tendo bebés e vivendo vidas sem sentido, usando mini roupas, que parece que foram colocadas na maquina e encolheram. Eu não, visto coisas folgada e largas, tenho um estilo fora do comum, na verdade nem tanto assim, o famoso CCC ( causa, camiseta, converse) amo meu estilo tão diferente e tão normal, não sou a única que se verte assim... Como eu vim parar aqui? Estou falando em roupas quando era para estar falando dos meus pulsos.
Continuando, eu não consigo parar de me cortar, e morro de medo que alguém descubra e mesmo se descobrissem e me mandassem fazer tratamento acho que isso não ajudaria em nada, é um problema meu e apenas meu, mas não totalmente culpa minha certo? A sociedade hipócrita de hoje em dia também tem certa culpa não, claro que sim, com toda a certeza sim Se não fosse o Bullying, ou o julgamento das pessoas, pela classe social, gosto sexual, todo esse julgamento... Você acha que eu ao menos teria pensado na possibilidade de me cortar?
NÃO.

Quando eu me corto eu me sinto bem, me dá um alivio tão grande como se por um minuto eu matasse toda a dor dentro de mim, a sensação de conforto me domina esqueço ate o por que do motivo que me cortei, mas por apenas um minuto, e com toda a certeza um minuto foi o bastante, esquecer tudo, absolutamente tudo, tudo por um minuto é bom. Mas assim que termina esse minuto a dor volta, fica clara, os motivos por que você fez aquilo retornam, tudo volta ao normal, e o sangue começa a jorrar do seu pulso, ou de qualquer outro local no qual você tenha se cortado, o arrependimento, o sangue pingando na pia do banheiro, os olhos se enchem de lagrimas, os olhos escorrem e a dor aumenta em seu peito, você chora tão baixo, tão quieto(a), para que ninguém te ouça, depois você limpa os cortes com lagrimas ainda no rosto, vai para o quarto se deita.

E desaba novamente a chorar, valeu a pena? Não, não valeu. Por que você estava com um buraco dentro de você e agora, está sangrando por fora também, e isso nunca será bom, nunca.

04.06.2015

Já faz algum tempo que não me corto mais, e você não tem ideia do quanto é bom não precisar se ferir para se aliviar, ano passado quando escrevi a carta que está ai em cima, tudo o que eu estava passando todas as transformações que estavam acontecendo na minha vida estavam mexendo comigo e hoje, quando vejo as marcas no meu corpo, que eu fiz por causa de um garoto qualquer que não se importava minimamente com meu amor, eu sinto raiva, por que hoje ele esta marcado em mim, na minha pele, como uma tatuagem, e eu odeio telo marcado no meu corpo, as cicatrizes me lembram o que eu fui o que eu vivi e me lembram dele, ele que magoo, meu primeiro amor, tão inocente e tão desnecessário.
Estou escrevendo isso pra perguntar a você: “Por que você se corta?” “Aliviar a dor?” “Que dor?” “O que você está sentido?” “Que tipo de dor você está sentindo?”
Por que se for por um garoto qualquer esquece. Afinal O que ele é? Um idiota por não te notar, um idiota por magoar você, um idiota que não merece uma gota, uma lagrima que escorre por esses seus lindos olhos. Olhe para você. Vá para frente do espelho e veja como você é linda, não, não vá, não é no espelho que nós vemos quem somos, por que nosso verdadeiro eu não é refletido no espelho – que só mostra a superfície – você deve ser linda por dentro, levante esse rostinho lindo e não deixe que ninguém passe por cima de você.
Você é forte, e lembre-se, por que sangrar por ele, coloque uma música legal e dance seja feliz, pra que chorar quando se pode dançar? Seja feliz, você é forte, vai sair disso, como eu sai e vai encontrar alguém melhor do que qualquer outro um dia, e vai ser feliz, deixe as coisas acontecerem, no seu tempo. E enquanto isso seja feliz do jeito certo.
Coisas que me salvaram:
1-Música:

“A música sempre ajuda”
2-Livros:

“A leitura é a maneira mais agradável de ignorar a vida”
3-Amigos:

“Talvez eu não tenha muito amigos, mas os que eu tenho são os melhores que alguém poderia ter”
4-Auto-Confiança:

“Hoje eu acordei gostando mais de mim”

Escutando: Pitty
Lendo: Em busca do sentido da vida
Comendo: Informação

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...