~AnnieParker

AnnieParker
Manja dos enredos
Nome: Stephane S.
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Olinda, Pernambuco, Brasil
Aniversário: 14 de Fevereiro
Idade: 20
Cadastro:

Mais de 500!


Postado

Mais de 500!



Pelo título e a imagem, vocês já devem ter entendido!


Sei que o jornal está gigante, mas se vocês são leitores assíduos de JS, por favor, leiam!

Sim, nem chegamos ao capítulo 20 e Just Sex já ultrapassou a marca dos 500 favoritos! Muitos podem pensar: Sim, e daí?! Mas para mim, isso é um feito inimaginável! Comcei como escritora em 15/12/2013, mas já era um fantasma no SS e no Nyah! há muito mais tempo. Sim, exatamente como vocês, eu madrugava fazendo maratona de fanfics. Era lendo o tempo inteiro! Mas em dado momento, eu senti uma necessidade maior. A necessidade de fazer com que as pessoas sentissem o mesmo que eu sentia quando lia as fanfics do site. A necessidade de criar.
E foi aí que eu postei Destino, minha primeira fanfic Nalu. E eu penei. De primeira, no capítulo 1 não teve nenhum comentário. Mas eu não desisti, e postei o segundo. E o feedback foi vindo aos poucos... Infelizmente, como era minha primeira vez eu cometi muitos erros, muitos mesmo. E a medida que eu ia evoluindo e escrevendo cada vez melhor, e consequentemente fazendo enredos mais complexos e coerentes, eu passei a ver Destino com outros olhos. Ah, como eu amo aquela fic! Ela me abriu muitas portas, inclusive para amizades que tenho há quase 2 anos! Entretanto, infelizmente tive que excluí-la. Não me agradava mais aqueles erros todos, então tomei essa decisão. Sim, eu quero repostá-la um dia, talvez. Mas antes disso, estou dando prioridade as que tenho. Especialmente JS!
Excluí Destino com 23 capítulos que escrevi no decorrer de um ano. E eu tinha exatamente 126 favoritos. Agora entendem minha felicidade com esses números de JS? Nunca a divulguei, então significa que cheguei onde cheguei por, como um presente, vocês que a viram na página e se interessaram o suficiente para ler! Algumas pessoinhas maravilhosas me acompanham desde Destino, também. E eu só tenho a agradecer a todos vocês por isso! MUITO OBRIGADA!

Agora, a parte mais importante do jornal.


Just Sex foi planejada inicialmente para ser um puta clichê. Amor x ódio. Colegial. Hentai. Mas devido a minha mente perturbada e incontrolável, saiu algo muito melhor que isso. Vejam, um dos motivos de eu estar atolada hoje em dia é por que eu tenho esse probleminha: Não consigo parar de criar. Então acabei me enchendo de fanfics, as quais muitas excluí por falta de tempo. Enquanto pensava aleatoriamente em nada especial no ônibus, me veio a ideia para JS, que nem tinha esse nome ainda. Isso foi em outubro de 2014. Mas minha cabeça sempre trabalhou de um jeito estranho. Eu não gosto de forçar as coisas, aliás nem preciso, por que elas simplesmente vêm. Então os encaixes começaram a acontecer, eu literalmente viajei ali, sentada na cadeira solitária atrás do motorista por que eu sou antissocial (pelo menos em ônibus :v). E quando percebi, pow! Plot completo com o enredo totalmente encaixado, destino dos personagens decido, tramas, mistérios e! Inclusive, o "final".
Final esse que não acaba com a primeira temporada.
"O quê, Annie? Eu li isso direito?"
Leu sim, meu caro colega. Just Sex não tem uma temporada. Mas sim três. Que serão: Just Sex, Just Truth e Just Hope.

Então, vamos ao que interessa...

JUST SEX



APENAS SEXO


Nome intencional? Sim, e não. Ah, qual é? Todos amam um clichê, mesmo que a gente viva reclamando deles. E como sou uma pessoa que ama mistérios e ODEIO que as coisas sejam simples demais, ou sejam o que apenas são, não haveria nome melhor. E no final, acho que surpreendi muita gente. Dou os créditos a minha bobona e amiga, Ana Rosa, por ter me ajudado com o título.

JS vai terminar seu "arco" introdução no capítulo 20, que ainda não foi postado. Estou pensando em mais uns quarenta capítulos para fechar tudo o que preciso nessa primeira temporada, mas pode acontecer antes disso. O que vocês precisam saber é que ela pode ser finalizada entre os capítulos 40 e 60, por isso fiquem calmos que ainda tem muita coisa para acontecer.



JUST TRUTH


APENAS A VERDADE


Como vocês sabem, agora em JS a nossa querida Lucy está passando por uma fase de descobertas. Ou, tentando descobrir o que está por trás desses segredos que a rondam.
"Ué, então na primeira temporada ela ainda não vai descobrir?"
Ah, vai. Mas não tudo. Na primeira temporada, Lucy vai saber de coisas sobre sua vida e as pessoas que a rondam que ela nunca imaginava que fosse capaz de existir. Mas ainda assim, ainda não vai ser a "verdade" que ela precisa realmente saber, a verdade por trás de absolutamente tudo. Claro que ela vai ter noções dessa verdade ainda na primeira temporada (e eu já dei dicas disso). Mas ainda terão coisas muito maiores por trás. E daí vem o título dessa segunda temporada.
Nela, haverão revelações de algumas coisinhas não explicadas, ou ocultadas ainda na primeira. Enquanto JS é basicamente mistério e suspense, JT vai focar na ação, conspirações e no terror psicológico vivido por nossos queridos protagonistas. E eu realmente espero conseguir passar para vocês o amadurecimento dos personagens, assim como o do próprio enredo, para que a segunda temporada não fique pesada demais ou incoerente com a primeira.
Não tenho exatamente uma quantidade de capítulos para JT, mas provavelmente será menor que a primeira.



JUST HOPE



APENAS ESPERANÇA


O desfecho de toda a história. Mais ação, porém junto a isso, um drama. Algumas mortes, principalmente. Mas como desde sempre, nossa querida Lucy vai tentar resolver toda a situação para finalmente se ver livre de um pesadelo. Que não só salvará sua vida, mas como a de milhares de pessoas. Criando assim, uma esperança de um futuro melhor para a realidade em que viviam. Muito mistério, não? No final da primeira temporada, vocês já vão saber do que eu estou falando. Terei que fazer muita pesquisa de campo e estudar pra caramba, apenas para fazer algo digno e coerente, fechando a história com chave de ouro.
Provavelmente essa será a temporada mais curta, mas devido a alguns encaixes e povs de outros personagens, isso pode mudar. Por que a partir de JT, Lucy não será a única narradora, o que me dará outro desafio: Escrever em terceira pessoa. Sim, pessoas. Sou bem fraca com terceira pessoa, e o negócio não flui tão legal. Eu travo e acabo passando isso para vocês, Entretanto, prometo me esforçar bastante!



Agradeço a @HinaDragneel, minha linda amiga, por ter me ajudado com os títulos para JT E JH, quando eu estava desesperada! Te amo, meu amor S2.

Resumindo, é isso. Porém tem mais uma coisa que quero dizer.Toda essa história, JS, JT E JH, são um teste. Eu levo isso aqui a sério, entretanto, estou usando-o para errar. Sim, literalmente errar. Uma história não se escreve de primeira. Antes, você deve fazê-la exatamente como está na sua cabeça. E só então, depois de terminar tudo, que devemos realmente escrever de verdade! A verdadeira escrita começa na edição, aprendam isso. Por que olhando desse ângulo, veremos nossas incoerências, erros e falta de informações. Às vezes detalhamos coisas demais que não são necessárias, e as que são, esquecemos. E se eu estou fazendo tudo isso, é por que quero fazer disso aqui um livro.
Quem é próximo de mim sabe que tenho esse sonho. E vocês não imaginam o quanto estão me ajudando a realizá-lo!
Por isso, me perdoem alguma coisa. JS tem muitos erros, sim. Muitos que provavelmente nem vi e outros quase imperceptíveis que não farão tanta diferença. Mas eu preciso passar por isso para tentar alcançar algo maior! O processo de produção de um bom livro pode levar vários anos, mas eu estou disposta a passar por tudo.

Por isso quero agradecer a todos que leem, leram ou lerão. Àqueles amigos que estão sempre ao meu lado, àqueles mais próximos que me ajudam nas crises, àqueles que sempre me dão comentários maravilhosos e aos que dizem apenas "amei, continua" ou "você é diva". Aos que apenas favoritam ou até mesmo os fantasminhas, que muitas vezes querem dar as caras, mas são tímidos. Todos vocês estão fazendo parte disso. E é uma coisa que eu nunca vou esquecer.

Espero realizar esse sonho. Pode ser que minha vida mude radicalmente me fazendo mudar de ideia, ou que eu até mesmo não consiga. Mas eu vou tentar. Por vocês, e principalmente por mim.

À todos que leram esse jornal, Just Thanks


Lendo: Meu jornal/monografia
Assistindo: Minhas memórias
Bebendo: Minhas lágrimas de emoção.

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...