~SirChurros

SirChurros
O Locutor
Nome: Matheus Adriano Mendes
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Campinas, São Paulo, Brasil
Aniversário: 5 de Agosto
Idade: 19
Cadastro:

Hora do Churros SMTBR (Primeira Postagem)


Postado

Hora do Churros SMTBR (Primeira Postagem)

O jornal "Hora do Churros" vem trazer seu conteúdo semanal para os viciados em Smite, assim como eu! Dando total apoio ao clã Smite Br, com seu apoio aos jogadores novatos, tende a ser um clã respeitoso com seus conterrâneos.
TioChurros como sou conhecido, sou um "main suporte", coisa que poucos gostam de ser, além de um jogador não tão viciado que não deixo a desejar.
Escritor por prazer, humorista as vezes por o acaso, psicologia por profissão.

Devo dizer que a comunidade de Smite no Brasil é muito grande, até porquê os brasileiros tendem a ter uma fama muito grande em e-sports, o qual vieram se destacando com times competitivos nos games como CNB, Pain e companhia.

Eu particularmente sempre gostei de jogar de suporte, isto sempre facilitou para mim, pois sempre fui aquele cara que gostava de ajudar e curar o time, um gamer old school na época de WoW( World of Warcraft) e Pw( Perfect World), sempre dando aquela cura básica ou aguentando as porradas do time inimigo enquanto meu time os atacava na surtina por exemplo.

O Moba é um gênero o qual vem sendo enraizado dês dos tempos de mil nove centos e bolinha, antes de eu nascer pra ser mais exato, ou eu era muito criança para jogar e não tinha a condição para ter um computador em minha residência na época, portanto, eu ia na Lan House do bairro jogar Warcraft que na época que eu conheci, eu me apaixonei.

Aquela conquista territorial de torres e construção de exércitos, isto aflorava o coração de um gordinho nerd de dez anos de idade na época, e como eu podia mexer de graça nos computadores mediante ao fato de eu ajudar o dono da Lan House, eu me aproveitava disto.

Smite, foi um jogo o qual me atraiu, ainda mais pela sua visão de terceira pessoa, que me dava ainda mais a sensação de estar realmente no campo de batalha, de frente ao seu inimigo.

Mas assim como Smite tem seus pontos positivos, não ia deixar de ter os negativos. Sua visão em terceira pessoa de frente e não de cima, de fato, é algo atraente, porém, diferente de Lol( League of Legends) ou Warcraft, você não tem uma visão de cima, ou seja, não tem visão das suas costas o que lhe obriga a "wardar" a localidade.

Para você que não sabe o que significa "wardar", "wardar" é o ato de espalhar sentinelas pelo mapa, para ver onde os inimigos estão, mais especificamente nas áres escuras, conhecidas como "jungle" ou florestas, onde geralmente se encontram os "buffs" que são retirados de criaturas na jungle que lhe dão bônus de ataques ou quaisquer características ao jogador que o jogo venha a disponibilizar.
Porém, mesmo com isto, o jogo não perde sua beleza.

Fiz parte no servidor brasileiro, do clã SMTBR, que me acolheu e me recebeu quando eu era um noob, ou seja, um novato.
O mesmo foi fortemente criticado por jogadores mais experientes, simplesmente por acolher jogadores novatos, coisa que muitos clãs não faziam, gerando brigas e discussões neste meio, o qual eu sou a favor da SMTBR, defendendo-a sempre que possível pois é fácil apontar os erros.

Enfim, encerro esta notícia de apresentação, um forte abraço!

~TioChurros


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...