~volcom

volcom
.:'upgradwu#.
Nome: — ℓαυн!]♡{lauraismy;;jungkook❥ +)namorada de wang yibo as outras apenas tentam!
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Anta Gorda, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 30 de Maio
Idade: 14
Cadastro:

;:ilysm grazi☾


Postado


and i'm al+ways ti!red but never ♡f you [...] i d+on't me((an no<< harm i just miss y✿u on}} my arm✧ @weres

Hello Grazi.
Bom, eu tinha te prometido esse jornal há muito tempo, certo? (perdão), falei que ia postar quando terminasse de mandar todas as minhas fichas (que por um acaso, estou muito enrolada e ainda não mandei todas)´porque se não o seu jornal não ia aparecer no meu perfil (entende?), mas eu tinha que fazer isso o mais rápido possível, se necessário eu reposto.
Ok, hm, ontem, não sei se você sabe, mas meu peixe morreu (uau grande coisa), mas apesar de ser tão pequeno e estar comigo há pouco tempo, eu fiquei chateada com a morte da porra do peixe! Isso me fez ter algumas (de certa forma, ridículas) reflexões. Como, por exemplo, eu cuidava do meu peixe claro (não sei porque ele morreu), mas na maioria do tempo eu não dava tanto valo a ele porque eu pensava tipo “foda-se, é um peixe”, e reclamava pra porra que eu queria era um cachorro e não um “peixe inútil” e hoje, eu to olhando pra um aquário minúsculo vazio com uma dor no coração (por causa de um peixe, que não tinha tem 7cm).
Isso me levou pensar que a gente perde muita coisa na vida, e a gente só percebe que perdeu essas coisas, depois que perdemos? Entende? A gente tem a total chance de mostrar para essa coisa ou alguém o quão importante ela é na nossa vida, mas a gente nunca aproveita essas chances, a gente sempre dá desculpas “depois eu faço isso”, “não é minha culpa, então não vou correr atrás”, mas caralho, quando a gente perde a única coisa que nós queremos fazer é voltar atrás e correr atrás daquilo fazendo cosplay de Bolt ou dizer que ama e que se importa o tempo todo. Mas voltar no tempo é impossível, e o arrependimento é a única coisa que sobra no final.
(Eu não sei se você tá me entendendo, mas eu espero que sim, porque eu to fazendo isso no total impulso, só eu, minha mente e coração.)
Grazi, eu sinto que eu to há um triz de te perder por causa das minhas bobeiras sabe? E apesar de ainda estar muito chateada com a morte do Maven, esse acontecimento me levou a acordar pra vida antes de ser tarde demais (bom, eu espero que não seja tarde demais). E a última coisa que eu quero no mundo, essa coisa é te perder, perder sua amizade, perder a paz e a alegria que você transmite.
Sério, eu te amo demais, tipo muito, não sei você sabe/se lembra, mas eu disse que ia colocar o nome da filha de Grazielle (porque é um nome bonito), não que isso seja uma puta prova de amor (nem esse jornal é uma puta prova de amor, é só pra você ter uma ideia), mas a única coisa que eu quero agora é fazer você acreditar e entender o quanto eu amo você.
Eu sei que eu to fazendo besteira, e eu quero pedir aqui, de joelho, me perdoa Grazi? Sério, desculpas do fundo do meu coração.
E mesmo que você não me perdoa, eu não vou largar do seu pé tipo nunca, porque eu preciso de você e da sua amizade, desculpa por não estar demonstrando isso.
Eu te amo Grazinha, mais do que eu se quer posso explicar.

You’re not no one. You’re someone, you’re...you’re my best friend.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...