~Skyler-- - Clan Fantasy

Skyler--
[[+;; i'm a {g}irl.
Nome: ⊱✿. { スカイラー } .✿⊰
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 9 de Outubro
Idade: 17
Cadastro:

Fichas ლ(ಠ益ಠლ) (Antiga)


Postado

♤ Don't be scary ♤



Don't be scary Nijiri Muhinyi - Ayato Sakamaki



■ Ficha

□ Nome e Sobrenome:
Nijiri Muhinyi

□ Idade:
16 anos

□ Aparência e Descrição:







Nai - Karneval

Niji é um menino aparentemente frágil e pequeno com porte de shota e uke, tendo cabelos brancos em um corte bem repicado em camadas, onde possui duas pontas caídas atras de sua orelha em uma coloração lavanda (parecendo orelhas). Ele possui a pele albina e olhos bem grandes em uma cor escarlate bem chamativa.
Ele possui 1,57 e pesa aproximadamente 45kg.

□ Uke ou Seme?
OLHA ESSA CARA DE UKE!!!


□ Personalidade.
É uma pessoa bem adorável e inocente, chegando a ser muitas vezes ingenuo demais.
Niji é um mascote, ele é fofo e isso ninguém pode negar, muitas pessoas o comparam com um boneco.
Ele sempre faz o que os outros pedem achando que estão ajudando, mas quando percebe que aquilo vai prejudica-lo de alguma forma ele nega no mesmo instante, ele é do tipo que não gosta de se meter em encrenca pois não gosta de se sentir intimidado ou interrogado.
Ele é péssimo em guardar segredos, por isso, se estiver tramando alguma coisa NUNCA fale sobre o assunto com ele, ele pode acabar nervoso a depender do tamanho da treta.
Niji é bem sensível e se magoa facilmente com palavras, ideia quando as pessoas se afastam dele e ele é bem insistente quanto a isso, sempre no pé, ele nunca desiste.
Uma pessoa determinada, quando quer fazer algo não existe ninguém que o convença do contrário, um cabeça dura de verdade.
Ele é uma pessoa bem extrovertida na maioria das vezes e fala muito, Niji gosta de ter pessoas ao seu redor, ele gosta de ver seus amigos sorrindo, para ele, mesmo em situações de desespero devemos sorrir e continuar tendo esperança.

□ Historia.
Foi criado no circo, por ser um animal, não conheceu seus pais e não sabe como ou por que foi parar no circo, só sabe que aquele lugar aparentemente alegre e feliz, quando cheio de gente, atrás da cortina era um lugar sombrio e maldoso.
Niji era bem maltratado e obrigado a fazer coisas que não queria, e quando fazia algo errado" era trancado por dias e duas sem comer ou beber algo.
Teve a oportunidade de fugir daquele inferno graças a um ladrão, ele o ajudou a roubar o que bem quisesse e em troca o ajudaria a sair dali.

□ Par.
Ayato Sakamaki



□ Super Colegial Nível Jogador de vôlei (???)

□ Clube:
de esportes

□ Raça:
Um "Niji" Originalidade é tudo


Um bichinho raro que tem a função de ser fofo, ok, ele também consegue captar sons que são inauditiveis para os humanos (ou qualquer um), além de ter algumas habilidades empáticas.

□ Medo/Fobia/Trauma?
Não gosta nem um pouco de se aproximar de um Circo ou ver Circos

□ Gosta.
- Animais pequenos e ovelhas
- Animes shoujo (ok.... não o julgue)
- Onigiri Mochi, Iogurte e Doces (vicio)
- Coisas coloridas e vivas
- Sol e campos verdes
- Brincar e se sentir livre.

□ Desgosta.
- Maltrato
- Circos
- Se sentir sozinho
- Estudar
- Comidas apimentadas e Cordeiro
- Muitas perguntas

□ Manias.
- Sempre aparece com algum doce na boca
- Balança muito as pernas quando sentado
- Coçar o queixo quando está mentindo.

□ Relação com o Par.
Sua relação com o par sempre foi tranquila desde o começo, Niji sempre tentou ser amigável desde que vou seu colega de quarto, Ayato provavelmente o via apenas como uma nova presa.
Niji é totalmente submisso ao Ayato, no começo parecia apenas uma brincadeira, uma novidade, mas depois foi ficando mais forte, ele é muito apaixonado, além de ser totalmente ciumento, apesar de não ser do feitio dele, sempre quer mostrar que ele o pertence de certa forma.
Niji adora quando o parceiro diga o sangue dele, pois para ele isso significa que ele o acha especial, e que realmente goste dele.

□ Vícios?
se doces for vício, é isso aí

□ Algo Mais?
-x-


------------------------------------------x-------------------------------------


♢ Loucos ♢





Cansei de ser louca sozinha

Ficha

● Nome e Sobrenome:
Elaine Bürckler

● Apelido:
Ellie
Criança problema

● Idade:
16 anos

● Personalidade:
Ellie é um enigma, ninguém nunca conseguiu decifra-la, nem ela mesma.
Ninguém nunca sabe ao certo o que ela está sentindo, ás vezes um tanto agressiva e ás vezes um tanto meiga, um tanto depressiva, um tanto infantil, um tanto psicopata, um tanto "amorzinho", Ellie é facilmente descrita por "tantos".
Muitos tem medo dela, Ellie não parece ser uma pessoa que se importe com as outras, apenas com o que de fato é precioso para ela. Ela não possui grandes compreensões emocionais, isso é, não consegue entender os sentimentos de outras pessoas, além de parecer não sentir dor ou medo.
Ela é um tanto louca, suas emoções raramente mudam para algo que ela queria, São coisas do momento, imprevisíveis de fato.
Ela é uma pessoa que parece ser bastante aberta, mas ninguém consegue imaginar o que ela está pensando no momento e sempre desconfiam de suas ações, ela é totalmente imprevisível e nunca se sabe como ela vai reagir no momento, visto que seu humor muda quase a cada segundo.
Apesar disso chega a ser bem amigável com seus amigos, as pessoas que ela considera de fato, uma pessoa ansiosa e faladeira, gosta de se meter em tudo, ás vezes até gosta de ajudar.
Ás vezes ela "viaja" muito, se distrai facilmente e sempre parece com um sorriso bobo na cara.
Ellie possui um estilo excêntrico e único, que podem ser visto facilmente em suas roupas e aparência.

● História:
Elaine nasceu em uma família relativamente rica na alemanha, seus pais a amavam, mas ela não se lembra deles por que eles morreram quando a garota tinha 3 anos. Ellie foi mandada para os seus tios que cuidaram dela bem, mas quando ela fez 4 anos a familia esteve passando por varias dificuldades, o circo que eram deles não estavam fazendo tanto sucesso e eles estavam cobertos de dividas.
Foi quando tudo começou a piorar, Eli desde seus 4 anos teve que trabalhas duro no circo, sendo lavando o chão ou servindo a plateia, vendendo ingressos, etc. O trabalho era muito, mas a recompensa era pouca, os tios começaram a trata-la como escrava e dizia todo dia "Se não fosse por mim você estaria na rua agora, não acha que deveria agradecer?", e toda vez que ela fazia algo errado como derrubar alguma coisa ou não fazia o serviço direito (na visão deles) ela era acorrentada em uma sala e era submetida a chicotadas, o numero variava a gravidade do problem e obrigada a ouvir desaforos.
Quando ficou mais velha, entre uns 10 anos, começou a trabalhar dentro do circo como equilibrista, contorcionista e domadora. Ás vezes ela era obrigada a matar alguns leões para o divertimento das pessoas, mas toda noite ela chorava por se achar um monstro. Como contorcionista, ela tinha um numero em que ela costumava desviar de facas, mas um dia els se distraiu e uma faca passou raspando no seu olhos, mas foi o suficiente para deixa-la cega e ter que andar com um tapa olho para esconde-lo.
O sofrimento era tanto que ela até esqueceu o significado de amor, compaixão, felicidade e família, e começou a mudar, tendo sinais psicológicos bem instáveis e perdas dos nervos sensoriais (os que causam dor, pressão, e ar mesmo lágrimas)
Quando fez 14 anos os policiais descobriram que ela e outras crianças viviam em carcere e eram submetidas a varias torturas e treinamentos, seus tios foram presos e ela mandada para um orfanato. Foi adotada por uma família aparentemente boa e feliz, e na verdade eram, mas mesmo eles sabendo dos problemas de Eli e tentando ajuda-la, ela nunca correspondia o amor deles, mesmo sendo fofa e educada nunca mostrava afeto de verdade e era bastante agressiva e selvagem perto de estranhos. Foi ai que eles a apelidaram de criança problema.

●Aparência:




Tem cabelos medianos que costumas ser presos em marias-chiquinhas baixas, seu cabelo original é castanho claro, mas gosta de mudar a cor dele então ela optou por duas cores, o lado direito rosa e o esquerdo azul para combinar com a cor de seus olhos, esquerdo azul e direito rosa, mas na verdade o seu lado rosa é um olho artificial. Seus olhos são bastantes grandes e brilhosos, mas tambem perdem a cor facilmente fazendo-os ficar opacos.
Tem uma pele macia e praticamente albina, sendo livre de espinhas e sinais. Possui um corpo extremamente magros, com pernas, braços, pescoço e cintura fina, dando para ver alguns de seus ossos (exemplo do pescoço e costas), mas tudo proporcional a seu corpo e seu tamanho. Tem seios pequenos e bumbum mediano.
Ela mede 1,67 e pesa 46kg.

● Segredos?
Guarda seu passado na mala, afinal, não há necessidade de sair falando.

● Algum fetiche?
Talvez tenha feitiche por garotos afeminado

● Gosta:
Gosta de coisas doces, como se fosse uma criança de verdade, além de sempre estar comendo (não só doces, qualquer coisa); Gosta muito de animais de pelúcia ou coisas fofas demais para apertar ou dormir; Quando está sozinha em algum gramado ou lugar aberto sem fazer nada gosta de esmagar formigas, além de gostar de olhar as nuvens deitada na grama; Gosta de filmes de terror/suspense, além de livros do gênero, ela afirma que pra ela é melhor tipo de leitura; Gosta de coisas que vem do Japão (em geral), pois acha muito fofo; Não admite, mas gosta quando alguem a machuca ou algo do tipo, na verdade ela não liga tanto que acabou sendo um prazer pra ela; Adora cantar, mas apenas quando está sozinha (geralmente pra lua); Observar a lua e o por-do-sol, geralmente em cima de uma arvore.

● Não gosta:
Sair ao sol sem proteção, pois é muito branca e odeia ficar vermelha; Praia e areia, não é muito a dela; Odeia coisas apimentadas; Odeia proagandos de televisão; Odeia pessoas que a olham com um olhar de pena; Odeia circos e coisas relacionadas a circo.

● Meu sonho:
Talvez conseguir se livrar dos traumas, senão, uma cafeteira está de bom tamanho.

● Maior loucura:
Talvez ter aceitado que tudo que seus tios fizeram com ela fosse pro seu próprio bem.
Em ter acreditado em Deus.

● Falo palavrão:
Apenas quando está tendo alguma crise, palavrões não faltam no dicionário dela.

● Sou virgem?
Sim

● Medo:
Circos

● Me importo com os sentimentos alheios?
Não, só de quem lhe é importante

● Sempre fui louco, ou me tornei?
Se tornou quando criança

● No que sou bom?
Torturar pessoas er... Desenhos, talvez.

● Gosto de esporte?
Não é muito esportiva

● Lugar dos sonhos:
Uma doceria só pra ela

● Estilo de roupa:
Gosta do estilo Pastel goth, além de gostar de usar preto.




● Gosto sexual:
Bissexual

● Me dou bem com as regras?
Nem um pouco

● Gosto de crianças?
Não das mimadas e irritantes, elas deveriam morrer

● Mataria uma pessoa?
Sim

● Até onde vai uma brincadeira?
Até o fim, claro, ela gosta de se arriscar um pouco

● Como trato as pessoas que amo?
De forma mais amorzinho, claro que haverá dias que ela não está bem, mas com um pouco e paciência as coisas se resolvem.

● Como trato as pessoas que odeio?
Parece que seu lado ruim está pra eles todo dia, grossa, até quando é bom humor.

● Como vivo em relação ao mundo?
Não se importa com mais ninguém além dos que o ajudaram ela na vida e seus amigos.

● eu nunca...
estarei bem comigo mesma
superarei nada
faço merda sem motivo.

● eu sempre...
Vivo em conflitos comigo mesma, muitas vezes sentido-me até inútil em momentos de depressão e tristeza.

● eu com certeza...
serei sempre dramática e anciosa.

● eu não estou nem ai...
para as pessoas normais

● Sou extrovertido ou introvertido?
Extrovertido e introvertido (dependendo do humor)

● Cansei de louco sozinho?
(?) se for "Cansei de ser louco sozinho" Claro.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...